Plataforma promove live em apoio a empreendedores

Helpis promove live para ajudar empreendedores na crise

A Helpis, plataforma de comunicação online sediada em Taubaté, organiza nesta quinta (21) o primeiro episódio da série “Help On Live”, criada para dar aquela mãozinha aos empreendedores nesse período de crise.

A live será transmitida pelo Instagram da plataforma, @helpisbr, e contará com a presença de Suélen Corrêa, diretora comercial da Aprimore Assessoria Empresarial, empresa do Vale do Paraíba focada em auxiliar outras organizações a crescerem de forma saudável.

A transmissão será feita a partir das 20h e será apresentada por Patrik Melero, diretor de criação da Helpis. O tema do debate será a produtividade das empresas mesmo em época de pandemia. “Acreditamos que esse é o momento ideal em que a Helpis pode fazer sua missão principal, de ajudar as pessoas e empresas a se comunicarem melhor, chegar ainda mais longe”, comenta Melero.

Serviço

Help on live com Suélen Corrêa

Quinta-feira, dia 21, a partir das 20h

Transmissão no Instagram @helpisbr e @aprimore.assessoria

Fonte: Isadora Scama – Helpis Comunicação

Share and Enjoy !

0Shares
0 0 0

Tok&Stok lança campanha de incentivo a pequenos artesãos

Projeto tem o objetivo de oferecer mais visibilidade e apoio aos parceiros da marca diante do atual cenário mundial

Sempre buscando incentivar a produção do artesanato local e da cultura brasileira, a Tok&Stok, diante de um cenário de incertezas, consequentes da pandemia de Covid-19, lança o projeto Origem Artesanal, uma campanha digital que contará, no Instagram da marca, a história de cinco pequenos artesãos parceiros de longa data da rede de móveis e acessórios, destacando suas trajetórias inspiradoras de vida e superação.

O movimento de valorização tem o objetivo de firmar e renovar o compromisso da Tok&Stok junto a estes produtores, além de buscar novos caminhos que possam ajudar a manter as atividades diárias desses empreendedores, para que consigam garantir a sobrevivência de seus negócios como um todo. “Neste momento, não poderíamos deixar nossos pequenos parceiros de lado e, por isso, priorizamos o recebimento e compra de suas mercadorias, entendendo o contexto do cenário atual”, conta Maurício Ferro, Head de Marketing e Comunicação da Tok&Stok.

Este estímulo ao artesanato local já existe na marca desde sua inauguração, em 1978, quando sua própria fundadora, Ghislaine Dubrule, grande apreciadora da produção manual nacional, iniciou a venda de artesanatos selecionados na loja. Hoje, o portfólio da rede conta com 187 itens de 23 pequenos artesãos de diferentes localidades do país. “A Tok&Stok sempre teve muito orgulho de ser uma empresa que, além de nascer no Brasil, valoriza nossa cultura e a produção artesanal. Ao nos aproximarmos de pequenos produtores, surgem novas oportunidades para ambos. Para nós, a de oferecer produtos autênticos, carregados de valores cultural e humano. Para o produtor, a chance de crescer, se profissionalizar e ter seu produto comercializado em alcance nacional”, completa Ferro.

A campanha Origem Artesanal pode ser acompanhada no Instagram da marca (@tokstok). A cada semana, uma nova história será publicada. Para quem quiser conhecer o trabalho de todos os artesãos parceiros da Tok&Stok, seus produtos estão disponíveis no e-commerce www.tokstok.com.br.

Fonte: Insideout PR – Natália Brandão

Share and Enjoy !

0Shares
0 0 0

Pesquisa Cuponation aponta crescimento do Instagram

Instagram cresce 57% como plataforma de vendas nos últimos meses

Compartilhar fotos e funcionar como plataforma de vendas online: não é de hoje que as redes sociais deixaram de ser somente uma fonte de entretenimento. Sabendo que o crescimento exponencial dos e-commerces nas mídias sociais é um fato, o Cuponation, plataforma de descontos online, compilou dados tanto sobre o aumento das redes quanto do uso dessas plataformas como ponto de vendas nos últimos meses.

Nas últimas quatro semanas, a taxa de penetração mundial nas redes sociais diariamente foi por volta de 3.81 bilhões de pessoas – ou seja, mais de 50% das pessoas em todo o globo estavam conectadas – , de acordo com a pesquisa do Statista, sistema internacional.

Além disso, segundo o levantamento recente do Centro Regional de Estudos do Brasil, atualmente 78% das empresas brasileiras, sejam elas de porte grande ou pequeno, estão presentes em pelo menos uma mídia social e acreditam que as mídias online podem influenciar parcerias e acarretar um aumento de vendas.

