Natal Iluminado volta com mudanças em 2018

Bancado pela iniciativa privada, projeto foi protocolado pela ACI junto à Prefeitura de São José dos Campos

A Associação Comercial e Industrial protocolou junto à Prefeitura de São José dos Campos o projeto do “Natal Iluminado 2018”. Pelo projeto, as festividades do Natal Iluminado começam no dia 30 de novembro, com a chegada oficial do Papai Noel à cidade, e terminam no dia 23 de dezembro.

Idealizado pela ACI e bancado pela iniciativa privada, com apoio da prefeitura, o projeto foi dividido em três frentes e terá algumas novidades para este ano.

A primeira frente do “Natal Iluminado” é a Casa do Papai Noel, que, este ano, será montada na praça Afonso Pena, a principal praça do centro da cidade. A partir do dia 30 de novembro, a Casa estará aberta a visitação interna e terá sempre a presença do Papai Noel.

Esse espaço terá ainda a Árvore de Natal oficial de São José dos Campos e máquinas de neve, para alegria da criançada. Completa o cenário um palco para apresentações musicais, a cargo da Fundação Cultural Cassiano Ricardo.

— Pela dimensão da praça, a Casa do Papai Noel vai ganhar destaque este ano, com iluminação especial das árvores – disse o presidente da ACI, Humberto Dutra, lembrando que, em 2017, a Casa foi montada na Praça do Sapo, um espaço menor.

A segunda frente do “Natal Iluminado” será na igreja de São Benedito e no largo existente ao seu lado. De 14 de dezembro a 23 de dezembro, a fachada e a lateral da igreja serão usadas para a projeção de imagens em 3D, o chamado vídeo mapping. Trata-se de uma projeção de vídeo em objetos ou superfícies irregulares, tais como estruturas de grandes dimensões, fachadas de edifícios e estátuas, criando efeitos surpreendentes. Segundo o projeto da ACI, serão cinco shows por noite, cada um deles durando de 7 a 8 minutos.

No dia 14, estreia do mapping, o show de luzes será encerrado com a participação especial do Coro Jovem da Fundação Cultural Cassiano Ricardo. É o uso da tecnologia e da criatividade para tornar o Natal da cidade mais bonito, mais atrativo e interativo.

Por fim, o “Natal Iluminado” retoma este ano as Caravanas de Natal, que vão percorrer boa parte da cidade, e o Cinema nos Bairros, um dos sucessos da primeira edição do projeto em 2017, em sua primeira edição. Em parceria com a prefeitura, 10 espaços públicos e poliesportivos da cidade vão receber o Cinema dos Bairros, com filmes natalinos, pipoca e algodão doce para a criançada. A lista de espaço a serem visitados ainda está sendo definida.

O que é

O projeto “Natal Iluminado” é bancado pela iniciativa privada, por iniciativa da ACI e apoio da Prefeitura de São José dos Campos. Em 2017, ele marcou a retomada das festividades de Natal em áreas públicas da cidade. Este ano estão previstas ainda a decoração natalina dos prédios do Museu Municipal (Câmara Velha) e Mercado Municipal, além da circulação de ônibus urbanos enfeitados especialmente com luzes coloridas para o Natal. Com motoristas e cobradores vestidos de Papai Noel, essa frota natalina foi uma das atrações do projeto em 2017.

Fonte: Matéria Consultoria & Mídia – Nathalia Barcelos

Pesquisa traz números positivos para o dia das crianças

Consumidor pretende pagar o presente de Dia das Crianças à vista

A nova pesquisa da ACI-Unitau traz números positivos para os lojistas durante as vendas de Dia das Crianças. 38% dos joseenses procura gastar um ticket médio de R$100,01 a R$200,00 reais com presentes para a data.

O levantamento da Associação Comercial e Industrial de São José dos Campos, feita em parceria com a Fapeti (Fundação de Apoio à Pesquisa, Tecnologia e Informação), da Universidade de Taubaté, mediu a intenção de compras para o Dia das Crianças, festejado em 12 de outubro. A pesquisa ouviu 301 consumidores entre os dias 21 e 26 de setembro em pontos estratégicos da cidade: Rua Sete de Setembro (Calçadão), AV. Quinze de Novembro, Shopping CenterVale e Vale Sul Shopping da Rua 7. A margem de erro é de 5,56 pontos percentuais, para mais ou para menos.

Para a alegria da criançada, brinquedos continuam sendo a primeira opção de compra para a data, com 50,3%, seguido de roupas (20,1%), eletrônicos (12,1%), calçados (10,1%), livros (2,7%), dinheiro (2,0%), outros (2,8%).

Já considerando os valores a serem gastos, 38,3% dos entrevistados pretendem investir entre R$ 100,01 a R$200,00, seguido dos valores entre R$ 50,01 a R$ 100,00 (28,09%) e em terceiro lugar (18,1%) entre R$ 200,01 a R$ 300,00.

A pesquisa apontou que os consumidores também tem intenção de fazer esse pagamento à vista (68,7%) e em dinheiro (47%). Na sequencia, 31,1% irá parcelar no cartão de crédito, 15,9% no cartão de débito, 4,6% no cartão de crédito à vista e apenas 1,3% no crediário da loja.

Entre os destinos mais requisitados para as compras, o Calçadão aparece em primeiro lugar com 46,9% das intenções, seguidos dos shoppings Vale Sul (23,8%) e CenterVale (22,4%).

Para o presidente da Associação, Humberto Dutra, a data, importante para a economia, é uma previsão de aumento de vendas nesta época. “O movimento do comércio na data deve registrar resultado positivo pelo segundo ano consecutivo, após as quedas observadas em anos anteriores”.

Fonte: Matéria & Mídia – Nathália Barcelos

Pesquisa aponta eleitorado indeciso

Levantamento ACI-Unitau diz que 33% dos eleitores de São José dos Campos ainda não escolheram seus candidatos nestas eleições

O eleitor joseense já escolheu seus candidatos? O que influencia essa escolha? Quais os temas mais importantes em discussão nas eleições deste ano, segundo a ótica de quem vota? O eleitor está atento às eleições de 7 de outubro.

Essas e outras questões foram alvo de pesquisa exclusiva feita pela Associação Comercial e Industrial de São José dos Campos em parceria com a Universidade de Taubaté, por intermédio da Fapeti (Fundação de Apoio à Pesquisa, Tecnologia e Inovação), mostrando a expectativa do eleitor joseense frente às eleições do próximo domingo. O levantamento foi feito entre 21 e 26 de setembro, ouvindo 303 eleitores em pontos estratégicos do comércio da cidade – Calçadão da Rua 5, Rua 15 de Novembro e os shoppings CenterVale e Vale Sul. A margem de erro é de 5,65 pontos percentuais, para mais ou para menos.

O que mostra a pesquisa? Basicamente, a conclusão é a seguinte:

– 33% dos eleitores não escolheram ainda seus candidatos;

– para definir seu voto, os eleitores se informam pela TV e pela internet, ambas citadas com 42,6%. Rádio tem 6,1%, jornais e revistas têm 5,1% e conversa com amigos, 3,6%;

– para definir seu voto, o eleitor diz levar em conta, maciçamente, o caráter do candidato (78,1%), seguido de experiência (35,9%), idoneidade (20,3%) e filiação político-partidária (13,6%);

– as áreas prioritárias para o eleitor são Saúde (35,6%), Emprego (24,8%), Educação (24,2%) e Segurança Pública (13%);

– a maioria dos eleitores (53,6%) é contra o financiamento público das campanhas, por meio do uso do fundo partidário;

– a maioria dos eleitores (74,3%) admite acompanhar a campanha eleitoral à distância, até com certo desinteresse;

A nova pesquisa da ACI faz parte do calendário político da entidade com vistas às eleições de outubro. A ACI lançou a campanha “O Vale vota no Vale”, que defende o voto regional em candidatos a deputado, realizou sabatinas com os principais candidatos ao governo do Estado (João Doria, Paulo Skaf, Márcio França e Luiz Marinho) e lançou a carta aberta “Jogando Limpo”, contra a disseminação de fake News nas eleições deste ano.

Para o presidente da ACI, Humberto Dutra, com esse calendário a instituição cumpre seu papel de estimular o debate e o desenvolvimento de São José dos Campos.

