Shopping Pátio Pinda recebe exposição com mais de 100 carros antigos

Encontro é gratuito e acontece neste domingo (26)

Com modelos nacionais e importados, fabricados até o ano de 1990, um encontro de carros antigos vai reunir diversas marcas em mais uma edição no Shopping Pátio Pinda, que acontece neste domingo (26), a partir das 9h, no estacionamento do centro de compras e lazer. Entre os modelos disponíveis ao público estarão Dodges – com seu motor V8 –, Opalas, Fords das décadas de 1920 e 1930, Pumas e MP Lafer.

Além da exposição, os clientes do shopping poderão conferir também um tradicional “mercado de pulgas” – estandes com peças e acessórios exclusivos para autos antigos. Muitos colecionadores encontram nesses locais aquele item especial que estava faltando para concluir a restauração de um veículo. “Os encontros reúnem apaixonados por carros, pessoas que não medem esforços para recuperar e restaurar, deixando-os como ‘novos’, explica Aldo Fusco, presidente do CAAT e um dos organizadores do evento.

Serviço
Encontro de carros antigos
Data: domingo (26)
Hora: a partir das 9h

Tendências em e-commerce

Tendências para o e-commerce em 2020

Em 2018, o e-commerce brasileiro registrou 123 milhões de pedidos e obteve um faturamento de R$ 53,2 bilhões, segundo Webshoppers 39 – Ebit|Nielsen. Já o primeiro semestre de 2019 apresentou crescimento de 20%, ante 8% registrados no mesmo período do ano anterior, mostrando o potencial e crescimento do segmento.

A Black Friday de 2019, considerada a segunda data mais importante do varejo, gerou mais de R$ 3,87 bilhões em compras no e-commerce. De início era um segmento dominado apenas por grandes players de mercado como, por exemplo, Walmart, Carrefour, Mercado Livre, mas com o passar do tempo qualquer empresário, por menor que fosse, conseguia investir em um e-commerce.

Imagem de justynafaliszek por Pixabay

Depois veio o “boom” dos e-commerces de nicho, lojas virtuais que vendem apenas um tamanho de sapato, só acessórios, ou cases para celulares etc. Ainda sim, o e-commerce no Brasil é relativamente novo, com menos de três décadas de existência, a cada ano apresenta um novo e grande potencial de crescimento, mesmo em tempos de crise.

Mobile cresce

De acordo com a pesquisa da Webshoppers, aproximadamente 43% dos pedidos são feitos via mobile. Ou seja, isso significa que futuramente, cada vez mais pessoas vão realizar os seus pedidos via mobile. Estima-se que em 2020 mais de 70% das vendas dos e-commerces serão feitas via celular.

Mas para que isso se torne uma vantagem para o negócio e não um problema, o site precisa ser responsivo e focado na experiência do usuário (UX). Para ter certeza que o site está otimizado para o mobile, a navegação deve ser intuitiva e o tempo de carregamento das páginas, menor.

O futuro: aplicativos

Desenvolva um aplicativo. Em relação aos aplicativos, de acordo com o estudo da Criteo (2018), a taxa de conversão de vendas é 3x maior nos aplicativos em relação ao mobile web. Ou seja, é um movimento que está ganhando o mundo e em breve chegará ao Brasil.

Imagem de Pexels por Pixabay

Omnichannel

Oferecer diversos canais de atendimento para o consumidor é uma tendência de mercado antiga, mas que se tornou uma obrigação para o empreendedor que busca se destacar e continuar crescendo.Neste contexto, aproveite a utilização de canais de atendimento com opção de contato via Whatsapp Business, redes sociais, sac, e-mail.

Assistentes virtuais

Segundo a pesquisa da Freshworks Inc. feita em parceria com a Toluna, “Novas regras de engajamento do consumidor – Brasil”, mostra que 70% dos consumidores interagem com chatbots e mais de 80% deles se dizem satisfeitos com a resposta e o atendimento recebido.

Na busca da rapidez e praticidade, os consumidores se acostumaram rapidamente com o atendimento realizado por chatbots automatizados e bots de atendimento inteligentes. Apostar na utilização de bots de atendimento é uma estratégia interessante, que pode poupar tempo e dinheiro da empresa.

