Especialista dá 5 dicas para reconhecer as fake news

Pesquisa diz que 62% dos brasileiros não sabem reconhecer notícias falsas

As notícias falsas têm ganhado cada vez mais credibilidade entre os brasileiros. De acordo com um estudo feito pela empresa de cibersegurança Kaspersky, 62% dos brasileiros não sabem reconhecer uma fake news. Além disso, segundo o Massachusetts Institute of Technology (MIT), as notícias falsas circulam 70% mais do que as notícias verdadeiras na internet.

Por isso, é preciso estar atento e entender como descobrir se as notícias compartilhadas por amigos, familiares e conhecidos, são verdadeiras ou não. Para isso, a professora do curso de Marketing Digital do Centro Universitário Internacional Uninter, Maria Carolina Avis, dá cinco dicas de como verificar uma fake news. Confira:

DICA 1

Verifique se essa notícia é recente ou antiga. Muitas vezes a informação não é falsa, só é antiga. Após esse texto, foi publicada alguma atualização que seja mais recente? Então antes de repassar algo para frente, analise quando o texto foi escrito e se houveram atualizações. O Google Notícias pode ajudar nessa verificação.

DICA 2

Isso realmente é uma notícia? Não é uma propaganda que parece uma notícia? Cuidado com o compartilhamento de “notícias” de produtos milagrosos que se disfarçam de informação. Além disso, analise se o produtor do conteúdo tem credibilidade, se a fonte é confiável. Prefira repassar informações verificadas por grandes canais de comunicação.

DICA 3

Muitas informações disponíveis na internet são análises pessoais, e não informações baseadas em dados. Essas não necessariamente são falsas, mas têm uma intenção clara pelo autor que expôs sua opinião.

DICA 4

Se uma notícia é verdadeira, vários canais de comunicação a publicarão. Antes de compartilhar, faça uma breve pesquisa e analise essa questão. Neste momento, leia as várias versões de uma mesma notícia para ter a sua opinião sobre.

DICA 5

Tem muitos erros de português? Pelo link conseguiu ver que o nome da empresa está incorreto? Desconfie.

As notícias falsas são muito atraentes, por isso são tão compartilháveis. É importante verificar antes de repassar, afinal nem sempre as pessoas que receberão sua mensagem pensarão em verificar a veracidade, antes de compartilhar com ainda mais gente.

Fonte: Página 1 Comunicação – Lorena Oliva Ramos

Share and Enjoy !

0Shares
0 0 0

Plataforma on-line para conectar ecossistema de Internet das Coisas

ABINC lança plataforma on-line para conectar ecossistema de Internet das Coisas

Com acesso gratuito, Conexão IoT busca fomentar o intercâmbio de informações, o fomento de negócios e o networking com profissionais de todo o Brasil

Future of internet UI concept of internet of things IOT

Com o objetivo de unir e aproximar de forma digital todo o ecossistema de Internet das Coisas brasileiro, a ABINC – Associação Brasileira de Internet das Coisas – lança a plataforma digital e comunidade on-line Conexão IoT. Pioneiro na área, o programa conecta as forças de diversos setores econômicos, públicos e privados, aos usuários finais, fornecedores e pesquisadores de todo o Brasil.

A ideia, segundo Paulo Spacca, Presidente da ABINC, é proporcionar o intercâmbio de informações, fomento à negócios e o networking profissional: “Desde o início da ABINC temos realizado eventos para estimular a conexão entre as pessoas e acelerar o desenvolvimento do mercado. Mas para promovermos o networking entre pessoas e empresas em todos os cantos do país, estava faltando um espaço no ambiente digital”, afirma. “A Conexão IoT vai contribuir não só para nos mantermos informados e conectados em tempos de distanciamento social, mas também servirá como um meio constante de atualizações sobre o mercado”.

Cada usuário poderá configurar um perfil pessoal e ter acesso a notícias e comunicados sobre o setor, conteúdo de valor gerado pela comunidade, comitês e associados ABINC, casos de sucesso, lições aprendidas em casos de insucesso, além de encontrar pessoas com os mesmos interesses ou do mesmo setor de atuação, conferir eventos, oportunidades de trabalho e cursos para quem está buscando aprender ou aprimorar os seus conhecimentos: “Utilizamos o potencial da internet para conectar o ecossistema de IoT no Brasil e assim manter o contínuo desenvolvimento de competências e negócios do setor”, destaca Paulo.

