Os desafios no marketing digital para este ano

O que esperar do marketing digital em 2019?

por Alessander Firmino *

Estamos no início de mais um ano e é hora de entender as oportunidades de marketing digital e o sucesso geral do comércio em 2019. Muitas mudanças dramáticas ocorreram no mercado de dados em todo o mundo ao longo de 2018, mas devemos celebrá-las, porque elas fomentaram a inovação que tornou a indústria mais forte do que nunca.

Foto: Pixabay

Novas oportunidades tecnológicas incríveis estão agora ao nosso alcance. Os avanços no último ano são notáveis e as ferramentas digitais para o sucesso – que esperamos há muito tempo – estão aqui para serem utilizadas. Se você está pronto para usá-las, o potencial de lucro é enorme.

Vejamos então as sete áreas principais de mudança e desafio para o comércio e o marketing digital em 2019:

1.Regulamento Geral de Proteção de Dados

Em 2018, a União Européia (UE) anunciou um conjunto abrangente de mudanças em suas leis para determinar como os dados dos consumidores são processados, armazenados e protegidos. As novas regulamentações de longo alcance repercutiram pelo mundo. No Brasil, também foi sancionada uma nova legislação que define como os dados dos cidadãos podem ser coletados e tratados, prevendo punições para transgressões. Todas essas mudanças devem afetar mais fortemente como as ações de marketing digital são concebidas em 2019 a nível global.

2.Gigantes da tecnologia

Casos de violação de dados têm tomado conta dos noticiários e as revelações não são boas. Soubemos de acusações recentes contra gigantes da tecnologia, incluindo o Facebook, o Google e a Amazon. Os índices de aprovação e a credibilidade destas empresas foram prejudicados. Elas têm agora um foco intenso no que diz respeito aos abusos acerca da privacidade do consumidor, potencial evasão fiscal e pegadas corporativas. Olhando para o futuro, as mudanças que devem ocorrer a partir de 2019, vão permitir que os líderes do setor explorem e implementem maneiras diferentes de controlar os dados de usuários compartilhados com anunciantes, garantindo que eles ofereçam ofertas confiáveis no mundo todo.

3.Maior investimento nos anúncios em vídeo

A demanda do consumidor por vídeo tornou-se quase insaciável e, como resultado, os Private Marketplaces (PMPs) devem observar grandes ganhos com publicidade em vídeo este ano. Os anunciantes estão ansiosos para fornecer anúncios premium no formato em sites de alta qualidade, com ênfase em publicidade dentro dos aplicativos. A popularidade do vídeo cresceu rapidamente e se fortaleceu: o gasto com publicidade digital em dispositivos móveis aumentou 17% no segundo trimestre de 2017 e surpreendentes 46% no segundo trimestre de 2018. Os gastos não param com os dispositivos móveis. A TV conectada e over-the-top TV (entrega de conteúdo de filmes e TV via internet, sem exigir que os usuários assinem um serviço tradicional a cabo ou satélite) têm agora uma demanda crescente. Todos os sinais apontam para um crescimento constante de gastos com anúncios em vídeo em 2019.

4.Dados omnichannel

Os varejistas e as marcas estão fazendo parcerias para manter seus relacionamentos lucrativos com os consumidores. Isso significa que, quando as gigantes da tecnologia protegem notoriamente os dados do consumidor que desejam compartilhar com as marcas, os parceiros de varejo são muito mais promissores. Na verdade, eles agora estão lucrando com a propriedade do relacionamento com o cliente, compartilhando dados de ponto de venda (PDV) e inventário em tempo real com as marcas. Isso fornece acesso oportuno a informações que podem ser incrivelmente valiosas ao planejar promoções e eficiências operacionais. O resultado é positivo para marcas, varejistas e consumidores, que obtêm os melhores produtos e os melhores preços.

5.Inteligência Artificial dominando o marketing digital

A Inteligência Artificial e o Machine Learning estão proporcionando aos profissionais de marketing a capacidade de entregar mensagens relevantes e personalizadas diretamente aos consumidores. A IA fornece uma visão poderosa do comportamento do cliente, resultando em uma segmentação por público e planejamento de campanhas altamente precisos. Como resultado, o gasto com mídia pode ser otimizado. Somente aqueles com recursos avançados de publicidade computacional serão bem-sucedidos, por isso é hora de garantir que seus próprios esforços de IA sejam tão poderosos e benéficos quanto possível.

6.Gerenciamento de anúncios dentro das empresas

À medida que as marcas dedicam mais esforços à proteção e ao gerenciamento de dados do consumidor, muitas delas devem transferir a compra de mídia para dentro de casa. E à medida que mais operações baseadas em nuvem e soluções de Inteligência Artificial estiverem disponíveis, essa movimentação deve ficar mais gerenciável do que nunca. Embora existam muitos benefícios – como economia de tempo e custo, sem mencionar o controle e a proteção de dados preciosos do cliente – quando você pensa no tempo de retorno das agências, isso sem mencionar as cobranças às vezes chocantes, trabalhar com anúncios “em casa” pode ser um golpe para muitos.

7.Tecnologia visual e por voz

Você se lembra de quando a pesquisa de texto foi considerada uma tecnologia inovadora? Pois é! Atualmente, a pesquisa de dados foi superada pela pesquisa visual e por voz. De acordo com o Gartner, aqueles que redesenharem seus sites para dar suporte a buscas visuais e por voz e fornecerem experiências mais interativas e envolventes terão um aumento de até 30% nas receitas do comércio digital até 2021. Quando você é capaz de dar aos compradores a informação instantânea em micro momentos, o resultado é incrivelmente valioso para ambas as partes. Afinal, um consumidor envolvido é um consumidor lucrativo.

Com tudo isso, podemos afirmar que este ano, o sucesso do marketing digital será baseado na estratégia de dados para fortalecer suas parcerias com seus clientes. Ao fazer uma parceria com um provedor de dados que tem relações de trabalho com vários anunciantes e editores, você garante uma vitória em 2019!

*Diretor Geral da Criteo para o Brasil e América Latina

Fonte: Cíntia Yamashiro – FirstCom Comunicação

Share and Enjoy !

0Shares
0 0

Varejista regional aposta em Omnichannel

Oscar Calçados é o primeiro varejista do Vale a apostar na estratégia Omnichannel

Há mais de 35 anos no mercado, a Oscar Calçados encontrou no sistema Omnichannel – já aplicado em grandes varejistas da Europa e Estados Unidos – a solução para fortalecer sua fidelização de clientes e ainda inovar em atendimento e experiência de compra.

Com 28 lojas no interior de São Paulo – São José dos Campos, Jacareí, Guaratinguetá, Taubaté, Mogi das Cruzes, Suzano, Pindamonhangaba, Lorena, Caraguatatuba, Araçatuba, Bauru e São José do Rio Preto – a rede emprega cerca de 1.700 colaboradores e possui mais de 2 milhões de clientes fidelizados pelo cartão próprio.

A estratégia Omnichannel se baseia no uso simultâneo e interligado de diferentes canais de comunicação, com o objetivo de estreitar a relação entre online e offline, aprimorando, assim, a experiência do cliente. Dessa forma, é possível comprar pelo site e retirar o produto em qualquer uma das lojas OSCAR. A loja do centro calçadão SJC, recém-inaugurada, utiliza um modelo único, no qual o cliente se dirige a um locker e apenas informando o cpf retira o produto comprado pelo site, sem interagir com uma pessoa. Foi um projeto desenvolvido especialmente para a Oscar.

Ainda em projeto piloto em 4 lojas, a Oscar vem inovando no atendimento aos clientes. Os vendedores passaram a usar celular para checar a disponibilidade do produto em estoque. Em seguida, o estoquista recebe o pedido feito pelo vendedor e desce o produto até o salão de vendas, agilizando o atendimento.

Outra característica notável nas lojas que já operam em Omnichannel é o visual merchandising, que apostou também no auto-atendimento. A maior parte dos produtos são expostos perto dos clientes, independente de vitrines, o que torna a experiência de compra mais próxima e interativa. Esse novo conceito de loja será ampliado ano que vem.

“Pretendemos reformar 10 lojas em 2019. E expandir o modelo de atendimento via celular. Para o início de 2019 temos previsão de lançar um aplicativo de ofertas. Onde os clientes poderão ativar os cupons de desconto e resgatar na loja em que desejar” conta Renan Constantino, diretor de marketing e e-commerce da Oscar Calçados.

A estratégia de transformar o consumo em uma experiência única e cada vez mais prática é um desafio que várias empresas, assim como a Oscar Calçados, estão tentando alcançar. Isso porque os consumidores estão mais exigentes e querem mais comodidade.

Fonte: Agência Cápsula – Cimey Gadelha

Share and Enjoy !

0Shares
0 0

Solução da IBM melhora vendas de site

eFácil adota solução de Commerce da IBM para aprimorar experiência de compras de seus clientes

Empresa de e-commerce com sede em Uberlândia aumentou em 100% a estabilidade do site e registrou crescimento no volume de vendas após uso da tecnologia de smart selling

Para aprimorar a experiência de seus consumidores, a eFácil – varejista online do Grupo Martins – acaba de adotar a solução de Inteligência de vendas da IBM. A partir da plataforma IBM Websphere Commerce, a companhia conseguiu aumentar a disponibilidade do comércio eletrônico em 100%. Este resultado foi comprovado durante as vendas do último Dia das Mães, quando o portal ficou disponível em tempo integral e registrou um crescimento de 49% nas vendas.

O site também registrou números positivos nas últimas duas Black Friday no país, ficando integralmente no ar e registrando um número de vendas superior ao do período anterior à implementação da solução. “Com o IBM Websphere Commerce tivemos as duas melhores vendas do eFácil, em 2015 e 2016, e ficamos acessíveis o tempo todo. Não precisamos colocar ninguém em sala de espera”, afirma o Gerente de TI e Customer Experience do eFácil, Eduardo Souza Pimentel. O executivo esclarece que os períodos do Natal e início do ano também são muito importantes para a companhia, já que as vendas seguem com cerca de 10% e 20% de crescimento, respectivamente.

De acordo com Pimentel, a plataforma IBM é bastante sólida e torna o site da companhia apto a receber usuários sem riscos de sair do ar, mesmo durante os grandes picos de vendas. “Antes, o site era feito in-house e conectado ao Grupo Martins.
Agora, temos nossa própria infraestrutura, com banco de dados individual. A plataforma da IBM trouxe a autonomia e o suporte que precisávamos”, explica.

Além de melhorar a estabilidade do portal, o IBM Websphere Commerce ajudou o time do eFácil com ferramentas de acompanhamento de vendas que antes não existiam, como refinar as buscas de produtos, verificar carrinho de compras “abandonado” e entender a causa, pesquisar o comportamento do comprador, entre outros. “Se não fosse pela ferramenta, nós mesmos teríamos de desenvolver dentro de casa essas aplicações”, conclui.

O IBM Websphere Commerce traz toda a sólida estrutura da IBM no aspecto de segurança da informação. Atualmente, o site da eFácil conta com mais de 15 mil produtos de diversos departamentos, como eletroeletrônico, alimentação, eletrodoméstico etc. Além do atendimento pelo site, o portal possui uma central de atendimento via telefone, chat e redes sociais para suporte à venda e pós-venda.

Varejo cognitivo
A “explosão” dos dados estruturados e não estruturados representa, atualmente, uma grande oportunidade para os varejistas. De acordo com um estudo recente da IBM, 91% dos executivos deste setor estão familiarizados com a computação cognitiva e acreditam que ela desempenhará um papel disruptivo em sua organização. Além disso, outros 83% entendem que a tecnologia terá um impacto crítico no futuro de sua organização e 94% deles pretendem investir nestas capacidades a curto prazo.

Isto quer dizer que os mesmos já reconhecem a importância de utilizar inteligência de dados para personalizar experiências, tirar proveito dos concorrentes e fazer um verdadeiro engajamento com seus consumidores. Segundo o levantamento, espera-se que nos próximos anos o varejo seja totalmente disruptivo.

Sobre o eFácil
Criado pelo Martins com o intuito de oferecer os seus produtos para o consumidor final, o eFácil já nasceu com uma enorme estrutura de armazenagem, estoque, logística, sistemas e áreas de apoio a seu dispor. Surgiu no momento da popularização da internet no Brasil sendo um dos primeiros portais de e-commerce do país.

Fonte: Assessoria de Imprensa IBM Brasil – In Press Brodeur

Share and Enjoy !

0Shares
0 0