Novo formato digital

Estadão inova forma de apresentar conteúdo com realidade virtual

Jornal lança aplicativos Estadão Realidade Virtual, com viagem 360º por Bonito (MS), e Caderno Interativo da série O Brasil que o Brasil quer, com conteúdo especial

unnamed-4

Um novo olhar na forma de ler e ver suas matérias. Assim o Estadão apresenta na próxima semana duas grandes novidades em sua mais recente incursão tecnológica, que possibilitará ao leitor “entrar” nas reportagens. Nesta segunda-feira (5), o público pode ter em suas mãos o caderno interativo da série “O Brasil que o Brasil quer”, com vídeos, áudios, infográficos interativos e galeria de fotos. Já hoje, terça-feira (6), estará disponível o Estadão Realidade Virtual, que colocará o veículo na vanguarda dos veículos de comunicação. São dois aplicativos inovadores que ampliarão as fronteiras multimeios do jornal.

“O objetivo é propiciar um formato inovador de imersão nos conteúdos do Estadão, onde quer que o leitor esteja, bastando apenas um smartphone. Apresentará novo olhar na apresentação de suas matérias. Dará a experiência de extrapolar as fronteiras do conhecimento. Com a realidade virtual, cada vídeo e mídias apresentados trarão infinitas possibilidades de imersão no conteúdo”, explica Marcelo Moraes, diretor de Marketing Publicitário do Estadão.

A primeira iniciativa do Estadão em realidade virtual (RV) foi em Bonito (MS), com um especial de aventura produzido pela blogueira Karina Oliani, que resultou em quatro atividades diferentes na companhia da apresentadora – trilha 4X4, rapel, mergulho e rafting, todos em RV. Segundo ela, a escolha por começar o trabalho em Bonito foi proposital. “Quando o Estadão veio com a proposta, me perguntei qual seria o lugar no mundo todo que mais gostaria de mostrar ao público. Não tive dúvidas na escolha e na sugestão que fiz ao jornal. Bonito é um dos lugares mais lindos do planeta e ideal para ser mostrado em uma realidade imersiva como essa”, afirma a aventureira, que tem no currículo viagens para mais de 90 países.

Além de blogueira do Estadão, está no ar na TV paga no programa “Desafio Celebridades” da Discovery. “A ideia é levar ao leitor as aventuras mais espetaculares do Brasil e do mundo. Muita coisa boa vem por aí.”
A realização e produção da “viagem” é da Academia de Filmes, uma das pioneiras em vídeos RV360. Toda a ação tem oferecimento da Mitsubishi. Para Tadeu Jungle, sócio da produtora, a realidade virtual trouxe uma mudança na narrativa que não se via desde a invenção do cinema e o Estadão está na vanguarda dessa disrupção tecnológica na forma de narrar uma notícia.

“Em 2017, 60% do tráfego na internet será por meio de vídeos. Imagina um jornal produzindo matérias em realidade virtual e levando seu leitor para dentro da notícia, com mudança na narrativa, pois nos leva a um mergulho no local onde o fato está acontecendo. Essa não é uma visão muito distante de acontecer. Posso afirmar, sem exagero, que essa experiência do Estadão dá início a uma nova era para o jornalismo, com infinitas possibilidades”, defende Jungle. Para ele, o jornal mostra seu valor, pois aposta em uma tecnologia que está apenas começando no Brasil e que tem muito futuro e será acessível a todos, bastando ter óculos especiais e um smartphone.

Para uma experiência completa, o leitor deverá usar óculos de realidade virtual e ter um experimento completamente imersivo nessa viagem, produzidos pela Beenoculus. Parceria do Estadão na iniciativa, a empresa é inovadora e está na vanguarda do desenvolvimento de projeto 360/realidade virtual, tendo desenvolvido os primeiros óculos de realidade virtual produzidos no Brasil, com uma inovadora “metodologia de educação imersiva em primeira pessoa”. Há também alternativa para os que não tiverem os óculos, pois o material também será repercutido na TV Estadão, Instagram e Facebook do jornal.
Projeto interativo especial – A outra frente vem de um projeto especial, mas que pode ter inúmeras alternativas e oportunidades. O caderno interativo da série “O Brasil que o Brasil quer”, patrocinado pela Siemens, proporcionará nova forma de ler jornal que vai além do texto, com vídeos, áudios, infográficos interativos e galeria de fotos.

O leitor que tiver o aplicativo terá acesso a conteúdo diferenciado da série e que também conta com eventos e boletins na Rádio Estadão. Para ler, basta baixar o app, posicionar o smartphone em cima do jornal e começar a viagem pelo material exclusivo.

Os aplicativos Estadão Realidade Virtual e Caderno Interativo Siemens estarão disponíveis para os sistemas Android e IOS e podem ser baixados gratuitamente. Assinantes do Estadão terão direito a desconto na compra dos óculos de RV.

Fonte: Lucia Faria Comunicação Corporativa – Marco Barone

Rádios são indicadas a prêmio

Rádios Estadão e Eldorado são indicadas ao Prêmio APCA

Entre programas e radialistas, emissoras são indicadas a receber o prêmio de melhores do ano em quatro categorias

unnamed-2

As rádios Estadão e Eldorado são destaque na edição deste ano do prêmio APCA, da Associação Paulista de Críticos de Artes (APCA). A entidade definiu na última sexta-feira (4), os programas e radialistas indicados a receber o prêmio de melhores do ano. A Rádio Estadão tem três finalistas: melhor produtora (Ana Paula Niederauer, com a produção do jornal Estadão no Ar); melhor repórter (Marcel Naves com a Blitz Rádio Estadão) e melhor colunista (José Nêumanne Pinto com o Direto ao Assunto). A Rádio Eldorado também concorre com o Prêmio Especial do Júri pela programação do Dia da Música Popular Brasileira.

“A indicação destes três profissionais que fazem o que gostam com prazer e profissionalismo é um grande prêmio de reconhecimento para todos os profissionais da Rádio Estadão”, diz Paula Marinho, gerente de Jornalismo da Rádio Estadão.

unnamed-1Nos últimos anos, as emissoras já foram agraciadas com o Prêmio. No ano passado, a Eldorado levou o Destaque do Ano, com Back to Black, apresentado por Sergio Scarpelli. Em 2014, a Estadão conquistou o prêmio na categoria Cultura Geral de Rádio pelo programa Estadão Noite, com os jornalistas Emanuel Bomfim e Júlio Pacheco. Em 2013, a Estadão recebeu o APCA para o Panelinha no Rádio, como melhor programa de Variedades. Em 2012, o Chocolate Quente, levou como o Melhor Programa Musical de Rádio. O extinto programa Gira Brasil da Estadão/ESPN levou o prêmio em 2011 na categoria Variedades. A cobertura da, ainda, Eldorado/Estadão para a Copa do Mundo de 2010 foi reconhecida como a Melhor Cobertura Jornalística do ano.

Fonte: Lucia Faria Comunicação Corporativa – Marco Barone

Global Creativity Report 2016

Cannes Lions divulga resultados do Global Creativity Report 2016

Relatório aponta números do Festival deste ano e mostra o Brasil em posição de destaque. Grey Brasil entrou na lista de Innovation Agency of the Year

unnamed

O Estadão, representante oficial do Cannes Lions Festival Internacional de Criatividade, informa que a organização do evento divulgou esta semana os resultados do Global Creativity Report, que aponta o ranking e as análises do Festival deste ano e que é visto dentro do mercado como padrão de referência para a excelência criativa em todo o mundo.

Segundo os dados, o Cannes Lions 2016 recebeu um recorde de 43.101 inscrições de 91 países. Os 24 prêmios Lions foram avaliados por 387 jurados e 61 países levaram troféus para casa. Entre os destaques do documento está São Paulo, que ficou em terceiro lugar entre as cidades com melhor desempenho individual, atrás somente de Nova York e Londres.

“Estamos muito satisfeitos em anunciar os resultados do relatório deste ano que servem de barômetro para os trabalhos mais inspiradores e criativos no mundo. Juntamente com o Festival de oito dias em junho, temos o prazer de oferecer conhecimento inestimável e conteúdo instigante para impulsionar o crescimento do negócio”, disse José Papa, diretor-gerente de Cannes Lions.

O Global Creativity Report mostra os trabalhos premiados, destaca os países e cidades, agências e networks mais criativos do mundo e identifica as tendências e temas mais relevantes da comunicação de marca. O relatório incorpora resultados do Cannes Lions, Lions Health, Lions Innovation e o novo Lions Entertainment.

Auckland, Nova Zelândia, assegurou um quarto lugar impressionante, passando de 19ª posição em 2015, confirmando a ascensão da Ásia-Pacífico no ranking das cidades. Tóquio ficou em 6º lugar, Melbourne em 160º, Bangkok em 170º e Mumbai em 200º, enquanto que Sydney teve queda consistente, ficando em 130º neste ano (9º em 2015 e 8º em 2014).

A Samsung ocupou o primeiro lugar no ranking de clientes (segundo em 2015). A Burger King assegurou o segundo lugar (havia sido quinto em 2015) e a Microsoft ficou em terceiro lugar. O ano de 2016 também foi forte para os mercados emergentes, Este ano, pela primeira vez, recebeu inscrições da Moldávia; além do primeiro Leão para El Salvador, Bangladesh, Arábia Saudita e Croácia e um primeiro ouro para Taiwan, em Entertainment Lions.

samsung-1163504_640Quatro agências da América do Sul figuraram na lista de Innovation Agency of the Year: Maruri Grey, Guayaquil, Equador, ocupou o segundo lugar; J.Walter Thompson Costa Rica, San José, em quinto; Grey Brasil, São Paulo, em oitavo; e McCann Lima, Peru, na 11ª posição. Três agências brasileiras entraram no top ranking de Health Agency of the Year: Havas Life, São Paulo, na sexta posição; Triunfo Sudler Brasil, Campinas, no 12º e McCann Health, São Paulo, na 17ª posição.

Os criativos com melhor desempenho também constam do relatório, incluindo diretores de arte, redatores, diretores de criação e diretores. Nicolas Hardy, da Argentina, tornou-se o diretor número um, uma primeira vez para o país, e Atul Kattukaran é o primeiro diretor indiano a figurar no top 10.

O Global Creativity Report também apresenta listagens completas para prêmios especiais, incluindo Agency of the Year, Network of the Year, Holding Company of the Year e Independent Agency of the Year, e estão disponíveis no Cannes Lions Archive onde o relatório pode ser acessado na íntegra mediante uma taxa de assinatura. Informações adicionais podem ser encontradas em: www.canneslionsarchive.com.

A edição 2017 do Cannes Lions Festival Internacional de Criatividade acontece entre 17 e 24 de junho, Cannes, França.

Fonte: Lucia Faria Comunicação Corporativa – Marco Barone

Novidade no Estadão

Página B2 do Estadão apresenta novidades

Totalmente reformulado graficamente e em seu conteúdo, espaço terá nova coluna, artigos e análise de cenários aos finais de semana

unnamed-2

Desde quinta-feira (20), a página B2 do caderno E&N (Economia & Negócios), do Estadão, apresenta novidades. O espaço ampliará a cobertura sobre o tema, com nova coluna de notas exclusivas, artigos de opinião e, ao fim da semana, cenário com os fatos mais marcantes dos dias anteriores. Para isso, foi totalmente reformulada graficamente e em seu conteúdo.

Como principal novidade está a estreia da Coluna do Broad (diminutivo adotado pelos profissionais do mercado para o Broadcast, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado). A coluna ficará sob responsabilidade das jornalistas Aline Bronzati, Cynthia Decloedt e Fernanda Guimarães e coordenação do editor de Empresas e Setores, Márcio Rodrigues. As notícias exclusivas sobre o mundo dos negócios serão publicadas nas edições de terça a sexta-feira e, ainda, aos domingos. Sua versão on-line estará no portal do Estado.

Além disso, depois de 23 anos como colunista diário de Economia (dez deles no Jornal da Tarde e 13 no Estadão), o jornalista Celso Ming continuará publicando seus textos na mesma página B2, mas agora às quintas-feiras, sextas-feiras e domingos. “Espaçar as colunas foi uma decisão pessoal, compartilhada com a diretoria do jornal, para que eu possa aprofundar e refletir um pouco mais sobre os temas econômicos”, disse Ming.

unnamed-9Com a mudança, às quartas-feiras, o espaço passará a ter as análises da economista Mônica de Bolle, que desde março já escreve semanalmente nas páginas do jornal. Ela é Ph.D. em Economia pela London School of Economics, com especialização em crises financeiras. Chefiou a área de pesquisa macroeconômica internacional do Banco BBM de 2005 a 2006 e foi economista do Fundo Monetário Internacional (FMI), em Washington, entre 2000 e 2005. Monica é professora adjunta na Johns Hopkins University e na PUC-RJ.

Nas segundas-feiras, terças-feiras e sábados, colunistas vão se alternar no espaço que até então era ocupado por Celso Ming nesses dias. O editorial econômico continua sendo publicado de terça-feira a domingo. Na segunda-feira, serão mantidos o infográfico Mapa da Bolsa, com as ações que mais subiram e as que mais caíram na semana anterior, e o Primeira Pessoa, uma breve entrevista com empresários e executivos em destaque no mundo dos negócios. Além disso, nesse dia o leitor terá a agenda comentada da semana, com indicadores nacionais e internacionais, além de eventos e definições políticas importantes para a tomada de decisão.

A informação econômica de relevância para os agentes de negócios contará, ainda, com o Cenário Semanal, que sairá todos os sábados. O texto abordará os aspectos e movimentos mais significativos dos mercados financeiros e agrícola durante a semana e apontará as tendências para os pregões seguintes. Os indicadores econômicos, que eram publicados em uma página no caderno de Economia, foram condensados e passam a sair na página B2, exceto às segundas-feiras.

Fonte: Lucia Faria Comunicação Corporativa – Marco Barone

Especial de jazz na Eldorado FM

Rádio Eldorado apresenta série especial sobre jazz

A partir de 20 de outubro, emissora estreia o especial Edição Limitada, com apresentação do músico Lupa Santiago

unnamed-2

Historicamente, o jazz sempre teve espaço de destaque na Rádio Eldorado. A emissora, desde a sua fundação, em 1958, procura levar aos seus ouvintes as novidades ou colocar em sua programação atrações vinculadas ao gênero – uma das poucas emissoras do País a dedicar tanto espaço ao ritmo. Agora, o jazz vira tema de série especial na Eldorado. A partir dia 20 (quinta-feira) estreia o “Edição Limitada”.

Apresentada pelo músico Lupa Santiago, guitarrista de jazz e membro da diretoria do IASJ (International Association of Schools of Jazz), a série será composta de nove capítulos semanais sobre obras-primas fundamentais na história do jazz. A cada semana, um novo álbum será revisitado a partir de comentários e informações sobre a concepção estética e os autores e instrumentistas envolvidos.

“A proposta é compreender porque estes clássicos se tornaram tão essenciais, tendo como baliza o contexto histórico, as inovações de linguagem e, também, a recepção popular”, explica o músico. Fugindo de qualquer lastro acadêmico ou discurso empolado, ele mostrará o quanto estes temas são envolventes, comunicativos e referendam verdadeiros gênios do jazz.

Além do programa “cheio” com meia hora de duração, veiculado todas as quartas-feiras, às 20h, o ouvinte também terá drops espalhados diariamente na programação antecedendo a atração central. O último capítulo entre os nove, programado para 21 de dezembro, aproveitará o clima natalino para destacar um importante álbum vinculado a data festiva: “A Swingin’ Christmas”, de Tony Bennett & The Count Basie Big Band.

A seguir, os discos selecionados para a série:

Álbum: Know What I Mean?
Artistas: Cannonbal Adderley/Bill Evans
Ano: 1961
Sinopse: Um álbum para “levantar todos do sofá”. Adderley/Evans, ambos recém saídos do grupo de Miles Davis, gravam esta obra prima.

Álbum: The Bridge
Artista: Sonny Rollins
Ano: 1962
Sinopse: Disco mais famoso de Sonny Rollins, marco na história na substituição do piano pela guitarra em seu quarteto.

Álbum: Time Out
Artista: Dave Brubeck
Ano: 1959
Sinopse: Entre os álbuns mais vendidos na história do Jazz, com vários hits, marca a renovação nas métricas ímpares na música popular.

Álbum: John Coltrane & Johnny Hartman
Ártistas: John Coltrane e Johnny Hartman
Ano: 1963
Sinopse: O mais lindo álbum de baladas, o cantor de voz mais grave na história, ao lado de Coltrane, mostrando todo seu lirismo.

Álbum: Sidewinder
Artista: Lee Morgan
Ano: 1963
Sinopse: Sucesso de vendas, álbum mais conhecido de Lee Morgan, marcou a história do jazz pela música título, com um groove de soul jazz/boogaloo que recolocou o jazz nas rádios.

Álbum: Round About Midnight
Artista: Miles Davis
Ano: 1957
Sinopse: Lindíssimo disco do trompetista Miles Davis tocando clássicos com seu quinteto. Trabalho marca sua entrada na Columbia Records.

Álbum: My Song
Artista: Keith Jarrett
Ano: 1978
Sinopse: Álbum que define a mistura do jazz europeu e norte-americano com composições de tirar o fôlego.

Álbum: Heavy Weather
Artista: Weather Report
Ano: 1977
Sinopse: Álbum mais importante deste grupo que foi um dos maiores responsáveis pela entrada de instrumentos elétricos e eletrônicos no jazz (baixo elétrico, teclados, sintetizadores).

Toda a programação da emissora pode ser ouvida pelo Território Eldorado (www.territorioeldorado.com.br) e pela fanpage da emissora (www.facebook.com/radioeldorado), que disponibiliza player ao vivo.

Fonte:Lucia Faria Comunicação Corporativa – Marco Barone

Só MPB na Eldorado FM

Eldorado se transforma em rádio de MPB por um dia

Durante o Dia da Música Popular Brasileira, 17 de outubro, emissora terá programação exclusiva de MPB

unnamed-2

Mesmo não sendo uma emissora que toca somente música popular brasileira (MPB), a Rádio Eldorado sempre reservou espaço nobre para a ela. E histórico. Além de ter sido a primeira rádio a tocar Bossa Nova, antes mesmo de o estilo ser batizado assim, entre outros pioneirismos, a música brasileira é e sempre foi um dos principais pilares de sua programação. Além dos inúmeros artistas que estão na playlist, a grade da emissora conta com dois programas diários dedicados a esse universo: “Som a Pino”, apresentado por Roberta Martinelli, e o “Canta Brasil”. Prova disso, a Eldorado será a única emissora nacional que celebrará, no próximo dia 17 (segunda-feira), o Dia da Música Popular Brasileira.

Durante 24 horas, a emissora terá uma programação exclusivamente de MPB. A data celebra o dia de nascimento de Chiquinho Gonzaga e o ouvinte da Eldorado ganhará uma celebração à altura. Mais, essa data passa a ser oficialmente o dia em que a Eldorado se transformará em uma rádio de música brasileira. Por um único dia dentro do ano a ação terá inúmeros desdobramentos editoriais, com quadros, programas, especiais, entrevistas, arquivos históricos, lançamentos e a interatividade com os melhores ouvintes.

“Será um dia em que este nosso importante patrimônio cultural terá o olhar apurado daqueles que fazem a Eldorado FM, em uma dinâmica de reverência e de olhar para o futuro. A MPB tem importância fundamental na história da emissora e vários artistas reconhecem a importância da Eldorado em suas carreiras”, afirma Emanuel Bomfim, diretor artístico da Rádio Eldorado.

Saiba como será o Dia da Música Popular Brasileira na Rádio Eldorado:

– No dia 17 de outubro, a rádio tocará somente música brasileira, das 6h à meia-noite, entre clássicos, novidades, hits, lados-B, inéditas e exclusivas

– Todos os programas musicais vão aderir à proposta:

– Sunrise – traçará um panorama do rock nacional

– Diversão – destacará as versões inusitadas da MPB

– Reserva Eldorado – preparará playlist com clássicos da música brasileira

– Som a Pino – além de reverenciar os novos nomes da música brasileira, Roberta Martinelli recebe convidados especiais no programa

– Eldorado Rádio Blog – a atração receberá gerações diferentes para refletir sobre referências e ligações estéticas. Chico César e Dani Black participam no estúdio da primeira parte; e Maurício Pereira e Tim Bernardes (O Terno), da segunda

– Música Particular Brasileira – ao longo do dia, personalidades de diferentes áreas e artistas vão escolher seus próprios clássicos e apresentá-los na programação.

– Os colunistas da emissora embarcam na proposta e preparam edições especiais: Paula Lima fará drops especial do “Chocolate Quente”, destacando a produção Black da música brasileira; Sergio Scarpelli, do “Back to Black” (vencedor do APCA), fará o mesmo exercício estético; Maria Rita Alonso virá com uma edição da “Moda e a Cidade” refletindo sobre a produção fashion do Brasil; Baba Vacaro, que apresenta o “Navega”, destacará o rico histórico do design brasileiro; Paulo Lima, apresentador do “Trip FM”, resgatará de seu baú de entrevistas aquelas relacionadas com o tema; Igor Muller, do “Lendo Orelhas”, selecionará livros imperdíveis da literatura nacional; Marina Person, em seu “Cinedrops”, discorrerá sobre o cinema brasileiro e sua ligação com a nossa canção; o chef Ivan Achcar, do “Quantidades Absurdas”, trará os pratos e ingredientes típicos da gastronomia brasileira.

– O Território Eldorado, portal da Rádio Eldorado, contará com produção editorial vinculada ao dia, com reportagens, galerias e playlists nesta seara

– Especial das 20h: “Prêmio Visa, dez anos depois” – bate papo com os três primeiros vencedores do histórico prêmio: André Mehmari (edição instrumental), Mônica Salmaso (edição intérprete) e Dante Ozzetti (edição compositores)

– A Voz dos Melhores Ouvintes: no final do dia, será o ouvinte quem dará a tônica da programação. Entre 21h e meia noite, os pedidos feitos via WhatsApp da Eldorado serão contemplados

Toda a programação da emissora pode ser ouvida pelo Território Eldorado (www.territorioeldorado.com.br) e pela fanpage da emissora (www.facebook.com/radioeldorado), que disponibiliza player ao vivo.

Fonte: Lucia Faria Comunicação Corporativa – Marco Barone

Novidade no Caderno 2

Roberta Martinelli estreia coluna no Caderno 2

Apresentadora do Som a Pino, da Rádio Eldorado, terá espaço semanal a partir desta quinta-feira (6)

unnamed-2

O Caderno 2, do Estadão, abre espaço para a Música Popular Brasileira. A partir desta quinta-feira (6), o suplemento cultural do jornal passa a publicar a coluna Som a Pino, assinada por Roberta Martinelli, que apresenta, de segunda a sexta-feira, das 12h às 13h, programa com o mesmo nome na Rádio Eldorado. Em sua coluna, Roberta antecipará lançamentos, escolherá “a música da semana”, destacará fotos exclusivas, apresentará discos, refletirá sobre a produção atual da música brasileira, indicará shows, entre outros assuntos pertinentes a este segmento.

MF SAO PAULO/SP - 29/06/2016 - APRESENTADORA / MARTINELLI - CADERNO 2 - Roberta Martinelli, nova apresentadora da Radio Eldorado. FOTO: MARCIO FERNANDES/ESTADAO

Roberta Martinelli

Roberta Martinelli é apresentadora, criadora e curadora do programa Cultura Livre, na TV Cultura. É também apresentadora do programa Prelúdio, único concurso de música clássica na TV Cultura ao lado do Maestro Júlio Medaglia. Foi jurada de prêmios e seleções de melhores do ano em vários veículos (Folha de São Paulo, Estado de São Paulo, Rolling Stone, Multishow, Prêmio Governador do Estado, entre outros), fez parte da comissão de especialistas do Edital Natura Musical. Foi professora de jornalismo cultural em rádio na pós-graduação da Fundação Armando Álvares Penteado (FAAP/SP). É formada atriz pelo Teatro Escola Célia Helena. Atualmente faz pós- graduação em Canção Popular na Faculdade Santa Marcelina.

Fonte:Lucia Faria Comunicação Corporativa – Marco Barone

Discute vai ao ar

Rádio Estadão estreia Estadão Discute

Programa começa neste sábado, 27. Emissora mexe na grade do final de semana

unnamed (1)

Uma conversa com convidados especiais sobre o principal assunto da semana no Brasil e no mundo. Esta será a tônica do Estadão Discute, novo programa da Rádio Estadão, que estreia neste sábado, dia 27, às 20h – também haverá uma edição aos domingos, no mesmo horário. Apresentada por Haisem Abaki, a atração tem como objetivo apresentar o ponto de vista mais detalhado sobre o tema mais relevante daquela semana.

Com a estreia, a Rádio Estadão fortalece a grade de programação de final de semana. Assim, aos sábados e domingos, a noite da rádio será a seguinte: das 20h às 21h, Estadão Discute; da 21h às 22h, Entre Nós; da 22h às 23h, Adega no Rádio; e das 23h às 24h, Estadão Noite Melhores Momentos.

“Pensamos em um programa de acordo com o perfil do ouvinte de sábado e domingo, que é mais eclético. As atrações desses dias tendem a ser mais temáticas e de interesse geral, com informação e opinião, mas sem deixar o hard news e notícias ao vivo, marcas da emissora”, afirma Paula Marinho, gerente de Jornalismo da Rádio Estadão.

Recentemente, o final de semana da Estadão ficou ainda mais diversificado. Quatro novos programas passaram a fazer parte da grade: Paladar no Ar, Oficina de Finanças, Tudo em Casa e Hora E+. As atrações marcam o intercâmbio entre as plataformas do Grupo Estado. Além do 92,9 FM, o Estadão Discute e toda programação da rádio podem ser ouvidos no site da emissora (www.radio.estadao.com.br), na fanpage (http://www.facebook.com/RadioEstadao) ou pelo aplicativo Estadão, disponível para iPhone e Android.

Sobre a Rádio Estadão – A Rádio Estadão é uma emissora do Grupo Estado, que apresenta jornalismo e música. Entre 6h e 10h, a rádio transmite o Estadão no Ar, seu principal produto, apresentando por Haisem Abaki e Alessandra Romano. Durante o dia, a rádio apresenta o Direto da Redação, em três edições, sempre recheado com notícias e muita prestação de serviço. O canal é transmitido em FM 92,9, em São Paulo, e também pela rede de emissoras afiliadas em todo o Brasil, além da web.

Fonte:Lucia Faria Comunicação Corporativa – Marco Barone

Road show de Cannes

Estadão e Fenapro promovem o Cannes Lions Road Show

Encontros de agosto acontecem no Espírito Santo, Santa Catarina e Pernambuco.
Amanhã, terça-feira (16), apresentação será em Vitória/ES

unnamed

O Estadão, representante oficial do Cannes Lions Festival Internacional de Criatividade, e a Federação Nacional de Agências de Propaganda (Fenapro) promovem, este mês, três novos encontros do Cannes Lions Road Show. Iniciadas em julho, as apresentações sobre a 63ª edição do maior festival de criatividade do mundo são direcionadas a agências de publicidade filiadas aos Sinapros (Sindicatos das Agências de Propaganda) nos diversos estados. As inscrições são gratuitas.

O próximo encontro será amanhã, terça-feira (16), em Vitória/ES, às 19h, no Auditório da Rede Gazeta (Rua Chafic Murad, 902 – Monte Belo). As inscrições para esse edição podem ser feitas pelo site atitudeedu.com.br, e-mail atitude.edu@prix.com.br ou pelo telefone (27) 2124-9740.

Na sequência, dia 18 (quinta-feira), acontece a apresentação em Florianópolis/SC. Também a partir das 19h, o encontro será na sede da Associação Catarinense de Empresas de Tecnologia – Acate (Rodovia SC 401, Km 4 – Bairro Saco Grande) e os contatos são: telefone (48) 3879-4558 ou e-mail contato@sinaprosc.com.br.

Por fim, dia 24 (quarta-feira), será a vez de Recife/PE. O evento, das 9h30 às 12h, ocorre no Auditório da TV Jornal (Rua Capitão Lima, 250 – Santo Amaro) e as inscrições devem ser feitas pelo site goo.gl/X3XTgj ou pelo telefone (81) 3277-3061, com Layza.

O Cannes Lions Road Show terá sequência em setembro. Para informações sobre as próximas datas, acesse http://www.fenapro.org.br/.

Fonte: Lucia Faria Comunicação Corporativa – Marco Barone

Programação olímpica

Rádios do Grupo Estado trazem programação em horário da Voz do Brasil

Entre 8 de agosto e 16 de setembro, rádios Estadão e Eldorado aproveitam a flexibilização do programa estatal durante as Olimpíadas e Paralimpíadas

unnamed (1)

As rádios Estadão e Eldorado também entram no espírito olímpico e aproveitam a flexibilização do horário da Voz do Brasil durante a realização de dois dos maiores torneios esportivos do mundo para apresentar atrações especialmente preparadas para essa oportunidade. Entre os dias 8 de agosto e 16 de setembro, durante os eventos, o programa de rádio estatal será transmitido às 21h e as emissoras aproveitarão o tradicional horário para estar ainda mais perto dos seus ouvintes.

Nesse período, entre 19h e 20h, as emissoras levarão ao ar atrações inédita, especialmente preparadas e pensadas para atender o ouvinte em um horário em que ele deixa de ouvir as rádios – ou deixou de ouvir. A Rádio Eldorado foi a primeira emissora que, no passado, obteve o direito de deixar de passar o programa governamental.

Na Estadão, serão dois novos produtos na grade para engrossar a cobertura olímpica. O esportivo Rio 2016 no Ar, no ar todos os dias das 19h às 20h, ancorado por César Sacheto e produzido por Diego Carvalho, trará notícias, participação da reportagem e entrevistas sobre a competição. Outra novidade será o boletim Rio 2016, em três edições diárias de segunda a sexta-feira (8h10, durante o Estadão no Ar; 12h20, no Estadão Esporte Clube; e 19h30 no Rio 2016 no Ar). Contará com a participação da reportagem da editoria de Esportes do Estadão atualizando o dia de competições, além do quadro de medalhas para o Brasil. Será produzido pelos repórteres Demétrio Vechiolli, que fará os boletins ao vivo das 08h10 e 12h20, e Raphael Ramos, às 19h30.

unnamed (2)Já a Eldorado, levará ao nesses dias A Voz dos Melhores Ouvintes, abrindo sua programação para os pedidos dos ouvintes. Apresentado por Paula Baldassarri e Emanuel Bomfim, o programa será formado pelas sugestões musicais enviadas pelos canais de interatividade da emissora: WhatsApp, Facebook, Twitter e e-mail. Eventualmente, a atração receberá convidados especiais para que eles façam e comentem a própria playlist.

Fonte:Lucia Faria Comunicação Corporativa – Marco Barone