De criação a atendimento

Os desafios das mudanças

Nossa entrevistada da vez é a jovem e competente publicitária Raquel Costa.

Raquel foi minha aluna no curso de Publicidade e Propaganda da Unitau. E sempre achei que por trás daquele rosto bonito de menina havia uma mulher forte e determinada, que alcançaria espaço no mercado publicitário. E não vem dando outra.

Veja a entrevista que ela concedeu ao Publicitando falando um pouco de seu trabalho na Focusnetworks e de sua trajetória profissional.

1 – Sua função no Grupo Focusnetworks é de Gerente de Campanhas. Explique quais suas atribuições neste cargo.
A estrutura da agência Focusnetworks é dividida em duas: uma empresa de TI, chamada Interactive, e a Mídia next, a agência digital. Dentro da agência digital temos a equipe de conteúdo e de campanha. A parte de conteúdo é responsável pela criação dos conteúdos perenes para as mídias sociais das marcas, como Facebook, Instagram, Twitter, entre outros. A parte de campanhas é responsável pela execução dos projetos mais específicos dos clientes, como lançamento de produtos, organização de eventos ou ações para datas comemorativas, na maioria das vezes, juntando o off-line e o online, aqui chamamos de Onlife. Como gerente de campanha, planejo e controlo a execução de cada projeto, desde o desenvolvimento de cronograma, orçamento, recursos, prazos e aprovação com o cliente. Hoje a agência atende as contas digitais da Tequila Jose Cuervo, Lindt Chocolates, Preservativos Prudence, Gold Adoçantes, Sufresh, entre outros.

2 – No início de sua carreira você atuava em criação, mais especificamente como diretora de arte. Como ocorreu a transição para o atendimento?
Todos os meus estágios durante a faculdade foram na área de criação, como assistente de arte. Quando entrei na Supera Comunicação, em 2011, trabalhava exclusivamente para um cliente, chamado Heatcraft, e depois de um tempo fiquei internamente nessa empresa. Lá dentro continuei com alguns trabalhos de criação de catálogos, anúncios e materiais trabalhando para PDV, mas tive a oportunidade de migrar para a área de Marketing. Fui efetivada como Analista de Marketing e me identifiquei muito mais com o perfil de planejamento, execução de projetos e relacionamento com clientes. E por isso, depois de um ano e meio, voltei para a agência como atendimento corporativo.

Raquel Costa, gerente de Campanhas da Focusnetworks

Raquel Costa, gerente de Campanhas da Focusnetworks

3 – Ter passado por criação lhe trouxe outro olhar ao atuar como atendimento e agora gerente de campanhas?
Sim, com certeza. Hoje consigo ter um olhar mais crítico dos materiais e capacidade maior de planejamento de prazos, aproveitando melhor os recursos. Além de contribuir com algumas ideias nas reuniões de brainstorm.

4 – Como é atuar em uma agência com foco em digital após passar por agências ditas tradicionais?
Eu me apaixono cada vez mais por essa área por ser muito dinâmica. É necessário se atualizar todos os dias e estar por dentro de tudo que acontece, para aproveitar um buzz para uma campanha ou conteúdo. Além de poder explorar e aproveitar os diferentes canais como uma chance de fazer algo personalizado e diferenciado. Acho que o grande diferencial de uma agência digital é a oportunidade de medir o retorno e andamento das campanhas, se está gerando bons resultados ou não e ter a chance de mudar a estratégia a tempo.
Este ano tivemos o prazer de participar de um dos maiores projetos da agência, uma websérie para a Tequila Jose Cuervo. Foi um desafio muito grande, pois tínhamos apenas 2 meses para o planejamento e desenvolvimento dessa campanha. O projeto todo foi gravado no México e em Las Vegas, com 6 pessoas influentes das redes sociais. Foi uma oportunidade muito importante para todos da equipe como experiência profissional quanto trabalho em grupo.

5 – Você acredita em um crescimento do digital para o ano que vem?
Acredito sim no crescimento do digital agora que as empresas e marcas então sentindo os benefícios de estarem mais próximas e humanizadas entre os consumidores. Creio também que haverá mais interação entre o digital e o tradicional, a fim de potencializar ainda mais as ações e estratégias propostas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *