Apps favoritos em suas categorias

Uber, iFood e Netflix se destacam na preferência do consumidor em suas categorias de aplicativo

Estudo da Bridge Research analisou três tipos de apps: transporte
particular de passageiros, delivery de comida e serviços de streaming de vídeos

Em um mercado volátil, que se transforma e evolui rapidamente, o que faz um aplicativo ser mais usado que outro? Como conquistar diferenciação e preferência do consumidor quando pode ser facilmente copiado pelo concorrente? Essas foram algumas das perguntas que o estudo Customer Choice procurou responder.

A pesquisa desenvolvida pela Bridge Research, empresa pertencente à holding HSR Specialist Researchers, analisou três categorias de aplicativos extremamente competitivas: transporte particular de passageiros, delivery de comida e serviços de streaming de vídeos.

“Praticamente todas as marcas presentes no estudo promoveram disrupção em seus setores. Nas três categorias, as barreiras de adoção são baixas. Os consumidores utilizam múltiplos apps e todos recebem índices de recomendação semelhantes. Nesse cenário, ter indicadores de satisfação do cliente mais altos não representa garantia de nada. A liderança gera preferência nessas três análises”, explica Felipe Menezes, diretor de Research e Consumer Insights da Bridge Research.

A pesquisa Customer Choice, realizada entre 24 de abril e 2 de maio, realizou 379 entrevistas on-line. Envolveu mulheres e homens, em todo o Brasil, com idade entre 16 e 60 anos, das classes A, B e C. Os aplicativos de transporte particular de passageiros foram apontados como os mais usados pelos consumidores. Dos entrevistados, 91% já utilizaram esse tipo de serviço. Os serviços de streaming de vídeo já atenderam a 82% das pessoas ouvidas e 76% recorreram aos de delivery de comida.

Transporte – O app preferido por 75% dos entrevistados é o UBER, seguido do 99 com 20% de preferência. O Uber consegue atrair a preferência de mais heavy users e também mostra força na questão relacionada à disponibilidade de carros. Por outro lado, o 99 se destaca no item “Descontos” e “Aceitação de Corridas pelos Motoristas”. Os resultados indicam que, nessa área, todos os apps têm como principais pontos a melhorar o “Atendimento” e “Segurança”. Além disso, o usuário prefere o app que dá mais sensação de controle (31% da geração de preferência vêm do fator “Acompanhamento em Tempo Real da Localização do Motorista assim que o Carro é Solicitado”).

Alimentação – Os apps de Delivery de Comida preferidos do consumidor foram, na ordem, iFood (78%), Uber Eats (10%), Rappi (3%) e Pedidos Já (0,2%). A pesquisa identificou traços atitudinais mais fortes entre usuários, como o interesse em testar produtos inovadores, ter mais tempo livre, disposição em gastar mais em experiências novas e também para ter mais conveniência. O IFood foi APP mais bem avaliado em opções de pagamento, variedades de restaurantes e tipos de comida e abrangência de entrega. Além disso, quem prefere Uber Eats também usa iFood com freqüência. No caso da geração de preferência, o quesito “Variedade” é o mais decisivo.

Vídeo – Quando analisados os serviços de streaming de vídeo, oito apareceram como os mais usados, sendo que cinco foram apontados como preferidos pelo consumidor: Netflix (86% de preferência), Amazon Prime Video (4%), Now (2%), HBO Go (1%) e Globo Play (1%). Alguns pontos se destacaram como, por exemplo, o fato de a Amazon Prime Video atingir lembrança espontânea maior que Globo Play, Telecine Play, HBO Go, Now e Google Play. Além disso, usuários da Netflix usam, em média, 2,6 apps de streaming de vídeo pagos, contra média de cinco aplicativos entre usuários do Amazon Prime Video. Já a relação custo-benefício se mostrou importante gerador de satisfação e ter conteúdo original é o quesito de maior diferenciação, com 32% de peso na geração de preferência. Por outro lado, “Filmes Novos/Lançamentos” tem peso zero e “Variedade de Séries” corresponde a 20% da geração de preferência.

