Tem vaga para designer senior

Vaga de Designer Gráfico para São José Dos Campos

Descrição

Desenvolvimento de layouts para campanhas online e off-line, criação de logotipos, identidade visual e conteúdos para mídias sociais.

Desejável: Ensino superior COMPLETO em: Comunicação Social ou Design Gráfico. Domínio em programas gráficos. Conhecimento em edição de vídeo. Conhecimento básico em Marketing e tendências de moda.

Experiência: Sênior

Carga Horária: 44 Horas/Sem

Dias a Trabalhar: Segunda a Sexta

Benefícios: Vale Transporte, Assistência Medica, Assistência Odontologica

Salário: enviar pretensão salarial

Candidate-se por aqui

Vaga para criação em web

Agência busca profissional

A NCS Comunicação busca um profissional de criação web para reforçar seu time. Confira os requisitos para a vaga na arte abaixo.

Agência busca criativo

A SB Marketing está contratando

DESIGNER GRÁFICO

– Domínio do Pacote Adobe
– Expertise em edição de vídeos
– Ter experiência na área
– Residir em Caçapava ou região
– Perfil dinâmico e comunicativo
– INÍCIO IMEDIATO!

Envie seu currículo e portfólio (muito importante) para contato@santosebrancatti.com.br
Aceitamos currículos até o dia 28/01

Dança das cadeiras

Quem foi pra onde?

Seguimos trazendo um pouco da movimentação do mercado valeparaibano de comunicação e marketing. Confira os últimos movimentos!

O estudante de PP Carlos Eduardo começou uma nova etapa na Prospecto Marketing & Training como Estagiário de Criação. Ele já teve passagens por  Coaching Concurseiro e por Líder Copias, sempre atuando na criação.

O também estudante de PP Leonardo Krupinski assume o novo cargo de Criativo na Alchemy Big Data Solutions. Ele estava como estagiário de criação na Prospecto marketing & Training.

E a jornalista Francine Eustachio é a nova Assistente de Marketing na Opmat. Ela já acumula passagens pela ACOM (Unitau) e pela Elevadores Villarta.

Coluna Propaganda&Arte

Que tipo de leitor/escritor você quer ser em 2019?

Todo início de ano nós temos um costume quase “religioso” de verificar o que foi feito e quais metas nós queremos alcançar no novo ano que se inicia. E se essa mudança fosse um hábito de leitura? Será que você estaria disposto a mudar?

Eu sempre gostei de escrever tanto como forma de relaxar, extravasar ideias e emoções como profissão. Por isso, descobri que existem perfis de escritores e, consequentemente, de leitores.

Já pensou em qual perfil você se enquadra?

Quantos livros você lê por ano? Mais de 4 ou mais de 20? Qual tipo de leitura você gosta mais? Até que ponto estas leituras estão trazendo resultados para você? (mesmo que esse resultado seja uma satisfação ou um entretenimento). Você tem lido mais ou menos nos últimos 5 anos?

No meio de escritores (um universo bastante maluco onde você encontra todo tipo de interesse e perfis) vejo muitos escritores por ganância, enxergando num best-seller a oportunidade de vencer na vida, conseguir milhões de forma fácil. Outras pessoas que buscam escrever por paixão, sem foco em dinheiro ou fama, mas sim em aperfeiçoamento.

Não vejo um caminho certo ou errado aqui. Você pode ter o sonho de virar milionário escrevendo, mas precisa saber que o trajeto será bastante complicado. Isso se aplica aos leitores, que são cada vez mais raros hoje em dia.

Não estou aqui fazendo uma reclamação para falar sobre como o Brasil é um país que não favorece e incentiva a leitura, acho que temos uma cultura muito forte da TV, do vídeo, como no resto do mundo e os livros estão sim perdendo a batalha do entretenimento para plataformas como Netflix, e isso é algo a se pensar, pois livro não é só entretenimento, você aprende sobre visões, análises críticas, aprende a pensar melhor, articular e criar bagagem. Isso é imprescindível para o desenvolvimento mental do indivíduo crítico. Mas como disse, não estou aqui para reclamar de nada. Estamos livres para ler, escrever, ver Netflix, passear, fazer Yoga, plantar uma árvore, nem preciso te falar das vantagens de cada atividade. Isso é cultural e ponto. Mas sempre é possível mudar.

