Tim tem nova campanha para o pré pago

TIM lança campanha para apresentar nova oferta pré-paga com 500MB de internet

Criada pela WMcCann e CUBOCC, ação mostra que é possível ter tudo em um só chip

As pessoas são muitas em uma só. E precisam que seu celular acompanhe esse movimento, com tudo em um único chip. Esse é o mote da campanha da TIM para apresentar sua nova oferta pré-paga: TIM PRÉ 500MB. Desenvolvida pela WMcCann e CUBOCC, a ação contará com iniciativas em diversas mídias e estreia com um filme para TV.

“A TIM apresentou recentemente seu novo posicionamento e sua nova assinatura – ‘Evoluir é fazer diferente’ – e, certamente, essa virada também permeará toda a nossa comunicação. Vamos colocar o consumidor no centro das ações, atuando como protagonista, e mostrar que queremos ouvir os clientes e melhorar cada vez mais. A empresa trabalha com foco total no usuário, buscando se adaptar à realidade dos brasileiros com ofertas inovadoras, convenientes e com preços acessíveis”, explica Livia Marquez, diretora de Advertising & Brand Management da TIM Brasil.

O filme mostra um homem em situações corriqueiras e, em cada uma delas, as diversas funções desempenhadas por ele. Na fase atleta, o protagonista não pode chegar atrasado e precisa ter disciplina. Mas ele também atua como “comentarista” no fim da partida, conversando com os amigos sobre o jogo. O homem assume ainda o papel de ator enquanto encena ao brincar com a filha e de empresário quando trabalha em seu quiosque de sorvete. Ao final de suas atividades, o personagem diz: “Eu faço um monte de coisa. Minha operadora também tem que fazer”.

A locução, então, destaca que “a TIM te ouviu e fez diferente pra você ter tudo em um chip só” e passa a apresentar a nova oferta, que traz para o cliente 500MB de internet na maior rede 4G do Brasil, além de 100 minutos em ligações para qualquer número, de qualquer operadora por apenas R$ 10 por sete dias. A oferta inclui também, sem qualquer custo adicional, o uso do serviço de streaming TIMmusic by Deezer, que conta com um acervo de mais de 40 milhões de músicas disponíveis.

A campanha será composta de filme de 30” para TV, vinheta de 5”, mídia impressa, digital, OOH, material de PDV e spot de rádio. A segunda fase será lançada ainda em maio e conta com diversas ações para internet.

Recentemente, a TIM reformulou os principais planos dos segmentos pré, pós e controle para oferecer ainda mais internet para seus clientes. Além disso, em novembro de 2015, a operadora anunciou um novo portfólio de planos cujo maior diferencial foi o fim da cobrança diferenciada de chamadas para outras operadoras – iniciativa que alterou a necessidade do uso de mais de um chip de celular para economizar nas ligações.

Assista :

Ficha Técnica:
Agência: WMcCann
Cliente: TIM
Produto: TIM Pré
Nome da campanha: Mães Pré
CCO: Washington Olivetto
Direção de criação: Fabio Onofre
Criação: Gustavo Giorelli, Vinicius Siepierski
Planejamento: Debora Nitta, Taciana Abreu, Luiza Portela, Fabiana Lovate e Bruno Lopes.
Atendimento: Paula Fernandes, Bianca Costa e Julia Allevato
Mídia: André Simões, Beatriz Susini, Fernanda Cabidolusso, Fátima Santos, Juliana Pimenta e Marianna Garcia
VP de Produção: Marcelo Hack
RTV: Juliana Lutterbach
Produtora: LANDIA
Produção: Fabiano Ramos
Direção: Del Reginato
Produção Executiva: Carol Dantas e Sebastian Hall
Dir. Fotografia: Nicolas Hardy
Finalização: CLAN VFX
Produtora de Som: Silence
Trilha: Daniel Lopes
Locutor: Erom Cordeiro
Produção Gráfica: Ricardo Rodrigues, Reginaldo Barbosa
Art Buyer: Ana Bandarra
Fotógrafo: Leo Vilela
Ilustrador: Platinum
Projetos: Karina Rios, Erika Penna Firme Casal
Aprovação pelo cliente: Livia Marquez, André Borges, Mariana Junqueira, Luiza Vasconcelos e Camilie Gerasso

