Metrô News lança duas edições especiais para a Black Friday

Publicações vespertina, na quinta-feira (23), e matutina, na sexta-feira (24), totalizarão 250 mil exemplares

A combinação entre a chegada da primeira parcela do 13º salário e a Black Friday promete aquecer o comércio. Por conta disso, o Metrô News, terceiro jornal mais lido na Grande São Paulo, terá programação especial para a data, oferecendo grandes oportunidades de exposição aos anunciantes. Na próxima quinta-feira (23), será distribuída edição vespertina, das 18h às 20h. Já na sexta-feira (24) haverá edição especial, com distribuição das 6h às 8h. Em ambos os casos, o conteúdo editorial terá foco em bens de consumo, esclarecendo dúvidas e dando dicas para a melhor utilização dos produtos mais presentes nos lares brasileiros.

“A Black Friday está no radar dos principais empreendimentos do comércio brasileiro e ganha força como uma das principais datas do varejo. Trata-se de momento singular para uma mídia como a nossa. Segundo dados do Ipsos Connect: EGM Multimídia, 94% da nossa audiência pertence às classes A, B e C, com 820 mil dos leitores concentrados na faixa etária de maior consumo, de 18 a 54 anos”, explica Antonio Juliani, diretor Comercial do Metrô News. Segundo o executivo, a intenção é dar aos anunciantes a chance de impactar as pessoas no final do expediente, momentos antes do início da Black Friday, que começa à meia noite, e também no início da manhã do dia de promoções. Em ambas as ocasiões, haverá grande volume de consumidores definindo suas opções de compras para a data.

Para Juliani, essas edições proporcionam a agências e anunciantes ótima relação custo-benefício, com baixo CPM e possibilidades diferenciadas de formatos. Além disso, o Metrô News oferece ao mercado transparência, com números de distribuição gratuita auditados pelo Instituto Verificador de Comunicação (IVC). Todos esses fatores tornam a proposta comercial do jornal ainda mais atrativa para investimentos publicitários.

Sobre o Metrô News

O Metrô News é o primeiro grande jornal de distribuição gratuita em São Paulo. Começou suas atividades há mais de 43 anos, com o início da operação do Metrô na cidade. Segundo dados do Ipsos Connect: EGM Multimídia, o jornal é o terceiro mais lido da Grande São Paulo, com mais de 1 milhão de leitores. No total, 94% do público impactado pertencem às classes A, B e C, sendo que 820 mil leitores estão na maior faixa de consumo, entre 18 e 54 anos. Além disso, 12% da audiência é da região metropolitana da capital paulista. A publicação pertence ao Grupo Thomeu e tem sua distribuição gratuita auditada pelo Instituto Verificador de Comunicação (IVC).

Fonte: Lucia Faria Comunicação Corporativa – Cláudio Garcia

OOH auditado pelo IVC

Clear Channel é a primeira empresa de OOH auditada pelo IVC

Inventário da empresa foi completamente verificado e já está na ferramenta de planejamento do Instituto

A Clear Channel, uma das maiores empresas de mídia exterior do mundo, passa a ter seu mobiliário urbano e painéis auditados pelo Instituto Verificador de Comunicação (IVC), que também realizará auditorias para veiculações de campanhas publicitárias. O movimento representa uma inovação para o mercado publicitário brasileiro, além de evolução para que a mídia out of home (OOH) seja ainda mais atraente para os investimentos dos anunciantes. O processo que levou à oferta do novo serviço envolve duas verificações, com a auditoria de inventário e auditoria das campanhas. A ação é uma iniciativa da Associação Brasileira de Out of Home (ABOOH).

A verificação do IVC abrange a quantidade dos pontos da empresa localizados nas cidades do Rio de Janeiro (RJ) e Curitiba (PR). Além disso, certifica as condições de funcionamento, assegurando a funcionalidade das faces visando à veiculação da publicidade. Para garantir a precisão e atualização das informações, essa auditoria será contínua, com relatórios e certificações mensais.

