Dicas para um bom desempenho na Black Friday

Quatro dicas da Mandic Cloud para um bom desempenho na Black Friday

Impulsionado pela pandemia, período conta com forte expectativa por parte dos consumidores e empresários de todo o Brasil

De acordo com a Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo (SBVC), nos últimos dez anos, a Black Friday se tornou o período de vendas mais aguardado do ano pelos consumidores brasileiros. É também um momento de alta lucratividade para o varejo, considerando os descontos agressivos e a grande demanda de atendimento em todos os setores. Neste ano, com o isolamento social desencadeado pela pandemia do novo coronavírus, o consumidor desenvolveu novos hábitos de compras, fortalecendo o consumo on-line. Com isso, é previsto um aumento expressivo no acesso às plataformas de e-commerce, o que demanda uma preparação especial da infraestrutura dos ambientes de vendas.

A Black Friday de 2020 promete ser a maior de todos os tempos, visto que os downloads de aplicativos de compras no Brasil cresceram 100% durante a pandemia, segundo estudo da empresa americana AppsFlyer. Dessa forma, a Mandic, referência em gerenciamento de cloud e DevOps na América Latina e líder brasileira na gestão de ambientes em nuvem, destaca práticas efetivas para que as companhias alcancem um bom desempenho nas operações on-line, a fim de atender o alto volume de compras.

Segundo a consultoria, a data mais importante do mundo para o varejo requer cuidados que vão desde a obtenção de um suporte de TI bem estruturado, que opere em todas as frentes de negócios, até uma boa campanha de marketing. Para Karina Costa, diretora nacional de negócios da Mandic Cloud, um erro comum das companhias, não só para este período de promoções, mas também em grande parte das estratégias de negócios, é a desvalorização do serviço de infraestrutura de qualidade.

“Na hora de investir em um sistema de TI, muitos lojistas não levam em consideração a importância de optar por um servidor que comporte uma alta quantidade de acessos. Em datas de picos de vendas, ou em outras ocasiões imprevisíveis, como o cenário atual, no qual a expectativa é de concentração de vendas no meio digital, um ambiente despreparado pode afetar toda a estratégia de vendas. Outro equívoco é deixar para programar a campanha de marketing na última hora, sem pensar em uma estratégia centralizada. Isso impacta todo o projeto de forma negativa, pois há menos tempo para que seja possível criar um trabalho de qualidade”, afirma Karina.

Image by Gerd Altmann from Pixabay

Nesse sentido, é importante ter um ambiente de vendas bem estruturado, com um sistema de suporte que ofereça apoio desde o início das operações. A diretora reuniu alguns pontos importantes, que devem ser levados em consideração durante a preparação das estratégias para esse período:

1. Invista em um sistema de TI de qualidade: é preciso que as operações estejam baseadas em um servidor adequado, para comportar a alta na quantidade de acessos prevista para a data. Qualquer instabilidade na plataforma pode fazer com que o cliente perca o interesse na compra, e ainda prejudique a reputação da marca.

2. Estabeleça um plano estratégico: a base para alcançar um bom desempenho em períodos desafiadores é desenhar uma estratégia que preveja todas as possíveis demandas e determine prazos para que as ações estejam em conformidade. O tempo de programação deve levar em conta o tamanho da operação: grandes empresas do varejo, por exemplo, se preparam para o período de Black Friday desde o começo do ano.

3. Tenha uma equipe de marketing sólida e uma campanha diferenciada: nesse período, as ofertas são bastante agressivas, e os consumidores ficam mais exigentes. Assim, é preciso contar com um time preparado para lidar com as adversidades e propor soluções criativas para atrair e reter os clientes. A melhor estratégia é pensar na experiência dos clientes em todos os canais de venda e atendimento.

4. Esteja preparado para qualquer inconveniente técnico: por causa do alto pico de acessos, as plataformas de vendas podem apresentar lentidão e falhas, problemas que abrem vantagem para a concorrência. Por isso, o suporte técnico deve ter a experiência necessária para operar ajustes de forma rápida e eficiente. Com uma consultoria bem preparada, esse tipo de instabilidade não fica sem solução.

Com base nessas dicas, fica evidente a relevância de contar com um parceiro tecnológico desde o começo do planejamento, para entender todas as ações que serão aplicadas no período e desenvolver um processo completo, com gerenciamento, segurança e monitoramento. Neste ano, como as vendas físicas serão minimizadas, é preciso garantir que os meios digitais estejam preparados com ferramentas para suportar e atender às altas demandas dos consumidores.

“A expectativa para a data é grande, pois agora o consumidor está em casa, com mais tempo para pesquisa e disposição de compra para adquirir produtos que deseja. Na Mandic, apoiamos nossos clientes em todo o processo da campanha para a Black Friday, desde o início até a finalização, atuando como seu parceiro de negócios para garantir bons resultados. O que mais determina o sucesso da Black Friday é a tecnologia por trás dos processos, os mecanismos e a plataforma que processam as informações e garantem o bom funcionamento da campanha”, finaliza Karina.

Fonte: Mandic Cloud Solutions – RPMA Comunicação

Share and Enjoy !

0Shares
0 0

Jornada inteligente para a nuvem requer planejamento

São Paulo, SP 5/11/2020 – Como qualquer tecnologia, os serviços em nuvem foram se tornando mais robustos à medida que mais recursos foram sendo incorporados

Segundo o Gartner, até 2023, mais de 60% das organizações que já utilizam a tecnologia passarão a utilizar soluções de nuvem inteligente.

O advento da pandemia pressionou muitas empresas que ainda relutavam em migrar os ambientes para a nuvem — ou embarcar na transformação digital utilizando essa tecnologia — a seguirem por esse caminho para manter a competitividade e, por vezes, a existência dos negócios.

Porém, como qualquer tecnologia, os serviços em nuvem foram se tornando mais robustos à medida que mais recursos foram sendo incorporados, tornando-se mais complexos para responder às mudanças. Isso tem exigido uma transformação tanto na governança das empresas, como na cultura e até na forma como a infraestrutura em nuvem funciona.

“Apenas migrar recursos para a nuvem não é mais suficiente, passa a ser necessário um projeto estratégico, de planejamento minucioso, a responder questões como, por exemplo, quais dados serão armazenados em nuvem pública e quais ficarão em nuvem privada com monitoramento de acessos e rotinas automatizadas de governança. Segundo o Gartner, até 2023, mais de 60% das organizações que já utilizam a tecnologia passarão a utilizar soluções de nuvem inteligente”, ressalta Leonel Nogueira, CEO da Global TI .

Para auxiliar os líderes de TI a garantir iniciativas de adoção de nuvem bem-sucedidas, que se alinham às prioridades de negócios. A seguir, vale conferir cinco práticas recomendadas pelo Gartner para iniciativas inteligentes de nuvem:

1: É preciso fechar a lacuna entre as expectativas da nuvem e a realidade
Ter metas e expectativas para a nuvem não é sinônimo de execução bem-sucedida. Por meio de várias interações com clientes, o Gartner observou que as seguintes lacunas são comuns nessa jornada:

Entre as aspirações da organização e a capacidade da equipe interna de executar;
Entre os ganhos esperados da nuvem e a realidade do que a nuvem pode oferecer
Entre a estratégia de negócios da organização e a estratégia de nuvem;
Entre o modelo operacional existente e exigido ou entre as práticas fundamentais existentes e exigidas, como: governança, conformidade e segurança.

Os responsáveis por infraestrutura devem conscientizar os tomadores de decisão sobre qualquer limitação técnica ou locais da nuvem, além do potencial para que surjam as lacunas citadas. Abordá-los permite que as organizações estabeleçam metas mais realistas para iniciativas de nuvem e redirecionem os recursos adequados para ganhos reais de valor aos negócios.

2: Estratégia de governança automatizada
Os serviços em nuvem evoluíram ao ponto de oferecer 10 vezes, ou até 100 vezes, mais opções de configuração. Naturalmente, é quase impossível para as práticas existentes acompanhar essas mudanças, colocando as organizações em riscos de violações de segurança, perda de dados, problemas de conformidade e até orçamentos fora do budget. Para reduzir o risco de perder o controle, os responsáveis por infraestrutura devem se concentrar na criação e automatização de uma estratégia de governança.

3: Uma “Febre” inteligente em nuvem
Os responsáveis por infraestrutura devem priorizar as cargas de trabalho a serem movidas para a nuvem, usando um processo de seleção de loop contínuo de “círculo completo”: mais rápido, mais fácil, valioso, eficiente e repetitivo, ou “Febre”, como o Gartner o chama. Também selecione as cargas de trabalho que priorizam velocidade, simplicidade e valor comercial ao migrar.

Isso pode ser feito em várias ondas. Na onda um – faça a movimentação das cargas de trabalho mais fáceis e econômicas. Na onda dois, mova as segundas cargas e repita até que as cargas de trabalho restantes não possam ser migradas rapidamente, de maneira que não resulte em custos operacionais.

4: A simplicidade
Os principais provedores de nuvem introduzem centenas de novos recursos em suas ofertas todos os anos, o que adiciona uma camada de complexidade que pode retardar a jornada cloud. É recomendado manter a simplicidade e a segurança, porque reflete o princípio de que a maioria dos sistemas funciona melhor quando a complexidade é minimizada. Os responsáveis por infraestrutura devem evitar um número excessivo de componentes ou integrações e usar estruturas e arquiteturas comprovadas para mantê-lo simples.

5: Realidade da nuvem
Nem todos os aplicativos e cargas de trabalho se beneficiam da nuvem. Há uma série de diferenças regionais e locais que a nuvem tem, por exemplo, latências de rede, disponibilidade de serviços locais, requisitos regulatórios e muito mais. As prioridades e circunstâncias também variam entre as empresas e a jornada para a nuvem deve ser adaptada às situações. É importante defender as iniciativas que estão na nuvem que se alinham não apenas ao contexto da organização, mas também às realidades locais da nuvem.

Fonte: baseado em https://siliconangle.com/2020/08/07/cloud-first-not-enough-five-best-practices-cloud-smart-journey/

Share and Enjoy !

0Shares
0 0

Finalistas do Prêmio Amigos do Mercado 2020

Divulgada a lista com os finalistas do Prêmio Amigos do Mercado 2020

Desenvolvido para reconhecer o profissional do dia a dia do mercado publicitário de forma democrática e divertida, a quarta edição do Prêmio Amigos do Mercado anuncia os finalistas das 15 categorias. Depois de serem escolhidos pelos 100 gestores, os quais foram indicados abertamente pelo mercado, os finalistas agora terão conhecimento de suas nomeações.

Neste ano, a divulgação dos 150 profissionais finalistas se dará através de uma ação em parceria com a Eletromidia, a qual cederá parte de suas telas em estações de metrô e shoppings da cidade de São Paulo e Rio de Janeiro, além da publicação dos indicados nas mídias sociais do Amigos do Mercado e através de veículos de imprensa.

As categorias desse ano são: Anunciante, Atendimento e Negócios, Business Intelligence, Content, Criação, Estagiário, Executivo de Vendas, Inteligência de Mercado, Mídia, Operações, Planejamento, Professor, Profissional de Apoio, Recursos Humanos, além do Prêmio O Amigo do Mercado.

A votação será aberta aos profissionais do mercado publicitário e ocorrerá exclusivamente no grupo de Facebook do Amigos do Mercado e acontecerá entre 09 e 25 de novembro.

Os vencedores das 15 categorias do Prêmio Amigos do Mercado 2020 serão conhecidos no dia 26 de novembro e premiados em live inédita marcada para 03 de dezembro.

Nesta edição, o Prêmio conta com o patrocínio de: Inarco Troféus, Outdoor Social, Compasso Colab, Editora Globo, Blum Mobile Ads Solutions, Seedtag, Carrega+, Band, Retail Media e Eletromidia.

Conheça os indicados:

ANUNCIANTE

Anna Carolina Campos Lota (LG)

Francisco Batalejo (GM)

Glaucia Martinelli (Vivo)

Helena Bonesio (Volkswagen)

Larissa Oliveira (Alpargatas)

Lindsay Stefani (Diageo)

Rafaela Condolo (Mercado Livre)

Sharon Harison (BRF)

Thiago Baltar (Itaú)

Vanessa Kustner (Claro)

ATENDIMENTO E NEGÓCIOS

Carolina Tebaldi (Artplan)

Cindy Fuji Matsu (Africa)

Isabela Crestana (AlmapBBDO)

Joana Credidio (Y&R)

Karolina Cassares (Leo Burnett Tailor Made)

Lara Bigliassi (W/McCann)

Nathalia Romeiro (Suno United Creators)

Pedro Yoshida (Publicis)

Raphaela Guillen (GUT)

Sabrina Pozella (Pullse)

BUSINESS INTELLIGENCE

Gabriel Matos (Mercado Livre)

Leonardo Scatamburlo (Kantar)

Luis Buosi (Ogilvy)

Marcela Ricardo (Band)

Pedro Debs (Diageo)

Pedro Maia (AlmapBBDO)

Priscila Olegário (Grey)

Rafael Schettini (W/McCann)

Ricardo Minervino (Disney)

Wilker Leal (Ref+)

CONTENT

Catia Fonseca (Band)

Douglas Gomides (Influenciador – LinkedIn Top Voices)

Eduardo Costa (Rádio Itatiaia)

Felipe Torres (DAZN)

Jade Gimenez (Viacom)

Karen Cunsolo (UOL)

Léo Paixão (Chef Mestres do Sabor)

Leonardo Haar (Disney)

Samy Dana (Jovem Pan)

Tatola Godas (Rádio 89 FM)

CRIAÇÃO

André de Aquino Vervloet – Firulo (AlmapBBDO)

Charles Alvarenga (Y&R)

Gabriel Duarte Rodrigues (DPZ&T)

Júlia Mota (GUT)

Márcia Lima (Lápis Raro)

Marília Costa (Leo Burnett Tailor Made)

Renato Jardim (Talent)

Rhaissa Bueno (W/McCann)

Ruan Miller (Leo Burnett Tailor Made)

Val Pacheco (Suno United Creators)

ESTAGIÁRIO(A)

Carlos Alves (Grey)

Carla Costa (Itaú)

Erica Messias (AlmapBBDO)

Gustavo Pereira (Dentsu)

Isabella Rosati (Pullse)

Marcela Costa (KondZilla)

Marco Pacheco Mussato (Sapient AG2)

Raul Alessandri (Bayer)

Ricardo Coelho (LG)

Thais Alves (VML)

EXECUTIVO(A) DE VENDAS

Amanda Lopes (Globo)

Andrea Machado (TV Cultura)

Caju (Rádio 89 FM)

Daniel Stelzer (UOL)

Fernando Nogueira (Record)

Guilherme Melo (Band)

João Romano (Discovery)

Juliana Horta (Google)

Marcos Rosseto (RBS)

Vanessa Gregoraci (SBT)

INTELIGÊNCIA DE MERCADO

Boaventura Júnior (DPZ&T)

Elaine Venga (ZAHG)

Glauco Moraes (Disney)

Isa Geo (Grey)

Jemerson Farias (R7)

João Galera (W/McCann)

Karla David (Y&R)

Mariana Diniz (Rádio Itatiaia)

Melissa Vogel (Kantar)

Renan Iti (AlmapBBDO)

MÍDIA

Bruna Morano (Africa)

César Nery (DPZ&T)

Daniel Guebara (W/McCann)

Gustavo Masson (Suno United Creators)

Kelly Prado (Talent)

Luisa Sotero (Artplan)

Mayara Andrade (Be180)

Pâmela Araújo (Ogilvy)

Priscila Sato (AlmapBBDO)

Priscilla Leite (Publicis)

OPERAÇÕES

Alana Pereira (CNN Brasil)

Edilson Xavier (Jovem Pan)

Fabio Castro (Sony)

Fernanda Andrade Gonçalves (Band)

Marcos Mansur (Disney)

Priscila Moura (SBT)

Rose Lopes (Eletromidia)

Tainá Martins (Teads)

Thais Bilbao (Globo)

Wagner Sena (ADR Media)

PLANEJAMENTO

Alex André (Grey)

André Sinko (F.biz)

Gabriela Tognozzi (Publicis)

Giulia Queiroz (Suno United Creators)

Guilherme Pádua (Wunderman Thompson Brasil)

João Pedroso (Talent)

Larissa Maida (Y&R)

Maira Miguel (Propeg)

Marcelo Yamautti (Pullse)

Maurílio Filho (W/McCann)

PROFESSOR(A)

Adélio Brito (Mackenzie)

Alexandre Reibaldi (Cásper Líbero)

Antonio Terra (UniBH)

Ciça Mattos (São Paulo Digital School)

Cynthya Rodrigues (IAB Brasil)

Gabrielle Fulchelberg (Mackenzie)

Gil Giardelli (ESPM)

Guilherme Treviso (Impacta)

Gustavo Reis (Tecnisa)

Paulo Arruda (Kantar)

PROFISSIONAL DE APOIO

Antônio Fava (W/McCann)

Danielle Nogueira (SBT)

Erick Correa (Publicis)

Jefferson Fernandes (Rádio Capital)

Jefferson Serrato (Pullse)

Jurandir Lima (MullenLowe)

Rosana Alcântara (Band)

Jair Gomes (Grey)

Suzy Cruz Moreira dos Santos (Vivo)

Vera Vidal (Y&R)

RECURSOS HUMANOS

Agda Shami (Discovery)

Cintia Pessoa (W/McCann)

Fernanda Reis (Publicis)

Gustavo Bronzeli (AlmapBBDO)

Juliene Salvan Dias (Band)

Michelle Mica (Talent)

Nayara Ramos (Grey)

Rebeka Vilela (HBO)

Renata Garrido (Publicis)

Silvia Frange (KondZilla)

O(A) AMIGO(A) DO MERCADO

Allan Barros (Pullse)

André França (W/McCann)

Arnaldo Rosa (ABRX Serviços)

Beto Coimbra (Lojas Marabraz)

Gilberto Tota (Record)

Luciana Valério (SBT)

Manzar Feres (Globo)

Paula Vinhas (Viacom)

Priscilla Leite (Publicis)

Rodrigo Famelli (Africa)

O AMIGOS DO MERCADO

Grupo que reúne mais de três mil usuários em grupos de WhatsApp segmentados por região e área de atuação; mais de 33 mil membros no grupo fechado do Facebook e mais de dois mil seguidores no Instagram, o Amigos do Mercado tem por objetivo tornar o mercado publicitário mais amigável. Surgiu em 2015 e, desde então, permite que os membros, através dos canais mencionados, troquem contatos, vagas de emprego, currículos e notícias do mercado publicitário. Além disto, realiza uma série semanal de lives com profissionais de agências, veículos e anunciantes para falarem sobre a área e mudanças que ocorreram em decorrência do período pandêmico.

Share and Enjoy !

0Shares
0 0

Agência busca estagiário de mídia

Agência busca profissionais comprometidos e apaixonados por conhecimento para trocar experiências

– Desenvolvimento de briefing;
– Desenvolver e gerenciar cronogramas e relatórios;
– Participar e conduzir reuniões com clientes;
– Participação dos processos de planejamento;
– Análise dos resultados finais das campanhas;
– Comprometimento com as entregas e qualidade.

HORÁRIO: Segunda a sexta, das 10 às 17h.
BENEFÍCIOS: Vale-transporte e refeição no local

Para se candidatar a vaga entre em contato através deste e-mail: contato@actmob.com

Share and Enjoy !

0Shares
0 0

Artigo mostra como o SEO melhora a performance de sites

Marketing digital: como o SEO melhora a performance de sites no Google

por Rafael Paiva*

Há 3 anos pouquíssimas pessoas sabiam o que era SEO, ou melhor, nunca tinham ouvido falar sobre! Hoje, principalmente, com a pandemia e o marketing digital ganhando ainda mais força, esse termo em inglês está cada vez mais presente na internet e se tornado mais familiar, mesmo para as pessoas fora da área de comunicação.

Rafael Paiva

Isso acontece porque a sociedade está mais e mais utilizando o digital para realizar suas compras, pesquisas, consultas, tomadas de decisão, afetando todo o mercado.
Como as empresas e sites querem e precisam ser encontradas pelas pessoas na internet, até os mais relutantes ao investimento online, estão entendendo que precisam estar bem posicionados e presentes no digital e que se trata de um caminho sem volta.
É sobre as práticas de SEO que promovem esse melhor ranqueamento e presença digital que vim explicar um pouco melhor. Então, continue lendo para você saber mais sobre o que é e como fazer um bom SEO para o site da sua empresa.

SEO é a sigla em inglês para Search Engine Optimization que, traduzindo para o nosso português é otimização dos mecanismos de buscas, tendo hoje como principal plataforma o Google.

O SEO existe pois o Google que tem como objetivo proporcionar os melhores resultados e melhor experiência possível para os seus usuários desenvolveu algumas métricas do que seria um site e/ou conteúdos relevantes para ranquear melhor e, com isso, precisamos “surfar na onda” já que queremos ranquear bem.

O SEO completo é feito em 3 pilares que são: SEO On-Page, Produção de conteúdo e Link Building. A soma desses três fatores fará com certeza com que seu site cresça nos resultados de busca do Google, pois são esses os pontos que o robô dessa plataforma mais valoriza quando vai verificar os sites e páginas.

O SEO On-Page vai cuidar dar parte de código, velocidade do site, se o site ou página está bom para quem acessa pelo mobile ou desktop, se é seguro, o título de cada página nas buscas do Google, escrever uma meta-description atrativa e muito mais.

Já a Produção de Conteúdo precisa ser otimizada para um formato específico de leitura na internet que o Google considera como ideal, uma vez que estimula a melhor experiência do leitor. Negrito, uso de links e repetição certa de palavras-chave são algumas das regras que se têm para escrever um conteúdo lapidado.

E por fim, mas não menos importante, temos o Link Building que nada mais é que links do seu site em conteúdo de outros. Isso para o Google é equivalente a recomendação, ou seja, uma sugestão aos seus leitores a ler a entrar no seu site também para encontrar algo de qualidade.

Apesar da explicação ser simples, o Link Building também tem suas regras e configurações para que seja visto com bons olhos pelo Google e não seja um “tiro no pé” para o seu site.

O ideal é ter um time com uma pessoa responsável por cada setor, porém, caso a verba esteja baixa, é possível sim, na medida em que você for publicando conteúdo e configurando o site, fazer esses ajustes e otimizações que já ajudarão bastante no ranqueamento.

Agora que você já sabe um pouco mais, o que acha de investir no SEO do seu site?

*Rafael Paiva
Desenvolvimento de Novos Negócios e Responsável pelo SEO na Código BR Comunicação

Share and Enjoy !

0Shares
0 0

5 dicas valiosas para implantar a jornada do cliente

O poder da jornada do cliente

Entenda como os mínimos detalhes são importantes para fidelizar um cliente; especialista dá 5 dicas valiosas para implantar a jornada do cliente em seu negócio

Você sabia que conquistar um novo cliente custa, em média, cinco vezes mais caro do que gerar satisfação e resultado para um cliente fiel? Exatamente por isso, prezar pela fidelização em um negócio é fundamental para criar resultados realmente expressivos. Para isso, é necessário criar um ambiente em que tal cliente se sentirá satisfeito em todos os aspectos. É nesse sentido, que um conceito importante deve ser incorporado desde o início de qualquer operação: a jornada do cliente.

De acordo com Aline Oneda, especialista em marketing e encantamento do cliente, o poder da jornada do cliente está na possibilidade da empresa desenvolver ações específicas para cada uma das etapas que levam o consumidor à compra, criar relacionamento de confiança e senso de autoridade que podem ser decisivos na hora do cliente fazer sua decisão de compra.

Afinal, o que é a jornada do cliente?

Aline explica que este é um método para analisar cada ponto de contato do cliente com a empresa e checar todo o caminho do mesmo, desde a sua primeira interação com a marca. Assim, é possível identificar a realidade da empresa. “O objetivo é a satisfação do cliente, entregar a melhor experiência para poupar tempo, agregar valor e oferecer produtos certos na hora certa.. Ao passo que o crescimento do faturamento acontece de forma consistente”, acrescenta.

Aline Oneda

A especialista destaca que esse modelo é uma ótima forma de mostrar o quanto uma empresa se importa com seu consumidor e está disposto a fazer de tudo para melhorar a experiência dele. “Existem diversos formatos de jornada do cliente, você deve desenvolver o formato alinhado com as necessidades da sua empresa”, orienta.

5 dicas para implantar a jornada do cliente na sua empresa

1- Junte as pessoas chaves da sua empresa;

2 – Viva a experiência do cliente na perspectiva dele;

3 – Passe por cada ponto de contato do cliente;

4 – Levante os problemas que ele pode ter e as soluções que ele recebe hoje;

5 – E lembre-se que você também pode contratar profissionais de Experiência do Cliente (customer experience) para te ajudar a implantar a jornada do cliente na sua empresa.

Fonte: Aline Oneda, publicitária, especialista em marketing e encantamento do cliente

Share and Enjoy !

0Shares
0 0

Curso de briefing criativo do Grupo de Planejamento

Melhore ainda mais seu brief criativo

E ai, já fez muito brief criativo esse ano? Acha que pode dar uma renovada na forma de fazer e pensar essa entrega? Se sim, hoje é seu dia de sorte! O curso online de brief criativo do GP voltou, e está ainda mais recheado de conteúdo.

O brief criativo, por essência, é (ou deveria ser) muito mais do que um “template”. Ele deve carregar uma ideia, uma solução (mesmo que parcial) para um problema. O curso discutirá os fundamentos, as habilidades necessárias, e exercitar como escrever um brief realmente criativo e interessante.

Principais pontos de discussão:
– Desafios do pensamento estratégico
– A importância e papel do brief
– Pontos importantes ao escrever um brief
– Exercício reverso de essência do brief
– Definição de problema
– Estrutura de brief
– Co-criando um brief criativo
– Feedback e discussão

Com quem:
Caio Del Manto, Managing Director da Circus / MediaMonks. Com 19 anos de experiência em estratégia, já passou por agências como CP+B, Leo Burnett, Ogilvy, Lola Madrid, Fallon Londres e JWT no Brasil.

Data: 06/10/2020
Horário: 19h30 às 22h30
Local: Link será enviado por e-mail para os inscritos no dia do evento

Valor para “Associados do GP” R$ 99,00
Valor para “Inscrição Avulsa (sem associação)” R$ 199,00
Valor para “Combo Associação + Inscrição” R$ 299,00

Para se inscrever é só clicar aqui.

Share and Enjoy !

0Shares
0 0

Propaganda + engenharia

Natália aliou exatas e humanas para perseguir um objetivo

O Publicitando entrevistou a publicitária e engenheira Natália K. Simões. A carreira da Natália tem lances interessantes e, principalmente, inspiradores. Atualmente ela é Data Scientist (DS) na equipe de serviços da Nexxys, uma empresa de tecnologia, que desenvolve soluções orientadas por dados – Data-Driven. Confira o bate papo!

Publicitando – Sua formação inicial é em publicidade e propaganda. E você começou a atuar em publicidade no Vale do Paraíba. Fale um pouco deste início da sua trajetória.

Natália – Em 2003 iniciei o curso de Publicidade e Propaganda na Unitau e comecei a trabalhar na área em 2005, como estagiária na agência Ophicina Mix, hoje já extinta. Era uma agência pequena e por isso tive a oportunidade de ter contato direto e atuar nas diversas áreas de uma agência: como assistente de Atendimento, Planejamento, Produção Gráfica, Mídia e Criação. Nunca fui uma criativa de Design Gráfico, até porque acredito que para isso não basta apenas conhecimento técnico, mas certas habilidades que não tenho. Já na criação de textos e roteiros, me aventurei bastante e até gostava daquilo. Mas confesso que o que eu mais gostava era Produção Gráfica. Adorava criar formatos, recortando e dobrando papéis, escolhendo o papel da impressão, acabamento, etc, buscando algo que atendesse à necessidade do cliente e ao mesmo tempo fosse criativo.

Sempre me identifiquei com a área de Planejamento, mas não com a de Atendimento, e em agência pequena essa separação era impossível.

Depois desse estágio, cheguei a trabalhar como autônoma, depois, com alguns amigos da faculdade, fizemos alguns trabalhos juntos. Cheguei ainda a atuar em campanha política municipal.

Depois de 2 anos e meio, voltei à Ophicina Mix, onde fiquei mais um ano, colocando em prática tudo que aprendi lá e nas experiências que tive nesse intervalo.

Publicitando – Em que momento você sentiu que deveria buscar novos rumos? Como foi esse processo?

Natália – Quando terminei a faculdade de Publicidade e Propaganda, acabou também meu estágio e então fiquei sem chão. Foi por descuido meu, não ter me preparado para o que viria a seguir. Foi então que passei a procurar vagas de emprego com mais empenho e pesquisando pelos sites de emprego “descobri” as áreas de Inteligência de Mercado e Business Intelligence (BI) e fui procurar saber mais do que se tratava. Fiquei encantada pela parte analítica dessas áreas e me decidi: “quero trabalhar com isso!”.

Percebi na época, ano de 2007/2008, que na maioria dessas vagas os requisitos eram de formação em Administração ou Engenharias, com Pós na área de Marketing. Como eu já tinha a formação em PP, pensei: “Se eu fizer uma Pós em MKT, serei mais uma publicitária com essa formação procurando uma vaga. Não quero isso.” Então decidi ir por um caminho que me pareceu mais adequado aos meus objetivos: em 2009 entrei no curso de Engenharia Mecânica, também na Unitau.

No ano seguinte mudei para São Paulo, ainda trabalhando em agência, desta vez como Tráfego e em 2011 transferi o curso, então passei para Engenharia da Produção, e me formei em 2014.

Em Abril de 2012 eu finalmente consegui alcançar aquele objetivo que havia definido quatro ano antes, atuando como Estagiária de Inteligência de Mercado em indústria, um mundo totalmente diferente do que eu tinha vivido até o momento. Não é fácil fazer esse movimento, deixar de lado 7 anos de experiência para começar lá de baixo novamente. Mas se eu pudesse voltar no tempo, faria tudo de novo!

De lá para cá muita coisa mudou, passei por outras 3 empresas, de setores diferentes, mas sempre atuando em áreas de planejamento e análise de dados.

A área de análise de dados já mudou muito desde que me apaixonei por ela e novamente percebi que se quiser continuar, preciso me atualizar. Por isso, este ano estou começando a Pós de Analytics em Big Data.

Publicitando – Fale um pouco de suas funções atualmente. Você mistura humanas com exatas?

Natália – Hoje eu atuo como Data Scientist (DS) na equipe de serviços da Nexxys, uma empresa de tecnologia, que desenvolve soluções orientadas por dados – Management. Dentre os diversos produtos e serviços que a empresa oferece atuo diretamente nas Soluções de Otimização de Mídia. Essa posição não exige necessariamente conhecimentos em mídia, mas muito do que aprendi lá atrás acabou sendo muito útil.

Natália trabalhando em home office e ao lado do filho

Como DS utilizo diversas ferramentas estatísticas na transformação de dados em informação que servem de baliza para a tomada de decisão de nossos clientes quanto à otimização de mídia offline.

Assim, parte do trabalho demanda raciocínio lógico, habilidade com números, conhecimentos em estatística (imprescindível) e outra parte demanda a capacidade de montar um storytelling, coerente e de fácil entendimento. Até aquela pouca habilidade em design que citei anteriormente é necessária na hora de montar uma apresentação, por exemplo.

No fim das contas, os 10 anos que passei sentada na cadeira da faculdade me fizeram ter a formação mais alinhada à posição que ocupo atualmente.

Publicitando – O que você considera importante para um profissional em início de carreira nas áreas de marketing e propaganda (comunicação)?

Natália – Tem 3 coisas que considero importante para todo mundo, mas é importante frisar para quem está dando os primeiros passos na vida profissional:

1 – Esteja sempre antenado. Olhe ao seu redor, perceba o que está acontecendo, veja os movimentos do mercado e do mundo em geral. As oportunidades existem e não estão escondidas, basta prestar atenção.

2 – Esteja sempre atualizado. O mundo muda muito rápido e assim são as atividades profissionais. Quem não se atualiza, fica para trás. Mesmo. Leia, faça cursos, converse com quem sabe mais do que você.

3 – Defina metas. Tenha sempre um objetivo, uma meta a ser alcançada. E quando alcançar sua meta, comemore, por menor que ela seja, comemore. Em seguida, defina outra meta, para ter sempre um motivo para seguir em frente e continuar crescendo.

Share and Enjoy !

0Shares
0 0

Evento do Grupo de Planejamento

Fique por dentro da estratégia da nova Globo 

Se já no início do ano o assunto era a velocidade das transformações no consumo de mídia e de entretenimento, agora em tempos de pandemia e quarentena esse cenário só se intensificou mais e mais. As telas deixam de apenas competir pra se somarem, e a programação ao vivo passa a conviver de maneira natural e até complementar com conteúdos OTT e de redes sociais. Da produção a distribuição, tudo passou a se transformar.

Nesse cenário, Eduardo Schaeffer (diretor de negócios integrados em publicidade da Globo) vai contar como, no memento que ele assume a diretoria de negócios integrados, o seu negócio passou a se ter que se renovar por completo pra seguir com o sucesso de antes.

Schaeffer vai compartilhar com a gente tudo sobre a nova Globo, como constantemente se adapta a esse momento, mostrando cases do novo modelo de negócios e como um portfólio completo e com meios complementares se tornou um dos principais pilares da Nova Globo.

Para esse papo ficar ainda mais interessante, Gabriel Borges (VP de Estratégia na AMPFY) vai moderar a conversa e ainda vai trazer as perguntas de quem estiver participando.

Data e horário do evento:
26 de agosto (quarta-feira) às 19 horas.

Para se inscrever basta clicar aqui. O evento é gratuito mas as vagas são limitadas, então nem perde tempo e já se inscreve!

Share and Enjoy !

0Shares
0 0

Vaga para mídia e planejamento

Pentaxial contrata

Profissional de mídia para planejamento e com conhecimento de mídias digitais. Para se candidatar a vaga você precisa se cadastrar neste link.

Vaga para nossa unidade em Taubaté-SP

Share and Enjoy !

0Shares
0 0