Censo de agências

Entidades reunidas para realizar censo

Um importante panorama da atividade publicitária é efetuado desde 2014. Trata-se do Censo Agências. Realizado pela Operand e com apoio dos principais órgão ligados à atividade publicitária – como APP e Fenapro – o questionário para o censo 2020 já está disponível.

Trata-se da principal pesquisa sobre gestão voltada para o mercado de comunicação, publicidade e marketing no país.

Se você é dono de agência responda. É só clicar aqui!

 

Retomada da economia faz com que número de Agências de Publicidade cresça no país

Estado de São Paulo abriu 344 agências de Publicidade somente em 2017, seguido pelo Paraná com 87

Investir no mercado brasileiro em 2017 parece que voltou a ser uma boa ideia, e não por acaso é que esse crescimento faz com que a demanda por marketing e propaganda gere um aumento das agências de publicidade no país.

Em seu mais novo levantamento de dados acerca do mercado brasileiro, o Empresômetro, empresa que trabalha com inteligência de negócios, identificou que, somente no ano de 2017, foram abertas mais de mil novas agências de publicidade no país, representando um aumento de 8,7% em relação ao ano anterior, segundo a Receita Federal do Brasil.

No total, em 2017, foram 1.047 novas agências, todas elas estão em atividade, conforme medição realizada pelo Empresômetro através do Índice de Atividade Empresarial dos últimos 12 meses, isto é, são empresas novas que estão realmente em funcionamento, gerando novos negócios e alimentando o ciclo econômico. Para se ter uma ideia, em 2015 foram abertas 1.024 agências, das quais 793 estão em atividade. O índice é estabelecido verificando a emissão de notas e pagamento de tributos através de prospecção de dados públicos e análise desses dados para confirmar se uma empresa é ativa.

Somente o Estado de São Paulo foi responsável por 344 novos negócios no setor, seguido pelo Paraná com 87, Rio de Janeiro 78 e Minas Gerais 75. “O que é possível perceber através do levantamento desses dados é o que porte desses empreendimentos ficaram, em sua maior parte, como pequenas empresas, não havendo volume expressivo de empreendedores individuais, somente dois em 2017”, diz o diretor do Empresômetro, Otávio Amaral.

O que diz o mercado

Corroborando esses dados, a última Visão de Ambiente de Negócios em Agências de Propaganda (VAN PRO), índice criado pela Fenapro – Federação Nacional das Agências de Propaganda para avaliar o setor e suas expectativas ao longo do ano, identificou uma melhora significativa nos negócios.

O ano de 2017 foi visto como o ano em que Serviços, Comércio e Indústria geraram as melhores perspectivas, fazendo com que as agências consultadas pela Fenapro vislumbrem um 2018 melhor que os anos anteriores. “Os resultados da pesquisa VAN PRO no terceiro trimestre refletem a melhora de humor do mercado, como um todo, gerando esperança de um fim de ano mais positivo para as agências e um 2018 bem melhor que o biênio 2016/ 2017”, afirma o presidente da Fenapro, Glaucio Binder.

Muito desse cenário se dá pela rendição da mídia tradicional à integração com o digital, novas ferramentas possibilitando a métrica do online como já feito nas mídias “físicas” e isso norteará o mercado publicitário, com novas possibilidade para novos empreendedores que demonstrarem conhecimento e dinamismo na missão de oferecer o serviço de publicidade nesse ano recém-iniciado.

“A expectativa é que, com os eventos que ocorrerão em 2018, entre Copa do Mundo, eleições, entre outros, além do aperfeiçoamento das mídias digitais, da métrica online e da publicidade focada, o crescimento nesse setor continue”, conclui Amaral.

Fonte: Descomplica Agência de Mídias – Janaína Fogaça

Road show de Cannes

Estadão e Fenapro promovem o Cannes Lions Road Show

Encontros de agosto acontecem no Espírito Santo, Santa Catarina e Pernambuco.
Amanhã, terça-feira (16), apresentação será em Vitória/ES

unnamed

O Estadão, representante oficial do Cannes Lions Festival Internacional de Criatividade, e a Federação Nacional de Agências de Propaganda (Fenapro) promovem, este mês, três novos encontros do Cannes Lions Road Show. Iniciadas em julho, as apresentações sobre a 63ª edição do maior festival de criatividade do mundo são direcionadas a agências de publicidade filiadas aos Sinapros (Sindicatos das Agências de Propaganda) nos diversos estados. As inscrições são gratuitas.

