Na hora de concorrer a vaga…

Pamela Botelho é publicitária formada pela Unitau e já teve vivência profissional até nos EUA. Trabalha atualmente em uma empresa/instituição aqui do Vale do Paraíba e precisou selecionar candidato a uma vaga em comunicação. Dessa experiência acabou surgindo esse interessante e útil texto para quem está correndo atrás de uma colocação. Lá vai:

Quero
um
emprego,
pensando
bem…quero
uma
carreira.
Você
acabou
de
se
formar,
está
algum
tempo
sem
emprego
ou
apenas
buscando
por
algo
melhor,
independente
do
motivo
da
busca
vale
lembrar
que
a
partir
do
momento
que
se
decide
concorrer
por
uma
vaga
você
está
participando
de
um
Processo
de
Seleção.
Não
seja
imediatista,
tome
um
tempo
para
pensar
no
assunto
e
saber
o
porque
você
quer
participar
desse
ou
daquele
processo,
não
mande
seu
curriculo
o
mais
rápido
possível
porque
você
simplesmente
precisa
de
um
emprego.
O
Mercado
é
competitivo
e
você
precisa
se
destacar.
Por
menos
informações
que
você
tenha,
pelo
menos
a
área
ou
nome
da
empresa
são
mencionados,
então,
se
apresente
para
aquele
do
outro
lado,
que
vai
receber
duzias
de
emails,
de
forma
que
ele
se
lembre
de
você
e
queira
saber
mais.
Pesquise
sobre
a
empresa,
escreva
uma
carta
de
apresentação
contando
o
porque
acredita
que
deveria
ser
chamado.
Mesmo
que
não
tenha
experiência,
demonstre
seu
interesse
escrevendo
como
entende
do
assunto,
sua
vivência,
afinal
o
que
tem
feito
com
seus
anos
acadêmicos,
são
de
extrema
importância
para
mostrar
seus
interesses
e
determinação.
Quantas
vagas
você
realmente
almeja
a
ponto
de
ler
sobre
o
assunto,
pesquisar
sobre
a
empresa,
e
perceber
que
pode
fazer
a
diferença
para
ambas
as
partes?
Com
certeza
dessa
forma
não
seria
possivel
mandar
10
curriculos
por
dia,
mas
demonstraria
que
sabe
o
que
quer
e
busca
uma
carreira
profissional,
não
está
apenas
apertando
o
enter
na
expectativa
de
encontrar
aquilo
que
aparecer.
Faça
seu
curriculo
com
cuidado,
lembre
que
ainda
não
o
conhecemos.
Se
decidir
colocá-­‐lo
no
corpo
do
email,
não
deixe
de
anexar
o
arquivo
também.
Não
liste
os
lugares
que
trabalhou,
mas
conte
o
que
aprendeu,
desenvolveu
e
conquistou
na
empresa.
Sem
experiência?
Não
apenas
liste
os
congressos
que
participou
durante
a
faculdade,
a
outra
parte
pode
pensar
que
é
apenas
uma
“viagem”,
fale
o
porque
deve
ser
considerado.
Não
precisa
contar
onde
estudou
no
primário,
mas
vamos
adorar
saber
quais
os
cursos
que
fez
e
projetos
que
realizou.
No
mais,
faça
porque
relmente
acredita
no
que
é
proposto,
na
sua
capacidade
e
ambição,
porque
senão
os
dias
não
vão
passar
de
frustracões
e
talentos
perdidos.

Quero um emprego, pensando bem…quero uma carreira

Você acabou de se formar, está há algum tempo sem emprego ou apenas buscando por

algo melhor, independente do motivo da busca vale lembrar que a partir do momento

que se decide concorrer por uma vaga você está participando de um Processo de

Seleção.

Não seja imediatista, tome um tempo para pensar no assunto e saber o porque você

quer participar desse ou daquele processo, não mande seu currículo o mais rápido

possível porque você simplesmente precisa de um emprego.

O Mercado é competitivo e você precisa se destacar. Por menos informações que

você tenha, pelo menos a área ou nome da empresa são mencionados, então, se apresente

para aquele do outro lado, que vai receber duzias de emails, de forma que ele se lembre

de você e queira saber mais. Pesquise sobre a empresa, escreva uma carta de apresentação

contando o porque acredita que deveria ser chamado. Mesmo que não tenha experiência,

demonstre seu interesse escrevendo como entende do assunto, sua vivência, afinal o

que tem feito com seus anos acadêmicos, são de extrema importância para mostrar seus

interesses e determinação.

Quantas vagas você realmente almeja a ponto de ler sobre o assunto, pesquisar sobre

a empresa, e perceber que pode fazer a diferença para ambas as partes? Com certeza

dessa forma não seria possível mandar 10 currículos por dia, mas demonstraria que

sabe o que quer e busca uma carreira profissional, não está apenas apertando o

enter na expectativa de encontrar aquilo que aparecer.

Faça seu currículo com cuidado, lembre que ainda não o conhecemos. Se decidir

colocá-­‐lo no corpo do email, não deixe de anexar o arquivo também. Não liste os lugares

que trabalhou, mas conte o que aprendeu, desenvolveu e conquistou na empresa.

Sem experiência? Não apenas liste os congressos que participou durante a faculdade, a

outra parte pode pensar que é apenas uma “viagem”, fale o porque deve ser considerado.

Não precisa contar onde estudou no primário, mas vamos adorar saber quais os cursos

que fez e projetos que realizou. No mais, faça porque realmente acredita no que é

proposto, na sua capacidade e ambição, porque senão os dias não vão passar de

frustrações e talentos perdidos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *