Vaga na mLabs para UX Writer

mLabs busca UX Writer

A mLabs busca um UX Writer capaz de traduzir conceitos técnicos de produto para uma linguagem clara, objetiva e assertiva com o usuário mLabs.

RESPONSABILIDADES E ATRIBUIÇÕES
– Redigir textos de forma consistente em linguagem de produto para garantir a melhor experiência aos nossos mLovers.
– Definir e manter um guia de escrita com diretrizes para a linguagem de experiência do usuário para a mLabs.
– Garantir o tom de voz de nossas personas e produtos na redação de conteúdo consumido por nossos clientes, como: nomeação de produtos, conteúdo de telas, landing pages, glossário, políticas, releases, FAQs, entre outros.
– Estar alinhado com os times de Marketing e Tecnologia (Produto e Engenharia) para garantir o melhor conteúdo estratégico.
– Estar em constante troca de conhecimentos com o time de UX designers.
– Cooperar na comunicação de nossas equipes de Suporte e Vendas, garantindo a consistência dos fluxos de comunicação em nossos produtos e também sugerindo melhorias.
– Ajudar na realização de constantes benchmarks no mercado.

REQUISITOS E QUALIFICAÇÕES
– Experiência com UX Writing.
– Excelentes habilidades de comunicação.
– Habilidade de conversão da linguagem técnica para a linguagem do usuário.
– Boa capacidade técnica para storytelling.
– Habilidade para redação de textos criativos e objetivos, garantindo a ortografia e a gramática corretas da Língua Portuguesa.
– Habilidade de documentação de testes de usabilidade e entrevistas com usuários.
– Olhar analítico e criterioso para decisões estratégicas.
– Habilidades de negociação para definir prioridades com stakeholders de diferentes áreas.

Se você tem experiência e formação como UX Writer, candidate-se a vaga pelo link.

Candidate-se aqui

Share and Enjoy !

0Shares
0 0

Vaga de estágio em comunicação

Click Textos abre vaga de estágio

Aberta uma vaga na Click Textos para estagiário de comunicação. A função é para redação de textos.

Image by Florian Pircher from Pixabay

Bolsa de R$ 1 mil.

Interessados podem mandar mensagem para contato@clicktextos.com.br.

Share and Enjoy !

0Shares
0 0

O que difere o cérebro masculino e feminino?

por Tatiana Lacaz*

A diferença de gênero também é um ponto decisivo para o foco de campanhas publicitárias, homens e mulheres pensam diferente na hora de efetuar a compra.

Desde o início da humanidade, ficou determinado que o homem sairia para caçar e conseguir o sustento para a sua família, desenvolvendo habilidades mais agressivas e uma maior competitividade, já a mulher ficaria em casa cuidando dos serviços doméstico e dos filhos, o que a tornou mais empática e sábia para conviver em família e compartilhar recursos.

Image by Tumisu from Pixabay

Com o ingresso da mulher no mercado de trabalho, as grandes guerras e até mesmo a Revolução Industrial, o gênero feminino passou a ter essas funções menos demarcadas, ainda que algumas se mantivessem, agora as mulheres ocupam cargos de chefia que as fazem pensar diferente de antigamente.

Mas o que difere o cérebro feminino do masculino?

As mulheres realmente amadurecem mais cedo, o cérebro feminino atinge a maturidade aos 11 anos de idade, principalmente nas áreas de fala e da escrita, já o cérebro masculino leva três anos a mais para amadurecer. O uso distinto dos hemisférios (o hemisfério direito está ligado às emoções, enquanto o esquerdo está ligado a razão) é outra característica marcante.

O cérebro feminino consegue ter uma maior interatividade entre esses dois hemisférios, permitindo que elas realizem mais de uma atividade ao mesmo tempo, enquanto os homens tendem a se concentrar em uma única tarefa por vez.

É perceptível que a mensagem publicitária não pode ser executada da mesma forma para homens e mulheres, uma vez que as distinções cerebrais e hormonais geram comportamentos diferentes.

O gênero masculino está mais focado no preço, enquanto as mulheres se preocupam mais em como serão atendidas.

Como as mulheres compram?

As mulheres tendem a fidelizarem as marcas que já conhecem e confiam, esse comprometimento com uma determinada marca, normalmente vem das referências de amigas e até entre mães e filhas, para as mulheres, se uma experiência foi positiva para alguém que ela conhece, seus neurônios-espelho começam a entrar em ação, querendo testar o produto para confirmar ou não, a experiência passada.

Image by StockSnap from Pixabay

O gênero feminino possui uma grande necessidade em trocar experiências, portanto, é importante fazer o uso de depoimentos, promoções, eventos, fan pages, comerciais ou até mesmo spots em que elas fiquem à vontade para trocar informações umas com as outras.

As marcas devem compreender os valores femininos para que elas sintam-se sensibilizadas.

‘’De acordo com Barletta, as mulheres pensam em quatro fatores na hora de tomar suas decisões de compra: valores sociais, que se resumem a crenças e atitudes nas quais acreditam, valores de vida e de tempo, que aparecem como implicações sobre as diferenças entre os papéis masculinos e femininos; pontos-chave de comunicação, que nada mais são que os rituais típicos das mulheres e as diferentes expressões de um produto; e por fim, dinâmicas sintetizadoras, consideradas as diferenças na forma como as mulheres percebem e processam a mensagem transmitida.’’

Toda mãe tem cérebro feminino, mas nem toda mulher tem cérebro de mãe.

Todas as mulheres e gestantes se enquadram nas características citadas anteriormente, porém, durante o período da gravidez o cérebro feminino tende a sofrer algumas alterações.

Nessa fase, o foco das mulheres não é mais produtos relacionados a sua necessidade, o seu comportamento e a sua preocupação tende a ser o bebê. Como, então, as mensagens publicitárias devem se voltar a esse target? Afinal, nada é mais importante para uma mãe do que a saúde e a felicidade de seus filhos.

As propagandas precisam de muita criatividade, interação entre mães e filhos, e os cuidados com o bebê, o carinho na amamentação e a sensação de alívio em assistir uma noite de sono tranquilo, devem ser ressaltados.

Como os homens compram?

Diferentemente das mulheres, quando os homens entram no shopping eles já sabem onde querem ir e o que estão buscando, seja pegar um cinema, passar no supermercado ou até mesmo ir a sua loja predileta de sapato, sendo bem mais práticos na hora de tomar uma decisão.

O responsável por isso, de acordo com cientistas é a testosterona, o maior objetivo do cérebro masculino, além da praticidade é a autonomia. As campanhas de marketing voltadas para esse target, vão direto ao ponto. Outro fator a ser levado em consideração para alcançar esse público é o desempenho e o preço.

Image by Capri23auto from Pixabay

De acordo com pesquisadores, a aspiração também tem que ser trabalhada. Um comercial que mostra as novas aquisições trazidas pelo produto tendem a ganhar o coração do gênero masculino, porque eles acham que terão esses mesmos benefícios se adquirirem o que foi ofertado.

Campanhas publicitárias com conotações sexuais também agradam esse público, porque o espaço destinado ao impulso sexual no hipotálamo cerebral masculino é 2,5 vezes maior que no hipotálamo das mulheres.

Use e abuse por curvas em suas ações de marketing, elas são associadas a sexualidade, fertilidade, saúde e nutrição, despertando o interesse dos homens.

É sabido que não basta desenvolver apenas campanhas com o objetivo de vender um produto ou fornecer um serviço, é necessário desenvolver cada uma das peças proporcionando emoções, para que a mensagem fique, de fato, gravada no subconsciente do seu consumidor. Elas produzem fortes estímulos eletroquímicos que influenciam todas as informações que recebemos.

As propagandas que transmitem emoção fazem com que o público relembre cenas já vivenciadas e associem aos produtos e serviços oferecidos, as emoções criam os comandos necessários para induzir os clientes a continuar com o processo de decisão por um determinado produto.

O grande desafio do marketing é conseguir atrair a atenção do expectador para a mensagem, como o cérebro humano é emotivo, as emoções auxiliam a prender a atenção do público-alvo do início até o fim. Mas, cuidado, quando fizer uso do marketing emocional, lembre-se que será justamente a emoção a responsável por causar lembranças no consumidor. Por isso, defina com cautela qual o sentimento você quer deixar para o seu público, ele sempre será lembrado pelo subconsciente.

A propaganda emocional é um dos caminhos para reter a atenção dos consumidores, sendo uma estratégia de suma importância no que diz respeito ao posicionamento de marca. Afinal, elas são anunciadas de duas formas: a primeira tem o intuito de sanar os problemas que o afligem, a segunda forma é oferecer ao consumidor a sensação de bem-estar e possa desfrutar dos benefícios oferecidos pela marca.

O texto publicitário é uma arma poderosa para todos aqueles que tem o objetivo de deixarem suas marcas no subconsciente dos seus consumidores.

Nos estudos intrínsecos a neurologia, faça a opção de escolher termos para atrair a atenção do seu público, isso fará toda a diferença e dará mais relevância a sua mensagem em comparação com as outras.

*Tatiana Lacaz
Graduanda em Comunicação Social – Publicidade e Propaganda no Centro Universitário Teresa D’Ávila
Redatora na PsPonto – Agência de Comunicação e Marketing

Share and Enjoy !

0Shares
0 0

Vaga de estágio em comunicação social

Oportunidade de Estágio

COMUNICAÇÃO SOCIAL, PUCLICIDADE E PROPAGANDA, MARKETING e cursos relacionados. Preferencialmente para alunos do 2º e 3º ano. A vaga é para atuar na área de Comunicação e Marketing Digital, site e redes sociais.

Conhecimentos:
– Corel Draw
– Photoshop
– Ferramentas on-line
– Redação

– Noção de fotografia

Habilidades:
– relacionamento interpessoal
– trabalho em equipe
– criatividade

Desejável:
– comprometimento
– responsabilidade
– pontualidade
– interesse em aprender e contribuir com ideia produtivas

Oportunidade:
Empresa: Campel Papelaria
Vaga: 01
Jornada: segunda à sexta-feira – 6h por dia
Oferta: Bolsa estágio + auxílio transporte + seguro acidentes pessoais

Interessado:
– enviar currículo para o e-mail: anabinotto@hotmail.com
– Assunto: Estágio 2020

Share and Enjoy !

0Shares
0 0

Livro ensina a atuar como copywriter

Como nascem os copywriters?

Paulo Maccedo, o mais notável escritor de livros de copy no Brasil, ensina todos os passos para se destacar na profissão e aumentar o seu poder de comunicação e vendas

Como nascem os copywriters? Não se sabe como eles surgem, mas sabe-se o caminho para chegar até lá: eles precisam ler Copywriting – o método centenário de escrita mais cobiçado do mercado americano, publicado pelo pesquisador e escritor best-seller, Paulo Maccedo. Nas 288 páginas está a fórmula para ter o poder da comunicação com discursos persuasivos e vendedores que já renderam milhões de dólares.

O livro que já vendeu mais de dez mil exemplares na Amazon e nas principais livrarias do país é o mais completo sobre o assunto em língua portuguesa. Sendo um dos dez livros de marketing mais vendidos no Brasil, ele já foi endossado por milhares de pessoas que se beneficiaram com o conteúdo didático e ao mesmo tempo dinâmico. Afinal, é um livro de copywriting escrito por um dos melhores copywriters do país.

Leitura obrigatória para quem quer iniciar na área de copy, o “livro vermelho de copywriting” traz o resumo de mais de um século de desenvolvimento da escrita para vendas, passeia por fatos históricos, variadas escolas de copywriting e, ao mesmo tempo, mescla técnicas que já foram testadas por ele ou por outros profissionais.

Outro diferencial da obra de Paulo é a dinâmica empregada no texto: ele traz narrativas, cases e citações que deixam a leitura fluída como uma boa copy deve ser. Parte dos leitores mais entusiasmados já disseram que a leitura da obra vale como uma MBA em marketing, afinal, material de qualidade sobre o assunto é escasso no Brasil e a maioria traz apenas métodos, fórmulas, templates e modelos sem qualquer explicação ou contextualização.

O autor, Paulo Maccedo

Mais do que estudar copy, a obra apresenta uma mudança de mentalidade. Propõe ao leitor pensar como um copywriter e a não ser mais refém de gurus e planilhas com gatilhos mentais toda vez que precisar escrever um texto de vendas.

Ficha Técnica

Título: Copywriting
Subtítulo: O método centenário de escrita mais cobiçado do mercado americano
Autor: Paulo Maccedo
Editora: DVS
ISBN-13: 978-8582892053
Tamanho: 22,6 x 15,6 cm
Páginas: 288
Preço: R$ 26,32 (e-Book) R$ 49,68 (físico)

Você pode comprar aqui

Fonte: LC – AGÊNCIA DE COMUNICAÇÃO – Genielli Rodrigues

Share and Enjoy !

0Shares
0 0

Evento gratuito aborda nova profissão: Tech Writing

Evento gratuito sobre Tech Writing aborda profissão que tem ganhado destaque no Brasil

A profissão de Tech Writing tem ganhado destaque no mercado brasileiro, tanto que as empresas de tecnologia buscam, cada vez mais, por esses profissionais. Na VTEX, plataforma de comércio digital que mais cresce no mundo, colaboradores de diversas formações estão se desenvolvendo na área. A área equilibra habilidades técnicas e escrita clara, buscando simplificar a complexidade da tecnologia. Ainda pouco falado no país, o tema será abordado em um evento gratuito no dia 30 de julho, idealizado por três profissionais da área: Mariana Moreira, Tech Writer da Zup Innovation, Juliana Meyer e Breno Barreto, ambos da VTEX.

Image by Gerd Altmann from Pixabay

Pensando em desmistificar o que existe por trás da nomenclatura técnica, Juliana, Mariana e Breno fundaram a comunidade Tech Writing Brasil, criada para troca de experiências entre quem já trabalha ou deseja atuar com escrita no mercado de software brasileiro. O primeiro meetup da comunidade será aberto ao público e acontecerá na última quinta-feira do mês de julho (30), a partir das 19h. Voltado para comunicadores e interessados no assunto, o evento abordará o que é ser Technical Writer e as habilidades que um profissional da área precisa ter. “Nossa ideia é dividir com as pessoas as nossas impressões sobre a profissão, compartilhar vivências e, cada vez mais, fortalecer nosso ramo de atuação no país”, revela Breno.

