Curso gratuito para jornalistas em SJCampos

FAAP recebe até 05/08 as inscrições para a 3.ª turma de curso gratuito para jornalistas

Programa terá 7 aulas e será realizado na unidade de São José dos Campos, com aulas sobre economia, política internacional, big data, empreendedorismo, entre outros temas

A Fundação Armando Alvares Penteado (FAAP) está formando a 3.ª turma do Agenda Brasil – curso gratuito para jornalistas. O programa de aulas contempla temas que fazem parte da agenda e da cobertura diária da imprensa, contribuindo para a troca de informações que podem ajudar no trabalho do repórter.

O curso será realizado uma vez por semana, das 9h30 às 12h30, a partir do próximo dia 14 de agosto, sempre às terças-feiras, com exceção do dia 22/8, quando a aula ocorrerá em uma quarta-feira.

Para participar, o jornalista deve fazer a inscrição até 05 de agosto. O processo seletivo compreende duas etapas:

  • preenchimento da ficha de inscrição online, disponível no link: http://bit.ly/AgendaBrasil_2018_SJC
  • envio de carta de recomendação assinada pelo superior direto e currículo atualizado para o e-mail agendabrasil@faap.br

O corpo docente do curso é formado por professores de São Paulo e de São José dos Campos. Confira a lista, por ordem de aula:

Prof. Eduardo Mekitarian
Profª Fernanda Magnotta
Prof. Lincoln Firoozmand
Prof. Ednei Januário
Embaixador Rubens Ricupero
Prof. Felipe Barros
Profª Talita Rosa

Todos os alunos recebem certificado de conclusão de curso de extensão. Mais informações podem ser obtidas com a Assessoria de Imprensa da FAAP, pelos e-mails fabiana@oboecomunicacao.com.br e iracema@oboecomunicacao.com.br ou, ainda, pelos telefones (11) 3662-7270 / 7271.

Sobre o Agenda Brasil

O Agenda Brasil foi criado em 2004, no campus de São Paulo, e já contou com a participação de mais de 400 jornalistas da grande imprensa e de publicações especializadas e segmentadas. Em 2016, a FAAP realizou a primeira edição do curso nas unidades de São José dos Campos e de Ribeirão Preto, com a participação de jornalistas dos principais veículos das duas regiões.

Agenda Brasil – São José dos Campos

Período de inscrições: até 5 de agosto

Ficha de inscrição: http://bit.ly/AgendaBrasil_2018_SJC

Anúncio dos selecionados: 8 de agosto

Período de matrícula: de 8 a 12 de agosto

Local do curso: FAAP SJC

Endereço: Av. Dr. Jorge Zarur, 650

Carga horária: 21 horas – aulas nos dias 14, 22 e 28 de agosto; 4, 11, 18 e 25 de setembro

Fonte: OBOÉ COMUNICAÇÃO CORPORATIVA – Fabiana Dourado

Uma pergunta

Perguntando para uma jornalista

O “Uma pergunta” resolveu questionar quem geralmente questiona: um jornalista. E fomos conversar com uma jovem jornalista que atua na área de assessoria de comunicação/imprensa, a Bruna Sales.

A Bruna é graduada pela Universidade de Mogi das Cruzes, foi estagiária do Jornal Mogi News e Diário do Alto Tietê e editora do portal Bombarco, especializado em conteúdo náutico. Atuou como assessora de imprensa do Banco GMAC, Hotel.info e Isover, pela agência Casa da Notícia.

Foi assessora de comunicação na Prefeitura Municipal de Caçapava e assessora de imprensa na agência KMS Comunicação, atendendo as unidades do Senac Guaratinguetá e São José dos Campos.

Hoje atua na agência Cápsula – Vale do Paraíba, com atendimento a clientes na área de moda, gastronomia, saúde, beleza, bem-estar e negócios.

guten6

Vamos a pergunta:

Qual o principal desafio para o jornalista que atua com assessoria de comunicação?

O primeiro desafio a vencer nesta área é fazer o cliente entender a importância da assessoria de imprensa ou comunicação, para a empresa ou profissional em questão. Muitos ainda não sabem o que é, ou não entendem como a assessoria pode impactar de forma positiva e grandiosa nos resultados eficazes de comunicação.

E essa dificuldade é nitidamente vista na nossa região. O Vale do Paraíba, apesar de possuir grandes empresas e marcas, ainda é uma região que peca muito na forma de se comunicar.

A assessoria de imprensa vai muito além da foto publicada na coluna social, ela constrói a imagem, dá credibilidade, e estrutura o profissional e/ou a empresa para voos mais altos e caminha além das fronteiras, alcançando o público alvo de forma certeira e promovendo uma comunicação de perto.

O segundo desafio é o cliente perceber que para a construção de uma boa imagem leva-se tempo, e nada é de uma hora para outra. Vivemos um dia a dia corrido e concorrido. Nas redações chovem e-mails com sugestões de pautas e emplacar aquele cliente na matéria não é coisa fácil. É preciso habilidade, calma, jeitinho, e acima de tudo, ideias e dados concretos que sejam de interesse público. Quando um cliente quer estar além da coluna social, ele precisa ter calma e sabedoria para entender que pode demorar, mas aquela participação na reportagem do jornal das 19h vai acontecer e vai mudar a forma do seu público te enxergar.

A assessoria de imprensa é primordial para as empresas e profissionais que acreditam que a comunicação é uma arma poderosa para o sucesso e reconhecimento. Quanto mais você aparece, mais você é lembrado, e quanto mais você é lembrado, mais você vende, mais você se torna referência. E que empresa e profissional não quer ser lembrado?

Saiu o Top Imobiliário

Gafisa e Abyara são os grandes destaques do 23º Top Imobiliário

Adolpho Lindenberg, da Construtora Adolpho Lindenberg S/A, recebe homenagem com o Prêmio Estadão Destaque do Mercado Imobiliário

topimob

O Estadão entregou, ontem, quarta-feira (8), os prêmios aos vencedores da 23ª edição do Top Imobiliário, nos segmentos Incorporadoras, Construtoras e Vendedoras, em festa que reuniu cerca de 400 pessoas na Casa Charlô. O prêmio é uma iniciativa do jornal, com parceria da Empresa Brasileira de Estudos do Patrimônio (Embraesp) e do Sindicato da Habitação (Secovi-SP), com o objetivo de reconhecer aqueles que engrandecem esse setor, sejam empresas ou pessoas.

A festa teve como vencedoras as empresas Gafisa (Incorporadoras e Construtoras) e Abyara (Vendedoras). Essa definição teve como base o ranking produzido pela Empresa Brasileira de Estudos do Patrimônio (Embraesp), com base na pesquisa de lançamentos imobiliários na região Metropolitana de São Paulo. Cinco quesitos são avaliados: números de lançamentos, de blocos, de unidades, área total construída e o Valor Geral de Vendas (VGV) lançado.

Homenagens – Durante o evento, o empresário Adolpho Lindenberg, da Construtora Adolpho Lindenberg S/A, recebeu o Prêmio Estadão Destaque do Mercado Imobiliário por sua contribuição ao mercado ao longo de mais de seis décadas de atuação nas áreas de construção e urbanismo. Alberto Botti e Marc Rubin, da Botti Rubin Arquitetos Associados – o mais antigo escritório brasileiro em atividade -, receberam o Prêmio Luiz Antonio Pompéia ao “Pensador de Cidades”, que é bienal e foi criado em 2003.

Na cerimônia, Gafisa, MRV e Camargo Corrêa também receberam o troféu especial Estadão Marcas Mais, por terem sido as empresas do segmento que se destacaram no ranking realizado pelo jornal, em parceria com a Troiano Branding, que avalia com profundidade o engajamento dos consumidores com as marcas.

Conheça os vencedores deste ano:

tabelatop

Sobre o Top Imobiliário – O Top Imobiliário foi criado pelo Estadão com o objetivo de reconhecer e destacar a importância do mais respeitado mercado imobiliário do Brasil, o de São Paulo, e apresentar as empresas que mais se destacaram. Para identificar as empresas vencedoras, o Estadão utiliza o ranking produzido pela Empresa Brasileira de Estudos do Patrimônio (Embraesp), desde 1977, com base na pesquisa de lançamentos imobiliários na região Metropolitana de São Paulo. O Top Imobiliário é reconhecido como o principal prêmio da indústria imobiliária brasileira. Participam empresas incorporadoras, vendedoras, construtoras. Além disso, o Top Imobiliário homenageia um profissional de grande contribuição para a formação e o desenvolvimento do setor, com o Prêmio Estadão Destaque do Mercado Imobiliário.

