Número de mulheres cresce e ganha destaque no empreendedorismo

No Taubaté Shopping, mulheres em posição de liderança destacam os desafios e as alegrias de administrar o próprio negócio

Pesquisa realizada pela OnePoll mostra que 63% das brasileiras têm como principal motivação para empreender a vontade de se tornar sua própria chefe. As motivações para investir no próprio negócio são as mais variadas, incluindo ainda maior flexibilidade e a realização de sonhos pessoais, como contam as empresárias Luzia Costa, da Sóbrancelhas, e Eliane Rodrigues da Silva, da Botoclinic – elas que estão entre as cerca de 50 mulheres que administram suas próprias operações dentro do Taubaté Shopping.

Segundo Luzia, sua dedicação ao empreendedorismo já soma mais de 15 anos. “Já tive vários negócios, desde carrinho de lanche, pizzaria, tenda de massagem na praia e fiz e vendi pirulito”, recorda. “Mas foi quando tive o meu próprio centro de treinamento na área de embelezamento do olhar e da face que descobri que poderia ter minha própria marca.” Nasceu, então, há 7 anos, a Sóbrancelhas, que atua no segmento de beleza e estética e teve no Taubaté Shopping a sua loja modelo, a partir da qual a marca criou tendência e se expandiu, inclusive, para outros centros de compras. “A escolha pelo segmento, em primeiro lugar, foi pela identificação e também pelo conhecimento da área e das técnicas. O desafio foi entrar no mercado como franquia e as pessoas não acreditarem no começo que eu poderia vender unidades e ganhar dinheiro ‘fazendo sobrancelhas’. Hoje somos líder no mercado”, destaca.

Nos desafios do empreendedorismo há 13 anos, Eliane Rodrigues da Silva investiu na área de beleza a partir de 2019, quando adquiriu a franquia da Botoclinic. “A área da estética é uma das que mais crescem no nosso país. E por que não ser algo prático e fácil, nos dias corridos que vivemos hoje? A praticidade precisa existir e estamos aqui para mudar os conceitos”, ressalta. A unidade está no Taubaté Shopping desde fevereiro deste ano. “Escolhi o Taubaté Shopping por ser bem localizado, com um fluxo muito bom de pessoas e com uma grande credibilidade na cidade. Acredito que seja um dos locais mais queridos pelas pessoas que procuram passear e fazer compras”, detalha Eliane.

Os desafios de empreender
“São vários os desafios diários”, afirma Luzia ao falar sobre manter o próprio negócio. “Você precisa acreditar no seu negócio e ‘vendê-lo’ todos os dias. É preciso inovar sempre, estar de olho no mercado e sempre se adaptar às mudanças. O sentimento é de gratidão por ver o negócio prosperando, ver seu sonho sendo sonho de outros empreendedores pelo Brasil e pela América Latina também não tem preço; além de ver os clientes felizes com o resultado de serviços e com a linha de produtos é muito gratificante.”

Seguir em frente sempre
Tanto Eliane quanto Luzia reforçam que, mesmo diante de um cenário adverso como o atual, o objetivo tem que ser sempre acreditar. “Esse não foi um ano fácil para as vendas. Porém, mais difícil do que lidar com as contas, foi lidar com o vírus se espalhando; mas sabemos que é transitório e temos que ter fé que dias melhores virão em breve. Que sejamos fortes para continuar lutando, sempre agradecendo pela nossa saúde e disposição”, destaca Eliane. Luzia reforça: “Não podemos parar. É necessário criar em momentos de dificuldades e se moldar aos acontecimentos; ser resiliente é um dos principais fatores para uma empresa prosperar e não ser afetada em situações desafiadoras como a que enfrentamos.”

Fonte: Communicare – Giovanni Rodrigues

Share and Enjoy !

0Shares
0 0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *