Programação especial para a Semana do Meio Ambiente

Via Vale recebe projeto Plante Vida no próximo sábado

As atividades promovidas pela ação incluem encontro de academias de capoeira, apresentações culturais e ambientais com capoeira, cerimônia de graduação dos alunos das academias e entrega de doação de duas cadeiras de rodas.

Em tempos de indústrias e tecnologias avançadas, manter o equilíbrio entre o meio ambiente e desenvolvimento parece ser difícil e é um verdadeiro desafio. E dentro do mês que se comemora a Semana do Meio ambiente, o Via Vale Garden Shopping preparou uma programação especial para celebrar e enfatizar o seu compromisso com a sustentabilidade.

As atrações ocorrerão em parceria com a Academia de Capoeira ZumbiArte, que realiza o projeto Plante Vida, responsável por obras de cunho social atendendo a população carente de Taubaté e região. E no próximo sábado, 23, o Via Vale trará um pouquinho dessa corrente do bem para dentro do shopping através de atividades para lá de especiais.

A programação começa a partir das 18h e terá encontro de academias de capoeira, apresentações culturais e ambientais com capoeira, cerimônia de graduação dos alunos das academias e entrega de doação de duas cadeiras de rodas. Uma das cadeiras foi conseguida através da venda de lacres de metal de latinhas de alumínio para um ferro velho. Todo o dinheiro da reciclagem possibilitou a compra de uma cadeira. A outra advém de doação. Toda a programação é gratuita e acontecerá em um espaço montado especialmente para recebê-la, próximo ao Espaço Kids, no piso 1.

Serviço:

Projeto Plante Vida – Via Vale Garden Shopping

Data: 23 de junho

Horário: a partir das 18h

Local: próximo ao Espaço Kids – piso 1

As atividades são gratuitas

Fonte: Assessoria de Imprensa Via Vale

Conheça o Click&Collect

Isso é o Click&Collect: o avanço significativo da estratégia omnichannel

*Por Maurício Trezub

Uma das grandes tendências do novo varejo tem nome conhecido, já é praticada por muitos players do mercado no exterior e ganha força total agora no Brasil. Isso é o Click&Collect! De todas as estratégias omnichannel, este modelo de vendas é o que tem se alastrado em maior velocidade e o que mais tem agradado os consumidores. A rápida experiência de entrada e saída nas lojas – escolher o produto, clicar e levá-lo para casa – que o Click&Collect proporciona é primordial para ter sucesso nos negócios. É perceptível que, com o desenvolvimento das tecnologias, a distância entre os mundos físico e virtual fique cada vez menor.

A empresa Bell and Howell divulgou um levantamento recente, nos Estados Unidos, sobre as razões pelas quais as pessoas realizam uma compra nessa modalidade. Mais de 70% dos entrevistados se identificam como compradores experientes de Click&Collect. Um dos principais motivos para a escolha é a agilidade ao adquirir um produto. Cerca de 88% dos clientes disseram preferir esse tipo de venda. Além de desejarem ter seus itens rapidamente, os consumidores têm uma vasta gama de produtos que antes apenas o e-commerce proporcionaria somados a rapidez da retirada em uma loja física.

Mas, quais são os motivos do consumidor gostar e preferir o Click&Collect, ao invés de comprar em um e-commerce ou ir diretamente na loja física? De acordo com o estudo, em primeiro lugar, está a economia com as despesas logísticas dos envios de produtos, motivo que representou 76% da preferência de compra. Na sequência, aparece a autonomia – hoje, o cliente quer comprar o item e tê-lo no mesmo dia, por isso, este foi o segundo critério, com 54% por cento. Outros motivos, como a proximidade com a loja (50%), seguido pela vantagem de ter uma promoção (24%), a capacidade de devolver a mercadoria imediatamente (16%), além de saber lidar com erros de forma rápida (16%), também foram citados como essenciais durante a escolha.

Fazer o pedido online, retirar o produto na loja que escolher e quando quiser é o que o estimula o consumidor. Diferentemente de um processo comum, em que o e-commerce usa a loja física apenas como ponto de retransmissão da mercadoria, aqui, é ele quem tem o poder durante a jornada. Os entrevistados responderam qual era a duração aceitável de tempo no momento em que eles entravam na loja para buscar seus produtos. Ao todo, 53% desejam pegar o seu item em menos de 10 minutos e outros 25% esperam menos de quatro minutos.

Tudo gira em torno do cliente, que escolhe o que deseja reservar, como deseja, se será pelo site ou pelo aplicativo, se quer retirá-lo na loja e qual horário prefere. Esse conceito de compra já é muito bem conhecido na Europa e está andando a passos largos nos Estados Unidos e em outros países, onde até pequenos comércios de bairro já oferecem o serviço. Como muitas empresas estão competindo entre si, não importando o porte delas, a busca por inovar é essencial para se destacar no mercado. Se até o comércio de bairro no exterior está investindo e adotando tecnologias, por que os comerciantes brasileiros não podem fazer o mesmo? O varejo nacional está ainda em um processo de maturidade, mas acredito que podemos encontrar caminhos para aderir aos poucos às inovações e novas soluções tecnológicas.

Lá fora, um exemplo é a rede de cafeterias americana Starbucks, que mostrou como a integração entre os cenários online e offline pode ser positiva. No ano passado, a empresa que já utilizava um aplicativo próprio, adicionou a funcionalidade do Click&Collect para os seus clientes. A intenção inicial era apenas evitar as filas gigantescas que se formavam nos balcões, mas a mudança acabou estimulando ainda mais as vendas de seus produtos. Os consumidores passaram a ter um novo canal e a opção de realizar as compras via mobile e isso permitiu que eles fossem até o ponto de venda desejado apenas para retirar o seu produto.

Oferecer aos clientes um aplicativo em que por meio de uma identificação e do cartão de débito ou crédito eles consigam escolher, em poucos cliques, a mercadoria que querem e ainda acessar as lojas, é diversificar os seus canais de venda e, acima de tudo, dar novas chances de conversão. Essa é a essência do novo varejo.

Citando algo mais próximo, aqui no Brasil, a Campneus, um dos maiores e mais bem conceituados autocenters do país, também adotou algo similar para seus clientes e teve sucesso. Com 280 pontos de instalação no Brasil, a estratégia é gerar tráfego para a loja física por meio do upsell e agendamento online de serviços de balanceamento, geometria e etc. A experiência mostra que o mercado brasileiro já caminha para esse novo formato e está em uma fase de transição, rumo a transformação digital.

O Click&Collect é o meio mais estratégico e transparente do movimento omnichannel. O caminho é experimentar. A alternativa do varejo é buscar essa integração dos canais de vendas para oferecer as melhores experiências possíveis aos seus clientes e da forma mais natural possível. As empresas que desejam diversificar a sua atuação podem olhar para o seu negócio e se perguntar por onde começar a aplicar o conceito. Os varejistas precisam ser curiosos nesse sentido: tentar, testar e se adaptar. Mesmo que falhas aconteçam nessa jornada, é preciso, e muito importante, fazer esse exercício. Isso é o que ajudará a construir e a atingir o modelo de varejo digital.

*Maurício Trezub é diretor de e-commerce da TOTVS

Fonte: RMA Comunicação – Marina Zimmaro

Estudo aponta que Copa vai movimentar a economia brasileira

60 milhões de brasileiros devem ter gastos relacionados à Copa do Mundo, mostra levantamento do SPC Brasil e CNDL

Jogos do mundial devem movimentar cerca de R$ 20,3 bilhões no comércio e setor de serviços no Brasil. Supermercados, lojas de rua e camelôs serão os principais locais de compra. Para 41% dos torcedores, são altas as chances de o Brasil ser hexa

Faltando poucos dias para a estreia da seleção brasileira nos gramados da Rússia, a Copa do Mundo começa a despertar o interesse dos brasileiros. Uma pesquisa realizada em todas as capitais pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) projeta que aproximadamente 60 milhões de consumidores devem realizar gastos com produtos ou serviços relacionados à Copa do Mundo. O dado corresponde a 51% dos consumidores que acompanharão aos jogos do campeonato. Os que não devem consumir produtos ligados à Copa formam 25% dos torcedores entrevistados.