Os dados de OOH, segmentados por tipo de face e região, incluindo o detalhamento individual e a geolocalização ponto a ponto, estão disponíveis na ferramenta de planejamento, no site do Instituto. Os associados ao IVC podem acessar os dados, ter acesso a análises, indicadores, formatos de gráficos e mapas.

“Ter nosso mobiliário urbano auditado por uma instituição com a credibilidade do IVC nos permite ir além, oferecendo ferramenta de consulta e planejamento dos investimentos em OOH. Com esse serviço, podemos garantir que a mídia out of home é um setor de grande alcance e impacto para os mais diversos tipos de campanhas”, enfatiza Lizandra Freitas, general manager da Clear Channel.

Auditoria de campanhas – A partir da checagem do inventário da Clear Channel, o IVC pode averiguar toda inserção de publicidade, desde a montagem do equipamento e inserção do anúncio à retirada da peça. A auditoria abrange todo o período de veiculação da campanha. Esse serviço poderá ser contratado por agências e anunciantes que, ao final do processo, recebem os dados resultantes da auditagem.

Para realizar o projeto de OOH, o IVC utilizou sua expertise de autoria em websites e publicações impressas. “A auditoria de OOH era um desejo de agências e anunciantes. Com a auditoria, o IVC traduz em dados de inventário toda a complexidade do OOH. Estamos mostrando o potencial e amadurecimento do meio, levando aos compradores informações relevantes que cada peça tem”, explica Pedro Silva, presidente executivo do IVC.

IVC medirá ad-blocks

IVC lança novo serviço para medir ad-blocks em sites

Produto inédito em âmbito mundial indica que, em média, 15% das páginas brasileiras têm anúncio bloqueado

unnamed (1)

O Instituto Verificador de Comunicação (IVC) sai na frente em âmbito mundial e passa a detectar usuários com ad-blocks que acessam sites brasileiros. O produto, chamado AdBlock Detector, foi desenvolvido pelo IVC em parceria com a Alliance for Audited Media (AAM), o IVC americano, e tem como objetivo informar os publishers sobre a interferência na visualização de campanhas publicitárias em seus sites.

Desenvolvido com tecnologia inovadora, o serviço tem como base a tag criada pelo Instituto usada para auditar tráfego de websites, o Site Certifier. A AAM lançará o serviço nos Estados Unidos no próximo ano e o objetivo é que outros IVCs pelo mundo também o disponibilizem aos seus mercados. No Brasil, associados e não associados do IVC podem adquirir o serviço, com a garantia de que os dados serão fornecidos somente ao contratante.

A partir de projeto-piloto com alguns dos principais sites de jornais e revistas do País já é possível ao IVC assegurar que, em média, 15% das páginas brasileiras têm anúncios bloqueados e que 19% dos usuários de internet bloqueiam anúncios nos sites que visitam. “Há dois problemas imediatos a serem entendidos: quanto do inventário de mídia do mercado realmente está sendo atingido e qual o volume da receita de mídia que não se materializa. O novo serviço dará um diagnóstico geral e individual, com relatórios semanais e de tendência. Os publishers poderão avaliar sua situação, tomar medidas e avaliar os resultados destas medidas nas semanas seguintes. Os IABs pelo mundo têm divulgado cartilhas de recomendações sobre o tema”, afirma Pedro Silva, presidente executivo do Instituto.

Metodologia – A partir da tag própria já desenvolvida pelo IVC, um detector de ad-block verifica se o browser do visitante da página bloqueia anúncios. A tag é um código instalado nas páginas web para coletar dados sobre todos os acessos. Esta tecnologia detecta também qual dispositivo (computador, smartphone etc) está sendo usado e outros detalhes de sistema, geolocalização e horário.

Enquete – Os resultados já apurados mostram que mercado e usuários não têm referência de como as ferramentas de bloqueio de anúncios interferem na real visualização de uma campanha publicitária. Entre outubro e novembro, o Instituto promoveu enquete com leitores de sua newsletter e no site www.ivcbrasil.org.br com a seguinte pergunta: “Quanto da população brasileira, que acessa a Internet, você acredita que usa ad-block?”.

Para a maioria dos respondentes, menos de 10% dos usuários usam bloqueadores. “A percepção sobre os ad-blocks é totalmente oposta aos resultados já aferidos pelo IVC, mostrando que o campo de trabalho para agências, anunciantes e publishers é muito grande. Em alguns sites encontramos índices de 6%, mas em outros o bloqueio de publicidade em suas páginas ficou acima de 30%”, assegura Pedro Silva.

Fonte: Lucia Faria Comunicação Corporativa – Marco Barone

IVC e AAM firmam parceria

IVC e AAM estabelecem aliança global para combate de fraude digital e promoção de informações seguras

Duas das principais auditorias independentes de mídia do mundo se unem para formar a Aliança Global para Confiança Digital

unnamed (2)

A Alliance for Audited Media (AAM), dos Estados Unidos, e o Instituto Verificador de Comunicação (IVC) acabam de firmar parceria para criar a Aliança Global para Confiança Digital. O convênio entre duas das principais auditorias independentes de mídia do mundo será dedicado a ajudar o segmento a lidar com fraude em publicidade on-line, tráfego inválido, visibilidade de publicidade on-line e transparência de métricas e práticas de publicidade digital para ajudar os anunciantes, agências e empresas de mídia a negociar com maior confiança e segurança.

Os órgãos americano e brasileiro de auditoria são respeitados internacionalmente com profundo conhecimento nos meios de comunicação e publicidade digitais. Com esta nova parceria, estão se alinhando para padronizar técnicas e melhores práticas de auditoria digitais, desenvolver conjuntamente tecnologias e ferramentas de verificação e compartilhar recursos e conhecimentos globais personalizados para os mercados locais.

A natureza internacional da mídia digital – com seus lados positivos e negativos intrínsecos – é uma razão fundamental para a formação da aliança. Padrões e métricas podem variar ligeiramente de país para país, mas as questões de responsabilidade, transparência e fraudes avançam pelas fronteiras. AAM e IVC percebem muitas questões comuns em sua atuação e esta aliança é uma forma de unir forças para compartilhar soluções comuns para os editores, profissionais de marketing, agências de publicidade e plataformas tecnológicas de publicidade.

O primeiro produto desenvolvido no âmbito da parceria é chamado de Site Certifier, que fornece, em tempo real, verificação independente das métricas mensais de audiência digital dos editores conforme medido por ferramentas de web analytics como Google Analytics ou Adobe Analytics. O produto, inicialmente desenvolvido pelo IVC no Brasil, verifica independentemente medidas importantes de navegação na web, seja em computadores, smartphones ou tablets, ajudando os editores a fornecer aos anunciantes medições de mídia multiplataforma, constatadas de forma destacada por auditores digitais confiáveis. Os dados são consolidados nos respectivos bancos de dados do IVC e da AAM para ajudar anunciantes e agências no planejamento de seus investimentos em mídia digital. O serviço está atualmente disponível pelo IVC no Brasil e a AAM espera lançá-lo no primeiro trimestre de 2016 nos EUA e no Canadá.

man-792174_960_720

Os parceiros também estão desenvolvendo soluções técnicas adicionais para lidar com algumas das questões atualmente mais polêmicas da publicidade digital. Um novo serviço planejado para 2016 ajudará a publicidade a monitorar campanhas digitais em tempo real prevenindo fraudes, tráfego inválido de robôs, impressões visíveis (viewability) e segmentação de campanhas. Outro produto futuro lidará com o bloqueio de publicidade, permitindo que os editores possam contabilizar acessos ao seu site feitos com software de bloqueio de publicidade instalado.

Com isso poderão entender melhor este impacto no seu negócio e tomar decisões balizadas em relação ao conteúdo e a estratégia de publicidade.

Por meio da parceria, ambos os órgãos continuarão a promover e apoiar padrões desenvolvidos pelos Media Rating Counsel (MRC), Interactive Advertising Bureau (IAB), Mobile Marketing Association (MMA) e Trustworthy Accountability Group (TAG). Esses padrões consensuais da publicidade cobrem uma série de recomendações para a medição publicidade, programas antifraude e antipirataria e transparência em torno das práticas de publicidade digital, incluindo compra de mídia programática.

A Aliança Global para Confiança Digital será aberta seletivamente para outras organizações internacionais de auditoria que compartilhem missão e objetivos comuns e desejem colaborar com AAM e IVC na garantia de melhores práticas, padrões e técnicas digitais.

A informação auditada da AAM e do IVC é amplamente demandada pela indústria da publicidade como uma fonte independente e confiável para o planejamento e investimento em canais de mídia premium. Como exemplo, as informações AAM estão inseridas em um sofisticado banco de dados on-line, o Media Inteligence Center, que é amplamente utilizado por anunciantes, agências de publicidade e editores norte-americanos. Esta informação auditada também é difundida pelos principais fornecedores da indústria, como Gfk MRI e Kantar Media SRDS, distribuído diretamente para muitas agências de publicidade importantes e para os anunciantes. Ao todo, os dados da AAM são consultados ou visualizados mais de cinco milhões de vezes por ano.

A informação do IVC está disponível por intermédio de um banco de dados on-line que inclui ferramentas personalizadas, como o MediaPlanner, TotalView e TotalReaders, com gráficos personalizáveis e visualizações de dayparts e geolocalização. Esta informação auditada é utilizada pelos editores auditados e por mais de 270 agências filiadas ao IVC.

Sobre a AAM – A Alliance for Audited Media (AAM) é uma organização representante da indústria sem fins lucrativos fundada pela Associação Nacional dos Anunciantes para garantir a transparência e a confiança da mídia. A AAM fornece serviços de verificação independente e de informação para milhares dos principais editores, anunciantes, agências de publicidade e plataformas tecnológicas de publicidade para facilitar o planejamento, compra, venda e entrega de mídia tradicional e digital. A organização também é uma das fornecedoras mais experientes da indústria de auditoria de certificação de tecnologia em relação às normas estabelecidas pelo Media Rating Council, Trustworthy Accountability Group, Interactive Advertising Bureau e Mobile Marketing Association. Visite o site da AAM para saber mais (http://auditedmedia.com/).

Sobre o IVC – O IVC é uma entidade nacional sem fins lucrativos responsável pela auditoria multiplataforma de mídia. Seu objetivo é fornecer ao mercado dados isentos e detalhados sobre comunicação, incluindo tráfego web, tanto de desktops quanto de smartphones, tablets e aplicativos, bem como circulação e eventos. Para isso, conta com plataforma única que interliga números de diversas audiências às agências mais importantes de todo o País. A entidade é composta por representantes de anunciantes, agências de propaganda e editores. IVC Brasil – A verdade allmedias. Para mais informações sobre o IVC Brasil acesse: www.ivcbrasil.org.br.

Fonte: Lucia Faria Comunicação Corporativa – Marco Barone

IFABC muda de nome para se adaptar à era digital

De circulação para certificação – auditoria de mídia internacional evolui para se adaptar a era digital com mudança global

A Federação Internacional dos Institutos Verificadores de Circulação (IFABC, na sigla em inglês) passa a se chamar Federação Internacional dos Institutos Verificadores de Certificação. Em seu nome original, a International Federation of Audit Bureaux of Circulations agora será conhecida como International Federation of Audit Bureaux of Certification refletindo a diversificação da indústria de mídia.

unnamed (1)

Embora os números de circulação de impressos tenham sido usados para definir uma marca de mídia, atualmente são apenas uma medição entre muitas. Por essa razão, a IFABC, fundada em Estocolmo em 1963 e com membros em mais de 36 países, anunciou sua estratégia de reposicionamento de marca. O objetivo principal é refletir sua abordagem abrangente para a medição de mídia acompanhando a digitalização em massa e diversificação da indústria da mídia em todo o mundo.

