Quero começar minha carreira…

Como começar sua carreira em comunicação

por Josué Brazil

Tempos atrás fui elogiado por uma leitora do blog em função de um texto publicado. E ela me fez uma sugestão e/ou pedido: fale sobre o início de carreira, sobre como entrar no mercado.

Vou tentar atender esse pedido usando um pouco das coisas que vi e vivi tanto no mercado de agências de propaganda quanto nas universidades. Vamos lá:

1 – Comece sua carreira na faculdade – sempre digo aos meus alunos que a carreira profissional deles começou exatamente no primeiro dia de aula. Na primeira vez que se sentou na carteira escolar em sua sala de aula. É na faculdade que, desde o início, o aluno/profissional deve mostrar o que quer, o quanto quer e o que vai fazer para conseguir chegar lá. Tratar cada trabalho escolar como um desafio e fazer coisas incríveis e não apenas para tirar nota, aproximar-se dos professores, colaborar com os colegas, voluntariar-se, participar de TUDO, frequentar os eventos da faculdade e depois tentar conversar com os palestrantes. Ser um ótimo aluno!

2 – Leia! – leitura ainda é uma das mais poderosas armas para aumentar sua qualificação e empregabilidade. Não tenha preguiça. Não me venha com aquele história de que não gosta de ler: aprenda a gostar. E rápido! Leia livros de sua área, leia publicações de sua área, leia blogs de sua área. Mas leia! Literatura, poesia, entrevistas e artigos científicos. LEIA!

3 – Comece por algum lugar – não fique escolhendo muito qual estágio fazer. Tudo bem, há propostas indecorosas de estágio. Então, exageros negativos a parte, é melhor um estágio ruim do que ficar em casa sem fazer nada. Um estágio ruim pode gerar, mais a frente, um emprego bom. Começar em algum lugar é bom para conhecer gente, conhecer o mercado, fazer relacionamentos e usar isso para buscar uma posição melhor. Há de se engolir vários sapos e ralar um pouco para chegar em algo legal. Quase sempre será assim. Caso tenha condição e achar que o lugar vale a pena tente estagiar sem remuneração. Pode valer muita coisa lá na frente.

4 – Faça um bom CV – há muitos modelos disponíveis na internet. Há tutoriais, dicas, textos… Pesquise e tente fazer um bom currículo. Mesmo que num primeiro momento você não tenha muita coisa para incluir no CV, o importante é tê-lo bem redigido, organizado e claro. E, por favor, evite abreviações no texto do CV. Caso você queira ir para uma área criativa faça um portfólio. Há plataformas digitais disponíveis para fazer um portifa minimamente bom. Capriche ao máximo. Mas cara, eu ainda não trabalhei, como vou ter portfólio??? Onde estão os seus melhores trabalhos de faculdade?

5 – Chegue preparado para entrevistas – o CV e o portifa fizeram a parte deles e você conseguiu uma entrevista! Prepare-se, arrume-se (vista-se adequadamente), pesquise e vá com tudo para uma entrevista de estágio/emprego. Não seja convencido ou arrogante, mas tenha confiança e mostre o que você é capaz de – realmente – fazer. Nunca fale coisas negativas de seu emprego/estágio anterior e nem desmereça sua faculdade/curso. Por que alguém iria querer contratar alguém de um curso que tem todos os defeitos que você citar na entrevista? Diga o quanto a faculdade ajudou você a conhecer sua área. Seja positivo! E seja autêntico e honesto. SEMPRE!

6 – Não tenha vergonha – peça indicações, solicite nomes, contatos. Fale com seus amigos, familiares, professores, parentes distantes, namorado(a), sogo ou sogra… diga que está a fim, que precisa. Mantenha contato com seus professores mesmo depois de formado. Acompanhe sites de emprego/vagas/estágios. Leia sobre o mercado e identifique oportunidades. Quem quer tem que se virar!

7 – Marque presença – vá a eventos, palestras, cursos, treinamentos, workshops etc. Há muita coisa barata e as vezes até gratuita. Faça cursos online. Faça cursos rápidos. E em todas as oportunidades conheça pessoas. Fale com elas, pegue contatos.

8 – Use o Linkedin – ele é uma grande ferramenta. Caso não tenha um perfil lá faça. Imediatamente! Agora! Procure dicas de como se comportar nesta rede social. O que fazer lá. Como ter um bom perfil. E faça!!!

9 – Seja gente boa – seja íntegro, honesto, correto, verdadeiro. Seja autêntico! E seja comunicativo. Mesmo que você não seja a pessoa mais extrovertida do mundo, entenda que é necessário saber conversar bem. E escrever bem.

10 – Dica final – o melhor momento para procurar um bom emprego é quando se está empregado. Conserte seu telhado nos meses em que faz sol. Quando chove, e as goteiras aparecem, já é tarde demais.

Outros muitos fatores podem intervir para sua entrada no mercado de trabalho. Portanto, mantenha-se atento e forte. Cave chances. Mantenha olhos e ouvidos bem abertos. E boa sorte

 

3 ideias sobre “Quero começar minha carreira…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *