Os Exportados

Última da série

Para fechar muito bem a nossa série de entrevistas convidei a Dani San Sebastian. Ela já foi redatora, agora atua no planejamento e está há mais tempo no mercado de São Paulo do que nossos entrevistados anteriores.

Vamos ver o que ela tem a nos dizer!

1 – Como você iniciou sua carreira aqui no Vale do Paraíba?
Comecei como estagiária de marketing na Mars, quando ainda estava no segundo ano de PP na Unitau. Foi uma experiência muito rica, pois me deu uma visão ampla da área. Também tive contato com grandes agências e descobri o que realmente queria: trabalhar com criação. Troquei o estágio por outro, na área de redação, na Jeter Design de São José. E depois de um ano lá fui contratada como redatora na Supera, onde fiquei por dois anos.

2 – Em que área atua atualmente e como chegou ao mercado de São Paulo?
Cheguei em São Paulo em 2008, depois de mostrar meu portfólio em muitas (muitas!) agências. Fui contratada pela Motivare, uma agência de promo, mas fiquei por pouco tempo. Logo me chamaram para trabalhar na Fracta, a agência de propaganda da Chilli Beans. E depois de dois anos lá fui para a TV1 RP, onde estou atualmente. Após três anos como redatora, recentemente fui convidada para ir para o planejamento, área em que atuo agora.

15340_101576243199372_2339893_n

Dani San Sebastian fecha a série Os Exportados e fala de sua experiência no mercado paulistano

3 – Quais as maiores dificuldades? E o que tem de melhor em relação ao mercado do Vale?
Para mim, a maior dificuldade foi “entrar” no mercado de São Paulo sem ter uma indicação. Mas, depois que você está aqui, as oportunidades aparecem. E, no dia a dia, o trabalho é praticamento igual. O que São Paulo tem melhor que o Vale são os investimentos das empresas em comunicação, muito maiores, o que amplia as possibilidades da agência. Também acho que, em alguns casos, aqui em São Paulo a interface no cliente entende melhor a comunicação, o que deixa o trabalho mais desafiador e interessante. E acabamos conhecendo mais profissionais da área, o que faz diferença para o crescimento profissional.

4 – O mercado de São Paulo é mais exigente? Você tem que investir mais em você, em sua formação?
Acho que na realidade que a gente vive, conectado o tempo todo e com acesso a tudo que acontece no mundo, não há um lugar mais exigente que o outro. Você tem que investir no seu desenvolvimento sempre, seja com formação acadêmica ou atualizações em geral. Na minha opinião, o que acontece é que aqui em São Paulo, por ter muito mais gente, a concorrência é consequentemente maior. Mas isso não foi (e acho que não deve ser) a razão para eu investir no meu crescimento profissional, e sim a vontade de crescer na profissão. Como estou atuando em uma agência de RP, além de alguns cursos livres na área de redação e planejamento, também fiz uma pós-graduação em Comunicação Corporativa.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *