Mestra abre vaga para mídia digital

Vaga para Analista de Mídia Digital

REQUISITOS
• Experiência em agência de publicidade na função de mídia online
• Conhecimento do pacote office, principalmente Excel e PowerPoint
• Conhecimento e dominio Google AdWords – Search, Vídeo, Display, Google Analytics e Facebook Ads
• Conhecimento de Remarketing
Conhecimento em ferramentas de teste A/B e otimização de bid
• Saber interpretar e analisar dados de mídia para construção de relatórios
• Domínio do processo de parametrização e codificação de URLs
• Domínio do processo de execução de mídia – pedido de produção, especificações, pedido de inserção, controle financeiro

Características fundamentais:
• Boa escrita;
• Análise crítica;
• Organização;
• Dinamismo e Criatividade;
• Ser heavy user de mídias sociais;
• Paixão por Marketing Digital.

BENEFÍCIOS
• Vale-transporte
• Vale-refeição
• Convenio Odontológico e Médico

Envie seu curriculum para temosvagas@mestracomunicacao.com.br

Paradona

Anitta é a estrela toda poderosa da campanha “Paradona” da Renault
Cantora fez ontem à noite (15/02) a maior live do Brasil no instagram, com a participação simultânea de Marina Ruy Barbosa e Bruno Gagliasso

Foto: Divulgação

A cantora Anitta, anunciada recentemente como a mais nova embaixadora da Renault, faz sua estreia nesta quinta-feira (15) na primeira campanha de varejo para a fabricante. É a chamada “Paradona Renault”, que traz uma Anitta forte e poderosa, mas até então não explorada pelas campanhas publicitárias: a de uma mulher de negócios.

A popstar já chega anunciando uma promoção excepcional para a aquisição de qualquer veículo zero quilômetro da marca – inclusive o Kwid. Durante o mês de fevereiro, na compra de qualquer modelo Renault, a primeira parcela pode ser paga somente em maio.

Nos filmes rodados no Complexo Ayrton Senna, em São José dos Pinhais, Anitta assume o papel de executiva da marca e demonstra todo seu poder, liderando e incentivando a equipe de profissionais da Renault a oferecer condições de pagamento ainda mais especiais aos clientes. “Foi muito divertido ser uma espécie de presidente da Renault por um dia. Um poder só! Incorporei o papel, fiz a atriz. Foi mais um desafio. Espero que todos gostem!”, comenta Anitta.

“A estreia de Anitta como embaixadora da marca vem justamente numa campanha muito importante para a Renault, que terminou o ano passado alcançando recorde de participação de mercado no país. Ao mesmo tempo, divulgamos vantagens comerciais imperdíveis para o nosso consumidor, mostrando que este é um momento excelente para comprar um carro novo”, afirma Federico Goyret, diretor de marketing da Renault.

Ao longo de quatro semanas, a campanha será exibida em três filmes na TV, além de redes sociais, spots de rádio e materiais para concessionárias.

Também nesta quinta-feira (15/02), Anitta participou de uma transmissão ao vivo com Marina Ruy Barbosa e Bruno Gagliasso para falar sobre a campanha Paradona e a experiência dos três embaixadores da Renault com a marca. A transmissão pode ser acompanhada pelo Instagram dos artistas, a partir das 21h.

Assista aqui a campanha “Paradona Renault”:

Fonte: Mattoni Comunicação – Laura Alonso

Coluna “Discutindo a relação…”

As duas faces da moeda

Desta vez quero abordar um assunto que é controverso. E sobre o qual nem mesmo eu tenho um ponto de vista ou uma opinião definitiva.

Quero falar do modelo de agências de propaganda no Brasil no que se refere especificamente à manutenção, nas estruturas destas agências, do departamento de mídia.

Sim, pois não sei se todos sabem, mas o Brasil é um dos poucos países do mundo em que a mídia continua sendo uma área dentro da estrutura da agência de propaganda. Na maioria esmagadora dos países a mídia tornou-se empresa apartada, externa, especializada e independente.

Por aqui isso não ocorreu e não ocorre.

E por que a questão é difícil? Vamos lá!

Nos países em que a mídia deixou de ser um departamento ou área da agência houve a percepção – há umas três décadas – de que essa era uma área ténica, sofisticada e estratégica demais para permanecer apenas como mais um “pedaço” da estrutura maior. A evolução e o desenvolvimento da área de mídia acabou por levá-la para fora da agência. Surgiram empresas especializadas em planejamneto, estratégia e tática de mídia. Então, a partir do momento da cisão, o anunciante contratava planejamento de campanhas e criação em uma agência de propaganda e planejamento e estratégia de mídia em outra.

Parte importante desta saída da mídia de dentro da estrutura das agências se deve ao fato de que nos principais mercados de propaganda não ser tão fundamental (ou nem acontecer) o comissionamento pela compra de mídia.

Houve muita confusão conceitual, pois também mais ou menos na mesma época surgiram empresas especializadas apenas na compra de mídia. Ficaram conhecidas como “brokers”. Elas compravam espaços nas mais diferentes mídias em grande quantidade e negociando altos descontos e depois revendiam estes mesmos espaços para anunciantes e até mesmo para agências de propaganda. Foram danosas em muitos mercados. A Argentina, aqui em nossa região, é um exemplo de como as empresas que compravam mídia poderiam ser prejudiciais ao cenário de comunicação. O mercado de agências de propaganda quase foi extinto no nosso vizinho.

Aqui no Brasil a mídia segue até hoje sendo parte da estrutura das agências. Uma das principais razões para não termos acompanhado a mudança quase global é que aqui o comissionamento, o desconto concedido às agências de propaganda seguiu e segue existindo. E mais do que isso: segue sendo a maior forma de remuneração das agências brasileiras.

Tão pesada e importante é a comissão paga pelos veículos de comunicação às agências que muitas delas cobravam muito pouco ou, em casos mais radicais, nada pelos outros serviços – planejamento e criação, principalmente.

O fato é que hoje vemos muitas agências, redes e holdings multinacionais elogiando a decisão brasileira e pensando em rever a mudança de mais ou menos três décadas e… trazer a mídia de volta para casa. Os que defendem essa decisão dizem que o modelo brasileiro faz com que haja maior interação e envolvimento nas decisões estratégicas para os anunciantes. E isso é fato!

Fato também é que, infelizmente, ganhar pela compra de mídia fez com que as agências nacionais deixassem de saber cobrar por serviços pra lá de importantes. Conheci inúmeras casos de agências que abriam mão totalmente de cobrar pela criação para ter clientes, faturando apenas com o comissionamento. Daí minha indecisão a respeito do tema.

Por um lado é claro que ter o departamento de mídia integrado ao planejamento e à criação, principalmente, faz grande diferença em favor dos clientes. Por outro lado esse modelo existe muito em função de um certo “vício” pela receita da compra de mídia. Já faz muito, muito tempo que a figura de agenciar compra de espaços em veículos deixou de ser aquela que melhor representa e traduz o papel de uma agência de propaganda.

E mais! Em muitos aspectos pode significar certa distorção, uma vez que sabemos, embora muitos neguem até a morte, que coisas como BV e fome por gordas receitas pode levar a decisões não tão técnicas na hora de utilizar veículos em prol de uma anunciante.

Fica o impasse. Eu tendo a achar que há mais vantagens no modelo brasileiro. E que se as agências deixarem de ser dependentes da remuneração do agenciamento e passarem a cobrar melhor por outros serviços a coisa fica toda melhor resolvida. As chamadas agências digitais estão aí para provar que é possível e viável atuar de modo sustentável e rentável no mercado de comunicação sem ganhar comissionamento.

Vaga de estágio de criação

Supera abre vaga de estágio

A Supera é uma agência especializada em Comunicação Estratégica com Empregados e procura um estagiário para a equipe de Criação.

Pré-requisitos:
• Cursando Publicidade e Propaganda ou Design
• Apresentação de portfólio (trabalhos acadêmicos estão valendo!)
• Gostar de Comunicação Interna

Diferenciais (não exigências, ok?):
• Ter conhecimento dos softwares: Photoshop, Illustrator e Indesign
• Ter passagem por agências

Interessados deverão enviar CV e portfólio para selecao@superacomunicacao.com.br, até 16/02/2018. No assunto, coloque “Estágio Criação/SJC” e também envie sua pretensão salarial.

Oportunidade de estágio em mídias sociais

Estágio em mídias sociais

O Kuadro está buscando uma pessoa para atuar como Estagiário em Mídias Sociais. Essa pessoa vai acompanhar nosso dia-a-dia nos canais digitais e interagir com os alunos da plataforma EaD que mais cresce no Brasil.

RESPONSABILIDADES E DEVERES

Criar postagens e acompanhar taxas de engajamento com cada uma;
Acompanhar o andamento do calendário de ações (blog, facebook, instagram, twitter);
Selecionar conteúdos que podem ser reaquecidos de acordo com a época e sugerir as postagens da semana;
Produzir as postagens nas redes sociais: facebook, instagram e twitter.
Conferir se tudo ocorreu bem com a programação das postagens do blog.
Acompanhar a otimização de SEO e posicionar CTAs no post do blog.
Conferir se existe conteúdo quente que precisa ser impulsionado.

HABILIDADES

Estar cursando Comunicação Social (Jornalismo, PP, ou RP), Marketing, ou áreas afins.
Ser Heavy User de Redes Sociais
Estar bem atualizado sobre os tópicos mais quentes na internet
Saber operar softwares do Pacote Adobe é um diferencial
Estar muito familiarizado com: Facebook, Instagram, Twitter e Youtube
Ter boa escrita e muita vontade de aprender

Candidate-se por aqui

Vaga para estágio

Vaga aberta para estágio

Essa vaga já foi ofertada aqui no blog mas ainda não foi preenchida. Então aí estão as informações da vaga!

– Estudante de publicidade – 2° ano em diante.
– Conhecimento em WordPress
– Conhecimento nas plataformas de Redes Sociais: Instagram, Facebook, LinkedIn e Youtube.

Habilidades: produção de pequenos textos para postagens em canais sociais.
Comunicação.
Trabalho em equipe.
Disponibilidade para trabalhar de segunda a sexta-feira.

Vaga de estágio em propaganda

Agência abre vaga de estágio

Requisitos da vaga de estágio:

– Cursando 2º, 3º ou 4º ano de Publicidade e Propaganda
– Experiência com ferramentas de criação Adobe ou Corel Draw
Contratação:
– Remuneração (Fixo + Ajuda Custo)

Enviar CV com portfólio: vagas@interativamix.com.br

Vaga de estágio em design

Plocad Comunicação Visual e Plotagens busca estagiário

A Plocad está contratando! Se vc se encaixa no perfil abaixo envie seu currículo para: rh.valeparaiba@gmail.com

VAGAS PARA SÃO JOSÉ DOS CAMPOS E TAUBATÉ!

Estágio para a área de design/comercial/publicidade

1. Sexo: Masculino ou Feminino.
2. Conhecimento: Software Corel
3. Grau de Escolaridade: 1º ao 4º ano de Design ou Publicidade e Propaganda (Superior ou Técnico)
4. Característica essenciais: Vivencia na área comercial com boa dicção e inibição – HABILITAÇÃO PREFERENCIAL.
5. Descrição das Atividades: Trabalhar na área comercial de comunicação visual com vendas e criação de layouts
6. Experiência: Desejável conhecimento em vendas e comunicação visual
7. Beneficio: Ajuda de Custo de Transporte pago em espécie.
8. Beneficio: Seguro de Vida de Assistencial.
9. Beneficio: Uniforme cedido pela empresa.
10. Bolsa Salário Em tempo de experiência R$ 650,00 (Seiscentos Cinquenta Reais) com possibilidade de efetivação após o término.
11. Dias de Trabalho: De Segunda a Sexta das 12:00 as 18:00