Entre os que devem gastar para acompanhar as partidas, o consumo de alimentos na casa de amigos ou parentes (91%) e de bebidas na comemoração dos jogos (87%) serão os mais comuns. No caso das comidas, os tira-gostos (56%), itens para churrasco (49%), pipocas (37%) e salgados (31%) se posicionam entre os primeiros do ranking. Já para as bebidas, a preferência é por cerveja (74%), refrigerantes (72%) e água (69%).

De acordo com a pesquisa, outros tipos de engajamento que devem fazer o torcedor brasileiro desembolsar durante a Copa do Mundo são idas a bares e restaurantes para assistir as transmissões dos jogos (62%), compras de camisetas, uniformes e itens da seleção (61%), decoração verde e amarela (54%) e compra de acessórios, como bonés, maquiagem, cornetas e vuvuzelas (48%). Há ainda 46% de consumidores que vão participar de bolões, 38% que irão adquirir serviços de dados de internet para smartphone e 21% que compraram ou planejam adquirir uma TV nova para assistir as partidas.

Por outro lado, 50% pretendem evitar fazer algum tipo de compra durante o período em que o mundial será disputado, principalmente para poder acompanhar aos jogos pela TV (38%).

“Para o comércio e o setor de serviços, a Copa do Mundo vai além da competição em campo. O torneio representa um ótimo momento para incrementar as vendas de artigos de vestuário, eletroeletrônicos, alimentos, bebidas, decoração, entre outros itens, sobretudo em um momento de tímida recuperação econômica como o atual. Mesmo quem não acompanha futebol no dia a dia acaba se contagiando com a atmosfera proporcionada pela Copa, que é mais do que um evento esportivo. É um grande acontecimento geopolítico, cultural e também econômico”, analisa o presidente do SPC Brasil, Roque Pellizzaro Junior.

Copa deve injetar 20,3 bilhões no comércio e serviços; supermercados e loja de rua são as preferidas para adquirir itens ligados ao mundial

Para os torcedores que vão se reunir na própria casa (81%) ou na casa de amigos e parentes (44%) para assistir aos jogos da Copa, a média de gasto por encontro gira em torno de R$ 119, ao passo que, entre os que pretendem ir a bares ou restaurantes (22%), a média aumenta para pouco mais de R$ 128. De modo geral, o evento esportivo tem um potencial de movimentar aproximadamente R$ 20,3 bilhões na economia brasileira, considerando os setores de comércio e serviços.

Ao escolher um bar ou restaurante para assistir aos jogos da Copa, os torcedores priorizam, principalmente, o preço acessível das bebidas (35%), a qualidade do que é servido (30%), a preferência dos amigos ou familiares (27%) e o tamanho do telão em que os jogos serão exibidos (27%). “Historicamente, sabe-se que há uma tradição, entre os torcedores brasileiros, de acompanhar as partidas em espaços públicos ou privados que favoreçam o encontro e a convivência entre os torcedores, sejam bares, praças ou outros locais. Para os empresários desse segmento, é uma grande oportunidade para oferecer uma experiência diferenciada”, afirma o presidente Roque Pellizzaro Junior.

De acordo com a pesquisa, os locais de compras que mais devem ser frequentados para aquisição dos produtos ligados à Copa são supermercados (68%), lojas de rua (35%) e camelôs (28%). Os preços (58%) e as promoções (51%) serão os fatores mais levados em conta pelos consumidores antes de entrarem no estabelecimento.

Assim como costuma acontecer em outros eventos esportivos, é grande a chance de que produtos falsificados estejam à venda no Brasil durante os jogos. Sobre esse tema, a pesquisa revela que 34% dos potenciais compradores estão propensos a comprar apenas produtos oficiais, enquanto 64% pensam que a escolha depende do tipo de produto e 1% declaram abertamente a intenção de adquirir produtos falsificados. Entre os que cogitam comprar um item pirateado, mais de um terço (34%) argumenta não ter condições financeiras, enquanto 22% não se importam com a origem do produto e 15% compram o que for mais barato. Em contrapartida, dentre os que pretendem comprar produtos oficiais, a maioria (55%) considera que a qualidade é a principal vantagem.

Maioria vai pagar despesas da Copa à vista, mas 37% não farão um planejamento financeiro

De acordo com a pesquisa, a maioria dos torcedores que terão gastos com o mundial vai pagar à vista, seja em dinheiro (68%) ou no cartão de débito (35%). O cartão de crédito também será bastante utilizado, por 25% dos entrevistados em parcela única e por 18% em mais de duas prestações.

Um dado que inspira preocupação é que entre os que terão gastos com o evento, 37% não pretendem analisar as condições do orçamento antes de assumir essas despesas – os que vão estipular um valor fixo para gastar no período somam 63% da amostra. “Embora o ânimo que o evento traz sobre os torcedores os levem a gastar mais com as festividades, é importante que os gastos não fujam ao controle do orçamento, já que o evento passa e ficam as dívidas”, orienta a economista Marcela Kawauti.

17% devem ser liberados durante partidas, enquanto 14% vão acompanhar no local de trabalho; para 41% são altas as chances de o Brasil ser hexa

O interesse natural em acompanhar as partidas do Brasil na Copa do Mundo faz com que em muitas empresas sejam adotados esquemas especiais de bancos de horas, horários alternativos ou dispensas e compensações. De acordo com a pesquisa, em 17% dos casos, a empresa onde o entrevistado trabalha pretende liberar os funcionários durante os jogos da seleção brasileira. Outros 14% garantem ter um horário de trabalho flexível, enquanto o mesmo percentual de 14% informa que os funcionários vão dar uma pausa para assistir aos jogos dentro do próprio ambiente de trabalho. Apenas 6% disseram que os funcionários trabalharão normalmente e sem pausa durante as partidas.

De modo geral, 78% dos consumidores brasileiros pretendem assistir aos jogos da Copa do Mundo e 72% ficam empolgados com a competição, sendo que em alguns casos (10%), esse sentimento atrapalha a concentração em suas tarefas no dia a dia. Apenas 14% dos entrevistados disseram que vão seguir a rotina normalmente durante os jogos da Copa e 7% ainda não sabem. Em cada dez entrevistados, quatro (41%) consideram altas as chances de o Brasil ser hexacampeão, ao passo que 45% classificam a possibilidade como média e apenas 10% avaliam como pequena.

Metodologia

A pesquisa ouviu 1.061 consumidores de ambos os gêneros, todas as classes sociais, acima de 18 anos e em todas as capitais para detectar o percentual de quem vai assistir e acompanhar a Copa do Mundo. Posteriormente, a pesquisa se aprofundou a partir de 843 entrevistados que pretendem acompanhar ao evento. As margens de erro são de 3,0 e 3,4 pontos percentuais, respectivamente, a uma margem de confiança de 95%. Baixa a íntegra da pesquisa em https://www.spcbrasil.org.br/pesquisas

Fonte: Assessoria de Imprensa SPC Brasil – CNDL

Crescem as vendas do dia dos namorados

Vendas no Dia dos Namorados crescem 1,63%, a primeira alta em cinco anos, apontam SPC Brasil e CNDL

Desde 2014, movimento do comércio para a data apresentava queda nas vendas, mas resultado de 2018 mostra uma leve recuperação

Dados do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) apontam que as vendas parceladas no Dia dos Namorados deste ano cresceram 1,63% na comparação com o mesmo período do ano passado, sinalizando uma leve recuperação após anos seguidos de resultados no vermelho. Essa é a terceira data comemorativa do ano em que as vendas a prazo apresentam crescimento: na Páscoa a variação positiva havia sido de 3,24% e no Dia das Mães, de 2,86%.

Desde 2011 o ritmo do comércio para o Dia dos Namorados vinha desacelerando ano após ano, sendo que nos últimos quatro anos as vendas registram resultado negativo. Em períodos anteriores, as variações foram de -9,61% (2017), -15,23% (2016), -7,82% (2015), -8,63% (2014), +7,72% (2013), +9,08% (2012), +10,80% (2011) e +7,23% (2010).

