Coluna Propaganda&Arte

Como as sinapses do nosso cérebro podem nos ensinar sobre o Google?

Você já parou para pensar em como o nosso cérebro consegue armazenar informações, as memórias? Sim, nosso querido cérebro tem muitas funções complexas e uma delas é fazer você lembrar a sua senha do banco, como dirigir seu carro, o rosto de seus familiares etc.

Image by Colin Behrens from Pixabay

Tudo parece muito simples, mas pode ser bem mais profundo se analisarmos bio-quimicamente. Como este é um texto sobre marketing digital, vou me ater a seguinte definição:

“A memória é a capacidade de armazenar informações de modo que essas possam ser recuperadas quando buscamos recordá-las. Ocorre pela formação de conexões pelos neurônios ou células nervosas no cérebro. Tais conexões são ligadas por pontos chamados sinapses.”
Fonte: Mundo Educação

Ao ler essa afirmação e como a questão emocional está intimamente ligada ao reforço da memória rapidamente pensei nas conexões e links do Google entre sites, domínios e plataformas, criando a relevância que tanto conhecemos. Mostrando inclusive que quanto mais interações e conexões um site possui (links), mais relevância ele terá na busca, mais autoridade. Lembrou de algo?

“Os fatores emocionais que auxiliam no processo de memorização são formados por conexões neurais localizadas na amídala permitindo a ação rápida.”
Fonte: Mundo Educação

Desde a mudança do marketing, trazendo os 4 Ps para o ambiente digital — Produto, Praça, Preço e Promoção — percebemos a relevância do Google nessa mecânica de busca, unindo anunciantes e clientes. Por isso, se faz necessário lembrar (olha a memória aqui) os itens que podem determinar a relevância de um anúncio:

1- Taxa de clique: quanto as pessoas clicam ou podem clicar (média histórica);

2- Relevância: as palavras-chave contam muito aqui;

3- Experiência da página: tem a ver com a navegação, tempo de carregamento da página, etc.

Dos 3 itens analisados, gostaria de sinalizar o item 3, pois ele tem tudo a ver com a emoção. Se você clica em um site e ele demora mais de 20.9389 segundos para abrir, você simplesmente desiste e muitas vezes fica furioso, com a internet, com o site ou com seu celular (ou PC). Novamente, estamos falando de emoções em um mercado que deveria ser apenas análise de dados racional.

Não à toa, o campo de UX (Experiência do usuário) está ganhando muita força. E tudo isso faz sentido! Se você não possui mais os 4 Ps no ambiente físico, precisamos pensar em otimizar o ambiente digital. Isso significa sites mais otimizados, relevantes, intuitivos, compras mais acessíveis, econômicas e sem complicações.

Ou seja, quando você faz uma visita em um site, compra um produto ou usa algum aplicativo, você tira uma sensação disso, gera uma memória: positiva ou negativa. Isso irá gerar ações possíveis em você como cliente.

1- Reclamar

2- Elogiar

3- Comentar algo neutro

4- Não agir

Tirando a opção 4, todas essas ações (que partiram de uma emoção, vale lembrar) irão gerar dados. Estes dados poderão ser lidos pelo Google e aumentarão a relevância de uma marca para o bem ou para o mal.

A diferença então de nosso cérebro e do algoritmo do Google é que em nosso cérebro nós estamos trabalhando com informações que nós temos acesso: pensamentos próprios, imagens vistas, sons escutados, sensações, vibrações, sonhos etc.

Image by Gerd Altmann from Pixabay

No mecanismo de busca mais usado no mundo, nós temos mais de 63 mil buscas sendo realizadas no mundo por segundo e 20 mil sites criados por dia.

Parece muito, mas o nosso cérebro parece ainda mais impressionante. Tanto que cientistas japoneses tentaram reproduzir o número de processamentos do cérebro usando um supercomputador chamado K e conseguiram. Porém, apenas 1% do funcionamento do cérebro durante apenas 1 segundo.

Vamos usar todo esse potencial cerebral para entender coisas bem menos complexas como o mecanismo de buscas do Google e como tornar um anúncio mais relevante?

Share and Enjoy !

0Shares
0 0

Estágio em design gráfico

Oportunidades de estagio em Design Gráfico

Envie seu currículo com portfolio (projetos pessoais ou profissionais) para contato@conectamkt.com com o assunto ESTÁGIO Designer Gráfico.

Vaga para São José dos Campos, confira abaixo os requisitos :

– Cursando ensino superior ou técnico.

Requisitos Técnicos:
– Pacote Adobe (Photoshop, Illustrator, InDesign);
– Gostar de edição de vídeos será um diferencial!

