Dança das cadeiras

De novo de olho no mercado

Chegando mais uma edição do Dança das cadeiras para mostrar a movimentação de profissionais e estagiários no mercado de comunicação do Vale do Paraíba.

Pelos lados do Colégio Tableau Taubaté a novidade é o estudante de jornalismo Maurilio Donizete que assumiu vaga de estagiário de marketing.

Já o publicitário Alex Gonçalves é o novo Coodenador de Marketing Digital na JSL Concessionárias.

Na Coyô Software e Comunicação, Leticia Dias é a nova Analista de Mídia Digital.

E, por último, Guilherme Alves reforça a criação da Verge Studio e Comunicação, atuando como redator.

Coluna “Branding: a alma da marca”

Como o marketing político construiu esta eleição até aqui?

Continuando o assunto eleições, nesta coluna tratarei do marketing político e como ele tem construído os resultados destas eleições até o momento. Vamos abordar três assuntos principais: o fenômeno da polarização, o desejo da mudança e a imagem pública dos candidatos.

Como havia previsto na última coluna, esta eleição para presidente se definiu na polarização. Todas as pesquisas apontam para um segundo turno formado por direita x esquerda, cabendo apenas uma vaga para cada lado. A ideia de uma terceira via moderada, embora muito defendida, ainda não se confirma no voto, mostrando que o brasileiro ainda define seu voto pela paixão. Até aí, não haveria novidade se não fosse o fato de termos pela primeira vez a tendência de uma eleição por voto útil. Digo isso porque os candidatos, como mostram as pesquisas, não são nitidamente os escolhidos da população, mas sim, aqueles que contrapõem a ideia indesejada. A rejeição passou a ser mais importante nas avaliações do que propriamente a escolha do voto. Mas o que isso quer dizer?

Quer dizer que para vencer esta eleição, o marketing político precisa trabalhar a imagem de oposição. Bolsonaro precisou se mostrar o “anti-petista”, assim como Haddad é o substituto de Lula para “defender o país da direita opressora”. Ciro, Alkimin e Marina tentaram colar “o anti-Bolsonaro” no primeiro momento, e agora o “anti-ambos” nesse momento de explícita polarização.

O fato é que está mais fácil entender o que a população não quer, do que aquilo que ela quer. Quem fez antecipadamente esta leitura de cenário conseguiu se posicionar e levou vantagem até o momento.

Nas últimas eleições a palavra “mudança” esteve em cena inúmeras vezes. Essa palavra tinha signo de porta-voz da esperança e foi a base para a eleição do Collor, FHC e Lula, mas parece ter sido dizimada quando Aécio passou a representá-la.

Quando perdeu a eleição o político questionou o processo democrático, fomentando a mudança através do impeachment da eleita Dilma, mas foi em seguida flagrado como corrupto em uma gravação indiscutível, jogou uma ducha de agua fria no Brasil representado pela direita. Para seu azar o PSDB não conseguiu descolar sua imagem de um desastroso governo de Temer, preenchido por escândalos e recessão. O próprio ex-presidente do PSDB, Tasso Jereissati, em entrevista surpreendente definiu esta situação como “conjunto de erros memoráveis” da legenda que não só denegriu os políticos envolvidos, como se alastrou para toda a classe política colando a imagem de não confiáveis a qualquer um que lá estivesse. Parece que enfim o medo venceu a esperança e nesta situação a imagem de vítima deu ao PT uma sobrevida e a volta ao jogo.

A legenda soube se aproveitar da situação para gerar em torno do nome de Lula uma verdadeira Jornada do Herói aglutinando em torno do ícone o voto esquerdista e acirrando os ânimos dos dois lados.

Tais fatos explicam a busca pelo “anti”. O voto de protesto migrou de uma ideia de “Tiririca” do qual “pior não fica”, para “não podemos ter o pior, por isso meu voto é contra!”

Nesta situação cada marqueteiro político construiu o que leu do cenário e de forma diferente moldou seu candidato com uma imagem pública inédita.

A imagem pública nada mais é do que uma representação arquetípica que se constrói como uma máscara que reveste o discurso do candidato e suas ideias. Costumo chamar isso de “persona”. O candidato representa um papel, interpretando-o como um ator, que quando faz bem o seu papel transpassa ao público verdade em sua apresentação e quando ruim não cola e mingua.
Dessa forma o cenário que vejo é:

O Capitão: A ideia de polícia contra bandido é a explicação para o fenômeno Bolsonaro, o caçador de corruptos que em seu discurso fala em “metralhar os petralhas”, militariza sua imagem gerando em torno de si a ideia de heroísmo. Um atentado contra sua vida lhe deu força para saltar os obstáculos de seu discurso radical, mas hoje está em uma encruzilhada, pode pacificar seu discurso atraindo votos do centro direita, mas isso poderia soar como fragilidade, ressaltada por sua incapacidade de voltar ao corpo a corpo de campanha. No entanto, se voltar a vociferar contra seus rivais pode completar o ciclo do monomito quando o herói volta do inferno para se vingar dos inimigos. Sua imagem é muito forte, mítica e milimetricamente construída por bons comunicadores.

O Arauto: Ouvi uma pessoa dizer que o Luiz Inácio está acabando com a imagem do Lula, isso é bem verdade! Por isso o PT está transferindo o arquétipo do “pai dos pobres” para um arauto “Lula é Haddad, Haddad é Lula” uma saga aos moldes de Game of Thrones, onde os heróis morrem e renascem. A transferência parece ter sido muito bem-sucedida, seu crescimento é espantoso e sua chance de vitória em um segundo turno são muito boas, visto que, as alianças com as terceiras vias devem se formar ao seu redor.

Algo que não se pode ignorar é o próprio arauto, Haddad não é a Dilma, tem uma imagem mais conciliadora e culta. Pode ser um renascimento da velha politica, mas isso vai depender de como o velho Luiz Inácio irá ver isso em caso de vitória. Pois como bem sabemos não devemos nos apegar aos personagens em Game of Thrones.

O Professor: Ciro teve um bom começo encarnou bem a ideia de professor, de solução inteligente, experiente e com uma grande didática para explicar. Soube controlar seus nervos no começo e teve uma boa arrancada com o SPCiro, ideia populista que lhe levou a cristalizar bons 10% de intensão de votos, mas precisava de outras ideias populares como esta, sem elas empacou.

A falha mais comum entre os professores conhecedores de sua matéria é de não ter paciência de explicá-la aos alunos do fundão, e isso também está acontecendo com o Ciro. Tem se perdido por não ter a paciência com os eleitores dos outros. As vezes quando um professor não consegue fazer um aluno aprender ele se irrita com este aluno, e a critica dele aos seus adversários tem passado do tom, por isso deve brigar para manter-se como melhor ator coadjuvante e ter peso de negociação em um segundo turno.

A via do meio?: Não é à toa que o apelido de picolé de chuchu colou tanto em Alckimin, seu grupo não conseguiu colar uma imagem publica contundente, como merecia o seu candidato. Tentou várias apostas como o preparado, o pacificador e atualmente a solução moderada, mas nenhuma delas colou mais que seu apelido. Enfim deve se manter na 4ª colocação, perdendo inclusive o apoio do dito centrão, oferecendo uma piada pronta, de que nem os ratos gostam de chuchu!

A ideia frágil: Como já disse na última coluna, Marina perdeu suas chances quando apoiou Aécio na última eleição perdendo vinculo com seu eleitor tradicionalmente simpatizante da esquerda. Também tentou novidades em sua campanha deste ano, peitando Bolsonaro no primeiro debate e tentando se apresentar como líder das mulheres. Mas não colou, ficou no caminho sendo novamente a mais derrotada da eleição. Sua queda é fantástica!

O novo: Amoedo se apresentou como novidade e como novidade sumiu, pelas razões que já apresentei.

Os demais, são só os demais. Volto no próximo mês analisando o resultado do primeiro turno e projetando a decisão do segundo turno, até o mês que vem!

Empresa busca estagiário em marketing

Vaga de estágio em marketing

Interessados, por favor, enviar currículo até 28/09/2018 (sexta-feira), para o e-mail: renan@valevendasonline.com.br

Área atuação: Marketing e Vendas – Gênero: Feminino

Principais atividades:

– Suporte para criação de textos para postagens nas redes sociais;

– Suporte para criação de anúncios patrocinados no facebook, Instagram e google;

– Criação e edição de imagens;

– Atualizações gerais de site wordpress;

– Atualizações gerais de site ecommerce wordpress com plugin WooCommerce;

– Cadastramento de produtos da loja virtual através do plugin WooCommerce;

– Interface com a agência de marketing terceirizada para ações diárias de inbound marketing;

– Interação com a audiência das redes sociais (Instagram, facebook, youtube, twitter)

– Interação com a audiência/clientes do whatsapp;

– Interação com influenciadores digitais para campanhas de marketing;

– Acompanhamento de métricas das redes sociais;

– Interação com a audiência/clientes através de e-mail;

– Atendimento telefônico;

– Relatório de estágio.

Conhecimentos básicos:

– WordPress (não precisa dominar códigos ou qualquer linguagem de programação.);

– Redes sociais (Instagram, facebook, youtube, twitter, google);

– Adobe Photoshop ou outros programas de edição de imagens.

Experiência:

– Não é necessário.

Cursar:

– Marketing/Comunicação/Publicidade/Jornalismo em qualquer período.

Jornada Trabalho:

– 6 horas, dás 10h às 17h com 1 hora de almoço

Salário/Bolsa:

– De R$500 a R$700

Benefícios:

– Vale transporte

Empresa:

– Varejista no Ecommerce, Setor de Vestuário Feminino situada em Taubaté.

Para entender o novo marketing

ACIT oferece treinamento de Gestão de Marketing 4.0

Atendendo as demandas do mercado e sempre de olho nas novidades, no próximo dia 27 de setembro a Associação Comercial e Industrial de Taubaté (ACIT) oferece o treinamento Gestão de Marketing 4.0.

Durante o curso, os participantes irão receber noções de como alcançar seus clientes de maneira efetiva com as mudanças trazidas por essa nova era do mundo digital e como isso influencia o marketing nas empresas.

Dentre os tópicos que serão abordados estão: o marketing 4.0; a melhora do desempenho da empresa; e o marketing de conteúdo.

O treinamento tem carga horário de 3 horas e será ministrado por Victor Chinaglia, consultor especialista em Marketing, mentor, professor e palestrante com vinte anos de experiência nas áreas de marketing, branding e comunicação.

Acontecerá no auditório da ACIT das 19h às 22h e é aberto à todos os interessados, mas as vagas são limitadas. Associados tem desconto na inscrição, que deve ser realizada pelos telefones (12) 2125-8210/8211, whatsapp (12) 99189-7964 ou pelo e-mail cursos.acit@taubate.com.br.

Fonte: Acontece Comunicação e Eventos

Cresce o uso dos serviços de voz

Adobe Digital Insights: nos EUA, um em cada três consumidores já possui um alto-falante inteligente

Estudo “State of Voice Assistants”, da Adobe, mostra que, em poucos meses, o número de pessoas que utilizam a tecnologia cresceu 5%

O uso de serviços de voz pelos consumidores está aumentando. Esta foi a conclusão da pesquisa “State of Voice Assistants” do Adobe Digital Insights – braço de pesquisas da Adobe -, que entrevistou mais de mil consumidores dos EUA. Segundo o estudo, as atividades mais comuns demandadas por voz são músicas (70%) e a previsão do tempo (64%). Outras ações populares incluem fazer perguntas divertidas (53%), pesquisa on-line (47%), verificação de notícias (46%), pesquisa básica/confirmação de informações (35%) e busca por trajetos (34%).

Os assistentes de voz para smartphones, segundo o estudo, estão impulsionando o uso da voz: 32% dos consumidores relatam possuir um alto-falante inteligente, em comparação com 28% em janeiro de 2018 – um aumento de 14% em apenas alguns meses. Enquanto isso, 76% dos proprietários de alto-falantes inteligentes afirmam que passaram a utilizar mais o assistente. Já 71% deles afirmaram usá-los pelo uma vez ao dia – sendo que, desses, 44% dizem utilizar “várias vezes por dia”. Apenas 8% dos proprietários relatam que quase nunca o utilizam.

Os dados mostram também que 36% dos entrevistados disseram que usam os alto-falantes inteligentes para fazer chamadas, 31% para dar comandos em suas smart-homes, 30% para compras, 17% para pedir refeições e 16% para pesquisa de voo/hotel.

Confira outras constatações do State of Voice Assistants:

– Quase metade (47%) dos proprietários de alto-falantes inteligentes relataram usar a tecnologia para iniciar suas pesquisas de produtos;

– 43% utilizam para criar listas de compras;

– 32% para comparação de preços;

– 45% dos consumidores que já possuem um alto-falante inteligente afirmaram planejar comprar outro para si próprio. Já 23% planejam comprar para presentear outra pessoa;

– 23% dos não-proprietários disseram que planejam comprar, enquanto 9% planejam adquirir para outra pessoa.

Para conferir o estudo completo, clique aqui.

Fonte: Adobe Systems Incorporated – RMA Comunicação – Alisson Costa

Os conteúdos em áudio estão de volta

Publicitando volta ao formato áudio

O Publicitando retomou a parceria com o Programa Panorama, agora exibido das 16h00 às 18h00, diariamente, pela Rádio Unitau. O dia da semana continua o mesmo: toda terça feira.

Vocês podem ouvir todos os conteúdos já produzidos em parceria com o Panorama aqui.

Acompanhe o que rolou no programete de ontem, terça, 11/09/2018.

Dança das cadeiras

Duas novidades no mercado

Agências se movimentam em busca de reforços para seus times.

A Unic – Marketing Digital, sediada em SJCampos, acaba de trazer para atuar como Estagiário em Trafego, mais especificamente atuando para captar clientes para os clientes da agência pela geração de leads, o estudante de 8° semestre de publicidade e propaganda da Unitau Patrick Chiara.

Ele passa a atuar no atendimento de clientes como MRV VALE, MRV CAMPINAS, e várias unidades do EMAGRECENTRO.

Já a estudante do 4° semestre de publicidade e propaganda da Unitau, Isadora Prazeres, é a mais nova estagiária do time de criação da Qualicom Diálogo Estratégico, agência localizada em Taubaté.

A jovem aspirante a publicitária teve passagem recente pela ACI – Agência de Comunicação Integrada, agência experimental do curso de Comunicação Social da Universidade de Taubaté.

 

Shopping tem programação recheada para o feriado

Feriado prolongado está recheado de programação no Via Vale

Show infantil da Patrulha dos Cães, Personagens Infantis na Gold Finger, Transmissão ao vivo do CB de League of Legend são algumas das atrações oferecidas pelo mall

Mais um feriado prolongado está chegando e o Via Vale Garden Shopping está recheado de atrações para toda a família. Na sexta (7), às 17h30, acontece o Show Patrulha de Cães que vai agitar a criançada. O show é gratuito e acontecerá na praça de eventos, piso 1, do shopping. No sábado (8), próximo ao Walmart acontece a transmissão ao vivo da final do Circuito Brasileiro League of Legends, a partir das 12h. O evento, que está na 5ª edição, é a única torcida oficial no Vale do Paraíba, com distribuição da skin “Brand Chefão Final”, disponibilizadas pela Riot Games. Serão 350 cadeiras e um telão de 6 metros.