Fonte: Lucia Faria Comunicação Corporativa – Marco Barone

Estadão é o primeiro jornal brasileiro no Telegram

Leitores podem receber manchetes e principais notícias do dia pelo aplicativo

unnamed

O recente bloqueio de 24 horas ao WhatsApp não afetou a maioria dos leitores do Estadão que queriam receber notícias pelo seu celular. O jornal, que envia manchetes e principais notícias aos leitores por meio do app de comunicação mais popular, continuou a fazer isso pelo Telegram. O Estadão é o primeiro jornal brasileiro a usar o aplicativo para se comunicar com seus leitores.

Desde abril, o jornal seleciona as principais notícias do dia e envia por meio de três aplicativos de mensagens instantâneas: WhatsApp, Telegram e MyPush. No caso do Telegram, que teve um incremento de acessos em razão do bloqueio do concorrente, o Estadão já conta com mais de 1,3 mil membros na comunidade que organiza. Além de manchetes, os leitores recebem três vezes ao dia vídeos relevantes e áudios das entrevistas mais importantes veiculadas pela Rádio Estadão, além de breaking news.

No WathsApp já são mais de 6 mil pessoas cadastradas. As informações são enviadas em três horários fixos por dia: 8h, 12h e 18h. Notícias de última hora também são enviadas aos usuários. No MyPush (onde o Estadão também é pioneiro), são 370 assinantes que têm as informações em seus celulares durante todo o dia.

Saiba como se cadastrar:

– Telegram – baixe o aplicativo gratuito no celular (disponível para Android e IOS) e procure por @estadao e comece a receber as informações.

– WhatsApp – adicionar nos contatos do celular o número (11) 99406-2903 e pedir a inclusão no grupo. Os participantes farão parte de um núcleo de transmissão, ou seja, serão notificados apenas pelo ‘Estado’, que administra o grupo. Não é possível conversar entre si, apenas receber informações do jornal.

– MyPush – os serviços do Estado no MyPush estão disponíveis gratuitamente para IOS, Android e Windows Phone. O funcionamento do serviço é muito simples. Basta baixar o aplicativo do MyPush, procurar o canal Estadão e assiná-lo gratuitamente.

telegram-isisJornal impresso nos smartphones – O Estadão não para de inovar. Agora, o leitor pode ter toda a edição impressa do jornal em versão digital direto no seu smartphone, seja iPhone ou com sistema operacional Android. Por meio do novo aplicativo Estadão – Edição Digital, que está disponível gratuitamente na AppStore e no GooglePlay, o usuário pode comprar e ler todas as edições, incrementadas com recursos interativos. O novo aplicativo para smartphones traz a mesma experiência da versão para tablets. Apostando na tendência de consumo de notícias em dispositivos móveis.

O recurso também dá acesso ao Estadão Noite, edição liberada às 20h de segunda a sexta, disponível gratuitamente por tempo limitado. Com o aplicativo Estadão – Edição Digital, o usuário é notificado sempre que uma nova edição fica disponível para leitura. Quem já é assinante pode baixar as edições digitais do jornal para ler quando estiver sem conexão com a internet. Quem não é assinante pode comprar edições avulsas por meio do aplicativo.

O Estado foi o primeiro jornal brasileiro a ter uma versão específica para tablets, lançada em abril de 2010, mesmo dia em que o iPad chegou às lojas dos EUA. “Com a oferta da edição digital para smartphones, o Estadão mostra mais uma vez que está alinhado com as principais tendências”, diz Luis Fernando Bovo, editor executivo de Conteúdos Digitais do Estado.

Fonte:Lucia Faria Comunicação Corporativa – Marco Barone

Documentário aborda os tempos da censura

Documentário relata resistência do Estadão à censura militar

Estranhos na Noite – Mordaça no Estadão em Tempos de Censura tem pré-estreia neste sábado (20) em sessão única no Memorial da Resistência

unnamed

Um dos períodos mais emblemáticos da história do Estadão acaba de virar filme. A resistência do jornal durante a ditadura militar e a censura pela qual o veículo passou são o tema do documentário Estranhos na Noite – Mordaça no Estadão em Tempos de Censura, com pré-estreia em sessão aberta neste sábado (20), às 14h, no Memorial da Resistência de São Paulo (antiga sede do Departamento de Ordem Política e Social – Dops).

Com roteiro do jornalista José Maria Mayrink, direção do cineasta Camilo Tavares e produção do próprio Estadão, Estranhos na Noite – Mordaça no Estadão em Tempos de Censura mostra os fatos desse período, por meio de depoimentos dos jornalistas e outros profissionais que trabalhavam na redação naquela época.

O filme também traz depoimentos das atrizes Eva Wilma e Irene Ravache e do ex-ministro Delfim Neto. O jornal foi único veículo a recusar a autocensura e, por isso, teve censores atuando diariamente por três anos em sua sede como forma de proibir a publicação de notícias incômodas ao governo.

Para contar os bastidores dessa história única na imprensa brasileira e mundial, Mayrink, também autor do livro Mordaça no Estadão, e Tavares, que já havia dirigido o premiado O Dia que Durou 21 Anos, entrevistaram os jornalistas Ricardo Kotscho, Miguel Jorge, Carlos Chagas, Oliveiros Ferreira, Fernando Mitre, Flavio Tavares, Sérgio Mota Melo e outros profissionais que participaram desse importante capítulo da história brasileira.

Estranhos na Noite conta ainda como nasceu a estratégia de denunciar a censura aos leitores publicando versos de Luiz de Camões e receitas culinárias no lugar das notícias proibidas. Também relata como, mesmo depois do fim desse controle, o regime militar perseguiu jornalistas do Estadão com prisões, torturas e ameaças de morte.

Além dessa estreia, serão promovidas sessões de exibição com os funcionários do Grupo Estado e com o público externo em salas de cinema comerciais, instituições de memória, palestras em faculdades de jornalismo, entre outros eventos. Também serão distribuídos DVDs a leitores, mercado e outros públicos a serem definidos.

Serviço:
Sessão de pré-estreia do documentário Estranhos na Noite – Mordaça no Estadão em Tempos de Censura
Data: 20 de fevereiro (sábado), às 14h
Local: Memorial da Resistência de São Paulo (Largo General Osório, 66 – Luz)
Entrada gratuita (vagas limitadas) – serão distribuídas senhas no local a partir das 13h30

Fonte: Lucia Faria Comunicação Corporativa – Marco Barone

Fazendo sucesso internacional

Site do Estadão é finalista em dois importantes prêmios internacionais

Nova versão mobile do site está entre os projetos mais inovadores em mídias digitais no mundo

unnamed (1)

A versão mobile do site do Estadão, que entrou no ar em maio do ano passado, é finalista em dois dos mais importantes prêmios internacionais que reconhecem os projetos mais inovadores em mídias digitais no mundo: o Digiday Publishing Awards e o Pixel Awards. No primeiro, é um dos destaques na categoria “melhor estratégia de desenvolvimento de audiência”. Já na segunda premiação, disputa o prêmio de “Notícias e Publicações”.

O novo site alia o conteúdo do Estadão a recursos inovadores de leitura e compartilhamento de notícias. Com ferramentas de geolocalização, identifica onde está o leitor e fornece informações de trânsito e clima. O projeto foi desenvolvido em parceria com a agência digital Huge.

2cz35fFC

Poucos meses depois que disponibilizou a nova versão, o Estadão Mobile foi reconhecido como uma plataforma inovadora em outro prêmio internacional, o UX Awards, um dos mais importantes na área de experiência de usuários em plataformas digitais. O projeto do Estadão foi o único vencedor de um país fora dos Estados Unidos e Reino Unido e o único de uma empresa de comunicação.

Os vencedores do Pixel Awards serão escolhidos por meio de votação on-line, disponível no site do prêmio até 1º de março. Já os vencedores do Digiday Publishing Awards serão escolhidos pelos jurados e anunciados em 24 de março, em Nova York

Fonte:Lucia Faria Comunicação Corporativa – Marco Barone

Estadão fecha parceria com Facebook

Jornal será um dos primeiros parceiros do recurso Instant Articles no Brasil

O Estadão será um dos parceiros do Facebook na nova tecnologia que a empresa lança no Brasil: o recurso Instant Articles (artigos instantâneos, em inglês). A nova tecnologia permite que usuários da rede social em dispositivos móveis acessem notícias com maior rapidez. Por enquanto, as notícias só poderão ser acessadas neste formato no iPhone e iPad; usuários de Android devem ter uma versão da tecnologia nas próximas semanas.

unnamed (3)

A rede social mais popular do mundo – com 1,6 bilhão de usuários ativos por mês – começou a testar o novo recurso em maio, mas só o tornou disponível no iOS no início de outubro. O objetivo do Instant Articles é evitar que o usuário tenha de esperar muito tempo para que o conteúdo de uma notícia compartilhada na rede social seja carregado.

Na prática, quem usa o Facebook identificará um conteúdo disponível no formato do Instant Articles ao ver o ícone de um raio em uma notícia compartilhada na rede social. Ao encontrar o símbolo, basta que o usuário toque sobre a matéria e ela será exibida de forma mais rápida e em um formato desenvolvido especificamente para dispositivos móveis, com recursos que incluem a alteração do tamanho da fonte e a reprodução automática de vídeos.

facebook_2015_logo_detail

“Agora é o momento de lançar o recurso no Brasil, pois nossos parceiros já concluíram a integração de suas plataformas de conteúdo com o Facebook”, diz o líder de parcerias de mídia do Facebook na América Latina, Luis Olivalves. “Estamos implementando o Instant Articles com parceiros estratégicos, que já possuem uma boa distribuição de conteúdo no Facebook. No ano que vem, vamos abrir o recurso para todos os interessados.”

Atualmente, mais de 200 veículos de comunicação, entre eles o jornal The New York Times e a revista National Geographic, oferecem parte de seu conteúdo no Facebook por meio do Instant Articles. No Brasil, o Facebook anunciou 12 parceiros de conteúdo, entre eles o Estado. No total, mais de 40 organizações de mídia poderão utilizar o recurso para publicar notícias a partir desta terça-feira em cinco países da América Latina.

Mídia – De acordo com o Facebook, os veículos de comunicação que aderem ao Instant Articles ficam com 100% do valor obtido com a exibição de publicidade. No futuro, os veículos também poderão optar por deixar que o Facebook insira um anúncio na página e receba metade dos ganhos. Esta opção, porém, ainda não tem data para estrear no Brasil.

Para usar o Instant Articles, os veículos precisam integrar suas plataformas de publicação de conteúdo na web à rede social por meio das interfaces de programação de aplicativos (APIs) do Facebook. Isso permite que os veículos tenham acesso, em tempo real, às métricas de audiência das notícias publicadas por meio do Instant Articles.

Força nas redes sociais – além dessa parceria com o Facebook, recentemente o Estadão se associou ao Twitter para ser fornecedor de conteúdo da plataforma Moments, que acaba de chegar ao Brasil. O serviço, anunciado pela empresa no início de outubro e já disponível nos Estados Unidos, destaca os principais assuntos do momento para os usuários da rede social. O Brasil é o segundo país a receber o serviço, que permite que os usuários acompanhem os assuntos mais comentados na rede sem precisar seguir ninguém.

O jornal também foi considerado o veículo com maior engajamento da internet brasileira. Dados compilados periodicamente pela Bites, representante da NewsWhip no Brasil, colocam o Estadão como líder nacional em curtidas, compartilhamentos e recomendações em relação ao conteúdo publicado pelo seu site. Além disso, o estudo aponta que, nos primeiros cinco meses deste ano (o estudo é de junho), a publicação ficou à frente de veículos como The New York Times, The Guardian e Washington Post.

Fonte: Lucia Faria Comunicação Corporativa – Marco Barone

Estadão tem novo diretor de publicidade

Enrico Giannelli é novo diretor de Publicidade do Estadão

estadao

O Estadão informa a contratação de Enrico Giannelli, que assume uma das diretorias de Publicidade da empresa. O novo executivo responderá diretamente a Flávio Pestana, diretor executivo Comercial.

Com experiência multimeios acumulada ao longo de passagens por SBT, Discovery, SKY, pelo próprio Estadão, RBS, Infoglobo, Giannelli dirigirá a interação com as grandes agências de publicidade e coordenará toda a equipe de KAMs (key account managers) do Estadão, bem como as sucursais de publicidade e escritórios regionais.

Fonte: Lucia Faria Comunicação Corporativa – Marco Barone

Ministro estará presente

Joaquim Levy confirmado na cerimônia de entrega prêmio Estadão Empresas Mais

Ministro da Fazenda prestigiará evento que reconhecerá as mais eficientes e avançadas empresas do Brasil. Cerimônia será dia 29 (terça-feira), as 8h30, na Casa Petra

No próximo dia 29 (terça-feira), a partir das 8h30, o Estadão, em parceria com a Fundação Instituto de Administração (FIA), promove a entrega do prêmio Estadão Empresas Mais, que apontará as mais eficientes e avançadas empresas do Brasil. O evento, que acontecerá na Casa Petra (Avenida Aratãs, 1010 – Moema), contará com as presenças de Joaquim Levy, ministro da Fazenda, e Geraldo Alckmin, governador de São Paulo, entre outras autoridades e empresários.

A cerimônia é aberta à imprensa e os jornalistas devem confirmar presença pelos telefones (11) 3277-8891, ramal 32, e 99462-9496 ou pelos e-mails marco@luciafaria.com.br e grupoestado@luciafaria.com.br.
A premiação, que leva em conta o desempenho econômico, analisou 1,5 mil empresas, de 23 setores da economia, em todas as regiões do País. O ranking tem como base a classificação da Boa Vista Serviços – também parceira do projeto. Não só os balanços, usualmente avaliados em função dos resultados financeiros por elas obtidos, serão analisados, mas, conforme metodologia desenvolvida com a FIA, o Quadrante de Impacto (Q.I.), serão avaliados os resultados que elas entregam, ou seja, o melhor desempenho dessas organizações e de forma consistente. Além disso, na análise será considerado o histórico do desempenho das empresas nos últimos anos e não somente o ano anterior.

As 23 áreas que comporão o ranking do Estadão Empresas Mais são: Agronegócio, Alimentos e Bebidas, Atacado, Bancos, Crédito e Leasing, Construção, Educação, Eletroeletrônicos e Informática, Farmacêutica, Holdings, Máquinas e Equipamentos, Metalurgia e Siderurgia, Mineração e Petróleo, Papel e Celulose, Química e Petroquímica, Saúde, Seguros, Previdência, Capitalização e Fundos, Serviços, Telecom, Têxtil, Transporte, Utilidades e Serviços Públicos, Varejo e Veículos e Autopeças.

Projeto multiplataforma – O Estadão atuará com entregas diversas, aumentando a visibilidade do projeto. Além da cerimônia de entrega do prêmio, o jornal fará cobertura em suas páginas e será publicado caderno especial sobre o Estadão Empresas Mais. Um site dedicado, com acesso a assinantes, terá detalhes e análises de todas as empresas e setores. No dia seguinte ao evento de premiação estará à venda revista especial, com tiragem de 20 mil exemplares, circulação nacional e cerca de 400 páginas. Essa publicação terá chancela e análise do Broadcast, da Agência Estado.

Fonte: Lucia Faria Comunicação Corporativa – Marco Barone

Coluna Antecedentes Verbais

Me separei do Dia dos Namorados

Isa correta

Numa pesquisa rápida no Google, descobri que quem inventou o Dia dos Namorados no Brasil foi João Dória, publicitário figurão do século passado.

Acho Dia dos Namorados e todas essas datas comemorativas pura gastação de dinheiro. Mas a economia tem que andar e eu gosto de dar presente, então me deixa.

O que incomoda não é a minha grana ir ladeira abaixo, mas como o Dia dos Namorados é tratado.

Os telejornais, muito preocupados com a solteirice das moças – só das moças, porque não entrevistam homens sozinhos – apresentam manchetes escandalosas do tipo “AGORA VAI”. E, na rápida entrevista, alguém pergunta o que a donzela faz tão solitária no shopping e se já cuidou das tais simpatias pra amarrar seu tourão domesticado.
Ou então, muito preocupados com o que as entrevistadas vão ganhar, eles arriscam palpites como “O que tem na sacola? Maquiagem pra ficar mais bonita pro namoradão?”.

O tratamento dado às mulheres pelo jornalismo de massa é o mesmo da propaganda de artigos domésticos: submeta-se a alguém. E quem disse que é só no Dia dos Namorados?

tumblr_mxly9w8ovx1r7w5w0o1_500

O mundo evoluiu. Mas ainda parece se assustar com moças que estão solteiras aos 39 anos e não querem panelas de presente. Acho tão estranho.