Coluna “Discutindo a relação…”

Virar o jogo

Um dos pontos mais comentados em congressos, palestras, artigos, textos, podcasts e etc é a perda de valor das agências de propaganda. Podemos traduzir essa perda de valor por perda de importância e/ou relevância.

Há uns cinco ou seis anos esse tema passou a ser mais frequente e as mudanças recentes que vimos acontecer nas grandes holdings de propaganda parecem corroborar o ponto de vista defendido por muitos: as agências perderam relevância.

Isso se deu muito especificamente na relação com os anunciantes.

Há muitos fatores que são apontados para que esse recuo de importância no cenário de marketing e comunicação acontecesse. Concordo com a maioria deles. Mas vou destacar um que ouvi ou li recentemente e que acredito ser o mais decisivo: as agências não desenvolveram outros músculos além da criatividade ligada à comunicação.

Imagem de Lukas Bieri por Pixabay

Sim! O que é o maior trunfo das agências também pode ser visto como fator limitador. Vejamos: as agências não perceberam que os clientes tinham demandas que estavam além de uma boa ideia e de uma boa campanha traduzida em belas peças publicitárias.

As novas demandas dos clientes passavam e passam pela solução de problemas de negócios. Trata-se do já famoso e repetido “fazer o ponteiro de resultados mover-se para cima”. Trata-se de pensar na experiência total e completa do consumidor, em resolver gargalos e antecipar saídas a partir de novos comportamentos, usos e necessidades do consumidor.

Está bem além de ter ideias de comunicação! É pensar com cabeça de “resolvedor de problemas do cliente”. O que o fará bater as metas? Atingir os resultados? Virar líder do segmento? Ganhar consumidores novos? Ter novos produtos? E novos serviços?

E foi neste ponto crucial que as consultorias acharam a brecha de ouro para fazer sangrar ainda mais o já combalido grau de relevância das agências. Eles discutem isso: soluções voltadas para incrementar o negócio. E agora as consultorias, para o temor geral dos publicitários, investem também em comunicação e criatividade.

Calma lá, entretanto. Não é o fim do mundo das agências. Boa parte delas, principalmente as menores, independentes e ágeis já percebeu o que está rolando. Já sacaram. E estão jogando o jogo dentro do novo esquema tático. Tem mais facilidade porque são rápidas, enxutas e com poucos níveis hierárquicos. Algumas das grandes agências ligadas às grandes holdings também já sacaram. Mas tem mais dificuldades porque são lentas, grandes e com muitos níveis hierárquicos.

Imagem de rawpixel por Pixabay

Eu acho que dá pra igualar e até virar o jogo. As agências ainda voltarão a jogar bonito. E com eficácia! Eu boto fé!

“Afinal de contas, não tem cabimento. Entregar o jogo no primeiro tempo.
Nada de correr da raia, nada de morrer na praia.
Nada, nada, nada de esquecer.
Do balanço de perdas e danos.
Já tivemos muitos desenganos.
Já tivemos muito que chorar.
Mas…”

Feira coloca 10 mil imóveis em oferta em São José dos Campos

De 20 a 22 de setembro, Feira de Imóveis do Vale do Paraíba vai reunir 20 expositores e ofertas de apartamentos, casas e terrenos do tamanho do seu bolso

O imóvel dos seus sonhos ao alcance do seu bolso

Imagem de Shahid Abdullah por Pixabay

De 20 a 22 de setembro, a Feira de Imóveis do Vale do Paraíba vai ofertar 10 mil imóveis, entre apartamentos, casas e terrenos, em condições especiais de negociação. O evento ocorre no CenterVale Shopping, em São José dos Campos, e reúne 20 expositores, entre construtoras, incorporadoras e imobiliárias.

Realizado pela Adelson Eventos, a Feira de Imóveis do Vale do Paraíba tem patrocínio da Caixa Econômica Federal.

O evento ocorre em um momento de reaquecimento do mercado imobiliário em São José dos Campos e na Região Metropolitana do Vale do Paraíba e logo após a Caixa Econômica Federal lançar nova linha de crédito imobiliário, atualizado pelo IPCA (Índice de Preços do Consumidor Amplo).

“A participação da Caixa na Feira reforça seu posicionamento como referência no mercado imobiliário. A Caixa é o banco da habitação”, disse a superintendente regional da Caixa no Vale do Paraíba, Cláudia Ramos.

Segundo Cláudia Ramos, a Feira de Imóveis do Vale do Paraíba será uma grande vitrine de produtos e serviços, gerando excelentes oportunidades de negócios. “Eventos como este facilitam e agilizam a compra da casa própria. Teremos em um mesmo local mais de 10 mil imóveis prontos e na planta, de construtoras, imobiliárias e incorporadoras com marcas fortes e consolidadas. Além disso, uma equipe especializada da Caixa estará à disposição dos visitantes para esclarecer dúvidas sobre os financiamentos habitacionais e consórcios.”

O reaquecimento do mercado em 2019 é confirmado pela Aconvap (Associação das Construtoras do Vale do Paraíba). Segundo a entidade, a procura por imóveis teve um crescimento significativo no país em 2019, chegando quase a 60% de aumento. Esse índice, de acordo com a Aconvap, se repete em São José dos Campos..

Crédito

A Feira de Imóveis do Vale do Paraíba ocorre após a Caixa ter lançado, em agosto, a linha de financiamento habitacional com atualização pelo IPCA. Regulamentada pelo Conselho Monetário Nacional, a contratação de crédito imobiliária com índice de preços teve seu enquadramento ampliado para imóveis residenciais do SFH (Sistema Financeiro da Habitação), além do SFI (Sistema Financeiro Imobiliário).

A taxa mínima para imóveis residenciais será de IPCA + 2,95% ao ano e a taxa máxima será de IPCA + 4,95%. Os contratos terão prazo máximo de 360 meses e cota máxima de financiamento de 80%.

Além disso, em junho, a Caixa havia anunciado redução de até 1,25 pp nas tacas de juros para operação pelo SBPE (Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo e divulgou também novas alternativas para renegociação de contratos de imóveis habitacionais para pessoa física. A taxa mínima para imóveis enquadrados no SFH e SFI é de 8,5% ao ano (mínima) a 9,75% ao ano (máxima).

Serviços
Feira de Imóveis do Vale do Paraíba
Quando: de 20 a 22 de setembro
Horários: dia 20, das 16h às 22h; dia 21, das 10h às 22h; dia 22, das 12h às 20h.
Onde: CenterVale Shopping, São José dos Campos

Fonte: Matéria Consultoria&Mídia – Nathália Barcelos

Shopping levou prêmio nacional

Via Vale conquista prêmio de âmbito nacional em Eventos e Promoções desenvolvidos em shopping centers

“1ª Bienal de Artes de Taubaté” foi o evento premiado em 2º lugar na categoria

Pelo segundo ano consecutivo, o Via Vale Garden Shopping é finalista do Prêmio Abrasce. Em 2018, foi coroado com o troféu de ouro na categoria Eventos e Promoções, com o Projeto “Bacon e Beer nas alturas” e em 2019, garantiu o segundo lugar, na mesma categoria, com o Projeto “1ª Bienal de Artes de Taubaté – cultura e inclusão social”, concorrendo com shoppings maiores de 30 mil metros de área bruta locável (ABL), como: Shopping JK Iguatemi, Shopping Riomar Recife, Tietê Plaza Shopping, entre outros 11 finalistas.

O Prêmio Abrasce é uma iniciativa criada pela Associação Brasileira de Shopping Centers que reconhece as melhores iniciativas e incentiva projetos desenvolvidos por shopping centers de todo o Brasil e dezenas de shoppings disputaram a premiação nas categorias: Campanhas Institucionais, Eventos e Promoções, Eventos e Promoções de Natal, Expansão e Revitalização, Gestão de Equipes, Newton Rique de Sustentabilidade, Novos Empreendimentos, Outlets, Tecnologia e Inovação e Destaque GPTW.

O prêmio foi recebido durante solenidade que ocorreu na noite da última segunda-feira, 9 de setembro, no Espaço Tom Brasil, em São Paulo, pela diretoria do Grupo Tenco, administradora do mall.

Sobre o Projeto

A 1ª Bienal de Artes de Taubaté aconteceu durante o mês de setembro de 2018 e teve abrangência nacional, com participantes de todos os estados brasileiros (com exceção do Acre) e internacional, sendo representado por países como França e Argentina. Com 720 obras inscritas, e 70 obras selecionadas para a exposição entre esculturas, pinturas, desenhos e gravuras com peças que expressam a cultura e a diversidade do Brasil. Com tecnologia e criatividade a 1ª Bienal de Artes de Taubaté, foi a primeira do país 100% inclusiva, proporcionando aos convidados acessibilidade e inclusão social por meio de visitas guiadas, áudio descrição e leitura em libras. O evento foi idealizado pela Prefeitura Municipal de Taubaté, por meio da Secretaria de Turismo e Cultura e contou com a curadoria de Lani Goeldi.

Grupo Tenco

Do Grupo Tenco também foram premiados: Via Café Garden Shopping, grande vencedor na categoria “Eventos e Promoções menores de 30mil abl”, seguido por Cariri Garden Shopping, 2º colocado na mesma categoria. O Amapá Garden Shopping foi o 3º colocado na categoria “Destaque GPTW – Melhor Shopping para Trabalhar” e o DF Plaza Shopping, 3º colocado na categoria “Novos Empreendimentos”.

De acordo com o diretor comercial da Tenco Shopping Centers, Renato Castro, ter sete shoppings indicados ao prêmio, sendo que cinco deles foram premiados só reforça a missão do Grupo Tenco de oferecer cultura, lazer e desenvolvimento econômico às cidades do interior, o que só é possível com o trabalho de excelência realizado por todo o time.

“O Grupo Tenco só é o sucesso que é porque, para que todos os nossos empreendimentos proporcionem as melhores experiências ao público, há um time de profissionais que se dedica diariamente, nos bastidores, para que a operação seja perfeita, causando encantamento e alegria a cada um dos frequentadores”, diz.

Sobre o Via Vale

O Via Vale Garden Shopping é um empreendimento da Tenco Shopping Centers. Localizado em Taubaté, às margens da Via Dutra, o shopping abraçou a cidade e proporciona experiências inovadoras com entretenimento de qualidade e excelentes serviços. O Garden fica na Avenida Dom Pedro I, 7181 – São Gonçalo, Taubaté.

Fonte: Marketing – Aline Duarte

Hora e vez do Data-Driven Marketing

Data-Driven Marketing: por que é o momento de adotar a estratégia

por Cristian Townsend, fundador e CEO da Osorno Analytics, startup de Account-Based Marketing, Big Data e Inteligência Artificial, com foco em Marketing e Vendas

Seu negócio é moldado por dados. Pelos dados internos de desempenho de cada área. Dados de mercado e tendências do seu segmento. Dados sobre o conteúdo que seu cliente consome antes de decidir entre você e um concorrente. E se você não domina esses dados, seu negócio vai ser moldado por quem os domina. Esta é a premissa por trás do conceito de Data-Driven: tornar sua empresa mais competitiva através da habilidade de tomar cada vez mais decisões baseadas em dados.

O conceito não é novo. Com certeza você já recebeu uma sugestão de compra baseada em suas pesquisas online ou no seu histórico de compras. Mas em vendas B2B o desafio é maior. O cliente não é sensível a promoções, não existe apelo de compra por oportunidade, o ciclo de vendas é longo e depende de vários decisores de diferentes áreas.

No mercado B2B, estamos hoje em uma janela de oportunidade para adoção de estratégias Data-Driven. A tecnologia existente capaz de tratar a complexidade das vendas B2B de forma confiável está mais acessível. Mas ainda é nova o suficiente a ponto de não haver empresas se destacando em seu uso.

Estratégia Data-Driven:

Comece pequeno
Mudar toda sua estratégia de Marketing e Vendas de uma vez é receita para o fracasso. Eleja um universo menor como um canal, uma linha de produtos ou um segmento de clientes. Você terá menos pessoas envolvidas na mudança e terá respostas mais rápidas sobre o que funciona e o que é perda de tempo.

Dê o exemplo (ou estratégia top-down)
Não espere que a estratégia seja integralmente conduzida pela equipe que cuida do dia-a-dia das vendas. A alta direção da empresa deve estar engajada com a mudança e ciente de que os primeiros resultados podem ser decepcionantes. Se não houver acompanhamento ou se a cobrança por resultados de curto prazo for muito alta, as equipes rapidamente voltam a operar da forma que já estavam acostumadas.

Derrube as barreiras entre Marketing e Vendas
Mais lead é igual a mais vendas, certo? Nem sempre. Mais leads também significa mais esforço de qualificação e, geralmente, uma menor taxa de conversão. Vendedores não gostam de perder tempo com o que não dá dinheiro. Bastam poucas reuniões não qualificadas para eles perderem o interesse nos leads vindos de marketing. Este deve ser capaz de passar a vendas o lead que ela quer. E vendas não deve ser apenas um cliente interno de marketing, mas deve estar envolvida nas definições da estratégia e ser co-responsável em melhorar a qualidade deste lead.

O trabalho integrado dessas equipes deve levar em consideração dois objetivos básicos:
– Não gastar recursos (financeiros ou humanos) em leads que não estão disponíveis ou qualificados para comprar
– Ser capaz de identificar os primeiros sinais de que um lead deixou de ser alguém “apenas fuçando” e tornou-se um lead qualificado e disponível para consumir seus produtos e serviços

Tendo as respostas que se espera, os objetivos a serem atendidos e a equipe preparada; podemos seguir com o aspecto tecnológico de uma estratégia Data Driven.

Não é uma demanda de TI
Seu departamento de tecnologia pode ser um grande aliado para avaliar ferramentas de mercado. Mas ele não irá além do aspecto técnico. Deixe a cargo deles apenas as questões de integração e performance. Só o time que define a estratégia é que pode avaliar se uma ferramenta tem capacidade de atender aos objetivos da empresa. Não se encante com a ferramenta. Escolha a melhor tecnologia sempre considerando o quanto ela é aderente à sua estratégia e o quanto pode contribuir para seus objetivos.

Transformação digital
75% da decisão de compra ocorre antes de o cliente entrar em contato com um fornecedor. Seu cliente estuda por conta e você deve ajudá-lo a se educar. Você precisa ser capaz de identificar quando e como seu cliente consome conteúdo e qual o melhor momento para abordá-lo.

Saneamento da base de dados
Provavelmente seus dados não estão prontos para te entregar insights. Eles podem estar desatualizados, duplicados ou até serem insuficientes. Mas não se preocupe, seus concorrentes enfrentam o mesmo problema. Você pode enriquecer seu CRM com uma base comprada. Mas isto é uma medida paliativa; você ainda precisa de uma política interna para manter seus dados saneados, ou logo terá problema novamente.

Data Driven não é Analytics
Ferramentas de Analytics são importantes. Elas ajudam a entender o que está acontecendo e a otimizar o seu negócio. Para tornar-se uma empresa Data Driven, sua tecnologia deve ir além do “medir, testar e avaliar”.

Trabalhe insights e busque perguntas que pareciam impossíveis de serem respondidas:
– Qual os 100 melhores leads do meu CRM? Porque eles são os melhores?
– Quais as chances de eu fechar esta oportunidade se eu der um desconto? E se eu não der?
– Existe algum segmento que nunca atuei, mas que tenha grande potencial de compra?
– Em quais clientes eu posso fechar uma oportunidade mais rapidamente?
– Qual produto pode ser mais interessante para esta conta que nunca tive contato?

Faça do seu jeito
Por fim, tenha em mente que não existe uma fórmula pronta. Nenhum passo-a-passo vai ser 100% aderente ao negócio. Entenda como os seus clientes e seus funcionários respondem às estratégias adotadas e não tenha medo de ajustá-las quantas vezes for necessário. Data-Driven não é um processo, é um mindset.

Vaga para atuar em marketing

Vaga para atuar em marketing de shopping center

O Shopping Pátio Pinda, do grupo AD, está em busca de um analista de marketing. Confira o perfil exigido para a vaga na arte abaixo:

Nova campanha começou hoje

ACIT dá início em sua nova campanha promocional nesta semana

A partir de hoje, segunda-feira, dia 02 de setembro, os consumidores que realizarem suas compras com valor mínimo de R$ 50 podem participar da nova campanha promocional “O bom da vida é ser crianças” promovida pela Associação Comercial e Industrial de Taubaté (ACIT) em homenagem ao Dia das Crianças.

As lojas participantes estão identificadas com o material da promoção e o consumidor poderá preencher e depositar seus cupons em qualquer uma das empresas participantes.

Serão sorteados dois cartões presente no valor de R$1.000 cada. O valor do cartão poderá ser dividido em várias compras nas empresas participantes do fundo promocional.

Nas campanhas da ACIT os vendedores registrados nos cupons também ganham e serão contemplados com um cartão de R$ 200 cada.

O sorteio acontece na sede da instituição no dia 31 de outubro, às 17h. É aberto a todos que quiserem acompanhar.