Em todos os dias do feriado prolongado, a criançada pode se divertir um monte e tirar fotos, todos os dias na loja Gold Finger. Na quinta (6), das 17h às 20h o personagem Huck estará no shopping, na sexta (7) a Banda Furiosa faz o agito das 17h às 19h, no sábado (8) e domingo (9), das 17h às 20h, os personagens Marshall e LOL, respectivamente estarão no mall.

Pra quem gosta do bom e velho Rock and Roll, a partir das 20hs, na sexta (7), o Rock rola solto com a apresentação do artista Léo Chaves. Já no sábado (8), o show acontece no palco com o Flávio Carvalho. Além disso, os clientes poderão curtir diversos drinks e todos os pratos que são carro chefe da casa.

O shopping ainda oferece pista de Kart, no estacionamento do terceiro andar, Paintball, próximo a Renner, Arena Esportiva na Praça de Eventos com uma mega cama elástica e as atrações do Fantasy Park.

HORÁRIO ESPECIAL NO FERIADO (7)

Nesta sexta, (07/09) é dia da Independência do Brasil, e é caracterizado feriado nacional. Com isso, o horário de funcionamento do comércio local terá algumas alterações. O Via Vale Garden Shopping abrirá suas portas

às 13h e fechará às 20h. Já a praça de alimentação do shopping abre às 11h e fecha às 22h. O DETRAN, que fica dentro do Garden, não terá atendimento na sexta e sábado (7 e 9). O Walmart funciona normalmente das 9h às 21h.

Sobre a competição CBLOL

O torneio vem sendo organizado desde 2012, pouco após a estreia do servidor brasileiro. Em 2014, foi realizado o primeiro campeonato em forma de liga: a Liga Brasileira – Série dos Campeões, e no mesmo ano foi inaugurado o precedente de duas competições anuais, com a realização da Final Regional Brasileira. Desde então, adota-se o formato de dois splits, com cada um disputado com primeira fase no formato “todos contra todos”, e posterior mata-mata até a grande final. Também em 2015 adotou-se o formato de liga com membros estáveis, mas sujeitos a rebaixamento e promoção dos piores colocados em benefício dos melhores do Circuito Desafiante. Até 2014, adotava-se uma fase classificatória para a disputa do campeonato.

Desde 2015, as partidas são realizadas nos estúdios da Riot em São Paulo e transmitidas via livestream, sem plateia, com exceção da grande final, que é realizada em arenas como o Allianz Parque, e têm a participação de narradores, comentaristas, analistas e apresentadores. Além da transmissão integral nos canais oficiais do YouTube, Twitch e , desde 2017 o CBLoL também tem seus jogos transmitidos ao vivo pelo canal de televisão por assinatura SporTV, com a mesma cobertura da Riot.

Fonte: Assessoria de Imprensa Via Vale

Estudo trata da relação marcas e diversidade

Consumidores querem marcas que apoiam verdadeiramente a diversidade

Pesquisa Diversidade, da Officina Sophia, aponta os temas que as pessoas consideram mais relevantes para apoio das marcas e identifica a relação disso com a propensão de compra

O Brasil e o mundo vivem dois fortes movimentos sociais: de um lado, o forte apoio às minorias e o respeito à diversidade; de outro, um crescimento de movimentos conservadores, culminando muitas vezes na tomada do poder político por esses. Segundo Paulo Secches, presidente Officina Sophia Conhecimento Aplicado, empresa membro da HSR Specialist Researchers, que coordenou o estudo sobre a Diversidade, é nesse universo amplo, múltiplo e diverso que as marcas e empresas devem se posicionar diante do tema.