Requisitos Pessoais:
– Ser responsável;
– Saber trabalhar em Equipe;
– Cumprir prazos e cronogramas;
– Saber dar e receber feedback;
– Capacidade de transformar conteúdo em peças gráficas e/ou vídeos;

Share and Enjoy !

0Shares
0 0

Agência está em busca de designer

Coyo busca designer gráfico

Pré-requisitos:

-Suite adobe
-Portfólio (emails sem portfólio serão desconsiderados)

Envie seu currículo + portfólio para: contato@coyo.com.br

Share and Enjoy !

0Shares
0 0

Tem agência com vaga aberta

Tem agência buscando criativo

A DO-HA está em busca de um assistente de criação júnior para reforçar sua equipe. Veja na arte abaixo mais detalhes da vaga e o contato para a vaga

Share and Enjoy !

0Shares
0 0

De volta e com novidades

A CZG-MÍDIA está de volta ao Vale do Paraíba

A CZG-MÍDIA, empresa que representa a Editora Abril há mais de 25 anos, agora vem com novas marcas nas plataformas digitais. São muitas possibilidades e oportunidades para os anunciantes do Vale do Paraíba, ampliando o leque para o planejamento no Online.

A empresa tem como profissional responsável por todas as intermediações e atendimento a publicitária Monaliza Almeida. Ela pode ser contatada através dos telefones (19) 3795-2020 e (12) 98264-9606 e pelo e-mail monaliza@czgmidia.com.br

Dê um clique nos links abaixo e conheça algumas das possibilidades para divulgação de marcas e produtos.

Mídia Kit Discovery Brasil

 

 

Mídia Kit UOL

 

 

Mídia Kit RedMas

 

 

Share and Enjoy !

0Shares
0 0

Ranking global e inédito de publicidade revela que os consumidores preferem seus anúncios no TikTok

Kantar divulga lista completa no Media Reactions, novo estudo que mede a percepção dos consumidores em relação à publicidade no mundo, incluindo o Brasil

A Kantar, empresa líder mundial em dados, insights e consultoria, divulga neste mês o primeiro ranking global de equity de publicidade. O ranking, que mede a percepção dos consumidores em relação à publicidade em diferentes ambientes, foi publicado em Media Reactions. O TikTok, plataforma social que ganhou ainda mais atenção durante a pandemia, lidera o ranking inédito global no quesito plataformas digitais.

O estudo Media Reactions, que entrevistou 4.000 consumidores e mais de 700 profissionais de marketing, incluindo o Brasil, fornece uma métrica global de “equity de publicidade”* para canais de mídia, assim como redes sociais, publishers e aplicativos mobile. Ele contém diagnósticos detalhados que também ajudam os anunciantes a entenderem o impacto que as diferentes plataformas terão em suas campanhas e suas marcas. Os aprendizados do estudo incluem:

Divisão online-offline:

Os consumidores preferem canais offline para receber publicidade e tendem a considerá-los como de melhor qualidade, mais confiáveis e menos intrusivos do que os canais online. Em geral, os canais de mídia em que os consumidores afirmam preferir consumir publicidade globalmente e no Brasil são:

O cinema lidera a lista em 4 dos 7 países avaliados (Austrália, Alemanha, Reino Unido e EUA), enquanto eventos patrocinados lideram o ranking no Brasil e na China. Os meios de comunicação impressos e os anúncios digitais OOH também são bem avaliados entre os consumidores.

Embora os formatos online sejam geralmente menos aceitos do que os formatos offline, as percepções dos consumidores são mais favoráveis para conteúdos patrocinados por influenciadores, anúncios em podcasts e anúncios de TV por streaming.

Entre todos os formatos, a publicidade na TV e em vídeo online continua a dominar a exposição a anúncios. Enquanto nosso estudo explorou uma variedade de ambientes, os consumidores claramente têm visões entusiasmadas e um pouco polarizadas entre os formatos. O estudo revela que alguns são considerados divertidos, de boa qualidade, relevantes e confiáveis, enquanto outros não agradam pela excessiva saturação e repetição.

Apesar da preferência dos consumidores por receber publicidade offline, o foco da comunidade de marketing permanece no engajamento digital. As prioridades dos profissionais de marketing em relação a plataformas estão, portanto, em desacordo com as preferências dos consumidores. As plataformas de anúncios preferidas da indústria são (em ordem de preferência) anúncios em vídeo online, anúncios na TV, anúncios em redes sociais, anúncios na TV por streaming e stories em redes sociais.

