Vaga para Produtor Executivo na Vanguarda

Vaga para Produtor Executivo em Entretenimento (São José dos Campos – SP)

Requisitos:

– Formação em Rádio e TV ou possuir DRT de Produtor
– Ser criativo e comunicativo;
– Ter conhecimento de programas de edição de vídeo; (principalmente, Adobe Premiere)
– Ter domínio de gramática

Diferencial:
– Habilidade na frente das câmeras

CADASTRE-SE por esse link

Planejando a mídia

Hora de pensar no melhor caminho para chegar ao público alvo

por Josué Brazil

O planejamento de mídia é o aspecto fundamental do trabalho do profissional de mídia. É a hora de detalhar o pensamento estratégico em mídia. O planejamento de mídia é o momento estratégico/tático do trabalho de veiculação.

Imagem por PDPics do Pixabay

É o momento em que traçamos um caminho criativo apoiado em informações objetivas e dados concretos que seja capaz de levar a mensagem com eficiência e rentabilidade até ao público alvo. Esse caminho criativo não pode jamais perder de vista os objetivos de marketing e de comunicação estabelecidos para a campanha.

Segundo Barban, A, Cristol S., & Kopec, F. (2001), a chave para desenvolver um planejamento de mídia é entender três palavras: objetivo, estratégia e tática.

O objetivo é a avaliação do contexto mercadológico em que o produto/marca/serviço está inserido visando a definição de metas. A estratégia compreende os meios determinados para se alcançar o objetivo. Já a tática pode ser entendida como as atividades mais específicas e detalhadas necessárias para que se implante a estratégia.

Há também que se entender e aplicar três conceitos essenciais para o estabelecimento dos objetivos: alcance, frequência e continuidade.

Alcance é o percentual de pessoas expostas pelo menos uma vez a determinada mensagem. O Alcance é dado em números percentuais. Nem sempre uma campanha quer e precisa atingir “todo mundo” e também nem sempre é preciso tentar alcançar a maior parte de seu target.

Frequência é o número de vezes que a pessoa – componente do público alvo da ação de comunicação – pode e deve vir a receber a mensagem. A frequência é estabelecida em intervalos. Por exemplo, meu público deverá receber a mensagem entre oito (08) e 12 (12) vezes.

Continuidade diz respeito ao tempo de duração de uma campanha ou ação de comunicação e também ao modo como as mensagens são programadas ao longo do tempo de campanha.

Cada agência acaba desenvolvendo um roteiro de planejamento de mídia com o qual melhor se adapta, mas tudo gira em torno das três etapas (objetivos, estratégia e tática) e dos três conceitos fundamentais (alcance, frequência e continuidade).

Em breve vamos falar um pouco mais sobre planejamento de mídia por aqui. Fique ligado!

 

Vanguarda contrata para atuar em marketing

Vanguarda tem vaga no marketing

O que você precisa:

– Ensino Superior em Propaganda e Marketing;
– Vivência na área de Marketing;
– Conhecimento em análise de portfólio, criação e formatação de produtos;
– Conhecimento em coordenação e execução de eventos;
– Conhecimento de ferramentas do digital;
– Conhecimento de pesquisa;
– Ser criativo, proativo, saber trabalhar em equipe.

Como será seu dia a dia:

– Criação e Formatação Produtos Comerciais para TV e Digital;
– Execução de Projetos Comerciais;
– Acompanhar Eventos e Ações com Mercado;
– Identificação de Oportunidades Comerciais;
– Produção de Cases para o Mercado.

Os interessados devem enviar o currículo para rh@vanguarda.tv.
Assunto: Vaga área de Marketing

Fazer mídia e ensinar mídia

por Josué Brazil

Já são quase 31 anos de trabalho no ensino superior. E a maior parte deles estive em sala de aula ensinando – ou ao menos tentando ensinar – mídia.

Nunca foi tarefa muito fácil. Mídia nunca foi uma área desejada pelos alunos. Mídia trazia números e até algumas fórmulas. E isso para o povo de humanas parece filme de terror.

Não havia livros, publicações. Só no final dos 1990 e inícios dos 2000 o Grupo de Mídia conseguiu ampliar a bibliografia no país. E foi incrível!

Para um cara que optou por viver e trabalhar no interior era mais difícil ter acesso às informações, aos cursos e congressos. Aprendi muito na raça. E tentei ensinar. Hoje, tá quase tudo na internet (ahhh… internet, sua linda!).

E, pasmem, cheguei a ser professor de mídia em faculdade da capital. Não durou muito, mas estive lá! Com essa experiência em Sampa posso afirmar, com muito orgulho, que lecionei mídia em três universidades diferentes (obrigado UBC).

Também “fiz mídia”. Na prática. Assumi essa área na minha já inexistente agência, a saudosa – pelo menos para mim – Publicus Comunicação Publicitária.

Tudo mudou e segue mudando – cada vez mais rápido – nessa tal de mídia. Os desafios ficaram maiores e mais complexos. E isso só deixou tudo mais fantástico.

Neste dia do profissional de mídia quero deixar meu especial abraço a todos que se aventuraram pelo tortuoso caminho de ensinar Mídia. E claro, também a todos os profissionais de mídia de agências, veículos e clientes.

Abraços, galera!