O estudo aponta nortes importantes para a estratégia das marcas a partir de alguns questionamentos em torno de pontos marcantes ligados à diversidade. Deveriam as marcas fazer de conta que o assunto não é com elas? Ou manter uma posição de neutralidade? Ou ainda adotar uma posição explícita de apoio, mesmo que lidando com as manifestações críticas de correntes mais conservadoras da sociedade? Com base nessas perguntas, a pesquisa colheu insights para subsidiar a discussão, bem como fornecer parâmetros para a gestão das marcas e dos negócios.

O levantamento mostra claramente que as pessoas querem se aproximar de marcas com propósitos e crenças semelhantes às suas. Porém, algumas causas têm mais valor que outras e o estudo identificou quais os temas em que a sociedade é mais favorável:

A pesquisa Diversidade comprova ainda que as Marcas devem ter uma atuação forte e verdadeira, com engajamento genuíno. De modo geral, o brasileiro é favorável ao apoio de causas sobre diversidade. Entretanto, por parte das empresas, entende que deve haver pertinência com relação a esses temas, sem oportunismos. As entrevistas evidenciaram as bandeiras mais pertinentes para o apoio das marcas:

Outro ponto fundamental é que definir propósitos e se posicionar de forma transparente ao levantar algumas bandeiras pode resultar em um bom negócio, com reflexo em vendas de produtos e/ou serviços. Segundo o estudo, existe relação direta entre o apoio a causas e a propensão de compra dos consumidores:

“O consumidor se identifica mais com marcas que respeitam a diversidade de forma contínua e verdadeira no seu dia a dia. As empresas, portanto, devem estar atentas às demandas da sociedade ao definir suas estratégias de negócios. Ademais, o envolvimento de maneira superficial e a defesa de causas por oportunismos ou modismos pode ser um verdadeiro tiro no pé”, assegura Secches.

Amostra – A pesquisa quantitativa Diversidade foi realizada nacionalmente, no mês de julho. Foram entrevistadas 2 mil pessoas, entre 18 e 50 anos, homens e mulheres, de classes sócio-econômicas ABCD (Critério Brasil), de São Paulo (Capital e interior), Rio de Janeiro, Belo Horizonte, regiões Sul, Centro-Oeste e Nordeste. O estudo sinaliza ainda que, em média, o apoio aos temas e causas identificadas como mais relevantes é maior nas classes sociais C2D, seguidos pelas B2C1. As classes AB1 também demonstram apoio significativo, mas em menor percentual. Em todos os casos, a proporção de apoio é maior na amostra feminina.

Fonte: Lucia Faria Comunicação Corporativa – Marco Barone

Vaga para Analista de Endomarketing

Vaga no Grupo Zaragoza

Local de atuação: Corporativo – Taubaté/SP
Cargo: Analista de Endomarketing / atuação no RH.
Horário: 08:00 – 17:48 / segunda à sexta
Salário: à combinar.

Foto: Pixabay

Descrição das Atividades e Responsabilidades:

• Responsável por planejar, organizar e gerenciar as ações de comunicação estratégica, endomarketing e engajamento para o público interno, desde calendário de eventos passando pelo briefing, debriefing e execução;
• Realiza a gestão de eventos corporativos, mapeamento de necessidade para desenvolvimento de conteúdos, campanhas motivacionais e treinamentos;
• Elabora ações/campanhas para melhoria de resultados e tornar a cultura mais produtiva, reforçando a marca/ visão, missão e valores na mente e no coração dos colaboradores, campanhas de datas comemorativas e comunicação interna;
• Suporte no programa de Integração dos novos colaboradores;
• Busca soluções de comunicação e interatividade;
• Elabora a comunicação visual e textual dos eventos;
• Atua com definição de layout e textos dos materiais.

Pré-Requisitos: Formação: superior completo em Jornalismo, Comunicação Social ou Publicidade e Propaganda
Domínio em programas gráficos, tais como Illustrator e PowerPoint.

Mande seu CV para: rh.anacarla@grupozaragoza.com.br