Aplicativos para fidelizar o consumidor

Pesquisa indica que marcas devem usar aplicativos para fidelizar consumidor

Os hábitos e preferências do brasileiro no uso de aplicativos de marcas foram avaliadas em pesquisa inédita, realizada pela TopperMinds e a MindMiners, que traçou o perfil do relacionamento do público com apps, entendeu quais as propostas de valor que justificam o download, as principais vantagens percebidas pelo consumidor e as oportunidades de funcionalidades dos aplicativos. A pesquisa comprova que as marcas precisam investir melhor nos aplicativos, não apenas enriquecendo-os com conteúdo, mas principalmente gerando utilidade real no dia a dia do usuário, para gerar fidelidade e vendas.

Participaram da pesquisa 1.000 brasileiros, 50% de homens e 50% de mulheres, de todas faixas etárias acima de 18 anos, das classes ABC das cinco regiões brasileiras. Os objetivos do estudo “Uso de aplicativos: pesquisa inédita revela hábitos e preferências dos brasileiros” foram compreender a motivação de uso, se consumidores pagariam por downloads, quais aplicativos são mais úteis, quais os app “queridinhos” e identificar o comportamento de compra por esse canal.

A principal conclusão é que o brasileiro está aberto para pagar por aplicativos que tenham utilidade, que ofereça benefícios reais, facilitem o dia a dia ou proporcione entretenimento, mas as marcas não entenderam como explorar tantos recursos tecnológicos e seus canais de venda.

“Agora está sacramentado: o único fator decisor para o consumidor manter o aplicativo da sua marca instalado no seu aparelho móvel é utilidade. A pesquisa realizada pela TopperMinds em parceria com a MindMiners evidencia, ainda mais, a importância da “transformação cultural e digital” que as marcas precisam atravessar para entender realmente a nova jornada de compra do seu público alvo. Apenas replicar conteúdo e funcionalidades do desktop no mobile é pura perda de tempo, é essencial entregar valor por meio de muita utilidade, com ainda mais facilidade e relevância do que os demais ambientes da marca, para se tornar parte do dia a dia do usuário ou seremos todos, pouco a pouco, deletados.”, explica Fabrizzio Topper, diretor executivo da TopperMinds.

Quem consome pelo app, prefere a praticidade de poder comprar em qualquer hora e lugar, pela rapidez do processo e vantagens de algumas lojas como desconto exclusivo ou frete grátis, por exemplo.

A pesquisa foi dividida em três partes: uso de smartphones, uso de aplicativos e experiência de compra.

Sobre o uso de smartphone, 90% usam sistema operacional android e 58% utilizam há mais de cinco anos. A maioria já baixou ou instalou aplicativo, sendo que jogos e redes sociais são os mais baixados, além dos apps úteis como de bancos e transporte, mas 59% nunca pagou para instalar aplicativo.

Entre as pessoas que baixam aplicativos: 78% usam aplicativo gratuito por serem mais atrativos, 83% priorizam os que auxiliam nas atividades pessoais, 60% porque recebem vantagens e ofertas, mas só 36% compram por aplicativo. A surpresa fica para os 57% de usuários dispostos a pagar pelo aplicativo se perceber que será útil.

Os estímulos para uso de aplicativo se baseiam em: facilidade de comunicação (41%), ajudam nas tarefas práticas do dia a dia (22%) e alternativa para diversão e entretenimento (22%).

Enquanto 72% já compraram pelo aplicativo, principalmente moda, eletrônicos, celular e livros; tem consumidor usando app dentro da loja física para obter benefícios, sendo que 77% garantem que usaram para obter desconto. Por ser um ativo ao consumidor, 71% estão dispostos a pagar por um aplicativo (de R$ 1,00 a mais de R$ 10,00), desde que perceba valor e utilidade.

A grande vantagem da loja física ainda é poder levar o produto para cada na hora. Site e apps ganham pela praticidade. Em pergunta aberta, o Mercado Livre foi indicado, espontaneamente, como o app de compras favorito de 20% dos entrevistados.

“As compras pelo celular também se tornam cada vez mais comuns. Dentre aqueles que nunca vivenciaram a experiência, a maior justificativa é a falta de oportunidade. As marcas parecem ainda não ter entendido como explorar tantos recursos tecnológicos dentro de seus canais de venda. Vantagens e descontos exclusivos são vistos com bons olhos pelos entrevistados e um grande estímulo para o download de um app”, explica Danielle Almeida, diretora da MindMiners.

Sobre MindMiners – empresa de tecnologia especializada em soluções digitais de pesquisa. Com plataformas exclusivas e a curadoria de uma equipe altamente experiente, entrega inteligência de marketing com agilidade, transparência e qualidade de forma acessível a todos os perfis de clientes. https://mindminers.com/

Sobre TopperMinds – Consultoria de modelagem de negócios digitais com foco em planejamento, gestão e transformação digital dos diversos tipos de negócios: industria, varejo, distribuidores e também startups. http://topperminds.com/

Fonte: Vera Moreira – Assessora de Imprensa/Fabrizzio Topper – TopperMinds e Danielle Almeida – MindMiners

O ano da IA

2018 será o ano da Inteligência Artificial
O Gartner Symposium/Itxpo, um dos maiores eventos de tecnologia do planeta, deixou claro as principais tendências para 2018

Quando o assunto é tecnologia, as maiores referências globais em pesquisa, análises e assessoria são Gartner, Ovum, Forrester e IDC. De acordo com Christian Geronasso, consultor especialista em geração de valor e inovação e membro o Comitê Macroeconômico do ISAE – Escola de Negócio, os estudos dessas instituições orientam a tomada de decisão dos principais executivos de tecnologia do mercado.

“No início do mês de outubro, a cidade de Orlando, na Flórida (EUA), recebeu o Gartner Symposium/Itxpo, evento que contou com a participação das maiores empresas de tecnologia do mundo, entre elas IBM, Microsoft, Intel, Amazon e Google. Durante o simpósio, as gigantes do mercado compartilharam suas visões estratégicas sobre as tendências da tecnologia e negócios”, detalha Geronasso.

Durante o evento, foram listadas 10 tendências tecnológicas como apostas para 2018, agrupadas em três categorias: Inteligente, Digital e Mesh (rede em malha). Para Christian Geronasso, cinco delas irão revolucionar o mundo:

· Fundação IA (Inteligência Artificial): a criação de sistemas com a capacidade de aprender, se adaptar e, potencialmente, atuar sozinhos, será um campo de batalha para fornecedores de tecnologia até 2020.

· Aplicativos Inteligentes e Capacidade Analítica: aplicativos inteligentes podem criar uma camada intermediária entre pessoas e sistemas, com o objetivo de aumentar o potencial humano e não substituí-lo.

· Coisas Inteligentes: o número de dispositivos conectados só aumenta com o passar dos anos. Além de aumentar em tamanho, a Internet das Coisas (IoT) passará a ser mais autônoma ou semi autônoma, e o Gartner aposta que, até 2022, teremos automóveis se deslocando em rodovias sem ser necessário que um ser humano esteja atrás do volante.

· Gêmeos Virtuais: é a representação digital do mundo real em que o objeto virtual é um espelho fiel do seu gêmeo físico, com todas as suas propriedades e características. O maior benefício é a simulação de cenários “E se…”, utilizando os gêmeos virtuais, sem a necessidade de desperdício de materiais e horas-homem.

· Da Nuvem à Borda: um automóvel autônomo precisa ter capacidade de processamento suficiente na Borda (Edge) para decidir qual a melhor chance de seus passageiros sobreviverem em um acidente. Precisa também comunicar os dados com a nuvem para que a montadora monitore as manutenções do veículo. Esta arquitetura Nuvem-Borda-Nuvem será um dos desafios dos próximos anos.

“O estudo ainda cita detalhes de como as tecnologias de Plataformas Conversacionais, Experiências imersivas, Blockchain, Modelos Orientados a Eventos e Modelos de Adaptação Contínua de Risco e Confiança”, completa o especialista.

Para mais informações sobre os detalhes dos impactos destas tecnologias, acesse o site http://gtnr.it/2xvyyid (Gartner Top 10 Strategic Technology Trends for 2018).

Fonte: IRR Comunicaçao – Isabelle Kolb

Artigo trata da importância dos chatbots

Chatbots: adote ou fique para trás

*Por Wellington Alves

Atualmente contamos com diversos aplicativos baixados em nossos smartphones e muitos deles possuem funções bastante específicas, como os de previsão do tempo, para solicitar táxi ou até mesmo para pedir comida. Mas em breve este cenário deve mudar e estes apps serão substituídos pelos chatbots – você já ouvir falar deles, não é mesmo?

Os chatbots são software de comunicação que conversam com os usuários dentro de aplicativos de mensagem, buscando usar uma linguagem o mais próxima possível do natural – eliminando a impressão de que se está interagindo com um programa de computador. Apesar de não percebermos, eles já estão em nosso dia a dia. Dados do Gartner Institute apontam que, até 2020, 85% das interações dos consumidores serão conduzidas por um mecanismo automático.

Sabe aquelas caixas de diálogo “posso ajudar” que alguns sites e aplicativos possuem? São chatbots. Assim como a recarga de celular realizada por mensagem, por exemplo. Esses são os tipos de software mais frequentes nos dias de hoje. São programados para entenderem comandos pré determinados. Por isso, têm sido bastante utilizados para atendimento aos clientes em um primeiro nível.

Já os mais sofisticados – e menos comuns – utilizam inteligência artificial e machine learning, aprendem a cada conversa realizada e vão aprimorando suas interações. Nestes casos, podem ser utilizados para realizar campanhas de marketing, vendas, pesquisas de opinião e satisfação, qualificação de base de dados e também para o entretenimento.

Apesar de serem os substitutos naturais dos aplicativos – há quem diga que já estamos na era pós-apps – os chatbots não facilitam apenas a vida dos usuários. As empresas também se beneficiam e muito desta nova tecnologia. Afinal, não é novidade que a automatização de alguns serviços resulta em redução de custos. Por isso, têm sido tão utilizados no atendimento aos clientes. As demandas mais básicas podem ser atendidas pelo software, que transfere o contato quando as solicitações forem mais complexas. Outra vantagem é a escalabilidade, pois está disponível 24X7 e pode realizar atendimentos simultâneos.

O fato é que os chatbots serão o futuro da interação entre as marcas e seus clientes. E todos serão beneficiados. Os usuários certamente se adaptarão com mais facilidade, pois já estão acostumados com os apps de mensagem. E as companhias, independente do porte e da área de atuação, serão impactadas mais cedo ou mais tarde. Diante disso, é importante não perder tempo, pensar fora da caixa e avaliar qual a melhor forma de implementar esta tecnologia de acordo com o perfil de cada empresa.

* Wellington Alves, Head de Automação da Indigosoft, startup que oferece soluções de automação digital, focadas em simplificar o trabalho diário de empresas de todos os segmentos, além de consultoria especializada. Mais informações em: http://www.indigosoft.tech

Seis aplicativos que ajudam a economizar no combustível

Com o aumento do preço da gasolina, a tecnologia pode ser aliada do motorista que quer gastar menos

A gasolina mais cara, resultado do reajuste das alíquotas de PIS/Cofins para os combustíveis na última semana, deixou muitos motoristas insatisfeitos. Mas, se depender da tecnologia, os gastos com abastecimento não precisam pesar no bolso.

Muitos aplicativos ajudam a comparar preços entre diferentes postos, calcular as vantagens de abastecer com álcool ou gasolina, e economizar por meio de caronas. Selecionamos seis aplicativos para o motorista que gosta de tecnologia e está de olho na economia.

BlaBlaCar (Android e iOS) – A BlaBlaCar incentiva a carona solidária como forma de rachar os custos de viagens entre cidades. De acordo com este aplicativo, o condutor que compartilha o seu trajeto com dois passageiros consegue reduzir os seus gastos em até 75%. Os perfis no aplicativo contém foto, verificação de email, telefone e identidade, além de avaliações de viagens anteriores. Maior plataforma de caronas do mundo, a BlaBlaCar tem mais de 45 milhões de usuários em 22 países.

Drivvo (Android e iOS) – O Drivvo ajuda a calcular os gastos com abastecimento do veículo e depois gera relatórios e gráficos com base nas informações fornecidas. Assim, é possível comparar os valores dos postos de combustíveis e quanto rendeu o abastecimento. Além dos relatórios, o Drivvo também permite a criação de lembretes para você manter a manutenção em dia ou mesmo despesas programadas como vencimento do seguro.

Méliuz (Android e iOS) – O Méliuz é um aplicativo de “cashback”, que oferece gratuitamente cupons de desconto em vários estabelecimentos comerciais, incluindo lojas, e-commerce e também postos de gasolina. Como funciona? Ele devolve parte do dinheiro utilizado diretamente na conta bancária do usuário, incluindo o valor consumido com gasolina. Para usar, basta cadastrar no app e consultar os postos disponíveis.

Preço dos Combustíveis (Android) – Este aplicativo usa a localização do usuário para mostrar uma comparação do preço da gasolina, álcool ou diesel entre os postos de combustíveis mais próximos. Também é possível usar a ferramenta de busca e o mapa interativo para verificar o preço dos combustíveis em outras cidades do país. Assim, o motorista faz uma escolha mais inteligente na hora de abastecer. O aplicativo é atualizado com informações dos usuários e dados fornecidos pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

Carrorama (Android e iOS) – O Carrorama permite cadastrar e acompanhar todos os gastos com o veículo e, assim, ajudar o motorista a decidir a melhor forma de economizar. Um diferencial deste aplicativo é a possibilidade de conectar um dispositivo bluetooth ao carro e receber um diagnóstico do veículo em tempo real no celular.

Gasosa (Android) – Este aplicativo é para quem tem carros Flex. Ele permite inserir os valores da gasolina e do etanol, o consumo médio do seu carro, e calcular qual combustível é mais vantajoso na hora de abastecer. Você também pode salvar estas informações no aplicativo e acompanhar a evolução dos preços no decorrer do tempo.

Fonte: Daniela Marques – BlaBlaCar

Ferramenta gera solução de engajamento mobile

In Loco lança In Loco Engage, solução de geo engajamento mobile

Ferramenta viabiliza que desenvolvedores de aplicativos tenham maior retenção de usuários por meio de mensagens contextualizadas e push geolocalizado

De acordo com o relatório da BI Intelligence, a quantidade de aplicativos utilizados pelos usuários de smartphones não mudou ao longo dos últimos anos, demonstrando que os usuários navegam com frequência em seus apps favoritos. Além disso, mais de 75% dos novos usuários não retornam após a primeira semana da instalação do app.

Pensando nisso, a In Loco, primeira rede de publicidade mobile baseada em localização indoor do mundo, anuncia o lançamento do In Loco Engage, solução que utiliza uma exclusiva tecnologia de geolocalização indoor para impactar usuários mobile com notificações push contextualizadas com as suas atividades.

Para apoiar os desenvolvedores de um aplicativo em suas estratégias de retenção de usuários, o In Loco Engage viabiliza a criação e a adaptação de mensagens específicas ao universo dos usuários do app. Por exemplo, um turista pronto para explorar uma nova cidade, pode receber através do aplicativo do hotel onde está hospedado sugestões de locais em que ele certamente gostará de visitar próximo à região.

As notificações push geolocalizadas se diferenciam das comuns porque são contextualizadas com a atividade que o usuário está realizando no momento em que é notificado. Ao invés de ser estimulado a utilizar o aplicativo em um momento inoportuno como, por exemplo, durante o trabalho, o usuário impactado pelo push geolocalizado poderá receber a notificação de um aplicativo fitness quando estiver na academia ou receber uma oferta do aplicativo do seu restaurante preferido assim que colocar os pés no local.

A ferramenta destina-se à empresas e marcas que possuem aplicativos mobile como peças fundamentais para os seus negócios. Diferente das atuais soluções disponíveis no mercado, o In Loco Engage não utiliza apenas tecnologias de geofence ou GPS, mas sim a tecnologia exclusiva da In Loco, baseada em sinais wi-fi, GPS e sensores inerciais do smartphone – acelerômetro, giroscópio e campo magnético, eleita como a mais precisa do mercado global pela Microsoft Research, em 2014. O resultado disso é a garantia do disparo de notificações push 100% contextualizadas com a rotina dos usuários, já que os dados geolocalização da In Loco se destacam no mercado por causa de sua precisão.

Outra vantagem do In Loco Engage é a facilidade de integração com ferramentas de automação populares como Amazon SNS e Firebase. De acordo com Pedro Macêdo, Head of Product da In Loco, “a integração com o In Loco Engage é muito simples para que os desenvolvedores possam focar no que realmente importa: engajar a sua base de usuários”.

Para os mais de 600 aplicativos parceiros da In Loco a solução será gratuita. “O In Loco Engage chegou para curar uma dor antiga do mercado: impactar os usuários através de uma tecnologia de geolocalização precisa e confiável”, conclui André Ferraz, CEO e cofundador da In Loco.

Fonte:Yonara Santana

Vaga de estágio aberta para área comercial

Agilez busca estagiário

A Agilez, uma empresa de tecnologia focada no desenvolvimento de soluções web, aplicativo e mídias sociais, busca um estagiário para atuar em sua área comercial

Pragma traz nova agência mobile ao Brasil

Pragma traz ao Brasil, com exclusividade, agência de mobile marketing referência nos EUA, segundo a Forbes

Eleito um dos 30 melhores profissionais de marketing com menos de 30 anos pela Forbes, Jesse Dundon, da agência Hathway, chega ao Brasil para parceria com Pragma Comunicação

A Pragma Comunicação, agência de publicidade e consultoria em estratégia de comunicação, traz para o Brasil, com exclusividade, os serviços oferecidos pela Hathway, agência norte-americana especializada em soluções inovadoras para empresas por meio de branded content e aplicativos voltados ao mobile marketing. Um acordo firmado entre as duas empresas torna a Pragma a representante oficial da Hathway no Brasil e na América Latina.

O objetivo desta parceria é trazer para o Brasil o que há de mais moderno no mundo digital com foco em otimizar a assertividade dos investimentos de marketing dos clientes. Miguel Villalobos, sócio-fundador da Pragma, avalia a parceria como uma oportunidade única. “A Hathway está localizada no Vale do Silício, a Meca da tecnologia e berço das principais descobertas na área digital. Com esta parceria seremos pioneiros no mercado a oferecer inovações direto da fonte para o Brasil em tempo real.

A Hathway conta com uma rede de desenvolvedores no Paquistão e na Índia, o que garante custos mais acessíveis e maior rapidez dos projetos pelo fuso horário. Desta forma, podemos oferecer ao mercado serviços que ainda não chegaram ao Brasil, revolucionando o planejamento de redes sociais e o desenvolvimento de soluções digitais de ponta, como aplicativos”, explica Miguel.

Criada em 2009 por Jesse Dundon e seu sócio, Kevin Rice, a Hathway conta hoje com mais de 50 funcionários em escritórios nos Estados Unidos e Japão. O rápido crescimento da empresa fez com que Jesse Dundon fosse eleito pela revista Forbes, em 2015, um dos 30 melhores profissionais com menos de 30 anos na área de Marketing e Publicidade. Atualmente a Hathway atende clientes como P&G-Clorox, Pizza Hut, Loreal, Wolkswagen, Amway, LVMH, Transamerica e Redbull.

“As soluções que a Hathway oferece aos seus clientes nos Estados Unidos partem de uma visão de consultoria, com uma análise de todo o ambiente digital do cliente, sempre tendo como foco os resultados de negócios. Reconheci essa visão de negócio na Pragma, que tem no mapeamento do negócio dos clientes o centro da estratégia de comunicação”, enfatiza Jesse Dundon.

Sobre a Pragma Comunicação

A Pragma Comunicação é uma agência de publicidade reconhecida por identificar os problemas e oportunidades de negócio dos seus clientes por meio de uma metodologia de pesquisa exclusiva. A ferramenta é oferecida pela Consultoria em estratégia de comunicação PragMap,que opera de forma independente mas fazendo parte do grupo. Fundada por Miguel Villalobos em 2008, a Pragma atende clientes como Danone, Merial, Tintas Renner, Boehringer, Ourolux, Bemis, entre outros. A Pragma Digital, divisão on-line da empresa, é comandada pelo Diretor associado Cesar Morelli.

Sobre a Hathway

Criada em 2009 por Jesse Dundon e seu sócio, Kevin Rice, a Hathway conta hoje com mais de 50 funcionários em escritórios nos Estados Unidos e Japão. O rápido crescimento da empresa fez com que Jesse Dundon fosse eleito pela revista Forbes, em 2015, um dos 30 melhores profissionais com menos de 30 anos na área de Marketing e Publicidade. Atualmente a Hathway atende clientes como P&G-Clorox, Pizza Hut, Loreal, Wolkswagen, Amway, LVMH, Transamerica e Redbull.

Fonte: Lucia Faria Comunicação Corporativa – Camilla Demario

Vaga para desenvolvedor de aplicativos móveis para smartphones e tablets

Vaga para desenvolvimento de aplicativos móveis para smartphones e tablets

Foco no sistema operacional Android, Windows Phone e IOS.

10348546_1004938782856123_1141824702510055832_n