Dois mais dois são…

A boa e velha matemática sempre nos afiançou que 2 + 2 = 4. Inquestionável! Então, quando dois de nós ficávamos sabendo de algo e contávamos a mais duas pessoas, quatro passavam a saber do fato.

Atualmente, em tempos de Twitter, Facebook, Orkut e outras tantas redes socais, a lógica do dois mais dois igual a quatro ruiu. Dois sabendo contam a mais dois que colocam um post no twitter ou comentam em seu mural do Facebook. Pronto. Perde-se a noção de quanto passa a significar duas pessoas mais duas pessoas. Quantas passarão a saber do tal fato? Quantos terão contato com a informação?

Há já bastante esforço na tentativa de medir a multiplicação das mensagens nas chamadas redes sociais, mas o fato é que a partir da web 2.o, do poder de gerar conteúdo que qualquer pessoa passou a ter e do efeito “compartilhar”, fica difícil chegar a um número exato. Podemos saber quantas menções tais palavras ou expressões tiveram, podemos medir quantos posts e quantos retuites ocorreram, mas certamente ficará difícil medir com exatidão a proliferação de um fato, uma informação, uma mensagem qualquer.

Nestes tempos de mídias digitais, redes sociais, compartilhamento, curtir e outras tantas coisas, a multiplicação das mensagens se dá de forma geométrica, quase sem controle e ao sabor do gosto e do humor dos internautas.

Diante deste quadro, percebemos o quanto é difícil planejar o uso das redes sociais, ter números que norteiem esse planejamento e, mais do que isso, nos mostrem que resultados podemos obter. Um quadro em que a matemática pura e simples parece não caber. Mas deverá caber, em breve. Programas de controle e avaliação vão surgir em quantidade e qualidade cada vez maiores. A mensuração na internet, afinal de contas, parece mesmo ser bem mais simples do que em qualquer outro meio.

Não sou um especialista, um profundo conhecedor dessa área. Mas o que eu sei me leva a dizer que, nestes nossos tempos, em comunicação, tudo está certo como dois e dois são cinco.

Share and Enjoy !

0Shares
0 0

3 pensou em “Dois mais dois são…

  1. Concordo plenamente, a rápida comunicação, e o fácil acesso a informação, ajudaram muitos países como por exemplo egito, por um aspecto pólitico, e também por outros inúmeros fatores. Sabias palavras profº Josué! Assino embaixo…=)

  2. Pingback: Dois mais dois são… | Veja, Brasil

  3. Pingback: Dois mais dois são… | Veja, Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *