Agência abre três vagas

Luz Comunicação está com com 3 vagas abertas

A Luz Comunicação está contratando dois estagiários e um definitivo. Veja as vagas:

Estágio em Social Media

– Cursando Marketing, Publicidade e Propaganda, Jornalismo, Comunicação Social ou áreas correlacionadas;
– Ser criativo, organizado e comunicativo;
– Residir em Caçapava ou Região;

Design Gráfico

– Ter domínio do Photoshop e Illustrator;
– Residir em Caçapava ou região;
– Ter experiência e Portfólio;
⠀⠀
Estágio em Design

– Cursando Publicidade e Propaganda ou áreas correlacionadas;
– Ser criativo e organizado;
– Residir em Caçapava ou Região;

Envie seu Currículo para contato@agencialuzcomunica.com.br

Share and Enjoy !

0Shares
0 0

Escola abre duas vagas

Jardim das Nações abre duas vagas

Escola localizada em Taubaté busca um estagiário de comunicação e um Analista de Mídias Sociais.

Confira os requisitos para as vagas nas artes abaixo. Para se candidatar é só enviar e-mail para rh@escolajardim.com.br

Share and Enjoy !

0Shares
0 0

APP tem novo curso on line e gratuito

Liderar em mares turbulentos é para poucos!

O mercado publicitário enfrenta cada vez mais desafios e precisa encontrar novas formas de gestão para se manter relevante, principalmente após todas as mudanças que o ano de 2020 trouxe.

Para discutir os temas atuais e principais desafios dos gestores em 2021, a APP Brasil realizará o Workshop Banho de Gestão, nos dias 27 e 28 de janeiro.

Em um formato totalmente on-line, grandes profissionais irão falar sobre gestão financeira, empreendedorismo, economia criativa, gestão de talentos e muito mais!

Faça agora mesmo sua inscrição -> www.banhodegestao.com.br

Share and Enjoy !

0Shares
0 0

Coluna Propaganda&Arte

Transformando experiências neutras. (Ninguém fala disso!)

Um tema do momento no Marketing Digital é o funil de marketing. É comum acontecer confusões quando falamos também em outro funil: o de vendas. O ponto aqui é que nem um e nem outro estão 100% atualizados, pois tudo hoje é mais dinâmico e a experiência do usuário como um todo deve ser o foco das empresas.

VAMOS SAIR DA CAIXA, SAIR DOS FUNIS
Saindo dos funis, vamos entender muitas oportunidades sendo perdidas, dentre elas, a opção de transformar experiências neutras em positivas. Já pensou nisso?

 

Enquanto o Marketing se preocupa na qualificação do lead, a área de vendas precisa mapear a qualidade e o momento de compra do cliente. Depois de atrair um potencial cliente, transformá-lo em lead e efetuar uma venda, o cliente não pode ser ignorado ou esquecido. Da mesma forma, os comentários nas redes sociais, sejam positivos, negativos ou neutros, não podem ser negligenciados. O ponto é que muitas empresas focam suas forças em apagar incêndios, abafando experiências ruins e comentários negativos na internet, ao invés de potencializar experiências positivas. Em alguns casos, isso até ocorre, mas esquecem as experiências neutras e é aí que está o grande pulo do gato. Esse é um passo que nem todos estão olhando com atenção, muito menos dando.

ETAPAS DA JORNADA DE COMPRA DO CLIENTE
Como já destacado o funil de marketing (diferente do funil de vendas que é linear, uma vez convertido em cliente você não deixa de ser) pode ocorrer voltas e retornos nas etapas. Eu posso virar lead, depois voltar numa etapa anterior, pesquisar mais, me tornar lead em outro produto e começar novamente uma nova fase. Isso é dinâmico e nada linear como os infográficos parecem mostrar. Dessa forma, entender todos os pontos de contato do cliente com sua marca, produtos e serviço, se mostra essencial, muito além da compra, do pós-venda, de tudo!

1- Descoberta
Como o cliente descobre a sua marca? Como você está lidando com esta fase? Como transformar esse momento em algo mais real, não apenas pautado em publicidade, em posts pagos, mas trazendo experiências reais de usuários, gerar pessoas satisfeitas e reais defensores da marca?

2- Consideração
A pessoa pode consultar grupos, pessoas, amigos, blogs, sites, até encontrar a solução que mais atenda ela. Você já pensou em como tornar essa busca mais agradável, mais sincera, mais direta e eficiente?

3- Compra/Ação
Uma vez convertido, uma vez efetuada a ação (por exemplo, ao me tornar lead), você já sabe quais serão as próximas fases? Você dará oportunidades para entender esse cliente e sua satisfação? Como está o momento de compra? Como é entrar no local de compra ou no site (loja virtual)? Como está sendo enviada a mensagem ou SMS avisando da compra efetuada? Está tudo mapeado?

4- Experiência própria
Esta fase é quando o cliente realmente usa, aplica, prova o produto e tem o seu resultado. Isso pode ser auxiliado, você pode ouvir o cliente, ir muito além do “vender”. Que tal dar algum conteúdo para o cliente fazer um bom uso do produto?

5- Experiência compartilhada
O famoso boca a boca, agora nas redes sociais tem um poder de crescimento exponencial, quase inimaginável, para o bem e/ou para o mau. Você tem um protocolo para lidar com experiências ruins? Comentários negativos e avaliações ruins? Você age quando os clientes falam bem? A marca possui canais específicos para os brandlovers (amantes da marca)? Esse é o momento de fazer o looping rodar e gerar a Descoberta (ponto A), começar a jornada para novos clientes.

CRIE O MAPA E ENCONTRE O TESOURO!
Se você criar o mapa completo da jornada do seu cliente, verá que nem somente eles são influenciadores da compra, temos outros players envolvidos que não necessariamente estão no radar, pois não efetuam compra. Verá que sua responsabilidade vai muito além de “vender produtos/serviços”, como faz a empresa Magazine Luiza, que cria uma abordagem diferenciada desde a propaganda até as mensagens enviadas automaticamente pela loja virtual para avisar que seu pedido está a caminho, com linguagem descolada e próxima. Ou seja, uma mensagem que poderia ser “neutra” se torna uma experiência positiva.

Se você trabalha com marketing, mas ainda está preocupado em abafar os comentários negativos e/ou só exaltar os comentários positivos, buscando uma autopromoção forçada, cuidado. Você pode estar perdendo uma grande oportunidade nos pontos neutros.

NEM HATERS, NEM BRANDLOVERS: OLHE OS “NEUTRÕES”
O que fazer com as experiências neutras? O que responder para os comentários e avaliações neutras? Quantas pessoas nunca avaliaram a possibilidade de melhorar alguma etapa de comunicação, compra ou atendimento ao cliente simplesmente pelo motivo de ser “ok”, nem bom e nem ruim?
Talvez aqui esteja a chave para o seu sucesso. Olhe para o neutro com carinho, quem sabe assim, conquiste um número gigante de pessoas (que ninguém fala e que você nem imaginava!)

Share and Enjoy !

0Shares
0 0

Dança das cadeiras

Confira mais movimentações

Passamos da metade de janeiro e o movimento de profissionais de comunicação segue grande pelos lados RMVP. Confira algumas delas:

Filipe Rodrigues, jornalista, é o novo Produtor de conteúdo digital na TV Band Vale.

Já o publicitário Victor Riolfi assumiu a posição de Executivo de contas no Grupo Bandeirantes de Comunicação Vale do Paraíba.

E a jornalista Alice Pires passa a responder pelo cargo de Analista de Comunicação na Agência Aorta Comunicação.

A Relações Públicas Letícia Lopez assumiu a posição de Relações Públicas na Pilares Relações Públicas.

Share and Enjoy !

0Shares
0 0

Novo curso do Grupo de Planejamento

A ARTE DE ENCONTRAR O PROBLEMA CERTO

Nessa quarta-feira o Grupo de Planejamento oferece um curso super legal sobre uma das habilidades mais importantes para planejadores. Você pode conferir as informações abaixo e correr pra se inscrever enquanto ainda dá tempo.

Qual o problema do problema?

Para resolver um problema o primeiro passo é olhar para ele como ele é. Parece óbvio, mas o ponto é que trazemos tantas verdades e somos tão influenciados por outros pretensiosos problemas, que é fácil perder o caminho e escolher o problema errado ou menos importante.

Existem alguns vícios no processo e o curso mapeia quais são eles, para que os alunos tenham mais consciência e se aproveitem de quem já errou para não cometer os mesmos erros.

Convidado:
Douglas Nogueira, Professor de Estratégia e Diretor de Planejamento na Talent Marcel

Quando:
20 de janeiro de 2021 (sexta-feira)
Abertura da sala online às 19h / Início do evento às 19:30

Onde:
Online (Google Meet)

Valores:
Associado: R$ 99,00 (+ R$ 7,92 taxa) em até 12x R$ 11,06
Inscrição comum: R$ 199,00 (+ R$ 15,92 taxa) em até 12x R$ 22,23
Combo (inscrição + anuidade de sócio): R$ 299,00 (+ R$ 23,92 taxa) em até 12x R$ 33,40d

BOLSAS:
O GP concede bolsas em seus cursos e eventos para dar oportunidade para mais pessoas participarem dos cursos e eventos. Elas compõem, no mínimo, 10% de cada turma, tendo como objetivo 20%. Os critérios utilizados para seleção são para ajudar a aumentar a representatividade nas aulas e no mercado de comunicação. Elas são concedidas a critério do Grupo de Inclusão do GP, respeitando metas de gênero, cor, renda, escolaridade e o potencial de impacto do curso na carreira do profissional. Se quiser participar, clique aqui

Increva-se aqui

Share and Enjoy !

0Shares
0 0

Coluna “Discutindo a relação…”

A propaganda tem que mudar
A propaganda está mudando
A propaganda já mudou

Vivemos tempos difíceis em função da pandemia. Todos já estamos cientes e até cansados disso. Mas esse período permitiu uma série de descobertas e oportunidades de mudança. De fato, muitas das mudanças foram forçadas e aconteceram num ritmo muito maior do que se previa. Daí o título deste texto.

Ficou ainda mais claro pra todo mundo – eu acho que ao menos para uma maioria – que modelos que antes eram sinônimo de sucesso agora são o caminho para o fracasso. A propaganda tem que mudar porque não dá mais para ficar repetindo coisas que têm afastado clientes e determinado perda de valor. Sim, vivemos momentos de glória, mas isso passou. A discussão em torno do BV, por exemplo, foi retomada em função da decisão do Cade de não permitir seu pagamento. Pois bem, configurou-se aí uma ótima oportunidade de pensar em alternativas e de romper um ciclo que julgo – já escrevi sobre isso diversas outras vezes – vicioso para a propaganda. Mas me parece que não será esse o caminho tomado pelos players de nosso mercado.

Por outro lado temos visto uma profusão de novos modelos de “agências” e “consultorias” surgindo no mercado. Várias propostas muito interessantes já são realidade e sucesso empresarial. Isto prova que a propaganda está mudando. Outra coisa: mesmo as agências mais tradicionais abriram os olhos para a questão da diversidade e da co-criação. Prova de que a propaganda está mudando. E uma última coisa: agências e anunciantes tem buscado desenvolver comunicação baseada em propósito. Um propósito verdadeiro e praticado em todos os níveis e momentos da marca.

Image by Gerd Altmann from Pixabay

Quando vemos uma nova geração de publicitários apostando muito mais num trabalho coletivo e colaborativo e menos na figura do grande líder e messias criativo, numa nova forma de encarar a realidade brasileira e se valendo de dados, plataformas e recursos digitais; quando vemos a diversidade de novos cargos e funções em propaganda/comunicação e quando vemos a presença inquestionável e definitiva do digital entendemos que a propaganda mudou.

Tudo isso só nos faz pensar que a propaganda tem que continuar mudando, que temos que entender e abraçar as mudanças que já estão em curso e que temos que estar prontos para tudo que já mudou!

E só há um jeito de lidar com tudo isso: enfiar na cabeça que mudanças vão ocorrer em ritmo cada vez mais acelerado, que teremos que deixar de ser super especialistas e passar a entender muito bem todo o processo e extrair disso as melhores oportunidades para fazer trabalhos relevantes; que temos que nos acostumar a aprender para sempre.

Um bom 2021 pra todos os players de nosso mercado!!!

Share and Enjoy !

0Shares
0 0

Comunicação x Pandemia: O que aprendemos até agora

por Tatiana Lacaz

1) Quem sempre se preocupou em investir em comunicação e marketing saiu a frente: A presença no meio digital com um posicionamento ligado as tendências atuais, contribui para o fortalecimento da marca, fazendo com que ela não caia no esquecimento do público.

2) Mais do que nunca foi preciso ouvir o cliente com atenção: Ouvir o seu target é imprescindível para suprir as suas necessidades, em tempos de pandemia essa premissa ganhou ainda mais atenção. Novos hábitos tomaram conta do dia a dia de muitas pessoas e as marcas que souberam identificar o novo comportamento do consumidor, conseguiram criar estratégias mais assertivas.

3) O digital é uma tendência forte, mas não substitui o off-line: Tivemos que nos adaptar ao contexto do digital, seja para assistir aula, fazer curso ou comprar os itens que julgamos serem essenciais, apesar dos inúmeros esforços de algumas empresas, a relação no meio off-line ainda faz diferença. Para muitos, a presença e o contato físico, são importantes para um melhor aprendizado e desempenho.

4) Ofereça ao seu cliente uma experiência de compra completa: Saiba como realmente encantar o seu público, crie estratégias visando as etapas da jornada de compra do consumidor e esteja pronto para atendê-lo prontamente sempre que for preciso.

Manter o investimento em Marketing é a saída mais eficaz para driblar a crise. O contexto da pandemia acelerou o crescimento dos canais digitais, valorizou as experiências em tempo real, aumentou a criação de conteúdos interativos e fez com que as marcas se tornassem mais humanas e comprometidas com o seu público.

Share and Enjoy !

0Shares
0 0

Vaga para Analista de Mídia de Performance

Vaga para Analista de Mídia de Performance com foco em Google Ads e Facebook Ads 

Image by Photo Mix from Pixabay

Responsabilidades:

– Planejamento de campanhas para Google, Youtube, Facebook e Instagram, definindo KPIs e acompanhando os principais índices de acordo com as metas do time;
– Projetos de otimização de campanhas, grupos de anúncios e criativos;
– Configuração de tags de conversão pelo GTM da empresa;
– Configuração e aprovação de produtos no Google Shopping;
– Criação de relatórios semanais, mensais e trimestrais

Requisitos: Graduação completa e Certificação Google Ads e Facebook Ads

Tipo de contratação: Contratação como PJ com valor mensal do contrato a negociar.

Vaga presencial, porém neste momento de pandemia atuará em Home Office.

Interessados favor mandar currículo para: startup.rhsjc@gmail.com

Share and Enjoy !

0Shares
0 0

Na atividade

Ano de mudanças

A Lüdke, agência fundada e capitaneada por Marília Lüdke, acaba de mudar de nome e identidade visual. A nova denominação da agência é LDK Marketing Digital.

A LDK segue prestando serviços nas áreas de Identidade Visual, Gestão de Mídias Sociais e Marketing de Conteúdo, mas promete novidades em breve no seu portfólio de serviços.

Marília Lüdke

Veja o texto postado nos perfis da agência nas redes sociais:

“Estamos de cara nova, galera! 2020 nos mostrou que é preciso mudar, se reinventar! Pra vocês aí também?
Nesse ano teremos muitas novidades por aqui. Dicas e conteúdo pra você aderir à sua empresa/ao seu negócio, gente nova entrando como cliente e queremos mostrar ainda mais do nosso dia a dia!
Se você também quer se reinventar, dar um UP no seu Negócio, fale conosco!”

 

Share and Enjoy !

0Shares
0 0