Nesta porcentagem , 57% estão conectadas apenas e exclusivamente para realizar vendas online – o que representa um aumento significativo de investimento dos comerciantes em plataformas digitais no geral. Vale mencionar que em 2017 somente 42% das companhias brasileiras possuíam sites, e no segundo semestre de 2019 este dado totalizava 54%.

Conforme dados da consultoria Kantar, o Instagram, o Facebook e o Whatsapp cresceram em média 40% no Brasil desde a segunda quinzena de março deste ano. Dentre estes, o Instagram lidera em relação a vendas e compras via internet. Confira a pesquisa completa no infográfico interativo do Cuponation.

Em conjunto, o Ipos divulgou um estudo no ano passado em que registrava que 85% dos entrevistados acreditavam no Instagram como meio para a descoberta de novos produtos, enquanto 83% das pessoas disseram que já haviam tomado a decisão de comprar de fato um item vendido por um e-commerce que possui perfil na rede social.

Deste modo, está claro como os e-commerces podem e devem criar suas próprias oportunidades pensando fora da caixinha. As redes sociais estão cada vez mais próximas de todos os públicos e de forma direta e gratuita, basta saber usar para garantir o uso destas como plataformas de vendas.

Fonte: Giovanna Rebelatto

Share and Enjoy !

0Shares
0 0 0

Veibras promove live

Veibras realiza live beneficente com Luana Camarah

A Veibras fará uma live solidária na noite desta quinta-feira (07) com a cantora Luana Camarah, ex-participante do The Voice Brasil. O “show online” será beneficente em prol do Lar de Idosos Sociedade São Vicente de Paulo e os espectadores poderão fazer doações a partir de 50 reais.

A live também contará com uma exposição de carros antigos como o Chevette 1978, o Opala 1972, a Caravan 1986, entre outros. O repertório da cantora seguirá com músicas da época dos carros, como rocks dos anos 70, 80 e 90.

A transmissão começará a partir das 20h e a participação no evento pode ser pelo Facebook, Instagram ou Youtube da Veibras. A live terá o apoio dos clubes AMICAR e CAAT, de carros antigos.

A Veibras também realiza um feirão digital em seu site e mídias sociais neste período de quarentena. Nele, as pessoas podem até mesmo avaliar carros seminovos sem sair de casa.

Serviço

Live beneficente com Luana Camarah

07/05 – 20h

Em multiplataforma – Facebook, Instagram e Youtube da Veibras

Fonte: Matéria Consultoria & Mídia – Gabriel Camacho

Share and Enjoy !

0Shares
0 0 0

Instagram libera nova funcionalidade no Brasil

Usuários do aplicativo no país já podem utilizar o sticker de pedidos de refeição

O Instagram havia liberado a funcionalidade de pedidos de refeição para os Estados Unidos e ontem (27/04) chegou ao Brasil. O sticker de delivery já está ativo para os usuários e tem funcionalidade simples, como explica a professora de Marketing Digital do Centro Universitário Internacional Uninter, Maria Carolina Avis.

“No seu Instagram, crie um story. Acione o botão de stickers para verificar quais estão disponíveis, e o de ‘pedidos de refeição’ deve aparecer. Você pode escolher se quer cadastrar um prato ou um restaurante do Rappi ou Uber Eats, os dois parceiros do nessa novidade. Depois é só inserir a URL do prato ou do restaurante que quer compartilhar com seus amigos e pronto. Quando eles assistirem seu story, podem clicar na figurinha e ir direto para o link escolhido por você”, orienta Maria.

A especialista aponta os principais benefícios da nova funcionalidade: quem tem menos de 10 mil seguidores consegue inserir um link externo; quem já tem mais de 10 mil e tem a funcionalidade “arrasta para cima”, pode inserir links de restaurantes manualmente, mas esse novo sticker ajuda aqueles negócios menores. Os usuários comuns também podem utilizar para estimular seus seguidores a pedirem o mesmo prato ou conhecerem um restaurante específico.

“A ferramenta também encurta o caminho para o usuário, que é a principal característica dos negócios na internet, fornecer uma boa experiência. O usuário não precisa abrir o aplicativo, procurar pelo restaurante, navegar pelo menu e escolher o prato. Com dois cliques ele faz o pedido, usando o sticker. Aumentam as possibilidades de parcerias com microinfluenciadores”, afirma.

Para a professora, o único ponto negativo é que nem todas as cidades do Brasil podem contar com a funcionalidade, já que Uber Eats e Rappi não têm atuação em todas as cidades brasileiras. As empresas de tecnologia vêm pensando em ótimas soluções para apoiar os negócios durante a crise causada pela pandemia.

Dicas para o uso:

  • Explore fotos e vídeos que sejam atrativos e que estimulem a vontade de comer. O usuário que assiste pode agir rápido quando vê que o caminho é simplificado.
  • Faça stories diversificados usando o sticker. Nem só foto, nem só vídeo, nem só boomerang. Use conteúdos multimídia.
  • Organize seu cardápio no Instagram usando o sticker, através dos destaques. Como após 24h o story some, use os destaques para mostrar aos usuários quais produtos existem no seu restaurante.
  • Aos usuários, não deixem de compartilhar o conteúdo dos seus restaurantes favoritos, para apoiar durante esse período complicado.
  • Não poste muitos stories em um mesmo dia. Isso pode cansar seu seguidor.
  • Aproveite para mostrar bastidores: pratos sendo preparados, legumes sendo colhidos para o preparo, o motoboy entregando e tomando os devidos cuidados, o processo de fabricação, matéria-prima, explore sua criatividade.

Fonte: Página 1 Comunicação – Ana Paula Scorsin

Share and Enjoy !

0Shares
0 0 0

Na atividade

Veloe cria novo canal de vendas por WhatsApp

Em tempos de pandemia, a marca criou uma nova opção de vendas pelo aplicativo para ajudar seus colaborares e prestadores de serviços em home office e agilizar o contato com o consumidor

Desde que se tornou necessário permanecer em casa, a Veloe tem tomado todas as medias necessárias de prevenção à saúde de seus colaboradores, prestadores de serviços e clientes. Para auxiliar o trabalho dos consultores de vendas das unidades móveis, que em geral trabalhavam nas ruas, a marca criou uma nova opção de vendas: o WhatsApp. E, em parceria com a BETC/Havas, desenvolveu peças e anúncios digitais exclusivos que levam os consumidores interessados direto ao vendedor. É só clicar no link da mídia e ele já é direcionado para um consultor.

“Assim, mesmo sem nenhum contato físico, os clientes continuam sendo atendidos por um consultor da sua região e a equipe de vendas de unidades móveis consegue manter a rotina de trabalho, mesmo remotamente”, explica André Turquetto, direto de Marketing e Produtos da Alelo. “Em tempos de crises, todos nós precisamos nos reinventar e encontrar outros meios de manter a rotina de trabalho sem grandes impactos para o nosso negócio. Este projeto contribui para a capacitação e transformação digital dos colaboradores e prestadores de serviços e agiliza o processo de compra para o cliente”.

“Pensar em mobilidade do futuro é pensar em um algo melhor para todos. É bom ver que temos ao nosso lado um cliente que se adapta para atender as necessidades dos negócios, mas sem deixar de ser solidário com as pessoas e que sabe da importância do isolamento e da distância segura”, comenta Laura Azevedo, diretora de criação da BETC/Havas.

A ação conta com mais de 50 peças dirigidas para São Paulo e Rio de Janeiro, por meio do Facebook, Instagram e mídia programática.

Ficha Técnica

  • Agência: BETC/Havas
  • Cliente: Veloe
  • Produto: Adesivo Pagamento Eletrônico
  • CCO: Erh Ray
  • Diretora Executiva de Criação: Andrea Siqueira
  • Diretora de Criação: Laura Azevedo
  • Criação: Carolina Araujo e Mariana Roxo
  • Marcas & Negócios: Fabiane Veiga, Felipe Sakai, Nathalia Del Moral e Henrique Nunes.
  • Canais & Engajamento: Carlinha Gagliardi, Gabriela Pereira, Mariana Castilho, Allan Rupp e Nerilson Ibernon.
  • Estratégia: Agatha Kim, Bianca Brandão, Gustavo Oliveira, Thiago Jorge e Mirella Nascimento
  • Produção: Anna Ferraz e Juliana Arantes
  • Aprovação do Cliente: André Turchetto, Cynthia Kitasato, Vanessa Ricci, Mauricio Siqueira, Carla Moretto e Gisele Freitas

Share and Enjoy !

0Shares
0 0 0

Jornalista descomplica a economia no Instagram

Jornalista do Vale do Paraíba ensina economia no Instagram

Aproveitando o período de quarentena, o jornalista Gabu Camacho de São José dos Campos ensina finanças pessoais de graça nas redes sociais

A pandemia do novo coronavírus (COVID-19) fez as pessoas pararem na chamada quarentena, em que muitos estão ficando em casa e realizando suas atividades por meio do computador. Trabalho, escolas e universidades tem adotado cada vez mais os métodos de ensino à distância, que motivam as pessoas a consumirem mais conteúdo na internet.

Com base nisso, o jornalista Gabu Camacho, de São José dos Campos, também usou das ferramentas online para repassar seus conhecimentos em economia e finanças pessoais, mas com uma diferença: DE FORMA TRADUZIDA.

Tudo começou na faculdade, quando Gabu, ainda estudando Jornalismo, se interessava pelas pautas de economia e explicava conceitos complicados aos amigos de forma mais simples e com muito humor. “As pessoas assistiam ao noticiário e não sabiam sequer o que significava a queda da taxa Selic, por exemplo”, conta Gabu. Foi então, que em dezembro do ano passado criou o Jornalista Econômico (@jornalistaeconomico no Instagram), uma conta para desmistificar o “economês” e fazer com que as pessoas entendessem de fato o que estava sendo dito nas notícias.

A conta tem alcançado cada vez mais pessoas e atingiu a marca de 400 seguidores em menos de dois meses. Além de explicar os conceitos, Gabu agora comenta as principais notícias do dia com as pessoas que acompanham a conta. “Eu quero que as pessoas entendam o que acontece de fato no país e saibam que falar sobre dinheiro é necessário, não é um tabu”, completa.

Durante a quarentena, Gabu, agora chamado de Jornalista Econômico pelas pessoas que o seguem, preparou um intensivão de conteúdos gratuitos que são divulgados duas vezes ao dia no Instagram e no seu site, apelidado de #QuarentenaFinanceira. A ideia é que as pessoas aproveitem o tempo em casa e reflitam sobre como podem melhorar sua relação com a economia e com suas finanças pessoais e familiares.

Jornalista Econômico

Instagram: @jornalistaeconomico (https://instagram.com/jornalistaeconomico)

Facebook: Jornalista Econômico (https://facebook.com/jornalistaeconomico)

Blog: www.jornalistaeconomico.com

Fonte: Helpis

Share and Enjoy !

0Shares
0 0 0

mLabs lança websérie no Instagram

TransCriativa mLabs: 1ª websérie no Instagram aborda empreendedorismo criativo e mostra como novas formas de fazer negócio estão mudando o Brasil

Projeto que rodou o país em busca de histórias inspiradoras, traz provocações entre tecnologia versus inovação e ainda aborda reflexão sobre o que é sucesso para pequenas empresas

A mLabs, plataforma líder de gestão de mídias sociais no Brasil, anuncia a 1ª Instasérie voltada para empreendedorismo do país. Projeto realizado com a parceria dos profissionais Alex Lima e Nathalia Montibellr, casal “think tank”, que topou percorrer o Brasil por 60 dias procurando casos de empreendedorismo que saiam da caixa, estará disponível no perfil @transcriativa. Ao todo são 30 histórias inspiradoras, que visam mostrar como o brasileiro consegue usar a criatividade para gerar renda e tornar o seu pequeno negócio competitivo.

Para Alex Lima, especialista na criação de projetos, que já trabalhou para empresas como Petrobrás, a aventura de embarcar em um motorhome e viajar o Brasil em busca de relatos reais de empreendedorismo mostrou um país diferente e cheio de oportunidade para crescimento. “Foi uma desconstrução profunda. Os pequenos empreendedores pensam em soluções diferentes e até engraçadas para chamar a atenção dos clientes. Em conversa com eles vi que a inovação não necessariamente está ligada com o aumento de tecnologia, pelo contrário, o aspecto inovador vem do próprio empreendedor em criar soluções efetivas para entender o público. Em uma ilha em Recife, por exemplo, as mulheres da região dão uma aula de empreendedorismo. Elas virão que incentivando o turismo e unindo a comunidade conseguiriam aumentar o preço do produto. O resultado foi mais do que o ganho em si, a mudança até gerou um impacto social no local” comenta Lima.

Segundo o Empresômetro de 2019, o Brasil conta com mais de 20 milhões de empreendimentos. Sendo que destes, 70% são pequenos, representando cerca de 13,5 milhões de negócios. De acordo com uma pesquisa encomendada pelo Facebook e realizada pelo Instituto Locomotiva, em parceria com o Ibmec, MPEs que se digitalizam aumentam em média 20% o seu faturamento mensal. Na visão da mLabs, a Instasérie vêm mostrar também como as redes sociais são aliadas das pequenas empresas. “Nossa intenção com a TransCriativa foi identificar histórias que comprovam o quanto a criatividade é realmente um combustível fundamental para os micro e pequenos negócios. Mas, imagina se essa inventividade passasse a ser exposta nas redes sociais onde estão conectados milhões de brasileiros? Sem dúvida essas empresas passariam a ter ganhos exponenciais, em especial, em vendas. É fato de que as redes sociais são mais efetivas para estes perfis de negócios do que para as grandes companhias”, comenta Rafael Kiso, fundador da plataforma e especialista em mídias sociais.

Para saber mais sobre a mLabs e sobre o projeto clique aqui.

Fonte: Emanoella Leite – Assessora de imprensa

Share and Enjoy !

0Shares
0 0 0

Vídeo novo

Tem vídeo novo do Publicitando

Gostamos de compartilhar pesquisas que descobrimos em publicações idôneas. E fizemos mais um vídeo que traz dados de uma pesquisa em torno dos usos e hábitos em relação às redes sociais.

A pesquisa foi matéria da Meio&Mensagem e foi originalmente divulgada na plataforma Gente, da Globosat. Foi realizada pela Diário de Campo pesquisa e recebeu o nome #hashtagseguidores.

Confira:

Share and Enjoy !

0Shares
0 0 0

Taxa de penetração das redes sociais na América Latina é de 66%

Dados apontam que o Instagram é a rede preferida dos brasileiros e que o número de usuários aumentou em 230%

Dar aquela “olhadela” nos aplicativos sociais durante as folgas do dia já virou rotina. Por isso, o Cuponation, plataforma de descontos online, reuniu os melhores dados sobre o Instagram – que é uma das redes sociais mais utilizadas.

O Statista, portal online de estatísticas, revelou um levantamento feito este ano sobre a taxa de penetração das redes sociais em regiões do mundo todo. No ranking, a penetração das mídias sociais na América Latina ficou em 3º lugar, com cerca de 66% da região usufruindo dos apps do gênero.

Surpreendentemente, a Ásia Oriental e a América do Norte disputam o primeiro lugar da lista, com 70% de inserção das redes nas regiões. O segundo lugar ficou com o Norte da Ásia, com 67%. Por último ficou a África Central, com apenas 7% da população utilizando esse tipo de serviço de comunicação. A taxa da média global ficou em 45%.

Uma segunda pesquisa também feita pelo Statista registrou que em janeiro de 2019 o Instagram, em conjunto com a ferramenta Stories, já havia conquistado 500 milhões de usuários ativos diariamente pelo mundo. Ao comparar este número com o último dado levantado em junho de 2018, em que o número de usuários alcançava 450 milhões, o aumento é de 11,11%.

Entretanto, se compararmos o começo de 2019 com o mesmo período do ano de 2017 (na qual o número de usuários era de 150 milhões), verificamos que em apenas 2 anos a rede social cresceu e ganhou visibilidade em mais de 230%.

O portal ainda divulgou em abril deste ano que os maiores públicos do Instagram são Estados Unidos, Brasil e índia. Em confirmação com este dado, o Statista revela o Instagram é a mídia preferida pelos brasileiros.

O relatório Digital In 2018 já havia publicado que o brasileiro está entre os dois primeiros países no ranking da população que fica mais tempo nas redes sociais, sendo em média mais de 3h e meia por dia.

O Cuponation estimou, em um estudo feito no meio deste ano com 329 jovens brasileiros de classe média com idade entre 18 e 25 anos, que estes costumam passar cerca de 1h30 por dia apenas no Instagram.

No entanto, o aumento de usuários do aplicativo não se dá apenas por causa dos jovens, pois é preciso ressaltar que a mídia social está inovando com novidades para o mercado. Depois de perceber que a forma mais rápida de chegar ao público é por meio das redes sociais, o lojista agora faz sua própria loja online – idéia que agrada à equipe do Instagram, que apoiando o lojista e o consumidor/usuário se beneficia com a tráfego da rede e uma possível monetização.

Hoje em dia, até mesmo marcas como Amaro, Renner, C&A, Zara, entre outras, já possuem um perfil de venda na rede mesmo tendo o próprio site como plataforma oficial. “A ideia é lançarmos, também, campanhas publicitárias destinadas ao público final, inclusive com a realização de eventos”, afirma Beatriz Bottesi, country marketing manager do Instagram no Brasil, em entrevista para o UOL.

Fonte: Cuponation – Giovanna Rebelatto

Share and Enjoy !

0Shares
0 0 0