Tecnologia ajudando na organização

5 passos para ser mais organizado com ajuda da tecnologia

Os atrativos da internet muitas vezes contribuem para que as pessoas se tornem mais dispersas e sem foco. No entanto, quando utilizada de maneira adequada, a rede oferece diversas ferramentas capazes de transformar até o mais desorganizado dos internautas em exemplo de planejamento e pontualidade.

Henrique Carmellino Filho, Diretor de Operações da SIEG, dá 5 conselhos imperdíveis para quem busca uma forma eficiente de sair do caos e ter um cotidiano mais organizado com o auxílio da tecnologia. Confira:

1 – Use e abuse da agenda

Há séculos a agenda é a maior aliada das pessoas organizadas. Ali estarão presentes as datas e horários de reuniões, eventos, aniversários, consultas médicas e todos os compromissos que fazem parte do nosso dia a dia. Utilizar um aplicativo de agenda, como o Google Agenda (Google Calendar no iOS), significa ter no bolso, a um toque, informações fundamentais para planejar seus dias e não deixar passar nada. Se você for do tipo que esquece até mesmo de consultar a agenda, é simples: basta ativar as notificações e não terá mais desculpas para atrasos e esquecimentos.

2 – Faça listas e anotações

Criar listas das tarefas a serem realizadas no dia ou na semana seguinte é outro passo interessante, sempre estabelecendo prioridades de acordo com a urgência de cada uma e definindo objetivos. Anotar aquela ideia brilhante que veio à mente de repente, no caminho do trabalho ou na hora de dormir, também é outra prática que pode ter recompensas impagáveis. Para essas finalidades, softwares como Google Keep, Any.do e Evernote são ótimas opções.

3 – Salve seus arquivos na nuvem

Salvar arquivos em locais seguros e de fácil acesso é imprescindível nessa jornada de organização. Afinal, ter imagens e documentos importantes roubados por hackers ou simplesmente deletados é das piores experiências. Uma solução interessante para essa questão é o armazenamento em nuvem (ou cloud computing), que permite salvar arquivos em um espaço virtual. Lá, os documentos ficam a salvo, e só você poderá ter acesso através de login e senha. Google Drive e OneDrive são duas opções acessíveis e excelentes.

4 – Adote os mapas mentais

De nada adianta organizar suas tarefas e compromissos se em sua mente as coisas ainda não estiverem muito claras. É aí que entra a importância de se desenvolver mapas mentais, que funcionam como uma espécie de software cerebral e oferecem um suporte para estruturar e aprofundar o pensamento e a comunicação, pontos fundamentais especialmente em trabalhos criativos. MindMeister e MindNode são duas das várias aplicações que fornecem um bom serviço.

5 – Controle suas finanças

Lidar com dinheiro não é o seu forte? A tecnologia também pode te dar uma mão no gerenciamento de suas finanças pessoais e controlar o vendaval que parece se apossar de suas notas logo no começo do mês. Apps especializados em registrar seus gastos e transações, criar alertas de pagamentos e gerar gráficos e relatórios estão aí justamente para te ajudar com isso. É o caso de softwares como GuiaBolso, Minhas Economias e Organizze.

Fonte: Renown – Assessoria de Imprensa Digital – Felipe Silva

Vem aí a Escola de Negócios

ACI lança embrião da Escola de Negócios
Em parceria com o Sebrae-SP, Associação Comercial e Industrial de São José dos Campos vai lançar em maio o programa “ACI que Educa”

A Associação Comercial e Industrial de São José dos Campos lança no dia 31 de maio programa ACI que Educa. Desenvolvido pela ACI com apoio do Sebrae-SP, o projeto tem como objetivo aprimorar a operação e o desempenho das micro e pequenas empresas da cidade.

O lançamento será feito por meio de um workshop sobre “A Nova Jornada do Consumidor”, marcado para as 18h, na sede da ACI, na Rua Francisco Paes 56, no centro de São José dos Campos. O foco do evento e do projeto são empresários e gestores de MPEs, associados ou não da ACI.

“Com o lançamento do programa ACI que Educa começamos a cumprir um dos principais compromissos assumidos em nossa posse à frente da ACI, que é o de investir em uma educação empreendedora para termos empresas cada vez mais fortes em nossa cidade”, disse o presidente da ACI, Humberto Dutra.

O programa ACI que Educa tem o objetivo de incentivar o desenvolvimento empresarial em São José dos Campos, oferecendo oficinas e cursos em gestão empresarial nas áreas de Finanças, Marketing, Administração/Planejamento e Gestão de Pessoas.

Previsto para durar dois anos, o programa ACI que Educa é ministrado pelo Sebrae-SP e terá turmas de 25 a 30 pessoas, com 15 módulos de aulas práticas e teóricas sobre temas do dia a dia das MPEs, de fluxo de caixa a motivação de equipe, de controle de estoque a gestão de pessoas, de planejamento estratégico a marketing. A primeira fase do programa, com oito anulas, começa em junho e termina em novembro de 2017. A segunda fase, com sete aulas, vai de março a outubro de 2018.

A primeira etapa do programa terá um custo de R$ 980 por empresa. A segunda, de R$ 1.260. Empresas associadas da ACI têm desconto de 30% na adesão.

“Este é o primeiro passo para a criação de uma Escola de Negócios, ligada a ACO de São José dos Campos”, disse Dutra.

Para o Sebrae-SP, a meta do programa ACI que Educa é profissionalizar a gestão das MPEs, ampliar sua capacidade de geração de novos negócios e parcerias, além de aumentar a lucratividade e a competitividade das empresas do setor. Segundo o Sebrae-SP, para a ACI, o programa possibilita o oferecimento de um serviço de qualidade aos associados.

Fonte: Matéria Consultoria & Mídia – Nathália Barcelos