Sobre a Bridge Research

A Bridge Research oferece serviços de inteligência que contribuem efetivamente para a definição da estratégia de negócios de seus clientes. Formada por um time de profissionais experientes e com habilidade para utilização de ferramentas avançadas, atua em três pilares: expertise no setor, tecnologia avançada e atendimento próximo e acessível. Com foco nos setores de Tecnologia e Telecomunicações, Serviços Públicos, bem como nos mercados Financeiro, Imobiliário e de Utilities, para identificar suas crescentes e complexas demandas. Entre os principais produtos da Bridge Research estão pesquisa de satisfação, conjoint analysis e trade-off analysis, além de pesquisa on-line.

Fonte: LF Comunicação Corporativa – Marco Barone

Dança das cadeiras

Julho quente!

Os dias podem até estra mais frios nesse sétimo mês de 2019, mas a temperatura do mercado está alta com muita movimentação de profissionais.

Veja as últimas:

Natália Nascimento Vitor, que estudou jornalismo e marketing, é a nova redatora de conteúdo do Parque Tecnológico de São José dos Campos. Ela tem passagem anterior pela Atento.

Natalia Villar pelo novo cargo de Assistente de marketing na Tarkett. A Natalia já atuou como assistente de marketing no Vale Sul Shopping e como analista de comunicação e eventos no Parque Tecnológico de SJCampos.

O publicitário Daniel Araujo é o novo Executivo de contas na Tríadaz Publicidade & Propaganda. Ele já atuou como analista de comunicação na Basf, como executivo de contas na Supera Comunicação e como coordenador de atendimento na MaCost Brasil.

E o também publicitário Patrick de Chiara acaba de ser promovido para o cargo de Analista de Pesquisa de Mercado Jr na Quero Educação, startup de SJCampos.

E para fechar essa edição temos a Lidia Lima assumindo o posto de analista de marketing sênior na Objetiva Consórcio.

Agência quer contratar assistente de criação

Vaga para assistente de criação

A Deze7 está em busca de alguém que goste de atuar com grandes clientes desenvolvendo campanhas, ativações da marca, branding, social mídia, entre outros. E  que queira trabalhar em um ambiente agradável, descontraído.

Nível:
Graduação completa em Publicidade e Propaganda, Design Gráfico, Design Digital ou similares.
Requisitos:
– Experiência de 2 anos em agência e/ou estúdios;
– Conhecimento em Adobe Photoshop, Illustrator e InDesign;
– Estar por dentro das tendências, atualidades, inovações, artes, entre outros.

Diferencial: Vivência em desenvolvimento de interfaces para Web e vídeo.

Ficou interessado? Envie seu currículo e portfólio para: contato@deze7.com.br O candidato pode aproveitar e contar mais sobre ele no corpo do e-mail, a agência quer saber suas aptidões, gostos e como pode colaborar com ela.

Vaga para designer em agência

Vaga para designer gráfico

A Web4 está em busca de alguém criativo e que tenha adoração por CMYK, RGB e Pantone.

REQUISITOS
– Falar mal do Corel Draw.
– Fluência em café.
– Saber ler e escrever corretamente (diferencial).
– Paciência com pessoas chatas.
– Identificar a fonte utilizada no post.

PLUS
– Noções de UI/UX.
– Criação de Gif’s.
– Noção de Facebook Ads e Google Ads.

SERÁ RESPONSÁVEL POR
– Postagens para Redes Sociais.
– Identidade Visual.
– Peças para material impresso.

– Manda Portfolio, CV, Pretensão Salarial e porque você deveria trabalhar conosco para vagas@web4comunicacao.com

Coluna “Discutindo a relação…”

Pequenas, ágeis e enxutas

Semana passada aconteceu uma discussão muito legal no Linkedin a partir de um texto postado pelo grande Luiz Buono, sócio e fundador da Fábrica. O Luiz tem se destacado nesta plataforma com textos e reflexões sempre muito bacanas e úteis.

No texto ele narrou um acontecimento de três anos atrás: uma pessoa na fila do SXSW lhe disse que o futuro seria das agências ágeis, enxutas e que tivessem liberdade maior de movimento. Agências independentes. E o Luiz relacionou isso com o recente destaque que três agências brasileiras com esse perfil obtiveram na edição deste ano em Cannes. As agências são a David, a AKQA e a W+K. Esse assunto também foi capa da Meio&Mensagem de 01 de julho.

Comentei na postagem do Buono que acreditava fortemente em um futuro breve no qual as estruturas independentes e ágeis terão mais espaço, enquanto as grandes holdings de comunicação passarão por mais dificuldades.

Olhando para nosso mercado, o mercado do Vale do Paraíba e de interior de SP como quase um todo, podemos constatar que as estruturas condensadas de nossas agências – mais por necessidade do que por inventividade –  têm garantido espaço para  competirem até mesmo nos centros maiores. O digital e suas ferramentas deixaram tudo mais horizontal e como sempre tivemos talento agora podemos competir com a vantagem da estrutura pequena (mas competente), do preço inferior (nosso custo é menor) e da agilidade e multioferta de serviços.

Imagem de Gerd Altmann por Pixabay

As primeiras a desbravarem essa trilha e abrirem espaço no mato do mercado das capitais e até do exterior foram as chamadas agências digitais.

Muitas agências – tradicionais e digitais – optam inclusive por trabalhar por projetos, montando equipes de freelancers de acordo com cada demanda. Mesmo em São Paulo capital esse modelo já é bastante encontrado. Tive uma conversa muito boa com o Filipe Crespo da criativosbr sobre isso. O modelo de operação deles é exatamente assim. Dois sócios e uma equipe de frilas de acordo com cada demanda de cada cliente.

Também acredito que muitos modelos operacionais de prestação de serviços em comunicação passem a coexistir. Um necessariamente não exclui o outro. Todos os tipos e modelos de negócios em comunicação, marketing e propaganda estão buscando aprimorar suas armas e caprichar cada vez mais na entrega. Uns permanecerão, outros talvez não.

O mercado é assim. E novos modelos de negócios em comunicação ainda estão por surgir. É aguardar para ver.

Vaga em marketing

Vaga aberta para auxiliar de marketing

O Grupo Zaragoza, detentor das marcas Spani Atacadista e Villa Real Supermercados, está buscando um auxiliar de marketing.

Veja abaixo os requisitos:

Agência abre vaga para criativo

Agência busca assistente de arte

Trabalhos on e off-line:

– Gostar de criar e resolver desafios
– Pró-atividade
– Conhecimento do pacote Adobe.
– Bom gosto e habilidade com criação de layouts e princípios do design.
– Formado ou cursando, Design Gráfico, Publicidade, Marketing.
– Conhecimento de Social Media

Horário comercial.
Contratação: PJ
Local de trabalho: Taubaté-SP
Início: imediato.

Envie o currículo e portfólio com o assunto, ASSISTENTE para: falecom@agenciacasa33.com.br
Até o dia 17/07

Vaga temporária para motion graphics

Deze7 abre vaga

Trabalho temporário de 2 meses em Home Office com chance de efetivação

Requisitos:

– Experiência em Motion Graphics 2D e 3D e Captação.
– Ter bons conhecimentos em princípios de Animação e Design;
Função:
– Criar animações em motion graphics;
– Edição de vídeo;
Será um diferencial saber utilizar câmera e auxiliar em gravações.

Envie seu currículo e portfólio para: contato@deze7.com.br

Dança das cadeiras

Meio de ano agitado

As movimentações continuam no mercado de comunicação, propaganda e marketig da RM Vale do Paraíba.

A jovem publicitária Alana Alvarenga é a mais nova Analista de Marketing na Memorial Bom Retiro.

Já o também publicitário Sávio Rodrigues está deixando o Vale do Paraíba rumo a capital do estado para atuar como designer na XCOM. Anteriormente o Sávio atuava como designer na Virtua Brasil em Taubaté.

Pelos lados da Nagaoka Mídias Sociais a novidade é a chegada da jornalista Isabella Lopes que passa a atuar por lá como Social Media.

Fiquem atentos! A qualquer dia e hora podemos soltar uma nova edição do Dança das cadeiras.

Vaga para atuar em mkt digital

Vaga para Digital Marketing Manager

Responsabilidades: Gerenciar CRM, SEM, Lead Generation e Digital Media Buying.

Estrutura: Trabalho remoto com horário flexível.

Interessado(a)s: envie seu currículo para careers@limlessons.com