Como fazer parte
O acesso à plataforma é gratuito e pode ser feito por meio de um convite ou inscrição no site. Em ambos os casos, o acesso será revisado e aprovado pela ABINC.

Sobre a ABINC
A ABINC, Associação Brasileira de Internet das Coisas (http://www.abinc.org.br), foi fundada em dezembro de 2015 como uma organização sem fins lucrativos, por executivos e empreendedores do mercado de TI e Telecom. A ideia nasceu da necessidade de se criar uma entidade que fosse legítima e representativa, de âmbito nacional, e que permitisse a atuação em todas as frentes do setor de Internet das Coisas. A ABINC tem como objetivo incentivar a troca de informações e fomentar a atividade comercial entre associados; promover atividade de pesquisa e desenvolvimento; atuar junto às autoridades governamentais envolvidas no âmbito da Internet das Coisas e representar e fazer as parcerias internacionais com entidades do setor.

Para mais informações, entrevistas e/ou ajuda com pautas sobre IoT, entre em contato:

Fonte: Motim.cc – Bruno Lino

Share and Enjoy !

0Shares
0 0 0

Gestão de crise em tempos de comunicação 4.0

Comunicação e PR frente à Covid-19

por Loraine Ricino, diretora de marketing da GOL Linhas Aéreas

Há pouco mais de 20 anos, uma das principais atividades do profissional de PR era enviar releases a repórteres e editores, via fax, de uma vez só, atingindo o maior número possível de veículos. Hoje em dia, tudo mudou. Vivemos a era da comunicação 4.0, cuja conectividade dita as normas das relações entre as pessoas, entre os consumidores e as empresas e entre as organizações e a imprensa. A internet não é apenas “internet”. Cresceu, multiplicou-se, ganhou até um apêndice denominado Internet of Things, ou Internet das Coisas: chegou ao produto, ao eletrodoméstico, que se tornou capaz de se comunicar com os humanos por meio de dispositivos. Esse turbilhão tecnológico chegou para nos auxiliar, mas trouxe uma série de desafios.

Permanecemos online 24/7. O tempo se comprimiu em minutos, premiando assim a veracidade do que é divulgado e a racionalidade. O planejamento e a criação de um plano de crise, como estamos vivendo com o coronavírus (Covid-19), são cruciais para que as empresas estejam preparadas para enfrentamentos sem data para acabar. Dessa forma, a intencionalidade como determinação se torna fundamental.

Antecipar-se aos fatos se mostrou essencial na formatação de ações rápidas para a detecção e o isolamento de novos casos, uma atitude eficaz contra a disseminação da doença. Basta ver o que as autoridades médicas e o governo local fizeram em Taiwan e Cingapura, hoje entre os cinco países que, de maneira estratégica, estão conseguindo deter o contágio. Esse feito é admirável.

Mas qual foi o diferencial deles? O que essas duas nações fizeram que outras não tiveram a lucidez de implementar? Certamente, acessar dados com rapidez e tomar medidas decisivas. Para além de dispor de um sistema de saúde de primeira linha, no caso de Cingapura, ambos os países coletaram dados com agilidade, identificando, entre outras coisas, portadores assintomáticos que foram postos em quarentena. O reforço dos meios de comunicação na divulgação de notícias sobre o vírus foi essencial.

Se o PR é uma área de grande importância em momentos positivos, imagine em tempos difíceis. Mas leve-se em conta que o mundo não é o mesmo. Estamos todos unidos, à distância, passando por uma adversidade sem precedentes. Portanto, o profissional de comunicação externa apto a conduzir esse barco em mares revoltos é aquele que capta as mudanças, as aceita e consegue antecipar informações, prever o que está por vir. Só assim ele ajudará a empresa a proteger a reputação da marca.

Os relações-públicas são o canal de contato com a imprensa. Papel primordial, desde que encarado de uma forma diferente do passado. Não passamos mais faxes de press releases em uma tacada só, para jornalistas. Precisamos adiantar dados e informações dentro das companhias e transmiti-los de forma que possam ser evidenciados no mundo lá fora.

Se o empresário precisa ter o olhar no futuro, ao relações-públicas cabe ir além: ver o futuro com pegadas históricas. Não bastam as informações relacionadas à crise; pede-se um “de-para” dos dados de origem, estabelecendo sua relação com os acontecimentos do presente. Traçar um plano e estar atento ao mercado, às diferentes audiências, às mudanças de comportamento dos impactados e ao tom da fala dos emissores é imprescindível para que ele consiga interferir nos resultados das organizações. E mais: estar sempre a par dos fatos do cotidiano e à influência de eventualidades indiretas.

