Publicitando entrevista Camila Carvalho

“A internet é um grande amiga pra quem quer começar…”

Desta vez entrevistamos uma jovem profissional de comunicação que tem forte atuação em mídias sociais. Camila é Analista de Redes Sociais na Rede Vanguarda. O papo foi muito proveitoso. Confira:

Camila Carvalho

Camila Carvalho

1 – Você é formada em jornalismo. Como chegou às mídias sociais?
Sim! Cursei Comunicação Institucional, seguido pelo Jornalismo na UBC (Universidade Braz Cubas). Fiz alguns cursos livres de Assessoria de Imprensa e Marketing Digital. De lá até a pós de mídias sociais que eu faço na UNITAU (Universidade de Taubaté) se passaram oito anos e muita coisa aconteceu nesse tempo. Passei pelo radiojornalismo, assessoria de imprensa, produção de conteúdo e organização de eventos. Foi quando de forma amadora eu comecei a administrar as primeiras páginas como freelancer, em 2010.

Sempre fui apaixonada por contar histórias e descobri que fazia isso muito bem quando escrevia. Mas, com a maturidade descobri na verdade que o meu coração batia mais forte quando eu me relacionava com as pessoas. E mídias sociais nada mais é do que um jeito de conectar pessoas e estreitar esse contato. Tive iniciativa de seguir sites e portais internacionais segmentados, fazia leitura constantemente de artigos instrutivos e por conta própria aprendi boa parte do que eu sei. A internet é um grande amiga pra quem quer começar, existem bons profissionais que fomentam a produção de conteúdo de forma esplendorosa.

2 – Dos fundamentos e técnicas aprendidas em jornalismo, quais são em sua opinião as que mais lhe foram e são úteis em sua atuação profissional?
Primeiro, técnica de redação, sem dúvida alguma. Escrever bem é uma caracteristica que eu valorizo bastante e que acredito ser fundamental para gerenciar uam mídia. É preciso estabelecer um diálogo, abrir caminhos, construir relações e identificar sentimentos. Um bom jornalista também não terá dificuldade em identificar a voz, tom, persona de uma marca, ainda que não tenha estudado marketing. Além disso, com as mudanças constantes do Facebook, por exemplo, algumas páginas engajam menos com texto, é nessa hora que o jornalista que vive dentro de você precisa agir e fazer uma frase assertiva com poucas palavras. Os usuários são as melhores fontes de conteúdo para uma página, com o feeling jornalístico conseguimos boas histórias. Apurar os fatos é fundamental e indispensável, o compromisso com a verdade continua o mesmo. Acostumado com a imparcialidade, porém com o sentimento que move a notícia, o jornalista não vai permitir que a comunicação seja robótica.

Camila com os apresentadores do Vanguarda Mix, Kelly Maria e Jonas Almeida, e o repórter cinematográfico Eduardo de Paula na gravação de um programa especial com sugestões de pautas em tempo real das redes sociais

Camila com os apresentadores do Vanguarda Mix, Kelly Maria e Jonas Almeida, e o repórter cinematográfico Eduardo de Paula na gravação de um programa especial com sugestões de pautas em tempo real das redes sociais

3 – Como é sua rotina de trabalho? Quais suas funções em seu cargo atual?
Faço o gerenciamento de todas as mídias oficiais da Rede Vanguarda e atualmente na grade da emissora, são três jornais diários (Bom Dia Vanguarda, Link Vanguarda e Jornal Vanguarda) que demandam uma atenção especial de postagens das reportagens e principalmente interação com os usuários. Os telespectadores adoram comentar sobre o que estão assistindo nas páginas e ser respondido pra elas é algo fantástico. O factual vale muito na internet e é preciso estar atento pra identificar as tendências de interesse por determinado conteúdo, para então oferece-lo na mídia adequada. Além disso, temos estratégias institucionais aplicada á página da Rede Vanguarda que precisam ter coerência com a identidade da afiliada e também da Rede Globo. Os programas de entretenimento (Vanguarda Mix e Madrugada Vanguarda) possuem um outro tipo de abordagem e de público, diferente do que consome apenas a informação. Eles gostam de sempre ter um conteúdo diferente, algo que não passe na TV, mas esteja disponível nas mídias sociais. Utilizo diversas ferramentas de apoio para que tudo saia perfeitamente conforme o planejamento, que é feito com as chefias, diretores e coordenadores dos departamentos envolvidos. É uma rotina bastante intensa, mas deliciosa. Estar do lado de dentro da TV é algo fascinante.

Aqui Camila ao lado do repórter Jonathan Morel e do repórter cinematográfico Carlinhos Brasil quando da gravação de uma entrevista para o Link Vanguarda sobre as redes sociais da Vanguarda

Aqui Camila ao lado do repórter Jonathan Morel e do repórter cinematográfico Carlinhos Brasil quando da gravação de uma entrevista para o Link Vanguarda sobre as redes sociais da Vanguarda

4 – Qual seu conselho para quem atuar como social media?
Estude! Jamais acredite que você sabe o suficiente. O segmento está mudando o tempo inteiro. O que dava resultado ontem, hoje não faz mais sentido. Acompanhe os profissionais que produzem e compartilham conteúdo, faça listas com as páginas do seu interesse, fique ligado nas tendências do mercado e aos memes do momento.
Seja organizado, atento e principalmente, um verdeiro entusiasta em mídias digitais.

Quem quiser trocar figurinhas, conversar sobre o segmento ou me conhecer:

Facebook: https://www.facebook.com/ca1carvalho
Twitter: https://twitter.com/cacarvalho
Instagram: https://www.instagram.com/carcarvalho/
Snapchat: snapcacarvalho
Blog: www.vidadesocialmedia.com.br