O próximo encontro será amanhã, terça-feira (16), em Vitória/ES, às 19h, no Auditório da Rede Gazeta (Rua Chafic Murad, 902 – Monte Belo). As inscrições para esse edição podem ser feitas pelo site atitudeedu.com.br, e-mail atitude.edu@prix.com.br ou pelo telefone (27) 2124-9740.

Na sequência, dia 18 (quinta-feira), acontece a apresentação em Florianópolis/SC. Também a partir das 19h, o encontro será na sede da Associação Catarinense de Empresas de Tecnologia – Acate (Rodovia SC 401, Km 4 – Bairro Saco Grande) e os contatos são: telefone (48) 3879-4558 ou e-mail contato@sinaprosc.com.br.

Por fim, dia 24 (quarta-feira), será a vez de Recife/PE. O evento, das 9h30 às 12h, ocorre no Auditório da TV Jornal (Rua Capitão Lima, 250 – Santo Amaro) e as inscrições devem ser feitas pelo site goo.gl/X3XTgj ou pelo telefone (81) 3277-3061, com Layza.

O Cannes Lions Road Show terá sequência em setembro. Para informações sobre as próximas datas, acesse http://www.fenapro.org.br/.

Fonte: Lucia Faria Comunicação Corporativa – Marco Barone

Festival de Gramado vem aí

Brasil promoverá em junho o Festival Mundial de Publicidade de Gramado sob o Tema ‘OU VOCÊ MUDA.OU MUDAM VOCÊ” e paralelamente o PRÊMIO UNIVERSITÁRIO INTERNACIONAL sob o Tema” PREVENÇÃO ÀS DROGAS.” 

alap

A alegria e o otimismo dominam os dirigentes da ALAP-Associação Latino-Americana de Publcidade com as confirmações de conferencistas nos dias 10,11 e 12 de junho próximos no Centro de Convenções Serra Park em , onde são esperados 4.000 participantes, sob a presidência de Roberto Duailib, dos fundadores da DPZ e da ALAP.. Estão sendo aguardados Fabio Coelho, presidente do Google; Leonardo Tristão, diretor geral de operação do Facebook no Brasil; Maximiliano Maddalena, diretor de criação da Ogilvy & Mather de Buenos Aires, Roberto Martini, CEO Global da FLAGCX; João Bell, Divisão de Web e Mídias Sociais da Telefônica e Vivo; Rafael Urenha, Diretor nacional de criação da DPZ; Hugo Rodrigues, CEO da Publicis Brasil e Salles Chemistri; Roger Serrasqueiro, Cineasta da Garagem Filmes de Portugal; José Miguel Sokoloff, Vice-presidente de Criação da Lowe SSP-3 da Colômbia; Rafael Guida, VP Criação da Ogilvy – Hong Kong, China; Sergio Gordilho, Sócio e copresidente da Agência Africa; João Dória Junior, Presidente da João Dória; Larry Kilman, Secretário da WAN-Associação Mundial de Jornais de Paris; Andiara Petterle, Vice-presidente de Jornais e Mídias Digitais do Grupo RBS, Mauricio Sita, Presidente da Editora Ser Mais, Daniel Schalfon, Presidente do Grupo de Mídia de São Paulo, Ricardo Pedreira, Dretor da ANJ-Associação Nacional dos Jornais, Giancarlo Beting, Diretor de Marketing da Azul Linhas Aéreas; Flavia Moraes, Cineasta Diretora-geral de Inovação e Linguagem do Grupo RBS; Orlando Marques, Presidente da ABAP-Associação
Brasileira de Agências de Publicidade; Glaucio Binder, Presidente da FENAPRO – Federação Nacional de Agências de Propaganda; Murilo Coutinho, presidente da FENAP-Federação Nacional dos Publicitários; Jacques Bille, professor de marketing da ESP-Escola Superior de Publicidade de Paris; David Armendariz,COO da TBWA do Equador e Hiran Castelo Branco, presidente do CNP-Conselho Nacional de Comunicação. Estão previstos painéis como: “Jornal, do Papel à Multiplataforma”, “Marketing de Guerra e Paz”, “Cases de Sucesso”, “Comunicação, Indústria em Agressiva Transformação” com (Facebook e Google), “Integração das Mídias”, “Seja o Primeiro a Mudar”, “Os Novos
Comportamentos do Prazer – Um Mundo Superinformado” e “A Publicidade que “Vende Vidas”, entre outros. Como o evento é voltado para a Cultura e o Conhecimento, será realizado paralelamente o Prêmio Universitário Internacional de Gramado com inscrição gratuita para estudantes de comunicação do mundo de uma peça publicitária sob o tema “Prevenção às Drogas” das Cruz Vermelha brasileira. As categorias para inscrição são de anúncios publicitários de Jornal,Revista,Outdoor,Cine,TV,Rádio e APP(aplicativo) são pela internet até 20 de maio no site www.festivalgramado.com.br