Fonte:Alameda Comunicação – Tawana Miquelino

TIM tem nova campnaha

TIM estreia nova campanha do seu plano pós-pago

Primeira ação desenvolvida pela agência Z+ para a operadora mostra que, mesmo em tempos de crise, é possível economizar mantendo o mesmo perfil de uso do celular

29202329429710

A TIM lança a primeira campanha nacional desenvolvida pela agência Z+, que passou a integrar o time da companhia no início do ano. Com foco no plano TIM PÓS, a ação destaca que – mesmo em um cenário adverso na economia do país – o cliente da empresa consegue ter um alto consumo de voz e dados com preço acessível, mantendo seus hábitos de uso do celular sem deixar de economizar, tudo isso aproveitando a maior cobertura 4G do Brasil.

“O conceito criativo da campanha foi desenvolvido a partir da exigência do consumidor, cada vez maior, de ter um serviço bom, que atenda a todas as suas necessidades, só que sem gastar mais por isso. A partir de questionamentos reais, que fazem parte das discussões de todo mundo, temos personagens apresentam os diferenciais do plano TIM PÓS, que possui o melhor custo-benefício do mercado”, destaca Livia Marquez, diretora de Advertising e Brand Management da TIM Brasil.

No filme para TV, vemos um professor de economia em sala de aula, que pergunta: “Como é que eu faço tudo que eu sempre fiz gastando menos?”. O locutor, então, destaca uma das ofertas pós-pagas da TIM, com 4GB de internet por R$ 139 mensais. Em seguida, uma mulher que precisa ligar para diferentes lugares do país, pergunta se pode falar com quem quiser e o narrador explica que o plano disponibiliza 1.000 minutos em ligações para qualquer telefone do Brasil, reforçando o posicionamento inovador da TIM, que foi a primeira a lançar planos que acabaram com a cobrança diferenciada entre operadoras. No fim, um lutador de jiu-jitsu livra-se de um golpe do adversário e questiona se vai ficar preso na operadora. O locutor finaliza: “De jeito nenhum, não tem multa, você só fica se quiser”. A ação destaca ainda a oferta do smartphone MOTO G 4G por R$ 999, que pode ser comprado com parcelamento de até 12 vezes sem juros nas lojas da TIM.

“Vivemos em um momento em que todos buscam mais valor pelo dinheiro. Em uma hora de revisão de gastos, a proposta da TIM é uma resposta a esta demanda, oferecendo aos consumidores a qualidade da cobertura 4G em dados e muitos minutos em voz por um preço justo. A campanha traz este insight em sua essência”, diz Rodrigo Cerveira, Diretor Executivo da Z+.

Além do filme de 30 segundos para TV, a campanha conta com mídia impressa e material em pontos de venda. Também haverá mídia digital, com uma animação que mostra tudo o que o cliente consegue fazer com o plano de uma forma lúdica e envolvente. Clique aqui e assista ao filme.

Fonte: Alameda Comunicação – Tawana Miquelino

Estadão fecha parceria com Facebook

Jornal será um dos primeiros parceiros do recurso Instant Articles no Brasil

O Estadão será um dos parceiros do Facebook na nova tecnologia que a empresa lança no Brasil: o recurso Instant Articles (artigos instantâneos, em inglês). A nova tecnologia permite que usuários da rede social em dispositivos móveis acessem notícias com maior rapidez. Por enquanto, as notícias só poderão ser acessadas neste formato no iPhone e iPad; usuários de Android devem ter uma versão da tecnologia nas próximas semanas.

unnamed (3)

A rede social mais popular do mundo – com 1,6 bilhão de usuários ativos por mês – começou a testar o novo recurso em maio, mas só o tornou disponível no iOS no início de outubro. O objetivo do Instant Articles é evitar que o usuário tenha de esperar muito tempo para que o conteúdo de uma notícia compartilhada na rede social seja carregado.

Na prática, quem usa o Facebook identificará um conteúdo disponível no formato do Instant Articles ao ver o ícone de um raio em uma notícia compartilhada na rede social. Ao encontrar o símbolo, basta que o usuário toque sobre a matéria e ela será exibida de forma mais rápida e em um formato desenvolvido especificamente para dispositivos móveis, com recursos que incluem a alteração do tamanho da fonte e a reprodução automática de vídeos.

facebook_2015_logo_detail

“Agora é o momento de lançar o recurso no Brasil, pois nossos parceiros já concluíram a integração de suas plataformas de conteúdo com o Facebook”, diz o líder de parcerias de mídia do Facebook na América Latina, Luis Olivalves. “Estamos implementando o Instant Articles com parceiros estratégicos, que já possuem uma boa distribuição de conteúdo no Facebook. No ano que vem, vamos abrir o recurso para todos os interessados.”

Atualmente, mais de 200 veículos de comunicação, entre eles o jornal The New York Times e a revista National Geographic, oferecem parte de seu conteúdo no Facebook por meio do Instant Articles. No Brasil, o Facebook anunciou 12 parceiros de conteúdo, entre eles o Estado. No total, mais de 40 organizações de mídia poderão utilizar o recurso para publicar notícias a partir desta terça-feira em cinco países da América Latina.

Mídia – De acordo com o Facebook, os veículos de comunicação que aderem ao Instant Articles ficam com 100% do valor obtido com a exibição de publicidade. No futuro, os veículos também poderão optar por deixar que o Facebook insira um anúncio na página e receba metade dos ganhos. Esta opção, porém, ainda não tem data para estrear no Brasil.

Para usar o Instant Articles, os veículos precisam integrar suas plataformas de publicação de conteúdo na web à rede social por meio das interfaces de programação de aplicativos (APIs) do Facebook. Isso permite que os veículos tenham acesso, em tempo real, às métricas de audiência das notícias publicadas por meio do Instant Articles.

Força nas redes sociais – além dessa parceria com o Facebook, recentemente o Estadão se associou ao Twitter para ser fornecedor de conteúdo da plataforma Moments, que acaba de chegar ao Brasil. O serviço, anunciado pela empresa no início de outubro e já disponível nos Estados Unidos, destaca os principais assuntos do momento para os usuários da rede social. O Brasil é o segundo país a receber o serviço, que permite que os usuários acompanhem os assuntos mais comentados na rede sem precisar seguir ninguém.

O jornal também foi considerado o veículo com maior engajamento da internet brasileira. Dados compilados periodicamente pela Bites, representante da NewsWhip no Brasil, colocam o Estadão como líder nacional em curtidas, compartilhamentos e recomendações em relação ao conteúdo publicado pelo seu site. Além disso, o estudo aponta que, nos primeiros cinco meses deste ano (o estudo é de junho), a publicação ficou à frente de veículos como The New York Times, The Guardian e Washington Post.

Fonte: Lucia Faria Comunicação Corporativa – Marco Barone

IFABC muda de nome para se adaptar à era digital

De circulação para certificação – auditoria de mídia internacional evolui para se adaptar a era digital com mudança global

A Federação Internacional dos Institutos Verificadores de Circulação (IFABC, na sigla em inglês) passa a se chamar Federação Internacional dos Institutos Verificadores de Certificação. Em seu nome original, a International Federation of Audit Bureaux of Circulations agora será conhecida como International Federation of Audit Bureaux of Certification refletindo a diversificação da indústria de mídia.

unnamed (1)

Embora os números de circulação de impressos tenham sido usados para definir uma marca de mídia, atualmente são apenas uma medição entre muitas. Por essa razão, a IFABC, fundada em Estocolmo em 1963 e com membros em mais de 36 países, anunciou sua estratégia de reposicionamento de marca. O objetivo principal é refletir sua abordagem abrangente para a medição de mídia acompanhando a digitalização em massa e diversificação da indústria da mídia em todo o mundo.

O reposicionamento da IFABC é uma resposta à evolução dos modelos de negócio de mídia mundial e aponta para um futuro cada vez mais digital e diversificado. As identidades dos editores de marcas de mídia não são mais definidas apenas por suas publicações impressas, já que evoluíram para marcas de mídia mais amplas com múltiplos produtos, tais como websites, eventos, seminários, conferências, aplicativos, vídeos, podcasts, webchats e muito mais.

Certificação, em vez de circulação, representa com muito mais precisão a abrangência das empresas de auditoria de mídia e a agilidade com que reagem – não se trata mais apenas de cópias entregues ou vendidas, mas usuários alcançados através dos vários dispositivos, edições online, publicações digitais, assinantes de newsletter, vistas únicas, visitas ativas e diárias, para citar apenas algumas métricas.

Membros entre os países amplamente representados na IFABC em todo o mundo já demonstraram práticas de medição eficientes no modelo de certificação sobre a circulação. Em Hong Kong, por exemplo, editores de aplicativos móveis auditam, não apenas downloads, mas, por plataforma, o número de visitas dos aplicativos, a duração da visita dos aplicativos, as páginas visitadas e os seguidores de plataformas sociais. Esta transição abrange todas as partes do ecossistema – editores, anunciantes e agências de publicidade – para ter confiança em investimento em aplicativos.

Enquanto isso, no Reino Unido, o trabalho do ABC no órgão de medição de transmissão de TV BARB como parte do Projeto Dovetail é o primeiro no mundo, em resposta à fragmentação de padrões de audiência e a proliferação de plataformas, canais e serviços de acompanhamento. Ele fornece um padrão de auditoria de visualização independente em tocadores de mídia ao vivo e VOD das redes de radiodifusão.

Na Espanha, a OJD aprovou recentemente um conjunto de regras para determinar as métricas e relatórios para mídia exterior, incluindo tanto o tráfego como a audiência com reconhecimento de rostos nos fornecedores que tem esta tecnologia instalada. Esta nova estrutura fornece um método de contabilização consistente para entender a audiência real da exposição digital, ao invés de apenas confiar em dados de audiência com base em amostras.

No Brasil, o IVC lançou a auditoria de campanha publicitária digital, bem como a sua própria tag de web analytics para fornecer uma fonte independente de comprovação. Ele mudou toda a sua base de auditoria digital com esta metodologia, e com o resultado de mais de 80 websites processam dados de mais de 2 bilhões de pageviews mensais. A mesma tecnologia foi adaptada para também auditar o desempenho de aplicativos.

“Nosso movimento para a certificação ao longo da circulação reforça cada parte da cadeia de valor das marcas de mídia e permite que o todo seja maior que a soma de suas partes”, comenta Pedro Silva, presidente global da IFABC e presidente executivo do IVC. Editores de marcas de mídia podem gerar receita com cada um e com todos os seus diferentes produtos muito mais eficazmente com a capacidade de destacar a crescente diversidade de alcance dos seus produtos através de certificação independente – o que trás muito mais credibilidade, para os investimentos em novas formas de publicidade.

“As agências de propaganda podem comparar diferentes veículos de mídia de forma mais consistente – oferecendo aos clientes, maiores níveis de confiança, transparência e responsabilidade nos seus investimentos em publicidade e a confiança em novos formatos. Os anunciantes, por sua vez, podem estar bem mais seguros de que eles não estão apenas recebendo pelo que pagaram, mas irão gerar o retorno do investimento, que os seus stakeholders exigem.”

Sobre a IFABC – A International Federation of Audit Bureaux of Certification (IFABC) é uma federação voluntária de organizações patrocinadas pela indústria que foram estabelecidas nas nações em todo o mundo. Os membros da IFABC têm um compromisso comum com mensuração precisa e transparente de dados de desempenho comparáveis de mídia impressa e novas mídias. Seu objetivo é trabalhar com as organizações nacionais e internacionais de forma que construtivamente apoie o trabalho de seus membros. A Federação visa encorajar e facilitar o intercâmbio de experiências e as boas práticas entre as organizações associadas, e está empenhada em trabalhar no sentido de uma maior padronização e uniformidade na mensuração de circulações e de outras métricas. A IFABC incentiva ativamente o estabelecimento de auditorias de certificação nos países onde não existam IVCs.

Sobre o IVC – O IVC é uma entidade nacional sem fins lucrativos responsável pela auditoria multiplataforma de mídia. Seu objetivo é fornecer ao mercado dados isentos e detalhados sobre comunicação, incluindo tráfego web, tanto de desktops quanto de smartphones, tablets e aplicativos, bem como circulação e eventos. Para isso, conta com plataforma única que interliga números de diversas audiências às agências mais importantes de todo o País. A entidade é composta por representantes de anunciantes, agências de propaganda e editores. IVC Brasil – A verdade allmedias. Para mais informações sobre o IVC Brasil acesse: www.ivcbrasil.org.br.