Para o presidente do SPC Brasil, Roque Pellizzaro, o resultado de 2018 reflete o fim da recessão e a melhora gradual da atividade no comércio. “O resultado é tímido e ainda não reverte as perdas que o comércio vem acumulando nos últimos anos, mas é um alento para as próximas datas comemorativas e consolida a percepção de que a pior fase da crise ficou para trás”, comemora o presidente.

“O crédito ainda restrito segue limitando o poder de compras dos brasileiros, assim como o desemprego elevado, mas com a economia dando primeiros sinais de retomada, os consumidores foram às compras de forma menos tímida que nos últimos anos”, afirma a economista-chefe do SPC Brasil, Marcela Kawauti.

Neste ano, segundo um levantamento do SPC Brasil, os presentes mais procurados seriam roupas (41%), perfumes ou cosméticos (34%), calçados (22%) e jantares (18%) e o gasto médio com presentes de quase R$ 167.

Metodologia

O cálculo de vendas a prazo é baseado no volume de consultas realizadas ao banco de dados do SPC Brasil (Serviço de Proteção ao Crédito), com abrangência nacional, na semana anterior ao Dia dos Namorados.

Fonte: SPC Brasil – CNDL

Exposição em clima de Copa do Mundo

Com a chegada do mundial de futebol, Taubaté Shopping recebe exposições sobre o esporte

Uma das mostras tem como tema a Seleção Brasileira e a outra que remete ao principal objeto do esporte: a bola

Apesar de ter dado seus primeiros passos na Inglaterra, foi no Brasil que o futebol quis fazer morada. O esporte mais popular do País tem seu ápice de quatro em quatro anos na disputa do torneio mundial, que reúne as maiores e melhores seleções do planeta em uma competição que dura um mês. O mundial deste ano será na Rússia e já tem sua abertura na próxima quinta-feira (14). O Taubaté Shopping resolveu entrar no clima e traz duas exposições sobre o tema.

A primeira proposta é da ABAPC (Associação Brasileira dos Artistas Plásticos Contemporâneos) e busca trazer um novo olhar sobre a bola – que remete também a ciclos, círculos e esferas –, objeto presente tanto no futebol quanto no dia a dia de cada pessoa. “A bola nos deu um novo olhar para a vida, incorporando a alma nacional; e na alma libertária, um significado mais abrangente e positivo”, diz trecho da explicação sobre a exposição. A mostra “Planeta Bola” permanece no centro de compras até o dia 30 de junho e pode ser conferida gratuitamente na Alameda Cultural.

A outra exposição, intitulada “Os segredos da hexabilidade”, exalta alguns jogadores da Seleção Brasileira, entre os 23 convocados que estarão no Mundial em busca da sexta conquista do torneio para o Brasil, mantendo-se assim como a maior seleção campeã da história. A mostra destaca jogadores como Neymar, Philipe Coutinho, Fagner e Gabriel Jesus, entre outros atletas que podem fazer a diferença na competição. O projeto estará no shopping, próxima à escada rolante de acesso ao Moviecom cinema, até dia 15 de julho, data da final do mundial.

Fonte: Communicare – Giovanni Romão

As melhores práticas para atender o consumidor moderno

Especialista destaca alguns aspectos fundamentais para quem quer atender as necessidades dos novos consumidores

A forma de consumo de produtos e serviços está mudando, muitas dessas mudanças se dão graças a era digital e a popularização da conexão. De acordo com Ricardo Zanlorenzi, fundador e CEO da Nexcore Tecnologia, os consumidores acabam de entrar em uma nova fase, a chamada fase 3.0. E a partir daí, como as empresas devem agir para atender da melhor maneira possível esse consumidor moderno?

“O consumidor 3.0 é ativo, conectado, crítico e bem informado. É comum que ele pesquise sobre as empresas, informe-se sobre os produtos e, principalmente, avalie suas experiências de compra e atendimento”, comenta o especialista. Para quem busca formas mais interessantes para se relacionar com os clientes, Zonlorenzi separou três dicas fundamentais:

Multicanalidade: O cliente entrará em contato com sua empresa por onde for mais fácil para ele, por isso, adapte-se. Esteja pronto para receber interações em todas as mídias e canais disponíveis. Para facilitar, procure uma opção de solução que integre o atendimento e torne o processo dinâmico e conectado.

Empatia: A chave de todo o atendimento para o consumidor 3.0 é gerar empatia, nosso objetivo é transformar clientes em embaixadores da marca. Segundo estudos, 88% dos cliente que foram bem atendidos avaliaram positivamente a experiência nas redes sociais, além de recomendar para amigos e familiares. Um atendimento adequado resulta em venda.

Agilidade: Atendimentos demorados podem custar uma venda. Mesmo se for uma dúvida simples pontual, ou um problema de maior complexibilidade, a operação de relacionamento precisa resolver a questão de forma ágil e dinâmica. Busque plataformas e soluções que analisam, automatizam e são integradas aos softwares que a sua operação já usa, são soluções responsáveis por deixar o seu operador focado no que realmente importa: atender bem o cliente.

Ricardo Zanlorenzi lembra, ainda, que com o avanço da tecnologia é fundamental que as empresas estejam de olho no mercado, nas novas tendências, e em meios que facilitem essa interação com o consumidor, evitando assim maiores prejuízos. “Um bom atendimento é fundamental para boas vendas, precisamos estar ligados nas novidades que o mercado oferece para atender o cliente da melhor maneira, trazendo resultados positivos a empresa”, completa.

Fonte: Camila Borba – P+G Comunicação Integrada

Vem aí a campanha do Dia dos Namorados ACIT

ACIT agita comércio com promoção TaubateAMO – “Meu Amor Vale Muito”

A Associação Comercial e Industrial de Taubaté (ACIT) dá início à promoção “Meu Amor Vale Muito”, dentro da campanha TaubateAMO, em homenagem à data comemorada dia 12 de junho.

O dia dos namorados está entre os eventos mais importante para o comércio, após Natal e Dia das Mães, e compreende casais de variadas idades e estado civil, pois todos aproveitam a comemoração para declarar seu amor. Os lojistas estão otimistas em relação às vendas e preveem uma ligeira alta, que pode ser acelerada também pela queda nas temperaturas.

Como nos anos anteriores, os namorados devem procurar presentes diversificados e com preços atrativos, com destaque para as bijuterias, sapatos, cosméticos, perfumes, bolsas, adereços e roupas. Além disso, os comerciantes devem atrair a atenção dos consumidores com a oferta de produtos diversificados, melhores preços, descontos para compras à vista e margem para maiores negociações.

E dentro da promoção organizada para incentivar o comércio da cidade, a ACIT traz o consumidor em dois momentos para o consumo local. O primeiro na realização de suas compras e o segundo com a premiação da campanha TaubateAMO 2018. Para essa promoção, cada R$ 50 em compras nas lojas participantes dão direito a um cupom.

Será sorteado um cupom que dará direito a dois cartões presentes no valor de R$ 1 mil cada, contemplando o casal. O valor do cartão poderá ser dividido em várias compras nas empresas participantes do fundo promocional, como por exemplo uma parte em lojas de roupas e calçados, outra em salão de beleza, loja de utensílio, manutenção veicular, e assim por diante. O valor total não precisa ser todo usado em apenas um estabelecimento, e sim, poderá ser usado em vários locais para diferentes aquisições.

Nas campanhas da ACIT os vendedores registrados nos cupons também ganham e serão contemplados com um cartão de R$ 200,00.

As lojas participantes sempre serão indicadas com material promocional da campanha. O sorteio acontece dia 29 de junho (sexta-feira) às 17h na sede da ACIT e é aberto à todos que quiserem acompanhar.

Com essa ideia a ACIT busca movimentar o comércio e prestação de serviço local fazendo com a economia circule pelo município e que as promoções tenham sempre mais de um ganhador. Os associados que ainda não estão participando do fundo promocional podem fazer sua adesão diretamente na ACIT. Maiores informações pelo telefone (12) 2125-8225.

Fonte: Acontece Comunicação e Eventos

Pátio Pinda tem ação para o Dia dos Namorados

Pátio Pinda inicia as comemorações do Dia dos Namorados nos embalos de Anna e Saulo

Apresentação acontece no sábado (9), na Praça de Alimentação, e será gratuita; shopping segue também com a campanha do Dia dos Namorados

O amor já está no ar no Shopping Pátio Pinda. Adiantando a comemoração do Dia dos Namorados, que será na próxima terça-feira, dia 12 de junho, além do espaço temático para fotos, montado próximo às Lojas Americanas, o centro de compras irá receber um show da dupla Anna e Saulo. A apresentação acontece na noite do sábado (9), a partir das 19h, na Praça de Alimentação, e será gratuito.

A dupla, que ficou conhecida pelas mashups – músicas criadas a partir da mistura de duas ou mais canções existentes –, atenderá os fãs a partir das 19h na própria Praça de Alimentação e às 19h30 começa o show com um repertório cheio de amor que promete aquecer os corações.

Promoção Dia dos Namorados

Ainda no clima de romance, o centro de compras já iniciou a promoção “Dia Dos Namorados – Tempo de Emoção”, que este ano reúne o amor e a paixão pelo futebol. A cada R$200,00 nas lojas participantes, o cliente ganha um relógio de pulso, de silicone, disponíveis nas cores azul, amarelo, verde, branco e preto. Os cupons deverão ser entregues no Balcão de trocas, próximo à loja Hering, para a retirada do brinde. A promoção segue até 20 de junho ou até enquanto durarem os estoques. O regulamento completo está disponível no www.patiopinda.com.br

Fonte: Communicare – Giovanni Romão

Tem marca chegando ao V.Paraíba

Reserva inaugura amanhã 1ª loja do Vale

Queridinha dos descolados e amantes de uma moda autoral cheia de personalidade, o Grupo Reserva está presente em 27 Estados brasileiros, com 82 lojas e uma vontade de voar cada vez mais alto. Desta vez, será São José dos Campos que irá receber sua primeira loja, dia 7 de Junho, das 19h às 22h, localizada no Center Vale Shopping. Trazida ao Vale pelo empresário Alex de Paula, terá inauguração celebrada com coquetel para convidados orquestrado por Fredy, Fabiano e Felipe, da Agência F3.

E os festejos não param por ai! Na mesma noite, a partir das 23h, Los Paleteros, Jaguar e F3 celebrarão a chegada da Reserva oferecendo uma festa para convidados que acontecerá no corredor do próprio Center Vale: na pick-up, o Dj Gabriel Boni dará o tom da festa, temperada com iguarias do Expresso Gourmet e as experiências sensoriais e de entretenimento com assinatura F3.

Após a inauguração os aficionados pela grife poderão conferir a Coleção Inverno 18 na loja do Center Vale e também dia 09 de Junho na Loja PopUp Reserva presente no Churrasco do Mr. Moo, que terá camisetas exclusivas e com edição limitada, que fazem referência à nossa cidade.

Veja aqui um dos filmes da campanha de Dia das Mães da Reserva

Fonte: Agência Cápsula – Cimey Gadelha

Via Vale já está em clima de Copa do Mundo

Arena Esportiva começa a funcionar a partir desta terça-feira no Garden

O Via Vale Garden Shopping, mais uma vez traz para os seus freqüentadores uma atração pra lá de especial, dessa vez em clima de Copa do Mundo. O Garden abriu as portas para receber a “Arena Esportiva Via Vale”, com diversas atrações para todas as idades.

O espaço, que está instalado na Praça de Eventos no piso 1, recebe a partir de hoje (5) o Castelo de Bolinhas da Copa do Mundo. Além dessa operação, a Arena conta também com pula-pula, chute a gol e sinuca humana inflável, tudo isso com a temática da Copa. Vale a pena conferir! O valor da entrada é de R$20,00 e é possível brincar por 20 minutos em todas as atrações.

Outras atrações

E no mês de Junho o Garden ainda receberá muitas outras opções para quem quiser acompanhar as emoções da Copa de perto. O Espaço Torcedor, que já está funcionando por lá desde o mês passado, é uma ótima escolha para quem quer trocar figurinhas do álbum da copa e se divertir pra valer.

E em parceria com o quiosque Chopp Brahma, será montado um espaço para a transmissão dos jogos. No Rock and Ribs também haverá transmissão dos jogos em telões e TVs e chopp em dobro nos jogos do Brasil.

Fonte: Assessoria de Imprensa Via Vale