Manter o foco no propósito da empresa é fundamental, analisando como a crise pode afetá-lo para, assim, recomendar os melhores caminhos. Nessas horas, o senso de autopreservação organizacional é legítimo. Mas, dependendo da gravidade da turbulência, caso da Covid-19, o ser humano e seu bem-estar devem ser a prioridade número 1, e os relações-públicas precisam ter essa convicção.

Fonte: InPress Porter Novelli

Share and Enjoy !

0Shares
0 0 0

Pesquisa mostra relação do brasileiro com as “fake news”

Oito entre dez brasileiros alegam preocupação com “fake news”, revela pesquisa

Segundo levantamento da consultoria Conversion, a televisão é o canal mais confiável de informação para 82,8% da população

Imagem de Gordon Johnson por Pixabay

Pesquisa inédita da consultoria Conversion, especializada em performance e líder em SEO no Brasil, revela que 79,3% dos brasileiros possuem grande preocupação com as chamadas “fake news” (notícias falsas). Entre os canais de informação com maior índice de confiança da população, a televisão é apontada pela maioria (82,8%) como a mídia que inspira mais credibilidade.

De acordo com levantamento “Consumidor Digital 2020”, elaborado entre os meses de agosto e setembro deste ano, 80,2% dos brasileiros confiam em jornais e revistas impressos, 71,9% acreditam nas informações de redes sociais 68,5% dão credibilidade às notícias dos blogueiros.

A pesquisa mostra ainda que 73,2% dos cidadãos buscam informações diversas vezes ao dia nos mecanismos do Google, cujos resultados (orgânicos e pagos) inspiram confiança para 95,2% dos usuários. O estudo aponta também que 93,2% acessam à internet diversas vezes ao dia, tendo o celular como o principal dispositivo para 94,4% dos entrevistados.

Imagem de rawpixel por Pixabay

O wi-fi é o tipo de internet mais utilizado pelos brasileiros, com 69,1% dos acessos, seguindo pelo sistema 4G, com 44,1%. E cerca de 55% afirmaram estourar o plano de dados pela quantidade de acesso e downloads.

“Com a democratização em massa da informação e do conhecimento, propiciada pelo avanço da internet, o brasileiro tem adotado uma postura mais cuidadosa, atenta e conservadora com relação os conteúdos propagados na mídia e na web”, comenta Diego Ivo, CEO da Conversion.

A pesquisa da Conversion ouviu homens e mulheres, acima de 18 anos, de todo o Brasil e todas as classes sociais, a partir de um questionário estruturado com perguntas fechadas e aplicado via internet. O estudo contou com a participação de 395 pessoas, com nível de confiança de 95% e erro relativo de 4,9 pontos percentuais (para cima ou para baixo).

Fonte: Thiago Nassa – Assessoria de Imprensa

Share and Enjoy !

0Shares
0 0 0

Conteúdo para o agronegócio

Agência Estado lança Broadcast Agro

Novo serviço, orientado para o profissional que atua no segmento de commodities agrícolas atenderá um dos mais importantes setores da economia

agenciaestado

A Agência Estado, empresa líder em soluções de informação para o segmento financeiro e corporativo, lança o Broadcast Agro. O novo terminal disponibiliza informações em tempo real para um dos principais motores da economia brasileira, responsável por 23% do PIB nacional, com giro de R$ 1 trilhão por ano que consolida o Brasil como importante fornecedor mundial de commodities.

O Broadcast Agro é uma solução desenvolvida para apoiar o profissional que atua no segmento de commodities agrícolas, como cooperativas, tradings, corretoras, bancos e empresas do setor de agronegócios. Oferece notícias em tempo real, cotações de futuros nas principais bolsas, preços físicos de commodities, fretes de produtos agrícolas, canal meteorológico, calculadora de opções, livro de ofertas, line up de navios nos principais portos de exportação de commodities agrícolas, indicadores de relevância para o setor além de dados de referência, que permitem ao usuário, monitorar o mercado e tomar suas decisões.

O canal de notícias, produzido por uma redação exclusiva para esse mercado e em tempo real contará com as seções Top News Agro, contendo as principais notícias do setor no momento; Agro News, com noticias diárias sobre a cobertura das culturas que movimentam o segmento; Análises, com cenários das commodities; Radar da Imprensa Agro, com as principais notícias diárias relacionadas ao agronegócio divulgadas na imprensa; Twitter Agro; entre outros. Além disso, os usuários que tiverem acesso às newsletters Broadcast Agro (Soja&Milho e Boi) e ao newspapper poderão acessá-los diretamente pelo terminal em formato pdf.

Para a realização do projeto, a Agência Estado conta com parcerias e contribuições importantes na oferta de informações ao serviço. Entre elas, a Somar Meteorologia com informações de clima, o Cepea (Centro de Estudos em Economia Aplicada – ESALQ/USP); entre outros.
Há ainda uma versão do produto em plataforma web, também em tempo real, com layout, ferramentas e funcionalidades ideais para cooperativas, tradings e corretoras disponibilizarem para seus cooperados, usuários ou clientes. Uma ferramenta para acompanhamento do mercado e tomada de decisões, com possibilidade de adaptar o layout do front-end à identidade visual da empresa contratante, no modelo White Label.

“O Brasil é líder mundial em inovação, ciência e produção de produtos agrícolas. O lançamento do Broadcast Agro reconhece nosso maior foco no tão importante e crescente mercado de agronegócios no Brasil e faz parte da nossa estratégia de nos especializarmos cada vez mais nos setores de maior demanda de nossos clientes. Broadcast Agro faz parte da recentemente ampliada linha de produtos Broadcast: Broadcast+, Broadcast Político e Broadcast Soluções de Negociação Eletrônica.” menciona Daniel Parke, diretor-geral da Agência Estado.

Sobre a Agência Estado – Fundada em 1970, a Agência Estado é líder no mercado brasileiro em informações em tempo real e on-line para os segmentos financeiro, agrícola, político, corporativo e de mídia. Com presença consolidada nas mesas de operações, por meio do terminal Broadcast, abrange a maior comunidade financeira no País com mais de 10 mil usuários que utilizam suas informações para monitorar os mercados, identificar oportunidades de negócios e tomar suas decisões de investimentos. A rede de clientes do segmento mídia também confere à AE a liderança nacional, por meio da plataforma Estadão Conteúdo.

Fonte: Lucia Faria Comunicação Corporativa – Marco Barone

Share and Enjoy !

0Shares
0 0 0

São Bento do Sapucaí ganha seu primeiro portal de notícias

A plataforma pretende democratizar a informação e melhorar a divulgação da cidade

Acontece São Bento

Informar-se sobre o que acontece em São Bento do Sapucaí vai ficar mais fácil a partir desta quinta-feira, dia 15 de Outubro. A data marca o lançamento do portal Acontece São Bento, cujo objetivo é reunir na plataforma online informações, agenda, dicas e curiosidades sobre São Bento do Sapucaí, interior de São Paulo.

Resultado de uma parceria entre dois jornalistas, um publicitário e um webdesigner, o site tem o propósito de democratizar a informação na cidade e tornar público os acontecimentos e eventos, uma vez que as informações chegam de maneira desencontrada para a população. Além disso, a plataforma também será alimentada de maneira colaborativa por moradores da cidade, que irão contribuir nas mais diversas editorias.

De acordo com Rubens Costa, um dos idealizadores do projeto, a intenção é que o portal se torne o principal canal de informação para moradores e visitantes, além de impulsionar o movimento do comércio local e valorizar a cultura sambentista e tudo o que acontece na cidade. “A ideia surgiu no momento que notamos a necessidade de São Bento ter um canal que concentrasse as informações da cidade, que não chegam à população de maneira clara e confiável”, explica o publicitário.

O Acontece São Bento terá oito canais de navegação: Notícias, Agenda, Turismo, Esportes, Cultura, Bem-Estar, Variedades e Classificados. O acesso ao portal será liberado a partir das 14h no endereço www.acontecesaobento.com.br e o lançamento oficial será realizado durante o evento Revelando São Bento, que acontece na cidade de 15 a 18 de Outubro.

Share and Enjoy !

0Shares
0 0 0

RMVale ganha novo portal de notícias

Região Metropolitana do Vale do Paraíba ganha novo portal de notícias. Meon cobre 39 cidades e traz para a região inovações que prometem movimentar o mercado da informação e da publicidade online

No mundo há 2,4 bilhões de internautas. O Brasil tem hoje mais de 77 milhões de pessoas conectadas à internet e a região Sudeste, onde fica a RMVale (Região Metropolitana do Vale do Paraíba e Litoral Norte), é a que tem a maior parcela de internautas, com um índice de 54,2%. Isso sem falar que, em média, o brasileiro fica conectado 27 horas por mês.