O trabalho de um Tech Writer é ser técnico, se ater aos detalhes e se aprofundar em assuntos intrincados e específicos. “Meu dia a dia é entender como funciona a complexidade da plataforma VTEX, tendo como pano de fundo o universo multifacetado do e-commerce. Faço isso colaborando com desenvolvedores, designers, product managers, redatores e pessoas incríveis a nível global, que contribuem com peças do quebra-cabeça que tenho que montar diante dos meus olhos. O trabalho de um Tech Writer não é só entender o funcionamento de um software, mas também explicá-lo de forma clara, para que vários públicos que acessam esse produto possam compreendê-lo e operá-lo da melhor forma”, declara Juliana.

A profissão de Tech Writing ainda está se desenvolvendo na América Latina, por isso existe pouco conteúdo sobre o assunto. Para quem gosta do desafio de lidar com a intersecção entre produtos tecnológicos e escrita, a profissão pode ser uma boa opção. A VTEX, além de ser apoiadora de iniciativas como esta, valoriza a troca de conhecimento e a vontade de aprender. “Percebo que trabalho em uma empresa que se coloca como responsável pelas transformações no mundo, seja promovendo ações educativas ou incentivando atitudes criadas pelos employees, como esse evento que organizamos”, finaliza Juliana.

Como participar

Data: 30 de julho, última quinta-feira do mês

Horário: A partir das 19h

Link gratuito: meet.google.com/irg-vptp-bwy

Fonte: Agência NoAr – Mariah de Freitas

Share and Enjoy !

0Shares
0 0

Agência abre vaga de estágio em comunicação

Vaga de estágio em comunicação

A Helpis Comunicação (@helpisbr) está em busca de um estagiário para auxiliar na área de criação e redes sociais da agência.

Os interessados deverão enviar currículo para atendimento@helpis.com.br com o assunto Estágio em Comunicação – Criação. Envio de trabalhos experimentais (feitos na faculdade) podem ser um diferencial.

Share and Enjoy !

0Shares
0 0

Agência está em busca de redator

Arriba! busca redator

A Arriba! está contratando um Assistente de Redação que possua boas referências, com bom domínio de gramática e que tenha repertório publicitário.

Se você já se identificou agora, então confira os requisitos na arte e envie seu CV para criacao@arribamkt.com.br.

Obs: currículos sem portfólio + pretensão não serão avaliados.

Share and Enjoy !

0Shares
0 0

Dança das cadeiras

Agosto não acaba. E o agito do mercado também não!

O mercado segue agitado no mês de agosto. Acompanha aqui um pouco das movimentações de profissionais e estagiários pelo mercado de comunicação e marketing do Vale do Paraíba.

Maria Vitória Gonçales acaba de assumir o posto de Social media no GAPC. Ela já havia atuado como estagiária de relações públicas na Central de Comunicação da Unitau – Universidade de Taubaté.

Caio Fernandes Calheiros é o novo estagiário de marketing na Gmídia Marketing. Caio estava estagiando na ACI – Agência de Comunicação Integrada – do Departamento de Comunicação Social da Unitau.

Shayene Charleaux Carvalho pelo novo cargo de Assistente de atendimento na Molotov Propaganda|Branding. Ela coleciona passagens pela Nestlê e pela Câmara de Vereadores de Taubaté como Assessora Parlamentar.

Otávio Gebin pelo novo cargo de Assistente de redação na Arriba! Marketing. O Otávio já atuou como estagiário na assessoria de imprensa da Fundação Cultural Cassiano Ricardo.

 

Share and Enjoy !

0Shares
0 0

Dança das cadeiras

Confira mais uma vez o vai e vem do pessoal de comunicação

Vamos a mais uma edição do Dança das cadeiras aqui no Publicitando. O mercado segue em plena atividade e os profissionais e estudantes de comunicação estão em movimento.

É o caso de Renata Cundari que acabou de assumir o cargo de redatora na Aproxima.co Marketing. A Renata já acumula passagens pela Vincere Comunicação e pela Atributo Comunicação Estratégica.

Já Hellen Elias acaba de conquistar um posto na área de Comunicação e Marketing da Vale. Ela já tem passagens por Embraer como Gerente de Marketing & Branding e pela Alchemy Big Data Solutions.

E por último, Ana Carolina Garcia, estudante de relações públicas na Universidade de Taubaté, é a nova estagiária da Tenaris.

 

Share and Enjoy !

0Shares
0 0