n85

No 20° Festival Mundial de Publicidade de Gramado de 2015 serão homenageados os Jornais Centenários Latino-Americanos com o Mérito Publicitário da ALAP; João Carlos Saad com a Láurea Roberto Civita, por ter contribuído para o desenvolvimento do mercado publicitário e na defesa da liberdade de imprensa e expressão na América Latina; Willy Haas Filho, como Patrono e diretor de negócios da Rede Globo de Televisão por serviços prestados à profissionalização da indústria da propaganda ; Fausto Silva, Melhor Apresentador Latino-Americano; João Dória Junior com o Mérito Publicitário, e os Publicitários Latino-Americanos do Festival de Gramado de 2015 dos estados brasileiros escolhidos pelos capítulos da ABAP-Associação Brasileira de Agências de Publicidade, e Sindicatos de Agências, e nos países da América Latina pelos representantes da ALAP -www.alap.com.br.

Para reservas de hotéis e participações em workhsops contatar a agência de viagem oficial Liga Turismo: eventos@ligaturismo.com.br (Fernanda).

Fenapró tem vencedores definidos

FENAPRO anuncia vencedor do Concurso ‘FENAPRÓ UNIVERSITÁRIO’

Realizado pela FENAPRO e Sinapros estaduais, o concurso elegeu hoje o melhor trabalho inscrito por estudantes de diversos estados

Dupla de estudantes da ESPM-RJ foi a vencedora e terá campanha veiculada no Dia Mundial da Propaganda

A FENAPRO (Federação Nacional das Agências de Propaganda) anunciou hoje (24/11) o vencedor do concurso ‘FENAPRÓ UNIVERSITÁRIO’, cujo objetivo foi eleger a melhor campanha de valorização da atividade publicitária criada por universitários matriculados em cursos de publicidade e propaganda de todo o País. A dupla vencedora é a de João Daniel Alvares e Raul Cathiad, do curso de propaganda da ESPM (RJ), cuja campanha “O diferencial” foi escolhida por unanimidade pela comissão julgadora, composta por cinco profissionais do mercado publicitário.

Iniciativa da FENAPRO, realizada em parceria com Sinapros (Sindicatos das Agências de Propaganda), o concurso, de abrangência nacional, teve como propósito descobrir e dar oportunidade para os talentos que ainda estão nas universidades.

“Tivemos um excelente nível de engajamento dos estudantes, e a qualidade das peças também mostrou que há novos talentos em formação nas universidades”, afirma Glaucio Binder, presidente da Fenapro. Em sua opinião, o concurso foi uma ótima oportunidade para os estudantes crescerem e conhecerem melhor a atividade publicitária.

As peças criadas pela dupla de estudantes da ESPM-RJ serão veiculadas no dia 04 de dezembro, data em que se comemora o Dia Mundial da Propaganda. Cada um dos vencedores receberá um computador da marca Apple.

Composta por um anúncio no formato 21 X 28, um spot de rádio com a duração de 30 segundos e um projeto de divulgação para as redes sociais, a campanha vencedora afirma que há mais de 20 marcas de chinelos no Brasil e todas são iguais, exceto a marca que veste dois em cada três brasileiros, está presente em mais de 80 países, em mais de 200 mil pontos de venda e todo mundo usa “Esse é o diferencial do trabalho da propaganda”, destaca o anúncio vencedor.

Integraram o júri os publicitários Fernando Piccinini Júnior (VP de Criação da Rino Com), Oscar de Mattos Junior (Gerente de Relações Institucionais do CENP), Juao França, (Diretor de Criação da De Brito Propaganda), Igor Ota e Marcelo Froes (respectivamente, diretores de Arte e de Criação da Full Jazz). A auditora foi a assessora Jurídica da Fenapro, Dra. Helena Zoia, e o mediador o VP Executivo da Fenapro, Humberto Mendes.

Fenapro lança concurso universitário

Fenapro lança Concurso Universitário para Campanha pelo Dia Mundial da Propaganda

Denominada Fenapró Universitário, a ação é destinada aos estudantes de publicidade e propaganda de todo o País

A FENAPRO (Federação Nacional das Agências de Propaganda), em parceria com SINAPROS (Sindicatos das Agências de Propaganda), lança o ‘FENAPRÓ UNIVERSITÁRIO’, um concurso destinado aos estudantes universitários matriculados em cursos de publicidade e propaganda de todo o País.

O concurso propõe aos estudantes criarem uma campanha que valorize a importância da atividade publicitária para o mercado. A campanha vencedora será produzida e veiculada em todo o País, no dia 04 de dezembro, data em que se comemora o Dia Mundial da Propaganda.

“É importante que os jovens estudantes da área, que em breve estarão no mercado, entendam que é através da propaganda que as marcas se posicionam, as ideias são difundidas, a população se informa e, principalmente, que se estabelece a livre concorrência, com ganho efetivo do consumidor”, observa Glaucio Binder, presidente da Fenapro, ao destacar que o concurso é um estímulo aos estudantes para que coloquem em prática as teorias que estão aprendendo nas universidades e comecem a formar seus portifolios.

Para participar, os estudantes devem criar uma campanha publicitária composta por um anúncio no formato 21 X 28, um spot de rádio com a duração de 30 segundos e um projeto de divulgação para as redes sociais. Cada campanha deverá ter no mínimo dois estudantes: um para redação e outro para direção de arte.

As inscrições devem ser feitas no site do Sindicato das Agências de Propaganda do estado de residência do estudante, que deverá preencher um cadastro completo com dados pessoais (nome completo, endereço, data de nascimento, faculdade em que está matriculado, série, cidade/estado em que reside, telefone e e-mail).

As campanhas serão analisadas por uma Comissão Julgadora constituída em cada sindicato participante, sendo que serão escolhidas as três melhores, com base nos critérios de criatividade, originalidade, objetividade e clareza. As classificadas em primeiro lugar de cada estado participarão do julgamento final, no dia 28 de novembro.

A dupla vencedora, além de ter a campanha produzida e veiculada, receberá como prêmio, individualmente, um computador da marca Apple. Já o segundo e terceiro colocados em cada sindicato receberão uma menção honrosa.

Mais informações devem ser obtidas nos Sinapros de cada estado.

Contatos:

(11) 3129-5158

gp@gpcom.com.br

www.gpcom.com.br

FENAPRO apoia projeto da FENAPEX

FENAPRO apoia projeto de Autorregulamentação de Mídia Exterior da FENAPEX

Entidade formalizou apoio durante encontro com líderes nacionais da propaganda, no Rio de Janeiro, e que teve a presença de dirigentes da Fenapex

A Fenapro – Federação Nacional das Agências de Propaganda assinou acordo com a Fenapex – Federação Nacional da Publicidade Exterior, com o objetivo de dar apoio ao projeto de autorregulamentação do setor de mídia exterior elaborado pela entidade. A assinatura do acordo ocorreu no último dia 13 de outubro, durante encontro com líderes nacionais da propaganda, organizado pela Fenapro, e ao qual compareceram os dirigentes da Fenapex.

“Todo acordo de autorregulamentação indica como o mercado deve trabalhar, de forma transparente. E esta é uma oportunidade mútua, entre agências e empresas de mídia exterior, para se estabelecer parâmetros de atuação éticos e adequados“, afirmou Glaucio Binder, presidente da Fenapro, ao assinar o acordo.

unnamed

Para Luiz Fernando Rodovalho, o acordo é muito importante para as empresas de publicidade exterior e as agências. “O setor precisa respeitar o plano diretor e o código ambiental , e estamos conseguindo mudar a mentalidade dos empresários de mídia exterior, para que observem esses requisitos. Eles estão produzindo peças menores para as cidades, e as prefeituras vêm dando apoio à nossa atividade”, contou o presidente da Fenapex. O objetivo é avançar mais nas conversações com as prefeituras de todo o País, segundo ele, inclusive com uma proposta que prevê o pagamento de uma taxa de outorga às prefeituras.

Um exemplo dos avanços conseguidos pelo setor é a cidade do Rio de Janeiro. A presidente do Sepex – Sindicato das Agências de Publicidade Exterior do Rio de Janeiro, Teresinha M. de Abreu, contou que a entidade propôs à prefeitura a ideia de desenvolver um projeto urbanístico para a mídia exterior, que foi realizado e está em fase de avaliação. Para esse projeto, foram contratados profissionais de diferentes áreas, como urbanistas, economistas e advogados. “Hoje temos mais de 50 dispositivos legais entre leis, decretos e portarias, e uma lei não é completa em relação à outra. Por isso, resolvemos fazer um trabalho bem elaborado sobre esse novo ordenamento da cidade”, afirmou Teresinha, ao destacar que esse ordenamento da atividade dará mais segurança às agências e aos anunciantes.

Dia de comemoração

Hoje é Dia Mundial da Propaganda

Em quatro de dezembro comemora-se o Dia Mundial da Propaganda.

É, essa tal propaganda que muita gente insiste em dizer que morreu, que não existe mais. Respeito todas as opiniões e correntes teóricas, mas não concordo. A propaganda está viva como nunca. Diferente, é claro, mas viva.

Não poderia mesmo, a propaganda, ser a mesma de tantos anos. Ela é uma das atividades mais dinâmicas e ligadas ao tempo presente que conhecemos. Ela depende do contemporâneo, do atual e, principalmente, do novo.

A propaganda é industria inserida na chamada economia criativa. Ela é mola propulsora – e isso é antigo – da livre iniciativa e da liberdade de imprensa. E, não, sinto muito, ela não morreu!

Em texto publicado no site da FENAPRO sob o título “Impacto da propaganda no crescimento econômico é um dos temas de encontro da propaganda promovido pela Fenapro” e que relata a palestra de José Otaviano Pereira, realizada em Encontro de Lideranças do setor no Piauí, temos o seguinte trecho:

“A propaganda estimula o aumento do consumo, acelera a velocidade de absorção de inovações, estimula a competição e o crescimento do PIB”, comentou José Otaviano Pereira, ao mencionar um estudo da McKinsey, realizado em 2012, cuja conclusão aponta que a propaganda foi responsável pelo crescimento de 15% do PIB das maiores economias, nos últimos 10 anos.

O profissional também apresentou dados de uma pesquisa da Nielsen, feita em 50 países, em 2009, mostrando que a propaganda no Brasil é ‘muito bem vista’ pela população em geral e, na opinião dos mais de 25 mil pessoas entrevistadas, ela impulsiona o crescimento econômico.”

Aqui em terras brasilis temos a felicidade de conviver com uma das melhores propagandas do mundo. Com menos verba de produção, menos verba de mídia, menos cultura de marketing e comunicação e menos poderio econômico. Mas uma das melhores do mundo.

Nossa propaganda, segundo o Projeto InterMeios já havia crescido 4,1% até setembro. Cresceu, portanto, mais uma vez, acima do PIB nacional. E, ainda segundo o relatório InterMeios: “Ao todo, foi investido nos veículos nacionais um montante de R$ 22,695 bilhões até setembro de 2013”. E olha que está de fora da conta o último trimestre que sempre ganha o gás do Natal.

No cenário regional acredito que este ano tenha sido de estabilidade, de amadurecimento e de afinar os instrumentos. Pudemos perceber isso na série de entrevistas que o Publicitando realizou com algumas lideranças regionais na série “Análises e Expectativas – A voz dos líderes”. Além disso, tivemos a consolidação do Prêmio Lettering – importante para o mercado do Vale do Paraíba – com casa cheia e uma noite para não se esquecer; agências regionais venceram diversas premiações (regionais,estaduais e nacionais) e a consolidação de importantes players no segmento digital.

Recuos aconteceram. Lógico e natural. Negócios não prosperaram. Faz parte da movimentação dos mercados.

Acredito, ainda, que temos mais motivos para comemorar e dizer que a propaganda está, sim, mais viva do que nunca. E que, portanto, hoje é dia de celebrar e bater no peito com orgulho para dizer que vivemos de propaganda!

Viva a propaganda! Propaganda, viva!