Buscando especialização

Molotov especializa-se em “storytelling”, a arte de contar boas histórias

Em constante formação e renovação profissional, a equipe da Molotov participa de palestras, oficinas e cursos para aprimorar a qualidade dos serviços que a agência oferece aos clientes. Seguindo essa premissa, há três meses, Eduardo Spinelli, sócio e diretor de criação da Molotov, está fazendo um curso de roteiro na Academia Internacional de Cinema, AIC, em São Paulo – SP.

Considerada uma das escolas mais importantes do país, a AIC foi a pioneira na introdução de cursos completos na área de cinema no Brasil e possui em seu corpo docente professores experientes e cineastas de destaque nacional e internacional.

Ministrado por Thiago Fogaça – roteirista e professor de roteiro, formado na New York Film Academy com um Master of Fine Arts in Screenwriting -, o curso apresenta uma introdução aos diferentes elementos e ferramentas que constituem a dramaturgia e a narrativa, promovendo qualificação para o desenvolvimento de roteiros próprios e estrutura de histórias. Entre os conteúdos abordados estão “técnicas de criatividade”, “conflito dramático”, “formatação de mercado e internacional”, “workshop de roteiros e argumentos” e outros.

Thiago Fogaça e Eduardo Spinelli. Foto Alex Riegel

Thiago Fogaça e Eduardo Spinelli. Foto Alex Riegel

Com exemplos de textos e fragmentos de filmes e séries, Fogaça ensina os alunos a entenderem e identificarem questões temáticas; construírem e explorarem personagens; revisarem e analisarem histórias dramatúrgicas para TV e cinema; e utilizarem palavras e recursos audiovisuais para transmitirem boas histórias, ou seja, o chamado “storytelling”.

“A Molotov sempre contou histórias sobre marcas e empresas. A diferença é que agora teremos mais ferramentas para potencializar ainda mais os resultados. Um exemplo que sempre mostro em palestras de storytelling é o filme ‘Castigo’, da Coli. É puro storytelling. Uma história leve, divertida, que prende a atenção do telespectador. E o mais importante: que vende o produto de uma forma totalmente original. Nem parece propaganda.”, conta Spinelli.

Assista ao filme “Castigo”, da Coli, um case de storytelling da Molotov publicado no CCSP – Clube de Criação de São Paulo: http://www.ccsp.com.br/site/pecas/35365/resultado-busca

Share and Enjoy !

0Shares
0 0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *