Beleza e elegância marcam o Dia dos Namorados em São José

Nova pesquisa ACI/Unitau revela que tíquete-médio para a data deve ficar entre R$ 101 e R$ 200

Roupas, perfumes, cosméticos e perfumes serão os presentes preferidos neste Dia dos Namorados, revela pesquisa feita pela Associação Comercial e Industrial de São José dos Campos, em parceria com a Universidade de Taubaté.

Considerada uma das principais datas do comércio, o Dia dos Namorados vai ser comemorado no próximo sábado, dia 12 de junho.

Imagem de Free-Photos do Pixabay

Realizada para identificar o comportamento do consumidor em relação ao Dia dos Namorados, a pesquisa foi feita nos dias 27 de maio e 1o. de junho, em locais de grande concentração do comércio: praça Afonso Pena, Calçadão da Rua 7, Rua 15 e shoppings CenterVale, Centro, Colinas e Vale Sul. Os técnicos do Nupes (Núcleo de Pesquisas Econômico-Sociais) da Unitau ouviram 119 pessoas. A margem de confiança do estudo é de 95%.

Segundo o levantamento, os presentes preferido este ano são roupas (38,46%), perfumes e cosméticos (23,08%), outros presentes (13,85%), e calçados (10,77%). Eletrônicos e viagens/passeios aparecem empatados, com 3,08%.

O tíquete-médio de presentes para a data deve ficar entre R$ 100,1 e R$ 200 para a maioria dos entrevistados (47,69%), seguido de R$ 50,01 a R$ 100 para 20%, aponta a pesquisa ACI/Unitau. E a forma de pagamento preferido deve ser a vista (73,85%), por meio de cartão de débito (46,15%). Outros 30,77% preferem usar cartão de crédito, 21,54% falam que vão pagar em dinheiro e 1,54% vão lançar mão do crediário das lojas. Não foi identificado uso de cheques.

Local
O levantamento ACI/Unitau revela também que os shoppings devem ser os locais preferidos pelos namorados para fazer compras. Os centros de compra foram citados por 41,45% dos entrevistados, contra lojas do centro da cidade (24,62% internet (21,54%) e lojas de bairro (3,08%).

Tendência
A pesquisa ACI/Unitau revelou também que 333,61% dos consumidores planejam comprar presentes neste Dia dos Namorados. As razões para o índice são várias: muitas pessoas disseram que não estão namorando, outras afirmaram não festejar a data e parte dos consumidores disse não ter dinheiro para presentes este ano. O índice de 33,61% fica abaixo da intenção medida na pesquisa de 2019, fixada em 58%. Em 2020, em razão da fase crítica da pandemia, não foi realizada pesquisa.

Fonte: Matéria Consultoria & Mídia – Gabriel Camacho

Share and Enjoy !

0Shares
0 0

Consumidor de S. José está otimista para o Dia das Mães

Pesquisa da ACI, feita em parceria com a Unitau, revela que 72,22% dos consumidores pretendem comprar presentes no comércio da cidade

Uma boa notícia para o comércio, após tanto tempo de portas fechadas e horário reduzido: o consumidor de São José dos Campos está otimista para o Dia das Mães deste ano.

Isso é o que revela a primeira pesquisa mercado realizada pela Associação Comercial de São José dos Campos em 2021, feita em parceria com a Universidade de Taubaté, por intermédio do Nupes (Núcleo de Pesquisas Econômico-Sociais). O trabalho foi divulgado nesta quinta-feira (06/maio). O levantamento ouviu 97 pessoas nos dias 29 de abril e 5 de maio, em locais de grande circulação: Calçadão da Rua 7, rua 15 de Novembro e os shoppings CenterVale, Vale Sul e Colinas. O índice de confiança da pesquisa é de 95%.

Segundo o levantamento ACI/Unitau, 72,2% dos consumidores de São José dos Campos planejam comprar presentes neste Dia das Mães, um índice semelhante, dentro da margem de erro, ao registrado em 2019 (77,5%) e superior ao aferido em 2018 (66%). Não houve pesquisa em 2020: em razão da pandemia do novo coronavírus, naquela ocasião o comércio estava com as portas fechadas e as vendas para o Dia das Mães foram realizadas on-line.

Para a presidente da Associação Comercial e Industrial de São José dos Campos, Eliane Maia, os números dessa nova rodada de pesquisas, feita em parceria com a Unitau, apontam para uma reação da economia após um período crítico para o comércio e um otimismo do consumidor. “O Dia das Mães é a segunda data mais importante para o comércio, o que aumenta a relevância desse otimismo dos consumidores. E, neste ano, em especial, a data cresce em importância pelo fato de o comércio ter passado o Dia das Mães de 2020 de portas fechadas”, afirmou a presidente da ACI.

O levantamento revela que o tíquete médio deste Dia das Mães deve ficar em torno de R$ 50 a R$ 100, segundo 38,46% dos entrevistados, com 24,62% dos entrevistados prevendo gastos de R$ 101 a R$ 200 e 26,16% dos consumidores esperando gastar acima de R$ 201. Gastar abaixo de R$ 50 está nos planos de 10,77% dos consumidores ouvidos na pesquisa ACI/Unitau.

Na lista de presentes, segundo o levantamento, a preferência é por roupas (35,38%), seguida por perfumes e cosméticos (10,77%), calçados e bolsas/acessórios (empatados com 9,23%), e joias e bijuterias (6,15%). Outras opções, somadas, como eletrônicos, viagens e passeios, artigos de cama, mesa e banho aparecem empatados, com 3,08% das citações.

Formas de pagamento

Em relação às formas de pagamento, a maioria dos consumidores disse que pretende pagar à visa (73,85%, índice maior que o registrado em 2019, que ficou na faixa de 63,3%, contra 59,9% de 2018), utilizando dinheiro (41,54%) ou cartão de débito (27,69%). O cartão de crédito é preferido de 30,77%. Cheques e crediário não foram citados.

O levantamento com foco no Dia das Mães é o primeiro da nova série de pesquisas a serem feitas pela ACI de São José dos Campos em parceria com a Universidade de Taubaté, tendo como foco as principais datas comemorativas do comércio. Os levantamentos serão realizados pelo Nupes, ouvindo consumidores e lojistas. Ao todo serão 10 rodadas de pesquisa ao longo de 2021. Também serão realizados levantamentos com foco no Dia dos Namorados, aniversário de São José dos Campos, Dia das Crianças e Natal.

Em razão da pandemia, a coleta de dados referente à pesquisa do Dia das Mães foi feita respeitando os protocolos sanitários e as regras de isolamento.

Fonte: Matéria Consultoria & Mídia – Gabú Camacho

Share and Enjoy !

0Shares
0 0

A melhor data para o comércio em 2020

Dia dos Pais pode ser a melhor data do comércio em 2020

Em um ano diferente, um peso diferente nas datas comemorativas: após enfrentar o Dia das Mães e Dia dos Namorados com as lojas fechadas ou parcialmente fechadas em razão da pandemia do novo coronavírus, o comércio de São José dos Campos aposta no Dia do Pais para tentar retomar as vendas em 2020.

Esse é o cenário que revela levantamento feito pela Associação Comercial e Industrial de São José dos Campos junto a empresários do setor.

A expectativa é que 6 em cada 10 consumidores comprem presentes para o Dia dos Pais, o que é considerado um índice médio. O tíquete-médio dos presentes, no entanto, deve sofrer um recuo em relação a 2019, ficando entre R$ 51 e R$ 100. Um recuo causado pelo impacto da crise e com a queda do nível de emprego, ocorrida na esteira da pandemia do novo coronavírus. As opções preferidas pelo consumidor continuam a ser roupas, calçados e bebidas.

“Frente às dificuldades que enfrentamos em 2020, o Dia dos Pais deve ser a principal data do comércio deste ano, até agora”, disse Eliane Maia, presidente da ACI de São José dos Campos.

O comércio espera um aumento médio entre 4% nas vendas, mas com expectativas bem diferentes entre os diversos setores. Nas lojas físicas, repetir as vendas de 2019 (quando foi registrado um aumento de 3%) já é considerado uma vitória em um ano difícil. Já as lojas virtuais e os estabelecimentos que investiram em vendas on-line têm uma expectativa maior de crescimento: 9%. Isso tem um motivo claro: o setor de e-commerce, assim como as lojas que adotaram serviços de delivery e drive-thru, hoje concentram mais de 70% das vendas do comércio, uma mudança de hábitos do consumidor durante a pandemia.

Para tentar atrair os consumidores, as lojas de São José dos Campos também anteciparam suas liquidações de inverno. Mas o consumidor deve ficar atento: em razão das regras de quarentena, as lojas e shoppings vão abrir só até sexta-feira.

Pesquisas



Em razão da pandemia e das regras de isolamento social, a ACI decidiu suspender, temporariamente, as pesquisas de rua, feitas em parceria com a Universidade de Taubaté. As pesquisas devem ser retomadas tão logo a pandemia seja superada.

Fonte: Matéria Consultoria & Mídia – Gabriel Camacho

Share and Enjoy !

0Shares
0 0

Pesquisa aponta a intenção de compra no Dia dos Namorados

Pesquisa ACI/Unitau revela intenção de compra no Dia dos Namorados

Roupas, joias, calçados e perfumes estão em alta neste Dia dos Namorados, quando o comércio de São José dos Campos espera um aumento de 5% nas vendas em relação ao ano passado.

Photo by Renata Fraga on Unsplash

Isso é o que mostra pesquisa exclusiva sobre o comportamento do consumidor em relação ao Dia dos Namorados, feita pela Associação Comercial e Industrial de São José dos Campos, feita em parceria com a Universidade de Taubaté, por intermédio da Fapeti (Fundação de Apoio à Pesquisa, Tecnologia e Inovação). O levantamento foi feito entre os dias 27 e 30 de maio, entrevistando 423 pessoas em áreas de concentração do comércio da cidade: praça Afonso Pena, Calçadão da Rua 7, rua 15 de Novembro e os shoppings CenterVale, Colinas e Vale Sul. A margem de erro é de 4,76 pontos percentuais para mais ou para menos.

Pelos números, este será o Dia dos Namorados da elegância

Roupas e acessórios aparecem disparados no ranking dos presentes em vista, com 52,5% das citações. Em seguida aparecem joias ou bijuterias (9%), calçados (8,5%) e perfumes e cosméticos (6,2%). Almoços ou jantares românticos, bombons e bolos registraram 4% das citações.

Photo by Alysa Bajenaru on Unsplash

“Este Dia dos Namorados deve confirmar a tendência de aquecimento nas vendas do comércio de São José dos Campos, registrada deste o Natal do ano passado e reforçada pelo último Dia das Mães. Depois de termos registrado o melhor Natal dos últimos cinco anos e um Dia das Mães muito aquecido, para este Dia dos Namorados devemos ter um aumento de 5% nas vendas em relação ao ano passado. Trata-se de uma retomada lenta, mas constante, o que mostra a volta da confiança do consumidor”– disse o presidente da ACI, Humberto Dutra.

No valor dos presentes, uma boa notícia: o tíquete médio deve ficar na casa dos R$ 101 aos R$ 200 (43%), com 22,4% dos entrevistados apostando em presentes acima de R$ 201.

Outro dado significado: a maioria dos consumidores deve optar por pagar as compras à vista (53,3%). Sobre a forma de pagamento, 26,8% disseram que vão pagar em dinheiro, 25,1% vão optar por pagar de forma parcelada no cartão de crédito, 24,6% vão usar cartão de débito, 13,1% afirmaram que vão pagar à vista no cartão de crédito e 8% vão optar pelo crediário da loja. Não houve citação sobre pagamento em cheque.

Fonte: Matéria Consultoria & Mídia – Nathália Barcelos

Share and Enjoy !

0Shares
0 0