Coluna “Discutindo a relação…”

Pesquisa aponta caminhos na relação clientes-agências

A Meio&Mensagem trouxe uma excelente matéria sobre pesquisa desenvolvida pela agência The Heart em parceria com a Bistrô Estratégia que tenta desvendar como será a relação entre agências e anunciantes no mercado pós pandemia do Covid 19. Tentarei aqui repassar alguns pontos importantes.

A pesquisa misturou aspectos quantitativos e qualitativos e ouviu 30 líderes de marketing de grandes anunciantes nacionais

Um dos aspectos levantados nesta pesquisa diz respeito à remuneração dos trabalhos das agências. O que se extraiu é que deverá acontecer uma adequação em função dos impactos econômicos causados pela pandemia.

O levantamento aponta que 50% dos clientes que contratam agência por fee devem mudar essa forma de remunerar no período pós Covid 19. Um dos caminhos será a adoção de contratação por projetos ou jobs. Nesta linha, outras informações relevantes: para 26% dos entrevistados a relação custo-benefício é decisiva e 19% querem parceiros estratégicos bem preparados para vencer novos desafios e que tenham capacidade de adaptação ao novo cenário.

Modelo ideal

Um ponto importantíssimo detectado é o que mostra que a busca de um formato ideal de relação passa pela criação de um modelo de atuação das agências que equilibre os seguintes aspectos: custos, consistência, fluidez e inovação.

Image by Gleen Ferdinand from Pixabay

Um aspecto fundamental, em minha opinião, levantado pela pesquisa diz respeito ao fato dos anunciantes acreditarem em um modelo de agência “não departamentalizado”, em que possa acontecer integração de ideias e haja um time multifuncional resolvendo problemas de forma criativa.

Sinergia entre dados e criatividade

Importante destacar que o levantamento aponta que para os clientes “a relação é menos sobre estar presente em todos os canais e mais sobre estar onde a marca, o budget e o target estão, para gerar mais sinergia com o resultado esperado”. Também vale destacar que os clientes/anunciantes desejam agência que gerem sinergia entre dados e criatividade.

Creio que os dados levantados sejam de suma importância para que as agências possam encontrar o melhor caminho para prosseguirem fortes e saudáveis após o fim das dificuldades impostas pelo período de pandemia e isolamento social.

Share and Enjoy !

0Shares
0 0

Vaga para diretor de criação

Diretor de Criação para a mLabs

A mLabs, startup de São José dos Campos, está buscando um diretor de criação.

Funções:

Reportando ao Head de Marketing, o Diretor de Criação é responsável por cultivar um debate ativo sobre o que determina um bom trabalho criativo, promover a obtenção de repertório, promover a inovação de formatos e conteúdos para evoluir constantemente o negócio da mLabs, promover a diversidade de ideias, orientar a equipe, dando ritmo e direção aos jobs, e manter total sintonia com os demais departamentos da agência.

Responsabilidades:

• Responsável por contribuir com ideias e lapidar as melhores com os outros criativos, direcionar, monitorar e validar o trabalho da equipe de criação contribuindo para melhoria contínua do processo criativo;

• Responsável por cultivar uma consciência criativa coletiva em toda equipe, onde possamos nivelar e trazer novos conhecimentos;

• Poderá atuar em campo caso necessite supervisionar e auxiliar alguma atividade externa como: produção de vídeo, foto, ou eventos;

• Geralmente, o Diretor de Criação também coloca muito a mão na massa, criando identidades visuais, peças impressas, layouts para peças em vídeo e online, como anúncios, flyers, folders, catálogos, convite, e-marketing, storyboard, entre outros produtos.

Requisitos:

• Graduação em Marketing, Comunicação Social, Publicidade e Propaganda, Jornalismo, Design ou áreas afins;

• Experiência comprovada como Diretor de Criação ou Designer (com Portfólio);

• Conhecimento em Photoshop / in Design / Ilustrator

• Ter espírito de liderança.

• Trabalhar bem em equipe.

• Ser dedicado e organizado, para gerenciar diferentes projetos ao mesmo tempo.

• Saber se comunicar bem.

Desejável:

• Noções de UX, HTML e CSS, para saber se a ideia pode ser reproduzida no código.

Características
Tipo de Contratação
Tempo integral

Salário
Negociável

Outras Características
Exige ao menos 5 anos de experiência profissional

Concorra a vaga por aqui

Share and Enjoy !

0Shares
0 0