Compra online, retira na física

De acordo com pesquisa realizada pela Provokers facilidades mobile, experiência do site e opções multicanais são indispensáveis nas compras online. Destes atributos, cerca de 42% dos consumidores buscam por opções multicanais como retirada na loja e tempo de entrega favoráveis.

Muitas empresas têm investido cada vez mais na otimização do processo de logística através da utilização de “pontos de retirada” de mercadoria. Dessa forma, surge um novo modelo de negócio, em que a descentralização do processo de logística e interconexão entre o mercado online e offline está cada vez mais presente.

Descrições de produtos é passado

“Outra previsão para o futuro do e-commerce é que as descrições de produtos como conhecemos hoje se tornarão obsoletas. Desconsiderando o fator SEO e pensando apenas na experiência do consumidor, a grande tendência é que os vídeos tomem conta das descrições de produto.”, menciona o CEO da Dr. e-commerce, Thiago Sarraf.

Afinal, qual a grande finalidade da descrição de produtos para o consumidor? Além de especificar medidas, cores e materiais de fabricação, é a aplicação destes produtos na vida dos consumidores. Para um e-commerce de moda, por exemplo, um vídeo se torna muito mais útil e interessante para a consumidora, em questão de combinações e caimento da peça.

Não quer dizer que as descrições escritas possam ser deixadas de lado. Afinal, ainda é uma grande ferramenta de SEO e busca para o Google. Além disso, caso o consumidor não tenha tempo para assistir o vídeo, a leitura da descrição supre a necessidade e incentiva a venda.

Uma imagem vale mais que mil palavras: vídeos

De acordo com o Google Advisors, cerca de 53% das pessoas buscam produtos no Google e logo após acessam vídeos para saber mais antes de comprar.

As pessoas não pensam em search e vídeos de forma separada, por isso, é interessante que o site do varejista conte com vídeos informativos, pois uma vez que o consumidor tenha em mãos a oferta de compra + informações relevantes, à tomada de decisão de compra é mais efetiva.

Por isso, com essa mudança no comportamento do consumidor, tenha certeza de incluir tudo o que o cliente precisa saber, isto é, como usar, porque o consumidor precisa daquele produto e todos os detalhes que possam incentivar a compra.

Efeito Amazon e Outros efeitos

Considerado o primeiro e-commerce dos Estados Unidos, a Amazon é um player gigante no mercado de marketplaces. Há uma boa chance de que se a Amazon faz algo, você deva fazer também. O nome que deram para isso foi o Efeito Amazon.

Monitore também a concorrência, mas não copie todas e quaisquer estratégias que o concorrente implementar, o importante é ficar de olho no seu público e como ele está reagindo a determinado fator.

Frete grátis, promoções, ofertas… não podem simplesmente serem aplicados sem qualquer tipo de planejamento. Quem te garante que o concorrente não está perdendo dinheiro com as promoções loucas? A dica principal aqui é ficar atento às tendências dos grandes e, quando fizer sentido para o seu negócio, colocá-las em prática também.

“De maneira geral, o efeito Amazon é um dos grandes indicadores de tendências para o futuro de e-commerce. O mobile commerce vai ultrapassar as vendas por desktop e as tradicionais descrições de produtos se tornarão obsoletas. É importante observar o comportamento do consumidor e se adaptar às novas tecnologias que facilitam a vida do cliente. Faça pesquisas, mantenha-se informado e acompanhe as transformações, fazendo isso, seu negócio terá uma chance muito maior de continuar competindo no jogo do mercado de e-commerce.”, conclui Sarraf.

Fonte: P & S Comunicação – Stefani Pereira

4 em cada 10 brasileiros já fizeram compras na internet, aponta CNI

Pesquisa mostra que parcela da população que utiliza comércio eletrônico quase dobrou desde 2013.

Mas fatia de consumidores que afirma nunca comprar produtos piratas subiu de 28% para 45%

O comércio eletrônico tem se consolidado como opção para o brasileiro que busca adquirir produtos e serviços com mais comodidade e por menor preço. Entre 2013 e 2019, a parcela da população que realizou compras pela internet quase dobrou, passando de 23% para 42%, percentual que sobe à medida em que aumentam a renda familiar e a frequência em que se costuma acessar a rede mundial. Além disso, a parcela de brasileiros que afirma nunca comprar produtos piratas subiu de 28% para 45%.

Um panorama dos hábitos do consumidor brasileiro e o comércio eletrônico está na pesquisa Retratos da Sociedade Brasileira 51 – Perfil do Consumidor: Consumo pela Internet, pesquisa realizada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). O estudo mostra que as principais vantagens percebidas nas compras pela internet são produtos mais baratos e acessíveis, além da praticidade e da comodidade. Conheça abaixo as principais conclusões da pesquisa:

RENDA MAIOR, COMPRAS MAIS FREQUENTES – Embora 42% dos brasileiros já tenham feito compras pela internet, essa média esconde diferenças importantes nos hábitos de consumo conforme o perfil do consumidor. A pesquisa mostra, por exemplo, que 74% dos brasileiros com renda familiar superior a cinco salários mínimos já fizeram compras pela rede mundial.

Essa parcela cai para 59% entre pessoas com renda entre dois e cinco salários mínimos e para 37% na faixa entre um e dois salários mínimos. Entre brasileiros com renda familiar de até um salário mínimo, apenas dois em cada 10 consumidores recorreram ao comércio eletrônico.

Imagem de Pete Linforth por Pixabay

Além de comprar mais, as pessoas com maior renda também recorrem com maior frequência ao comércio eletrônico. Se considerados apenas os consumidores que já compraram pela internet, 34% daqueles com renda familiar acima de cinco salários mínimos consomem online sempre. Esse percentual cai para apenas 9% com renda familiar abaixo de um salário mínimo.

PRODUTOS E SERVIÇOS – O brasileiro adquire mais produtos do que serviços pela internet. Entre os que realizam compras online pelo menos uma vez, 98% mencionam ter comprado produtos e 75%, serviços. Uma explicação, segundo a pesquisa, é que os produtos se referem àqueles consumidos por todas as faixas de renda, como vestuário, calçados, eletrônicos e eletrodomésticos.

Já os serviços disponíveis online costumam ser menos adquiridos pelo consumidor de menor renda, como refeições em restaurantes, opções de lazer, viagens aéreas e serviços de transporte por aplicativo. “O consumo de produtos alcança mais brasileiros que o consumo de serviços, porque o tipo de serviço oferecido online é mais voltado para brasileiros de renda mais alta”, aponta a pesquisa.

De acordo com o levantamento, os produtos mais comprados pela internet são eletrônicos (TV, celular, videogames etc), citados por 43% dos entrevistados. Essa categoria é seguida por calçados, bolsas e assessórios (31%); vestuário (23%); eletrodomésticos (18%) e livros (16%). Já os serviços mais consumidos são refeições (16%); música, jogos e filmes em serviços de streaming (16%); ingressos para shows e cinema (15%); transporte urbano (15%) e passagens aéreas (12%).

CAI CONSUMO DE PRODUTOS PIRATAS – Entre 2013 e 2019, o percentual de brasileiros que afirmam nunca comprar produtos piratas subiu de 28% para 45%. A maior queda ocorreu entre aqueles que afirmam comprar essas mercadorias às vezes, caindo de 34% para 23% da população. O hábito, no entanto, é mais frequente entre os brasileiros mais jovens: 71% daqueles com idade entre 16 e 24 anos afirmam comprar produtos piratas, mesmo que raramente. O percentual cai para 28% entre os brasileiros com 55 anos ou mais.

Segundo a pesquisa, um dos fatores para a redução na compra de produtos piratas foi o surgimento de plataformas de streaming, por exemplo, que tornaram possível o acesso a músicas e filmes a preços menores, o que reduziu a demanda por CDs e DVDs no mercado clandestino.

MAIS CÔMODO E MAIS BARATO – Segundo os entrevistados, o preço mais baixo/acessível é a maior vantagem de se realizar compras pela internet. O fator é apontado por 37% da população, seguido pela praticidade, com 16%. Na contramão, os consumidores também apontam desvantagens na hora de irem às compras online. A dificuldade em trocar ou devolver produtos foi observada por 26% das pessoas ouvidas. A demora na entrega (22%) e a falta de contato com o produto (15%) aparecem como outros fatores negativos no comércio eletrônico.

Fonte: Jornalismo – CNI

Via Vale recebe a sexta edição fotográfica “AMIGOS PARA A VIDA” da ONG BICHO BRASIL

A exposição acontece até o dia 31 de janeiro no primeiro piso do shopping

Para os apaixonados por animais, a ONG Bicho Brasil traz ao Via Vale a sexta edição fotográfica “Amigos para a vida”. A exposição é gratuita e acontece até o dia 31, no primeiro piso do Via Vale Garden Shopping.

Erika Januza – Atriz Preta e Uili – Fotógrafo: Denilson

A exposição conta com cerca de 20 fotos com diversas personalidades e parceiros que amam os animais, tal como Rita Lee, a ativista e defensora de animais Luísa Mell, as atrizes Alexia Dchamps, Vera Guimenez, Erika Januza, Paula Burlamaque, Carol Castro, a cantora Luisa Possi, jornalistas, escritores, e tantos outros. As fotos são exclusivas, e os objetivos da 6° edição são extensos, como: gerar empatia das pessoas pelos animais; mostrar que os animais fazem bem a saúde e ao convívio das pessoas; focar no não abandono e na importância da castração; evidenciar a adoção de animais e não à compra; e se encantar com a doçura do convívio deles na família.

A exibição esse ano foi presenteada com uma linda asa de anjo pintada pela talentosa artista plástica Gislaine Eras, onde os visitantes podem interagir e se posicionarem para uma “selfie do bem”, afinal quem não quer fazer um bem na vida? Quem ama cuida de seu animal, não abandona!

Serviço

Exposição da ONG Bicho Brasil “Amigos para a vida”

Data: Até 31 de janeiro

Horário de funcionamento do Shopping

Local: Piso 1 – Via Vale Garden Shopping

Fonte: Marketing – Via Vale garden Shopping

Taubaté Shopping realiza Saldão de Natal 2020

Lojas do centro de compras farão liquidações e queima de estoque com descontos de até 70% para os clientes

O ano de 2020 já começou e para que os clientes do Taubaté Shopping possam entrar na nova década com o pé direito, o empreendimento realiza o tradicional Saldão de Natal durante quatro dias para liquidar os estoques. Há promoções em diversos setores, como moda masculina e feminina, roupas e acessórios infantis, perfumaria e calçados, entre outros.

As promoções terão início nesta quinta-feira (9) e continuam até domingo (12). As lojas participantes terão adesivos de identificação nas vitrines e contarão com descontos de até 70% em seus produtos. “O Taubaté Shopping realiza mais uma vez, no início do ano, o seu tradicional Saldão de Natal, oferecendo aos clientes descontos em todos os segmentos do varejo”, afirma a supervisora de Marketing do Taubaté Shopping, Rebeca Lazarini. “Essa é mais uma oportunidade para quem deixou algum presente para trás ou quer renovar os seus itens, e ainda para movimentar o início de ano.”

Outras atrações
Com o intuito de divertir o público, principalmente o infantil, o centro de compras e lazer oferece diversas atrações durante o período do Saldão. De quinta (9) a domingo (12), o shopping conta com distribuição de pipoca e algodão-doce, pintura de rosto, oficinas super divertidas e diversas outras surpresas.

Fonte: Communicare – Giovanni Romão

Com insetos de até seis metros, Colinas Shopping recebe exposição ‘Natureza Gigante’

Evento gratuito é inédito no Vale do Paraíba e reúne grandes réplicas de insetos, de 10 de janeiro a 9 de fevereiro

Sucesso nos anos 90, o filme “Querida, encolhi as crianças” mostrava a invenção de um cientista que acabou encolhendo seus filhos. Na história, eles ficam tão pequenos que qualquer atividade vira uma grande aventura – até mesmo um simples encontro com insetos, que agora são enormes para as crianças. Em um cenário tão surpreendente quanto o filme, o Colinas Shopping recebe a exposição gratuita “Natureza Gigante”, a partir do dia 10 de janeiro.

Foto: Divulgação

Ao todo, serão 11 réplicas de insetos gigantes, com até 6 metros, espalhadas pelo centro de compras: Borboleta, Besouro Rinoceronte, Borboleta Monarca, Centopéia, Louva-a-Deus, Vagalume, Escorpião Negro, Formiga, Joaninha, Aranha Caranguejeira e Gafanhoto.

A exposição interativa e com réplicas animatrônicas reproduz o habitat natural de cada bicho em seus cenários. Ao lado deles, placas trazem informações sobre cada uma das espécies, com suas características e os efeitos positivos que trazem para o equilíbrio ecológico e também para os seres humanos – como fornecer alimentos, consumir materiais em decomposição, ajudar na polinização das plantas, no controle de pragas e até mesmo no desenvolvimento de medicamentos.

“O Colinas Shopping sempre busca promover atrações que reúnam toda a família. A exposição, além de conseguir esse feito, também mostra de forma grandiosa, literalmente, a importância de cada inseto para a natureza”, destaca Margarete Sato, gerente de marketing do Colinas Shopping.

O evento também contará com uma árvore falante (que conta histórias para as crianças) e uma oficina interativa, com display e tela touch-screen com curiosidades sobre a vida dos insetos na natureza e espaço para colorir. A produção da exposição é assinada pela Smart Mix.

Exposição Natureza Gigante
Quando: 10 de janeiro a 9 de fevereiro
Horários: Segunda a sábado, das 10h às 22h; domingos e feriados, das 13h às 21h
Onde: Colinas Shopping (Av. São João, 2.200, Jardim das Colinas, São José dos Campos – SP)
Classificação: livre
Atração gratuita
Oficina interativa: R$ 10

Fonte: CABANA – Suzane Rodrigues Ferreira

Consumidor está otimista para as compras de Natal

Pesquisa ACI/Unitau revela que consumidor deve gastar acima de R$ 400 nas compras de Natal deste ano em São José dos Campos

Uma boa notícia para o comércio de São José dos Campos: o consumidor da cidade está otimista com as compras de Natal.

Isso é o que revela a mais recente pesquisa sobre tendências do consumo feita pela Associação Comercial de São José dos Campos em parceria com a Universidade de Taubaté, por intermédio da Fapeti (Fundação de Apoio à Pesquisa, Tecnologia e Inovação). Para compor o levantamento foram ouvidas 394 pessoas entre os dias 25 e 29 de novembro em pontos estratégicos do comércio da cidade: Calçadão da Rua 7, rua 15 de Novembro e nos shoppings CenterVale, Colinas e Vale Sul. A margem de erro da pesquisa ACI/Unitau é de 5 pontos percentuais para mais ou para menos.

Os números do levantamento são positivos: 65% dos consumidores vão às compras de Natal este ano, acima do patamar inicial de 2018 (60%).

Para o presidente da ACI de São José dos Campos, Humberto Dutra, esse otimismo já está sendo sentido pelo comércio. “Os consumidores anteciparam as compras de Natal este ano. As lojas já estão abertas até mais tarde desde o final de novembro, o que nos leva a crer que este será o melhor Natal para o comércio de São José dos Campos desde 2012. Em 2018 tivemos um crescimento de 7% a 8% sobre o ano anterior e, em 2019, o crescimento deve bater a casa dos 10%”, disse.

De forma resumida e por tópicos, a pesquisa ACI/Unitau revela:

13o. salário
25,9% dos consumidores disseram que vão usar o 13o. salário para compras de Natal. Outros 27,1% vão colocar o dinheiro na Poupança e 26,9% devem utilizar o 13o para saldar dívidas.

Número de presentes
43% dos consumidores disseram que vão comprar de dois a três presentes neste Natal. Outros 11,7% devem comprar até quatro presentes.

Valores
41% dos consumidores devem gastar acima de R$ 400 nas compras de Natal. Outros 19,5% devem gastar de R$ 201 a R$ 300, seguidos de 16,3% que planejam gastar de R$ 101 a R$ 200.

Tipo de presente
44,9% dos consumidores planejam comorar roupas de presente de Natal. Brinquedos (22,9%) e calçados (19,8%) também foram citados com destaque.

Formas de pagamento
76,1% dos consumidores disseram que vão pagar à vista suas compras de Natal. Do total geral, 48% planejam pagar em dinheiro e 26,6% vão usar cartão de débito.

Física vs. virtual
82,9% dos consumidores pesquisados disseram que preferem fazer suas compras em lojas físicas. Desse universo, 36,7% disseram que gostam de ver o produto a ser comprado, 16,4% optam pela segurança na compra, 12,6% afirmaram ter mais segurança em relação à troca do produto e 12% querem ter o prazer de ir às lojas e comprar. No universo de consumidores que preferem lojas virtuais, 40,3% buscam preços menores e 31,9% optam por evitar filas.

Atenção
66,4% do público pesquisado disseram pesquisar preços antes da compra.

O que atrai
31,2% dos consumidores afirmaram que preço é o mais determinante na hora da compra. Outros 27,4% disseram que bom atendimento é fator principal e 21,8% citaram qualidade do produto como essencial.

Fonte: Matéria Consultoria & Mídia – Nathália Barcelos

Natal de inclusão e diversidade

Papai Noel que se comunica por Libras e assistente de Noel com síndrome de Down levam inclusão e representatividade ao Colinas Shopping

José Mario Graciano e Isis Pontes têm emocionado e inspirado público que passa pelo centro de compras, em São José dos Campos (SP)

Isis Pontes e José Mário Graciano

Na fila para conhecer a Mamãe Noel e o Papai Noel, crianças observam a movimentação próxima ao trono quando uma delas aponta uma das assistentes da família Noel: “Olha, uma princesa!”. Momentos assim têm feito os dias de trabalho de Isis Pontes, assistente com síndrome de Down, ainda mais felizes.

“É uma experiência maravilhosa. Quando fiquei sabendo que eu ia ser noelete, fiquei super contente. Estou gostando muito de fazer um bom trabalho com as crianças. A parte que eu mais gosto é tirar fotos. Elas pedem muito para tirar fotos comigo”, conta Isis.

A jovem de 19 anos, que atende no Colinas Shopping, em São José dos Campos (a 90 quilômetros de São Paulo), chegou ao trabalho por meio de uma oficina de empregabilidade da Asin (Associação Síndrome de Down) – instituição que atualmente atende cerca de 120 pessoas, de 5 a 56 anos, na mesma cidade.

“O objetivo é fortalecer a autonomia de jovens e adultos com síndrome de Down e promover a inclusão deles no mercado de trabalho. Temos diversas oficinas, entre elas a de trabalho, na qual os jovens têm aulas de boas práticas, que vão de comportamento e postura no trabalho a possíveis situações e suas soluções. É um exercício semanal. Quando entram no mercado de trabalho, continuamos acompanhando”, explica Tiago Araujo, coordenador do projeto de empregabilidade da Asin, que existe há 10 anos e já inseriu diversos jovens no mercado.

Segundo Araujo, o nome de Isis foi escolhido pela boa verbalização e comunicação com o público, e sua atuação já tem inspirado outros jovens da Asin. “Ao ver o trabalho da Isis, um dos atendidos pela Asin decidiu que quer trabalhar no shopping. Isso é importante, porque eles enxergam que também são capazes”, conclui.

Isis também compartilha a mesma opinião. “Meus amigos da Asin também vieram me ver. Falam: ‘Como ela está linda, estou amando ver ela trabalhando’. Quando eles me falam sobre trabalhar, eu converso e apoio.”

Libras

Ao lado de Isis, estreante como noelete, está o experiente Papai Noel José Mario Graciano, 70, que já contabiliza 14 anos de carreira natalina. Entretanto, foi há quatro anos que o Natal ganhou um significado ainda mais profundo para ele, quando decidiu aprender Libras – a linguagem brasileira de sinais – após um encontro marcante.

“Duas irmãs gêmeas se aproximaram, mas estavam muito tímidas. O pai delas fez um sinal, mostrando que elas eram surdas, e aquilo me comoveu. Por instinto, tentei fazer gestos de um abraço e elas retribuíram. Foi muito especial e pensei que poderia fazer algo para receber melhor esse público”, disse.

Logo em seguida, ele fez um curso básico de Libras na AADA (Associação de Apoio ao Deficiente Auditivo), em São José dos Campos, passou a manter contato com grupos de jovens da Pastoral do Surdo, inscreveu-se no curso de nível intermediário e pesquisa constantemente sobre o tema na internet.

No Colinas Shopping, ele já é figura conhecida e diariamente atende ao público de surdos e mudos da cidade.

Para quem quiser visitar Isis, ela está no Colinas Shopping às quartas e quintas, das 10h às 16h, e aos sábados, das 14h às 20h. Já o Papai Noel que se comunica em Libras atende todos os dias: de segunda a sábado, das 10h às 14h; domingos e feriados, no período vespertino e noturno.

Fonte: CABANA – Suzane Rodrigues Ferreira

Marcas ganharam visibilidade na Black Friday 2019

Levantamento mostra quais marcas foram mais procuradas pelos consumidores, nos dias anteriores à Black Friday

A Black Friday 2019 revelou que o consumidor brasileiro está mais atento às marcas que investem na Black Friday, motivo pelo qual ganharam destaque na preferência do público, notadamente as lojas de varejo físicas e digitais. Essa foi uma das constatações do levantamento realizado, em conjunto, pelas empresas Blend New Research e Shopper Experience, pertencentes à holding HSR Specialist Researchers. Desde 11 de novembro, as consultorias monitoraram campanhas publicitárias e ouviram, por meio de painel online, 5.880 consumidores de todas as regiões do País.

De acordo com o estudo, marcas de lojas de varejo foram mais lembradas pelos entrevistados do que as de produtos. Quando perguntados se lembravam de campanhas da Black Friday nos últimos dias, independentemente do tipo, 81% dos respondentes disseram que sim. As lembranças com relação às marcas foram, na ordem: Casas Bahia (citada por 25,19% dos entrevistados), Americanas (25,17%), Magazine Luiza (22,94%), TIM (10,23%), Netshoes (10,14%), Samsung (9,72%) e Vivo (7,83%).

Para Valeria Rodrigues, diretora da Shopper Experience, isso ficou mais evidente quando se percebe que as empresas varejistas têm tradição de começar suas campanhas bem antes da data em si (29 de novembro). “Independentemente da mídia, as campanhas das lojas de varejo tendem a ser mais massivas. Mesmo que sejam apresentadas ofertas de produtos, o que fica na cabeça do consumidor é quem vende”, afirma, assegurando que essa pode ser uma oportunidade para os fabricantes, pois o público tem demonstrado interesse cada vez maior em adquirir produtos e serviços que estão na sua lembrança.

No tocante a produtos, a pesquisa mostrou que o consumidor quer aqueles que precisam de constante atualização tecnológica, e nesse sentido os eletroeletrônicos tiveram grande destaque. No levantamento, os mais procurados foram celulares (pesquisados por 50,87% dos consumidores), televisores (31,9%), roupas (17,6%), computadores e notebooks (7,12%), e geladeiras (6,85%). Interessante, segundo ela, é ver que itens como pacotes de viagens e fast food, entre outros itens, começam a aparecer no radar do consumidor.

A pesquisa também observou como o consumidor estava percebendo a edição deste ano em comparação com o ano anterior. De acordo com o levantamento, 61% das pessoas ouvidas entenderam que os preços, este ano, estavam melhor que em outros meses do ano e em comparação a mesma data em 2018. Para 34% estavam no mesmo nível e somente 5% tiveram a percepção que estavam mais altos. Esse cenário demonstra o ganho de confiança da Black Friday, que abandona a imagem de ser apenas uma ação de comunicação promocional, sem trazer o benefício real de preços mais baixos.

Lucas Pestalozzi, diretor da Blend New Research, ressalta outro ponto interessante do levantamento, sinalizando que 52% dos respondentes pretendiam comprar na Black Friday deste ano. “As marcas precisam enxergar as oportunidades de contato – e venda – com o público. Essa consolidação abre espaço mercadológico para que novas datas sejam incluídas no calendário do varejo brasileiro, assim como a Cyber Monday, que, ainda tímida, já passa a ser vista. Anunciantes, setores de produção, prestação de serviços e varejo devem olhar com mais cuidado para esse tipo de ação”, defende. Ele enfatiza, ainda, que quanto mais empresas – de todos os segmentos – aderirem, com promoções realmente efetivas, mais credibilidade a data terá.

Fonte: LF Comunicação Corporativa – Marco Barone

Colinas Shopping sorteia um BMW X1 em campanha de Natal

Automóvel de luxo será o grande prêmio, com sorteio no dia 30 de dezembro

O Colinas Shopping sorteará um BMW X1 em sua campanha de fim de ano. O prêmio é válido para compras realizadas de 20 de novembro a 29 de dezembro – a cada R$ 400, o cliente já pode concorrer ao automóvel de luxo.

Com o tema “A Doce Magia do Natal”, a campanha é protagonizada pela Família Noel, com Papai e Mamãe Noel recebendo o público no shopping, e pelo Mr. Gift – personagem exclusivo do centro de compras. O BMW X1, equipado com rack e bagageiro Thule, será sorteado no dia 30 de dezembro.

A cada R$ 400 em compras, os clientes estão aptos a participar do sorteio. Para tanto, precisam trocar as suas notas fiscais por um cupom – a troca pode ser realizada na ilha de autoatendimento, no próprio shopping, ou via o app Prizor. Se as compras forem realizadas de segunda a quarta-feira, os clientes têm cupom em dobro. Notas fiscais que forem cadastradas pelo app Prizor também dão direito a dois cupons.

Economia

Neste fim de ano, o Colinas Shopping prevê um aumento de 8% em relação ao fluxo de clientes e de 15% em relação às vendas. “Estamos promovendo uma programação especial, e gratuita, em novembro e dezembro, com música e oficinas, por exemplo. Sabemos que além do desejo de concorrer aos prêmios, e especialmente a um BMW X-1, a experiência dentro do shopping é fundamental para estimular ainda mais as vendas”, afirma Margarete Sato, gerente de marketing do Colinas Shopping.

Horário estendido

Até o dia 13 de dezembro, de segunda a sábado, o shopping abre normalmente, das 10h às 22h, e aos domingos, das 13h às 20h.

A partir de 14 de dezembro, o Colinas Shopping passa a atender em horário estendido, até 23 de dezembro: de segunda a sábado, das 10h às 23h; e aos domingos, das 13h às 21h.

No dia 24 de dezembro, o Colinas Shopping atende ao público em horário especial, das 10h às 18h. Já no dia 25 de dezembro, a abertura das lojas é facultativa.

Decoração

Na “Doce Magia do Natal”, é bom ganhar presentes, mas também é o momento de viver – e registrar – esta época do ano. Nesse universo mágico, a Praça de Eventos do Colinas Shopping, no piso térreo, se tornou um espaço para encanto e diversão de toda a família, com a réplica de uma fábrica de doces, uma grande árvore de Natal de 11 metros de altura e um Kid Play, com entrada gratuita.

No décor, cupcakes, balas, bombons e guloseimas clássicas do Natal, como biscoitos de gengibre e bengalas de açúcar, tomam contam do colorido cenário, onde duendes trabalham para que tudo saia perfeitamente doce.

Já no piso superior, um balanço de bengalas de açúcar se tornou o lugar perfeito para uma foto em família. No mesmo piso, a Candy House está com uma programação gratuita de oficinas natalinas, com atividades diárias. A programação completa está em www.colinasshopping.com.br/natal

Campanha de Natal Colinas Shopping

Sorteio: um BMW X1, equipado com produtos Thule

Data: BMW X1 será sorteado no dia 30 de dezembro

Para concorrer: a cada R$ 400 em compras, realizadas entre 20 de novembro e 29 de dezembro, o cliente pode trocar suas notas fiscais por um cupom e concorrer aos prêmios

Onde: Colinas Shopping (Av. São João, 2.200, Jardim das Colinas, São José dos Campos – SP)

Fonte: CABANA | Alexia Silva – Assistente de Comunicação