Atento a esses dados, nasce o Meon – Metrópole Online, um portal de notícias que tem como propósito democratizar a informação e levá-la às 39 cidades da Região Metropolitana, integrando os municípios, que juntos somam mais de 2,2 milhões de habitantes, por meio da informação. A Região Metropolitana do Vale do Paraíba e Litoral Norte é responsável por 4,96% do Produto Interno Bruto estadual e 1,64% do nacional, uma das regiões mais importantes do país.
“Ao acessar o Meon, os leitores-internautas terão as notícias em 3 “V’s”: volume, velocidade e veracidade. Serão dezenas de notícias postadas todos os dias, produzidas por uma equipe estrategicamente localizada em vários pontos da RMVale. Um diferencial na região,”, afirma Marcelo Claret, editor-chefe do portal.

O Meon terá oito canais de navegação: Notícias, Esportes, Entretenimento, Turismo e Gastronomia, Coluna Social, Gente, Teen e Opinião, além dos Classificados, com as ofertas de imóveis e automóveis.
Para valorizar a região e facilitar a navegação do internauta, na editoria Região, o canal de notícias será dividido em cinco sub-regiões. Já o canal Entretenimento contará com uma agenda com programação cultural regional inédita. Na Coluna Social, seis colunistas irão se alternar diariamente, com coberturas nas cidades de São José dos Campos, Taubaté, Jacareí, e do Vale Histórico e do Litoral Norte.
“Ainda temos uma inovação, um canal Teen, com notícias de moda, celebridades, entretenimento, matérias de comportamento e uma coluna social que será abastecida com fotos enviadas pelos próprios adolescentes. O canal Teen conta ainda com uma agenda com programação cultural e de entretenimento específica”, conta Claret.

Colunistas reforçam credibilidade do portal
O Meon terá um canal de Opinião e estreia com renomados colunistas nacionais, entre eles, Luiz Felipe Pondé, Henrique Meirelles, Kenneth Maxwell e Iva Oliveira. Além deles, os colunistas regionais Alexandre Lima escrevendo sobre crônicas do cotidiano, Cristiane Cobra e Maurício Cardoso (sobre Política), Fábio Figueira (Esportes) e Alexandre Petillo e Rogério Corrêa (Cultura) dão suas opiniões sobre os fatos na RMVale.
Para quem gosta do tema Gastronomia, Vitor Pompeo escreve sobre os ingredientes da culinária regional, Laureano Rosa, Odir Guarnieri e Sílvio Costa (sobre Economia), Flávio Mourão (Urbanismo), Luis Daniel (Inclusão social) e Eugênio Cará (Cultura teen).

Filtros darão mais agilidade à navegação
O internauta que acessar a home do Meon encontrará botões de filtros para canais especiais: Judiciário, Executivo, Legislativo, com notícias atualizadas sobre os três poderes. No mesmo espaço, o leitor poderá acessar o canal Religião e Espiritualidade.
No canal Classificados, os filtros também darão mais dinamismo às consultas de ofertas. Vários formatos de busca estarão disponíveis, refinando a pesquisa por cidade, região, valor, número de dormitórios etc. Para os classificados de automóveis, a busca será também intuitiva e poderá levar em consideração o ano, modelo, quilometragem e outros dados do veículos.
As informações poderão ser atualizadas pelo anunciante a qualquer momento, já que ele terá acesso à edição do anúncio com um “usuário administrativo”. Além disso, o anunciante poderá saber quantas pessoas visualizaram seu anúncio, podendo mensurar suas campanhas de publicidade e o analisar o perfil do consumidor.

Home

Lançamento do Meon acontece no dia 14 de fevereiro, às 14h
O lançamento do portal Meon acontece no dia 14 de fevereiro, às 14h. O acesso será livre e, posteriormente, gratuito para até 20 notícias mensais. O internauta-leitor que optar pelo acesso ilimitado poderá fazer a assinatura Paywall no valor de R$ 8,90 mensal.

Acesse: www.meon.com.br, instagram.com/portalmeon e twitter.com/portalmeon

 

Share and Enjoy !

0Shares
0 0 0