Veja as referências e locais aonde você consome conteúdo. São todos vídeos? Fotos? Textos? As notícias que você lê são de jornalistas independentes? Você já pensou nas comunidades alternativas de produção de textos? Você tem o hábito de ler e-books ou só impressos? Você já ouviu falar de plataformas, como Wattpad? Medium? Muitos escritores estão lá, do mundo todo, mas minha dúvida é: será que os leitores estão lá também?

Sigo nas minhas metas de 2019: escrever mais, ler mais, aumentar meu raio de leitura, diversidade de leitura, ler coisas de meu interesse, como: ficção científica, distopias, psicologia, etimologia, cultura, música, filosofia, mas também ler conteúdos que pouco me interessam, como: tabloides de notícia, fofoca, fanfics, culinária, dicas de beleza, moda feminina, correntes do whats, biografias de caras que nem gosto, softporn etc.

Você é do tipo que escreve/lê somente o que você gosta? Será que isso não está sendo um problema para sua evolução pessoal e profissional? Vamos sair dessa bolha em 2019?

Dança das cadeiras

E segue agitado o ritmo de contratações

O ano de 2019 está mesmo agitado no que se refere a movimentação de profissionais e estagiários. Tem gente nova em veículos, agências e empresas.

Confira mais um pouco do que está acontecendo!

Fábio Luiz Figueira acaba de assumir o cargo de Editor de Jornalismo na Rede Vanguarda. Ele já teve passagens por Band Vale e Meon.

O publicitário Sávio Rodrigues passa a integrar o time de criativos da Virtua Brasil, agência localizada em Taubaté.

Fernanda Paiva, aluna de jornalismo, passa a fazer parte do time de assessoria de comunicação do Progressão (Taubaté).

E Marcio Moura assumiu o cargo de Jornalista/Produtor de Conteúdo na Quero Educação, startup sediada em SJCampos.

Coluna “Discutindo a relação…”

O que 2019 nos reserva

Bom, o ano já começou. Já se foi o Natal e o Revellion. Agora é hora de retomar o batente e encarar mais um ano. Mas o que será que 2019 pode oferecer ao mercado de comunicação e propaganda?

Vou dar alguns palpites com base no que tenho ouvido, lido e assistido por aí.

1 – Para começar esse será um ano sem eleições, sem Copa do Mundo e Olimpíadas. Um ano mais normal. Também será um ano com menos feriados prolongados. Nesse cenário vale ficar atento às datas promocionais que vêm ganhando relevância, como Black Friday e Dia do Consumidor;

2 – É mais do que hora de investir em dados. Eles são decisivos e quem buscar maneiras de obtê-los, tratá-los e transformá-los em inteligência de marketing e comunicação levará enorme vantagem. Para as agências e anunciantes regionais fica a observação de que esse não é um jogo só para grandes corporações. A tecnologia está cada vez mais acessível e nivelando tudo;

3 – E como está tudo mais nivelado graças à banalização de boa parte da tecnologia é hora de apostar em mercados fora do Vale do Paraíba. Várias agências de comunicação daqui já atendem contas e jobs de várias regiões do país e até mesmo clientes transnacionais;

4 – Não dá mais para as agências se comportarem apenas como simples fornecedores de peças de comunicação. Ainda vejo muito disso em nosso mercado. Isso tem baixo valor. O que entrega valor e, portanto, melhor remuneração é INTELIGÊNCIA, ESTRATÉGIA E PLANEJAMENTO. Cabeça de consultoria com corpinho de criativo. Essa é a onda;

5 – Acompanhe de perto as startups que estão surgindo em nossa região. Vá conhecer os polos de tecnologia e de fomento, as incubadoras. Elas poderão ser grandes anunciantes. Já temos casos que comprovam isso aqui no Vale do Paraíba;

5 – O ano é de aposta na volta do crescimento econômico. Não será uma grande maravilha, mas vai haver crescimento. E todos devemos estar prontos para aproveitar a melhora. O novo governo – gostemos dele ou não – traz uma visão econômica liberal e deve destravar diversos setores da atividade empresarial. Fique de olho: oportunidades vão surgir!

Vamos pegar 2019 com mãos fortes e cabeça aberta e atenta!

Vaga aberta para criativo

Milk Show busca criativo

A vaga é para Pindamonhangaba. E a Milk Show tem seu core businnes no marketing rural.

Veja os requisitos na arte abaixo e boa sorte!

 

Vaga aberta

Guichê Virtual abre vaga para designer

Guichê Virtual está contratando, em São José dos Campos.

Envie o seu cv no recrutamento@guichevirtual.com.br