Ranking global de plataformas digitais

Em uma seleção de plataformas digitais globais, a Kantar também mediu a opinião dos consumidores sobre publicidade nas plataformas sociais/de conteúdo que eles usam. Com base em 11 variáveis, o TikTok ficou no topo do ranking global em equity de publicidade. As marcas de mídia digital que ficaram nas cinco primeiras posições para publicidade são:

Tabela 2: Plataformas globais de anúncios digitais preferidas dos consumidores:

Dentro do ambiente digital, consumidores e profissionais de marketing concordam em relação às plataformas digitais confiáveis, como Google, Instagram e Twitter. No entanto, os consumidores geralmente são mais positivos em relação à publicidade naquelas mais novas, como o TikTok, enquanto os profissionais de marketing preferem marcas mais estabelecidas, como o YouTube.

Em contraste com os rankings gerais de canais, o equity de publicidade é geralmente maior para as marcas globais de mídia digital do que para marcas de mídia locais (herança offline). Parece que as “falhas gerais” dos anúncios online são um problema menor para a maioria dos ambientes digitais premium incluídos em nosso estudo.

Perspectiva de investimento publicitário

Durante a pandemia da Covid-19, 60% das empresas relatam ter reduzido seus gastos com marketing, com 30% tendo reduzido muito**. A pandemia resultou em um maior foco em Propósito da Marca e Transformação Digital. Talvez como consequência, os profissionais de marketing agora avaliam a adequação da campanha e a receptividade publicitária antes do ROI e de considerações de custos ao tomar suas decisões de investimento de mídia.

As mudanças de investimento têm estado em grande parte alinhadas com a mudança de hábitos de mídia dos consumidores, que durante a pandemia se tornou mais digital do que antes. A alocação de investimento/recursos para canais digitais aumentou como resultado da Covid-19. O investimento em mídia offline em geral diminuiu em resposta ao isolamento entre a maioria das grandes sociedades.

Parece que as mudanças que aconteceram em 2020 vão acelerar ainda mais em 2021, especialmente para vídeos online. As plataformas globais mais propensas a se beneficiar são YouTube, Instagram, TikTok e Google. Espera-se que a TV se recupere junto com a OOH digital. Para a maioria das outras mídias offline, o ambiente de negócios desafiador de 2020 parece continuar até 2021.

Situação 1: Mudanças planejadas na alocação de investimento/recursos (alteração para aumento líquido planejado)

“O Media Reactions 2020 traz luz sobre o fato de que ter um publisher premium no mix pode sim garantir melhores resultados para a performance de uma campanha”, comenta Maura Coracini, diretora de Mídia&Digital da Kantar. “Saber as fortalezas que cada plataforma e canal de mídia podem “emprestar” para a sua marca facilita uma maior aceitação da publicidade e ajuda a ganhar maior relevância entre os consumidores. É natural que os investimentos de mídia se movam cada vez mais para o digital – principalmente com o aumento do uso dessas plataformas na pandemia – porém a saturação, a repetição e o excesso de segmentação em alguns ambientes podem jogar contra a marca no final do dia. As plataformas de mídia precisam gerenciar seu equity de publicidade tendo consumidores e profissionais de marketing em mente, garantindo que a experiência seja positiva para as duas pontas do ecossistema”.

Fonte: Tamer Comunicação – Karina Rodrigues
Assessora de Imprensa

Share and Enjoy !

0Shares
0 0

Colinas Shopping faz ‘drive-thru’ especial de Dia das Crianças

Em um circuito, crianças poderão acompanhar performances de artistas circenses

O que você buscaria em um drive-thru? Que tal um pouco de alegria? Em clima de Dia das Crianças, o Colinas Shopping promove neste sábado (3), das 15h às 16h, uma ação de drive-thru pra lá de especial. Em um circuito pelo estacionamento do shopping, as crianças poderão conferir performances de artistas circenses.

No tour, que terá uma média de duração de cinco minutos, o público poderá conferir a alegria do palhaço, as coreografias dos bailarinos, as performances de parada de mão, monociclo, bambolê, malabares e contorcionismo.

A entrada indicada é a portaria do Pão de Açúcar, na avenida Major Miguel Naked, de onde o carro deve seguir para a portaria do Teatro Colinas, e seguir as sinalizações e orientações dos artistas para que a experiência seja completa.

Não será permitido parar no circuito e descer do veículo. Caso o público deseje fazer uma visita ao shopping, pode estacionar e seguir os protocolos de segurança para entrar no centro de compras e acessar as lojas.

A ação do drive-thru de Dia das Crianças faz parte do Colinas Kids, uma série de ações e conteúdos especiais que o Colinas Shopping preparou para o Mês das Crianças, de 1º a 12 de outubro.

Serviço

Drive-thru especial de Dia das Crianças com artistas circenses

Dia 3 de outubro, das 15h às 16h

Entrada pela portaria do Pão de Açúcar (Av. Major Miguel Naked, 144, Jardim das Colinas, São José dos Campos – SP)

Evento gratuito

Fonte: Cabana Press – Suzane Rodrigues Ferreira

Share and Enjoy !

0Shares
0 0

Pesquisa aponta crescimento de 11% das redes sociais

Número de usuários de redes sociais crescerá mais de 11% no Brasil até final de 2025

Uma pesquisa da plataforma Statista, feita no segundo semestre deste ano, revelou que o Brasil aparece em quinto lugar no ranking dos países em que o crescimento de usuários de redes sociais irá ser ainda mais significante após este ano de quarentena.

Divulgada pelo Cuponation, sistema de descontos online, o estudo aponta que entre 2020 e o final de 2025 o aumento de usuários brasileiros em todas as mídias será em torno de 11,59%, passando para 157.85 milhões de indivíduos ativos no fim da projeção.

No início deste ano, o Cuponation havia realizado essa mesma pesquisa, revelando que até 2023 essa estimativa seria de 20%. À época, os usuários brasileiros se posicionavam em média em 95 milhões, e chegariam a 114.5 milhões.

No entanto, com a chegada da pandemia, as suposições mudaram: com os brasileiros dentro de casa e com menos tarefas do dia a dia para realizar na quarentena, a população digital das redes sociais bateram recordes de 141.45 milhões de pessoas ativas apenas na metade de 2020 – o que representa um aumento de quase 40% acima da projeção.

Dentre as 20 nações presentes na primeira pesquisa citada, China ocupa o topo do ranking com 926.84 milhões de pessoas conectadas atualmente, e a previsão para daqui 5 anos é que esse dado seja de 1. 135.13 milhões. Veja a pesquisa completa no infográfico interativo do Cuponation.

Índia e Indonésia são os países que estão em segundo e terceiro lugares da lista, com estimativas de 490.3 milhões e 256.11 milhões para o final do levantamento. Canadá ocupa o último lugar, com projeção de 32.07 milhões de pessoas.

Fonte: Comuniquese – Giovanna Rebelatto

Share and Enjoy !

0Shares
0 0

Inscrições para o 20º Prêmio Recall terminam no próximo dia 30

Agências que quiserem inscrever suas melhores criações na maior premiação publicitária do interior têm até 30 de setembro

As inscrições para a histórica 20ª edição do Prêmio Recall de Criação Publicitária terminarão em 30 de setembro. Cada peça tem o custo de R$ 190,00. A mais importante premiação publicitária do interior paulista entregará troféus de ouro, prata e bronze em nove categorias (Vídeo, Impresso, Áudio, Gráfico, Promocional, Packaging Design, Branding Design, Social Media e Social Media Stories), além do troféu de ouro Jack Ronc para a agência que obtiver o maior número de trabalhos no short-list.

As inscrições só podem ser feitas por agências de publicidade com sede no interior ou litoral do estado de São Paulo. A produção e a veiculação podem ser realizadas em qualquer local, mas a ideia tem de ser, comprovadamente, concebida por uma agência do interior ou do litoral. Concorrem trabalhos veiculados ou publicados no período de 1º de setembro de 2019 a 31 de agosto de 2020.

O júri será formado por publicitários renomados das principais agências, produtoras de som e imagem, escritórios de design e veículos da capital escolhidos pela equipe da Recall. Os jurados selecionarão 10% dos trabalhos inscritos em cada categoria, formando, assim, o short-list.

Em 19 anos, agências de todas as regiões do interior e litoral paulistas já participaram do Prêmio Recall, o que demonstra a abrangência e a importância desta premiação, que sempre contou, desde a sua 1ª edição, com um renomado corpo de jurados e o apoio da ABAP (Associação Brasileira de Agências de Publicidade). Nesta edição, o prêmio também conta com o apoio da ABRADI-SP (Associação Brasileira de Agentes Digitais).

No site www.premiorecall.com estão o regulamento completo e a ficha de inscrição. Mais informações podem ser obtidas pelo telefones (16) 2111-7200 e (11) 99313-0642 ou pelo e-mail tatiane@premiorecall.com.

Fonte: Fonte Assessoria de Imprensa

Share and Enjoy !

0Shares
0 0

Dança das cadeiras

Setembro quase acabando…

Mas o mercado ainda está se movimentando. Confiras as últimas do vai e vem de estudantes e profissionais de comunicação e marketing.

Daniele Mazzei foi promovida para o cargo de CMO – Chief Marketing Officer na Focusnetworks – OnLife Marketing Transformation.

A publicitária do Vale do Paraíba, Helena Papp Gonçalves, vai desfilar talento e competência na capital paulista, onde passa a atuar como Assistente de negócios na SunsetDDB.

Share and Enjoy !

0Shares
0 0