Fonte: Matéria Consultoria & Mídia – Nathália Barcelos

Dia dos Pais promete aquecer comércio de São José

Pesquisa ACI-Unitau revela que 63% dos consumidores da cidade vão comprar presentes neste Dia dos Pais

Uma boa notícia para o comércio de São José dos Campos: 63% dos consumidores da cidade Campos vão comprar presentes neste Dia dos Pais.

Este é o índice apontado em pesquisa realizada pela Associação Comercial e Industrial de São José dos Campos, em parceria com a Universidade de Taubaté, por intermédio da Fapeti (Fundação de Apoio à Pesquisa, Tecnologia e Inovação), com a intenção de identificar o comportamento dos consumidores da cidade em relação à compra dos presentes do dia dos pais. O levantamento foi feito entre os dias 1 e 3 de agosto, entrevistando 355 pessoas em pontos estratégicos do comércio –Calçadão da Rua 7, Rua 15 e nos shoppings CenterVale e Vale Sul.

Pelos números, roupas são os presentes favoritos para a grande maioria, 50,7%, seguidos de calçados (13,6%) e perfumes e cosméticos (11,8%). Mais: 14,6% dos consumidores não definiram ainda que tipo de presente vão dar a seus pais.

“A pesquisa ACI-Unitau é um bom indicador do ânimo dos consumidores da cidade. E, pelos números, teremos um comércio movimentado neste início de agosto, ajudando a manter a economia aquecida em São José dos Campos” – disse o presidente da ACI, Humberto Dutra.

O levantamento ACI-Unitau mostra também que o tíquete-médio de compras neste período deve ficar entre R$ 101 e R$ 200. Esse é o patamar visado por 35,8% dos consumidores, contra 33% que planejam gastar de R$ 51 a R$ 100. Pelos números, a grande maioria dos consumidores planeja pagar suas compras à vista (74,1%), com a maioria optando por dinheiro (56,1%), cartão de crédito (23,1%) ou cartão de débito (17,5%).

Os números revelam também que está arraigado entre os consumidores o hábito salutar de pesquisar preços antes de fazer suas compras. Essa será a estratégia de comprar para 77,4% dos entrevistados.

Fonte: Matéria Consultoria&Mídia – Nathália Barcelos

Maioria dos consumidores vai às compras no Dia das Crianças

Pesquisa ACI-Unitau mostra otimismo dos consumidores de São José dos Campos com a data; brinquedos são os presentes favoritos

Boa notícia para a criançada: quase 60% dos consumidores de São José dos Campos pretendem comprar presentes neste Dia das Crianças. E a grande maioria pretende comprar brinquedos.

Isso é o que aponta a mais nova pesquisa da Associação Comercial e Industrial de São José dos Campos, feita em parceria com a Fapeti (Fundação de Apoio à Pesquisa, Tecnologia e Informação), da Universidade de Taubaté, para medir a intenção de compras para o Dia das Crianças, festejado em 12 de outubro. O levantamento ouviu 394 consumidores entre os dias 18 e 21 de setembro em quatro pontos da cidade: Rua 15 de Novembro, Calçadão da Rua 7 e nos shoppings CenterVale e Vale Sul. A margem de erro é de 5 pontos percentuais, para mais ou para menos.

— Os números da pesquisa sobre o Dia das Crianças são uma boa notícia para o comércio de São José dos Campos e mostram que a reação da economia, iniciada no primeiro bimestre de 2017, se manteve e é para valer — disse Humberto Dutra, presidente da ACI.

A pesquisa ACI-Unitau mostra que 59,1% dos consumidores vão comprar presentes neste Dia das Crianças e que os brinquedos são os preferidos pelos consumidores (52,2%), seguidos de roupas (30,8%) e calçados (9,4%). Eletro-eletrônicos são opção para 3,9% dos consumidores. O valor do tíquete médio de compras varia de R$ 50,01 a R$ 100 (32%) a R$ 100,01 a R$ 200 (27,3%). Ainda segundo a pesquisa, a maioria dos consumidores (67,1%) planeja fazer suas compras à vista, pagando em dinheiro ou cartão de débito (54,7%).

O levantamento apontou onde os consumidores vão fazer compras: 53,6% disseram preferir as lojas do centro, 27,5% vão optar pelos shoppings. A pesquisa revelou ainda que a grande maioria dos consumidores (88,4%) ainda prefere comprar em lojas físicas. As lojas virtuais são as preferidas por 11,6%.

Fonte: Matéria Consultoria & Mídia – Nathália Barcelos

ACI de São José faz 82 anos

Associação Comercial e Industrial amplia parcerias para aumentar oferta de serviços para empresariado da cidade

A Associação Comercial e Industrial de São José dos Campos comemora nesta quarta-feira, 23 de agosto, 82 anos de fundação.

A data será marcada por uma reunião da diretoria, para um balanço dos trabalhos realizados desde a posse do atual presidente, Humberto Dutra, em abril.

Neste período, a ACI passou por uma reestruturação interna, voltando suas atividades mais para o mercado e para parcerias com instituições. Como exemplo de ações para o mercado, a ACI lançou novos produtos para seus associados, entre eles o AC Celular, um sistema de controle de telefonia que pode proporcionar uma economia de até 30% na conta final. Após intenso treinamento, equipes de vendas da ACI irão às ruas esta semana para oferecer este e outros serviços – como SCPC e Certificação Digital– e ao mercado.

Mas as parcerias são a aposta maior da ACI, uma política que rende frutos. Três grandes parcerias foram firmadas até agora: uma com o Sebrae, com a criação do projeto “ACI Educa”, com cursos e treinamentos para o comércio; outra com a Unitau, para a criação de um calendário de pesquisas sobre tendências e mercados (dados das pesquisas ACI-Unitau são usados pela Prefeitura de São José dos Campos para definição de políticas públicas); e uma terceira com a Caixa Econômica Federal, com o adoção do “Quita Fácil”, que ofereceu desconto de até 90% no valor das dívidas para associados da ACI.

“Essa é uma política que se mostrou acertada”, disse Humberto Dutra, presidente da Associação Comercial e Industrial de São José dos Campos.

Agora, a ACI trabalha em outra parceria ao lado da prefeitura, grandes empresas e comércio da área central da cidade: o “Natal Iluminado”, com a volta da decoração de Natal para São José dos Campos. A meta é lançar um projeto-piloto em 2017 no quadrilátero do comércio no centro da cidade, ampliando sua área de ação para os bairros em 2018.

A ACI representa hoje um universo de 30 mil empresas ligadas aos setores da indústria, comércio e serviços, responsáveis pela geração de mais de 180 mil empregos.

Fonte: Materia Consultoria&Mídia – Nathália Barcelos

Pesquisa aponta que corrupção assusta empresários

Corrupção é o principal problema do país, segundo empresários joseenses

Pesquisa realizada em parceria entre ACI e Fapeti/ Unitau analisa as percepções do empresário diante da atual situação do país

A corrupção é o principal problema a ser resolvido no país, de acordo com a opinião dos empresários do comércio de São José dos Campos. Esse é o dado apontado pela pesquisa realizada pela ACI (Associação Comercial e Industrial) de São José dos Campos em parceria com a Universidade de Taubaté por meio da Fapeti (Fundação de Apoio à Pesquisa, Tecnologia e Inovação).

De acordo com o levantamento, 21% dos entrevistados acreditam que a corrupção é o maior problema, seguido de 13,5% que enxergam o desemprego como a principal dificuldade do país. Em terceiro lugar, está a educação, com 13,1% e, em seguida, com 12,4%, a crise política. A saúde foi apontada como a principal queixa para 12,1% dos entrevistados.

Os empresários também foram questionados sobre os impactos da crise política na economia brasileira. O aumento do desemprego foi o mais registrado, com 24,7% das opiniões. Em seguida, vieram a diminuição de vendas, com 13,5%, e o fechamento de empresas, com 11,3% das respostas. O aumento de impostos também apareceu entre as opiniões de 10% dos entrevistados.

Segundo o estudo, a crise causou a diminuição de vendas para 34,3% dos entrevistados. Para 14,5%, a situação econômica do país também tem resultado na inadimplência de clientes. Em terceiro lugar, com 8,3%, apareceu a dificuldade para pagamento em dia e, com 8%, ficaram os que enxergam dificuldade para manter empregos.

Na mesma rodada de perguntas, 25,3% dos empresários responderam que para o Brasil voltar a crescer, é preciso combater a corrupção. Com 14,4%, há o grupo que entende ser preciso trocar de governo, seguido dos que acreditam ser necessário promover a reforma política e controlar a inflação, com 9,4%. Por último, com 9,3%, há ainda os que acreditam ser importante reduzir os impostos.

Os dados foram coletados entre os dias 19 e 22 de junho, em 302 estabelecimentos da região central de São José dos Campos e dos shoppings Center Vale e Vale. O nível de confiança é de 95% e a margem de erro de 4 pontos percentuais para mais ou para menos. É importante ressaltar que cada entrevistado pode escolher mais de uma alternativa em cada pergunta realizada.

Fonte: Matéria Consultoria & Mídia

ACI traz novo sistema de celular para São José

ACCelular tem como objetivo reduzir custos com telefonia móvel para pequenas e médias empresas associadas à ACI

Quer reduzir seus gastos com telefonia celular?

A Associação Comercial e Industrial de São José dos Campos assinou nesta terça-feira um contrato com a Facesp (Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo) para implantação do ACCelular na cidade. Pelo sistema, oferecido a associados da ACI, pequenos e médios empresários terão acesso a um sistema de comunicação móvel que pode gerar uma redução de até 20% na tarifa em relação aos sistemas convencionais.

“O ACCelular é uma solução para quem precisa do serviço de telefonia coorporativa e encontra problemas com contas e serviços que não se encaixam em sua realidade” disse o presidente da ACI, Humberto Dutra.

O programa é uma iniciativa elaborada sob medida para os associados da ACI. O sistema garante gestão do consumo on-line, contrato flexível, atendimento personalizado feito diretamente pela ACI, chamadas gratuitas entre celulares do mesmo grupo (com o mesmo código de área), cobrança de apenas duas tarifas (local e interurbano), entre outras vantagens.

Além da redução de tarifa, a implantação do sistema e o treinamento para usá-lo será feito pela ACI, por meio de profissionais treinados. Assim, o serviço de monitoramento vai eliminar todos os erros que eventualmente possam aparecer nas faturas.

Para garantir a qualidade do serviço, a ACI vai disponibilizar três operadoras para contratação de seus associados – Vivo, Tim e Claro. O programa estará disponível para adesão de associados em 30 a 45 dias.

No ato da assinatura do contrato,, Humberto Dutra representou a ACI. Pela Federação estiveram presentes Giovanni Guerra, superintendente de Produtos e Serviços da Facesp, e Felipe Cury, vice-presidente da Facesp para a RA-6, área que abrange 23 ACIs do Vale do Paraíba, Litoral Norte e Serra da Mantiqueira.

Vantagens

O presidente da ACI, Humberto Dutra, afirma que o projeto terá custo-benefício melhor que o sistema convencional e vai resultar em economia para os associados. “Além disso, teremos uma central de vendas do ACCelular e estas vendas vão gerar descontos para o associado, além de renda para a ACI. Renda que será revertida em investimento para os associados”, disse.

Para o superintendente da Facesp, entre as principais funcionalidades do ACCelular estão o controle da conta on-line, que permite que o empresário administre todas informações da linha por meio de um aplicativo, o atendimento personalizado, no qual a ACI ficará responsável pelo atendimento, sem que o empresário precise falar com a operadora, e tarifas fixas para ligações locais e interurbanas isentas de cobranças. “Essas singularidades do contrato tendem a beneficiar os usuários, já que reduzem o tempo e o custo que eles precisam disponibilizar para ter serviços telefônicos.”

Fonte: Matéria Consultoria & Mídia – Nathália Barcelos

Depois do presente, Dia dos Namorados pede…

Pesquisa ACI-Unitau revela como os casais de namorados planejam comemorar a data em São José dos Campos

E depois do presente?
Pesquisa feita pela Associação Comercial e Industrial de São José dos Campos em parceria com a Universidade de Taubaté, por intermédio da Fapeti (Fundação de Apoio à Pesquisa, Tecnologia e Inovação), revela: um almoço ou um jantar romântico ainda é o programa ideal para marcar o Dia dos Namorados.

Isso é o que pensam 45% dos entrevistados pela pesquisa ACI-Unitau, que ouviu 382 consumidores entre os dias 29 e 31 de maio em quatro regiões da cidade: Calçadão da Rua 7, rua 15 de Novembro e shoppings CenterVale e Vale Sul. A margem de erro do levantamento é de 5 pontos percentuais para mais ou para menos, com nível de confiança de 95%.

Além do almoço ou jantar romântico, outras opções são ir a um barizinho, show ou teatro (14,1%), ir a um hotel ou motel (6,1%), ou ainda comemorar em família (5,1%).

O importante, para a grande maioria é que seja uma comemoração especial, em um lugar escolhido pelo namorado ou pela namorada (30,8%), ou, ainda, em um lugar romântico (21,9%). O preço é importante para definição do local para 9,4% dos entrevistados.

O gasto médio nesse programa do Dia dos Namorados, segundo a pesquisa ACI-Unitau, deve ficar entre R$ 100,1 e R$ 200 para 28,8% dos entrevistados, entre R$ 50,1 e R$ 100 para 17,7% e entre R$ 200,1 e R$ 300 para 13,1%.

Os dados do levantamento feito pela Associação Comercial e Industrial e Universidade de Taubaté foram entregues à diretoria do Sinhores (Sindicato dos Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares) de São José dos Campos. O levantamento serve de orientação para os empresários do setor na preparação de seus estabelecimentos para o Dia dos Namoradores.

Fonte: Matéria Consultoria & Mídia – Hélcio Costa – Nathália Barcelos

Dia dos Namorados rima com presentes

Pesquisa ACI-Unitau mostra que maioria dos consumidores de São José dos Campos planeja comprar presentes neste Dia dos Namorados

O amor está em alta: apesar da crise, a maioria dos consumidores de São José dos Campos planeja comprar presentes neste Dia dos Namorados.

Isso é o que aponta a nova rodada de pesquisas feita pela Associação Comercial e Industrial de São José dos Campos em parceria com a Universidade de Taubaté, feita por intermédio da Fapeti (Fundação de Apoio à Pesquisa, Tecnologia e Inovação). Segundo o levantamento, 52,2% dos consumidores da cidade pretendem comprar presentes nesta data. Dos 47,8% restantes, quase 60% tem um só motivo: disseram não estar em um relacionamento sério.

A pesquisa ACI-Unitau ouviu 382 consumidores entre os dias 29 e 31 de maio no Calçadão da Rua 7, rua 15 de Novembro e nos shoppings CenterVale e Vale Sul. O nível de confiança do levantamento é de 95% e a margem de erro é de 5 pontos para mais ou para menos.

“O Dia dos Namorados é uma das datas mais importantes do ano para o comércio. E os números da pesquisa deixam o setor otimista” disse Humberto Dutra, presidente da ACI. Para ele, o trabalho da ACI-Unitau ajuda o setor a ajustar suas estratégias de venda nesta reta final de compras para o Dia dos Namorados.

A pesquisa ACI-Unitau mostra que roupas e acessórios são os presentes preferidos neste Dia dos Namorados (36,1%), seguidos de calçados (11,3%) e perfumes e cosméticos (10.9%). E que o tíquete médio a ser gasto pelos consumidores deve ficar entre R$ 100,1 e R$ 200, valor considerado positivo pelos lojistas.

O levantamento revela também que 67,7% dos consumidores planeja pagar suas compras à vista, utilizando dinheiro ou cartão de débito (68,2%). Compras em cartão de crédito são opção para outros 31,3% dos consumidores. Apenas 0,5% disseram que preferem pagar utilizando o crediário das lojas. Não houve citação sobre uso de cheques. Mas, comprar mesmo, só depois de pesquisar preços, segundo 62,8% dos entrevistados.
Na geografia das compras, as lojas dos shoppings são preferidas por 58,6% dos consumidores, seguidas do centro da cidade, com 26,8% das citações.

Fonte: Matéria Consultoria & Mídia – Hélcio Costa – Nathália Barcelos