O reposicionamento da IFABC é uma resposta à evolução dos modelos de negócio de mídia mundial e aponta para um futuro cada vez mais digital e diversificado. As identidades dos editores de marcas de mídia não são mais definidas apenas por suas publicações impressas, já que evoluíram para marcas de mídia mais amplas com múltiplos produtos, tais como websites, eventos, seminários, conferências, aplicativos, vídeos, podcasts, webchats e muito mais.

Certificação, em vez de circulação, representa com muito mais precisão a abrangência das empresas de auditoria de mídia e a agilidade com que reagem – não se trata mais apenas de cópias entregues ou vendidas, mas usuários alcançados através dos vários dispositivos, edições online, publicações digitais, assinantes de newsletter, vistas únicas, visitas ativas e diárias, para citar apenas algumas métricas.

Membros entre os países amplamente representados na IFABC em todo o mundo já demonstraram práticas de medição eficientes no modelo de certificação sobre a circulação. Em Hong Kong, por exemplo, editores de aplicativos móveis auditam, não apenas downloads, mas, por plataforma, o número de visitas dos aplicativos, a duração da visita dos aplicativos, as páginas visitadas e os seguidores de plataformas sociais. Esta transição abrange todas as partes do ecossistema – editores, anunciantes e agências de publicidade – para ter confiança em investimento em aplicativos.

Enquanto isso, no Reino Unido, o trabalho do ABC no órgão de medição de transmissão de TV BARB como parte do Projeto Dovetail é o primeiro no mundo, em resposta à fragmentação de padrões de audiência e a proliferação de plataformas, canais e serviços de acompanhamento. Ele fornece um padrão de auditoria de visualização independente em tocadores de mídia ao vivo e VOD das redes de radiodifusão.

Na Espanha, a OJD aprovou recentemente um conjunto de regras para determinar as métricas e relatórios para mídia exterior, incluindo tanto o tráfego como a audiência com reconhecimento de rostos nos fornecedores que tem esta tecnologia instalada. Esta nova estrutura fornece um método de contabilização consistente para entender a audiência real da exposição digital, ao invés de apenas confiar em dados de audiência com base em amostras.

No Brasil, o IVC lançou a auditoria de campanha publicitária digital, bem como a sua própria tag de web analytics para fornecer uma fonte independente de comprovação. Ele mudou toda a sua base de auditoria digital com esta metodologia, e com o resultado de mais de 80 websites processam dados de mais de 2 bilhões de pageviews mensais. A mesma tecnologia foi adaptada para também auditar o desempenho de aplicativos.

“Nosso movimento para a certificação ao longo da circulação reforça cada parte da cadeia de valor das marcas de mídia e permite que o todo seja maior que a soma de suas partes”, comenta Pedro Silva, presidente global da IFABC e presidente executivo do IVC. Editores de marcas de mídia podem gerar receita com cada um e com todos os seus diferentes produtos muito mais eficazmente com a capacidade de destacar a crescente diversidade de alcance dos seus produtos através de certificação independente – o que trás muito mais credibilidade, para os investimentos em novas formas de publicidade.

“As agências de propaganda podem comparar diferentes veículos de mídia de forma mais consistente – oferecendo aos clientes, maiores níveis de confiança, transparência e responsabilidade nos seus investimentos em publicidade e a confiança em novos formatos. Os anunciantes, por sua vez, podem estar bem mais seguros de que eles não estão apenas recebendo pelo que pagaram, mas irão gerar o retorno do investimento, que os seus stakeholders exigem.”

Sobre a IFABC – A International Federation of Audit Bureaux of Certification (IFABC) é uma federação voluntária de organizações patrocinadas pela indústria que foram estabelecidas nas nações em todo o mundo. Os membros da IFABC têm um compromisso comum com mensuração precisa e transparente de dados de desempenho comparáveis de mídia impressa e novas mídias. Seu objetivo é trabalhar com as organizações nacionais e internacionais de forma que construtivamente apoie o trabalho de seus membros. A Federação visa encorajar e facilitar o intercâmbio de experiências e as boas práticas entre as organizações associadas, e está empenhada em trabalhar no sentido de uma maior padronização e uniformidade na mensuração de circulações e de outras métricas. A IFABC incentiva ativamente o estabelecimento de auditorias de certificação nos países onde não existam IVCs.

Sobre o IVC – O IVC é uma entidade nacional sem fins lucrativos responsável pela auditoria multiplataforma de mídia. Seu objetivo é fornecer ao mercado dados isentos e detalhados sobre comunicação, incluindo tráfego web, tanto de desktops quanto de smartphones, tablets e aplicativos, bem como circulação e eventos. Para isso, conta com plataforma única que interliga números de diversas audiências às agências mais importantes de todo o País. A entidade é composta por representantes de anunciantes, agências de propaganda e editores. IVC Brasil – A verdade allmedias. Para mais informações sobre o IVC Brasil acesse: www.ivcbrasil.org.br.

IVC, Ipsos e comScore firmam parceria para atender demanda da ANJ

Acordo disponibilizará ao mercado relatório com projeções obtidas a partir do cruzamento de três métricas

Uma parceira inédita formada entre o Instituto Verificador de Comunicação (IVC), Ipsos e comScore foi anunciada ontem, quarta-feira (7) no Maximídia, em São Paulo. Para atender demanda da Associação Nacional de Jornais (ANJ), será disponibilizado ao mercado um relatório com projeções obtidas a partir do cruzamento de três métricas: hábitos de consumo de mídia da Ipsos, medição de acesso à internet da comScore e dados de circulação de mídia impressa do IVC. “Juntos, será possível medir o alcance total da mídia no Brasil no período de 30 dias”, anunciou Ferrari a uma plateia lotada. O serviço estará disponível a partir da segunda quinzena de outubro aos assinantes dos três serviços.

unnamed (1)

Pedro Silva, presidente executivo do IVC Brasil, celebra essa tripla parceria e ressalta a importância de contar com o respaldo de uma entidade como ANJ. “O cruzamento dessas metodologias ajudará muito o mercado de comunicação a obter informações completas e precisas”, afirma.

O anúncio foi feito durante a palestra de Nizan Guanaes intitulada Carta a um Jovem Mídia. Em sua opinião, o mundo está muito além de Nova York ou Cannes. Da mesma forma, a comunicação não pode ser vista de uma maneira única. “O CPM será substituído pelo Custo por Milionário”, diz Nizan, responsável pela comunicação da ANJ. “O que houve foi uma mudança do padrão de leitura da mídia, mas os veículos nunca foram tão consumidos quanto hoje. Antes os jornais eram lidos todo dia (de manhã). Hoje os jornais são lidos o dia todo”, conclui, referindo-se ao fato de estarmos conectados às notícias em todos os momentos.

Sobre o IVC Brasil – O IVC Brasil é uma entidade nacional sem fins lucrativos responsável pela auditoria multiplataforma de mídia. Seu objetivo é fornecer ao mercado dados isentos e detalhados sobre comunicação, incluindo tráfego web, tanto de desktops quanto de smartphones, tablets e aplicativos, bem como circulação e eventos. Para isso, conta com plataforma única que interliga números de diversas audiências às agências mais importantes de todo o País. A entidade é composta por representantes de anunciantes, agências de propaganda e editores. IVC Brasil – A verdade allmedias. Para mais informações sobre o IVC Brasil acesse: www.ivcbrasil.org.br.

Fonte: Lucia Faria Comunicação Corporativa – Marco Barone