Cinco tendências em imagem para o e-commerce nessa Black Friday

Veja os formatos mais atrativos de foto e vídeo para fisgar a atenção do consumidor e aumentar a conversão na época mais disputada do ano para o e-commerce.

A menos de dois meses para a Black Friday 2021, chegamos à reta final na preparação das lojas virtuais. É crucial refinar a estratégia de marketing e vendas e acertar os ponteiros da operação online. Se a loja pretende aderir às campanhas promocionais do período, deve acelerar o planejamento e levar em conta a produção de fotos e vídeos, que, ao serem bem executados, podem fazer o produto saltar aos olhos do usuário. Confira agora as principais tendências em imagem para vencer os competidores no mês mais quente do ano para o e-commerce.

Photo by Stefano Intintoli on Unsplash

Foto ambientada

Por muito tempo, se falou apenas da fotografia em still, quando o produto aparece sozinho em um fundo branco ou colorido – o formato mais adotado por e-commerces e marketplaces. Depois, a foto em moda, em que um modelo usa ou demonstra o produto, cresceu no gosto do consumidor com os debates sobre a humanização das comunicações. E, com a expansão das redes sociais, viu-se outro formato ganhar destaque: a foto ambientada.

Com o produto disposto em um cenário que agrega elementos, texturas e cores que reforçam a identidade visual da marca, este tipo de imagem passa sensações que o comprador normalmente só teria ao tocar o item em uma loja física. A foto ambientada gera conexão da marca com o comprador, seu momento de vida, estilo ou mesmo princípios, conquistando o usuário pela emoção.

Foto 360º

A foto 360º, que reúne de 32 a 38 fotos do mesmo produto girando, possibilita uma visão completa do item para o usuário. Esse formato é muito utilizado por lojas de mercadorias que têm auto-sustentação, como bolsas, calçados, cosméticos e perfumaria, por exemplo. Além de ser uma ferramenta que apela para a interação com o consumidor, a foto 360º pode incentivar a decisão de compra, tornando-se uma forte aliada nessa Black Friday.

Segundo Carolina Soares, Co-Fundadora da Fotopontocom, produtora especializada em foto, vídeo e conteúdo para e-commerce: “esse formato não vem como primeira imagem na loja online, mas se o usuário já está navegando na página do produto, pode ajudar a tirar suas dúvidas e levá-lo a fechar o pedido mais rápido”.

Imagem Hero

A imagem hero é bastante usada por supermercados, farmácias e perfumarias, entre outras lojas de produtos com alto consumo e baixo ticket médio. Na imagem, o produto em still aparece em zoom acompanhado da principal informação que o consumidor precisa saber ao comprar. Por exemplo: Amaciante, 2L. Esse formato é uma grande tendência que ajuda na conversão, mas também a diminuir as reclamações ou devoluções da mercadoria por confusão de informações na hora da compra.

Infográfico

Nessa Black Friday, o infográfico pode ser uma opção para a marca se diferenciar. Esta é praticamente uma evolução da fotografia still e da imagem hero, com mais informações e um grande atrativo para a navegação mobile. O objetivo do formato é abastecer o consumidor de detalhes do produto para deixá-lo com mais desejo de comprar e seguro de que esta é a mercadoria correta para a sua necessidade.

Vale destacar em frases curtas, junto à imagem em uma única peça visual, o material, a durabilidade, a versatilidade, a tecnologia envolvida, entre outros benefícios diretos do item. “É muito funcional, principalmente para os dispositivos móveis, facilitando bastante a experiência do usuário. O infográfico tem se popularizado fora do Brasil e vem chegando com tudo no nosso mercado. Na Black Friday, em que a rapidez da escolha é crucial, esse modelo pode ser uma excelente alternativa”, explica a executiva da Fotopontocom.

Vídeo

Sabe quando dizem para sair do lugar comum e fazer algo a mais pelo consumidor? O vídeo é exatamente esse material extra que vem explicar, demonstrar e conquistar o comprador de uma forma dinâmica e atrativa. Praticamente todas as categorias podem se beneficiar desse recurso, que vem sendo bastante explorado por lojistas de produtos automotivos, celulares, eletrodomésticos, eletroeletrônicos, moda, móveis, entre outros.

Esse formato pode ser utilizado de maneira mais básica (sem áudio ou efeitos visuais) até com edições mais rebuscadas (com animações, trilha sonora e narração). O importante é entender a audiência e se ela valoriza esse tipo de comunicação. Se a resposta for sim, preparar-se para investir em uma produção de qualidade, internamente ou de forma terceirizada.

Cronograma e Estrutura de Produção

Mesmo sabendo de todas as tendências, é importante ter em mente também o cronograma e estrutura de produção. A quantidade de formatos e sua complexidade, junto ao volume de produtos a serem registrados podem exigir mais estrutura, tempo e investimento financeiro do lojista. Outro ponto crítico é a sazonalidade do e-commerce. Períodos como Black Friday, Natal e Dia das Mães, por exemplo, são bastante demandados no mercado, então, quanto antes o lojista se preparar, mais fácil será seu planejamento e a busca por um fornecedor, sejam profissionais, estúdios ou produtoras, caso decida trabalhar com parceiros externos.

Fonte: Salto Comunicação – Tayce Bandeira

Vaga de estágio em comunicação

Imobiliária busca estagiário de comunicação social

A Imobiliária Danelli está em busca de um estagiário de comunicação social para compor seus quadros. Veja na arte abaixo os requisitos para vaga:

Escola abre duas vagas

Jardim das Nações abre duas vagas

Escola localizada em Taubaté busca um estagiário de comunicação e um Analista de Mídias Sociais.

Confira os requisitos para as vagas nas artes abaixo. Para se candidatar é só enviar e-mail para rh@escolajardim.com.br

Vaga para designer gráfico

Guichê Virtual abre vaga

A empresa busca alguém que trabalhe bem em grupo, saiba fazer bons benchmarkings, seja MUITO criativo e goste de aprender.

O candidato teve ter habilidade para criar peças on e off, além de criação de campanhas e materiais internos. Também será responsável pelo desenvolvimento de apresentações institucionais e focadas em B2B e B2C.

É importante ter experiência com criação, conhecer bastante do Pacote Adobe e ter ensino superior em algum curso de comunicação (Publicidade e Propaganda, Rádio e TV, Jornalismo e afins). Saber algo sobre edição de vídeo e fotografia e ter noções de UX será um diferencial, mas isso não é obrigatório.

Mande seu currículo