Estratégias de marketing digital B2B

8 estratégias de marketing digital B2B para aumentar as vendas online

Etapas compõem Funil de Vendas, CRM – Software de Gestão Comercial e Relacionamento com o Cliente, Metodologia Spin Selling, Marketing de Conteúdo, Site Profissional, Redes Sociais Google Ads e SEO – Search Engine Optimization ou Otimização para Mecanismos de Busca

Image by Capri23auto from Pixabay

Quando falamos de vendas B2B, a primeira coisa que pode vir na sua cabeça é o networking ou marketing de relacionamento, mas nem só de indicações vivem as empresas. A Tupiniquim, agência especializada em marketing digital, destaca oito estratégias fundamentais para ajudar a empresa conhecer o momento certo e qual a melhor abordagem dos clientes, aumentado o número de vendas online com resultados duradouros. Entre as estratégias estão: Funil de Vendas, CRM – Software de Gestão Comercial e Relacionamento com o Cliente, Metodologia Spin Selling, Marketing de Conteúdo, Site Profissional, Redes Sociais Google Ads e SEO – Search Engine Optimization ou Otimização para Mecanismos de Busca.

“O marketing digital é a menina dos olhos da maioria dos gestores e empresários. O mundo mudou e nesse momento de pandemia vender pela internet deixou de ser opção e passou a ser necessidade. Portanto, um bom plano de ação para o setor de vendas fará toda a diferença nos resultados da empresa”, comenta Rodrigo Gomes de Oliveira, Sócio Fundador na Agência Tupiniquim, especialista em marketing digital e performance.

Ele destaca que a primeira estratégia para garantir resultados é o Funil de Vendas, fundamental para medir e gerenciar a performance do departamento comercial e identificar possíveis gargalos de perdas de vendas. O principal objetivo com o marketing digital é abastecer esse funil todos os dias com novos prospects para a equipe de vendas. Portanto, é preciso mapear a jornada de compra do cliente em etapas, definir as etapas obrigatórias que o seu potencial consumidor (lead) deve percorrer durante o processo, desde o momento em que ele solicita o orçamento, passando pelo primeiro contato, apresentação, follow-ups até as negociações finais e assinatura do contrato.

É nessa fase que entra o CRM que vai materializar o seu funil de vendas e tornar fácil de acompanhar a evolução de cada uma das etapas. “Ter esse tipo de controle é muito importante em vendas B2B porque elas tendem a ser longas. Imagine gerenciar milhares de propostas e clientes em uma planilha, isso simplesmente não vai funcionar a longo prazo”, destaca Rodrigo.

O CRM ainda tem a função de facilitar e automatizar tarefas repetidas, como e-mails de follow-up ao prospect personalizados que serão enviados no tempo certo. O software também acompanha o desempenho dos vendedores para que o empresário possa tomar decisões acertadas no crescimento da equipe, além de fazer promoções e bonificações que possam estimular os profissionais a venderem ainda mais. Dessa forma, a ferramenta trará mais rentabilidade ao seu negócio.

Outra estratégia fundamental para o marketing digital B2B é a Metodologia Spin Selling criada por Neil Rackman. Ela melhora o discurso comercial da empresa, ao estruturar toda a apresentação de vendas em perguntas que devem ser feitas e respondidas ao longo do processo de vendas. “Essa metodologia torna o diálogo com o prospect muito mais consultivo fazendo com que ele tenha consciência sobre os problemas que o seu produto ou serviço resolvem”, explica.

Image by muneebfarman from Pixabay

Também faz parte da estratégia, o Marketing de Conteúdo, que por meio da criação e distribuição de conteúdo relevante e consistente, é possível atrair novos leads e reter os clientes atuais, além de fortalecer a marca da empresa. Para aprimorar a qualidade dos conteúdos, o ideal é observar os seus concorrentes, ver sobre o que eles estão falando em seus sites e blogs e identificar as lacunas de conteúdo que eles podem ter deixado passar.

Além do site profissional, que serve como o cartão de visitas digital, levando mais credibilidade ao seu público-alvo, as redes sociais também são um trampolim para aumentar a reputação da marca com conteúdo atrativos e frequentes. “Um erro muito comum é apenas postar conteúdos de fundo de funil, isto é, aquele conteúdo que é um verdadeiro comercial da sua empresa ou produto. Além disso, foque seus esforços na produção de posts que ajudem a persona da sua empresa. Uma boa medida é o 3X1: Produza três conteúdos relevantes a cada um anúncio ou conteúdo que fale somente sobre a sua empresa”, explica.

Segundo Rodrigo, contar com ferramentas como Google Ads para vendas rápidas também é uma ótima solução, principalmente de curto prazo, para atrair o cliente que já está no momento de compra. “No caso, ele já descobriu que possui um problema e que precisa resolvê-lo, mas ainda não sabe qual empresa contratar. No Google, atingimos o topo do iceberg (o que dependendo do marcado já é muita coisa)”, comenta.

Além das vendas rápidas é preciso traçar um plano de longo prazo para sustentar os resultados da empresa. Nesse caso é recomendado o SEO – Search Engine Optimization ou Otimização para Mecanismos de Busca, um conjunto de técnicas de otimização para site ou blog se destacarem nas buscas do Google. “Imagine o SEO como uma plantação. Procure plantar conteúdos de grande procura e sem picos de sazonalidade (conteúdos Ever Green). No início, os resultados tendem a ser menores, então vale a pena otimizar a sua produção com anúncios pagos”, completa.

Fonte: Case Comunicação Integrada – Cristiane Pinheiro

Share and Enjoy !

0Shares
0 0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *