Parceria com o programa Jovem Aprendiz na FABAD

FABAD fecha parceria com o CIEE para o programa Jovem Aprendiz
Iniciativa disponibiliza vagas para jovens com idade de 14 a 24 anos incompletos

A FABAD (Faculdade Bíblica das Assembleias de Deus) fechou uma parceria com o CIEE (Centro de Integração Empresa-Escola) para participar da formação de jovens por meio do programa “Jovem Aprendiz”. A instituição irá conceder o espaço físico para a formação acadêmica dos participantes e o CIEE será o responsável por ministrar a capacitação dos que forem contratados por empresas de Pindamonhangaba.

O programa compreende a contratação de jovens com idade de 14 a 24 anos incompletos. A carga horária é composta por 70% de atividades práticas na empresa contratante, onde o participante trabalhará quatro dias por semana. Os demais 30% compreenderão a formação teórica, que será conduzida pelo CIEE por meio de cinco encontros mensais no espaço cedido pela FABAD.

O jovem contratado recebe o salário mínimo por hora ou seguirá outra condição mais favorável estabelecida na convenção coletiva da empresa contratante. O programa tem a duração de 11, 16 ou 24 meses.

Para participar, o interessado poderá se inscrever a qualquer tempo através do site do CIEE: www.ciee.org.br. Além da idade, os requisitos são: estar cursando os últimos anos do ensino fundamental e estar cursando ou ter concluído o ensino médio.

Sobre a FABAD
Localizada no município de Pindamonhangaba (SP), a FABAD (Faculdade Bíblica das Assembleias de Deus) apresenta um novo conceito em instalações físicas e infraestrutura operacional, tecnológica e educacional. A instituição oferece dois cursos de graduação e oito pós-graduações no modelo presencial.

Sobre o IBAD
Fundado pelo casal de missionários americanos João Kolenda Lemos e Ruth Doris Lemos, o IBAD foi criado na década de 1950. Como resultado do sonho de construção de uma escola teológica que oferecesse um ensino de qualidade, o instituto cresceu e se aperfeiçoou, tornando-se uma referência no ensino teológico nas Assembleias de Deus. Ao longo dos anos, formou mais de 5 mil alunos que atualmente exercem funções como pastores, missionários, escritores, editores e conferencistas.

Fonte: Communicare – Assessoria de Imprensa
Camila Dezze

Startup Quero Bolsa dá uma força a quem quer fazer faculdade

Quero Bolsa facilita o acesso de estudantes a universidades de todo o Brasil

Administrado pela empresa Quero Educação, site é a oportunidade de encontrar a melhor alternativa para iniciar os estudos

O Quero Bolsa (www.querobolsa.com.br) é um site de comparação de faculdades onde é possível encontrar informações sobre cursos, instituições de ensino, comparar preços e ainda conseguir bolsas de estudo para mais de 800 faculdades parceiras. O site é administrado pela Quero Educação, startup especializada em marketing educacional, que oferece ao mercado soluções para que universidades maximizem seus resultados e estudantes encontrem as melhores opções de estudos.

A empresa foi criada em 2010 por um grupo de engenheiros focados em ampliar o acesso à educação e enriquecer a estratégia das faculdades por meio de análises econométricas baseadas em dados exclusivos. Entre seus investidores estão alguns dos maiores nomes da internet brasileira, como Romero Rodrigues, fundador do Buscapé, e Julio Vasconcellos, fundador do Peixe Urbano.

O serviço já beneficia milhares de estudantes, que conseguem se inscrever e fazer a pré-matricula online para garantir descontos de até 75% até o final do curso. Já as instituições parceiras divulgam as vagas no site e ainda contam com toda a experiência da Quero Educação para otimizar sua estratégia de captação de estudantes, ocupando suas vagas ociosas e aumentando a rentabilidade de seu negócio.

Segundo Bernardo Pádua dos Santos, CEO da Quero Educação, a ideia de criar o Quero Bolsa surgiu quando notou que faltava uma ponte entre universidades e potenciais alunos. “Percebemos que as faculdades tinham muito interesse em aumentar a captação de novos alunos e muitas vagas ociosas nas salas de aula. Ao mesmo tempo, muitos estudantes estavam procurando alternativas para iniciar um curso universitário e não dispunham sequer de informações básicas, como preço e localização, para tomar a melhor decisão. Assim, decidimos lançar o Quero Bolsa para unir esses dois grupos e oferecer um caminho melhor para ambos”, explica.

Desde a fundação, o Quero Bolsa matriculou mais de 100 mil alunos e oferece em sua plataforma mais de 10.000 cursos superiores em todas áreas do conhecimento, tanto presenciais quanto à distância, em todas as regiões do país.

Sobre Quero Educação

A Quero Educação, empresa líder em tecnologia de marketing educacional, desenvolve soluções para conectar alunos e escolas, adicionando transparência e eficiência ao processo de decisão e matrícula dos alunos. A Quero Educação administra o Quero Bolsa, site de comparação de faculdades onde é possível encontrar informações sobre cursos, instituições de ensino, comparar preços e ainda conseguir bolsas de estudo para mais de 800 faculdades parceiras. Ao agregar e mensurar a demanda dos alunos no Quero Bolsa, a Quero Bolsa traz inteligência para que suas escolas parceiras ampliem seu alcance e rentabilidade.

Jovem, publicitária e agora também autora de livro

Publicitária lançará livro que teve origem em TCC

A publicitária Mariana Ceciliato de 22 anos e formada na Unitau ano passado
acaba de anunciar que sua graduação trouxe uma segunda conquista muito grande: seu primeiro livro, nascido de um projeto de conclusão de curso,será editado. O projeto tem como objetivo destacar a arte de rua, o Grafite.

A jovem publicitária Mariana Ceciliato

A jovem publicitária Mariana Ceciliato

É um livro composto por fotografias, músicas e poemas destacando 5 artistas importantes regionais. A ideia foi relatar brevemente a vida deles e seus trabalhos, cada um com a sua essência. A jovem autora acredita que a oferta de publicações para esse tema não é muito grande, há poucos livros artísticos, conforme pesquisa realizada quando do trabalho de conclusão.E os que já existem tem um valor um alto.

“Vejo que livros com esse tema voltado para uma certa região não existem, sendo assim, seria uma forma de revelar a cultura daquele lugar e de seus artistas, que não possuem um destaque merecido. Um deles é o Vespa, de São José dos Campos, ele tem várias artes pelo mundo e já participou de alguns eventos na Capital. Então, o projeto divulgaria o trabalho deles e também o Vale como um todo”, declara Mariana.

Alguns meses depois de formada a publicitária foi morar e trabalhar na capital por conta de mercado profissional e também por adorar a cidade. Também por esses motivos ela quis construir seu projeto na capital de S.Paulo.

Depois de alguns meses e algumas reuniões, a editora Kazua abraçou o projeto de Mariana. Sediada no centro de SP, a editora tem como foco fazer com que as obras de seus autores tenham o devido reconhecimento. O que os estimula em seu trabalho são os desafios trazidos por cada nova proposta. Contam com a singularidade de cada artista de diversos campos envolvidos no processo de elaboração dos livros, assegurando que todas as publicações tenham um projeto gráfico de alto padrão estético e de conteúdo.

A Kazua também tem seu próprio espaço cultural, onde são organizado galerias, festas, coletivos e exposições.

O primeiro evento aberto para lançamento do livro ocorrerá dia 9 de novembro com um jantar para os mais próximos. Segundo a jovem autora e publicitária, após isso, há muitas ideias para a divulgação e eventos, até chegar fevereiro, quando ocorrerá o primeiro lançamento em Taubaté, perto de onde tudo isso começou, ao lado de um bar de sua querida faculdade.

O segundo lançamento ocorrerá na cidade de São Paulo, semanas depois.