O grande diferencial para esse ano acontece na campanha de natal, em que serão sorteadas, além dos cartões, duas viagens no valor de R$ 4.500 cada. Importante ressaltar que todos os cupons participantes das campanhas ao longo do ano terão uma segunda chance de ganhar ao participar, automaticamente, da promoção de natal.

Com essa ideia a ACIT busca movimentar o comércio e prestação de serviço local fazendo com a economia circule pelo município e que as promoções tenham sempre mais de um ganhador. Os associados que ainda não estão participando do fundo promocional podem fazer sua adesão diretamente na ACIT. Maiores informações pelo telefone (12) 2125-8225.

Fonte: Acontece Comunicação e Eventos

Para encantar clientes no ambiente digital

3 estratégias para encantar e fidelizar o cliente digital

por Rafael Souza, diretor de serviços da XGEN, especializada em plataformas de Inteligência Artificial para canais de atendimento

Não é novidade que o cliente mudou. Agora, ele é mais exigente, mais móvel, multitarefa e está o tempo todo conectado. Para fidelizar o novo cliente digital, há 3 principais estratégias que você precisa adotar:

Garanta atendimento de excelência em todos os canais
Já passamos da época em que a empresa determinava o canal de comunicação. Agora, o cliente tem papel fundamental nesse processo.
É ele quem define a forma e o meio mais conveniente para tratar sua necessidade. Portanto, a disponibilidade da empresa em todos os canais de atendimento tornou-se uma condição básica. Contudo, tão importante quanto estar presente e disponível em todos os canais é garantir que o tratamento de um assunto possa fluir sem problemas por todos eles, pois o cliente pode iniciar a interação por determinado canal e migrar para outros durante o ciclo de uma tratativa. E para gerenciar e atender às interações nos múltiplos canais de forma integrada e sem impactos, é preciso uma estratégia omnichannel. Na prática, o cliente pode interagir por diversos canais, e a função mais básica de uma plataforma omnichannel é garantir a continuidade e a visão integrada do atendimento nessa jornada. Segundo o Estudo Ovum, 74% dos consumidores usam pelo menos 3 canais ao interagir com uma empresa.

Esteja sempre à frente das inovações tecnológicas
A agilidade das inovações tecnológicas exige atualização constante, e é fundamental que as empresas estejam atentas:

– Multicanalidade: No mundo digital, ninguém consegue impor ao cliente a forma de chegar à empresa. O consumidor quer escolher o canal de menor custo e usar as aplicações às quais está acostumado. Se o cliente quer fazer pedidos pelo Facebook, negociar crédito pelo WhatsApp ou fazer tudo por SMS, esteja preparado para todas as alternativas.
– Inteligência artificial: Com o avanço da multicanalidade, também evoluíram as iniciativas e novas possibilidades de atendimento por meio da inteligência artificial. O amadurecimento das tecnologias de Entendimento de Linguagem Natural (NLU), os recursos de inteligência artificial disponíveis comercialmente e a possibilidade de máquinas emulando interações humanas chegam rapidamente ao dia a dia das companhias e de seus clientes.
– Gestão do conhecimento: Se a inteligência artificial, especialmente através dos chatbots, está solucionando as interações de baixa complexidade no atendimento aos clientes, é fato que as demandas com assuntos mais complexos são derivadas para o atendimento humano. Neste cenário, como fica o dia a dia das equipes de atendimento? A gestão do conhecimento combinada com o poder da inteligência artificial pode trazer surpreendentes resultados para colaboradores, além de evolução da performance operacional.

Adapte o processo ao cliente
Para gerar envolvimento, é preciso identificar o que realmente importa para o cliente. É ele quem define o nível de intensidade da relação que terá com determinada empresa. A partir do consumo de produtos e serviços, e das experiências de atendimento, os clientes definirão o nível de envolvimento com a marca, que poderá ser superficial ou intenso, frequente ou eventual. Perceber que expectativas e desejos são ouvidos e que suas necessidades são levadas a sério são aspectos bem relevantes na avaliação dos clientes. Segundo a Forrester, 77% dos consumidores dizem que valorizar seu tempo é a coisa mais importante que uma empresa pode fazer para proporcionar uma boa experiência.

Palestra aborda práticas de vendas no Taubaté Shopping

Estão abertas inscrições para palestra sobre práticas de vendas no Taubaté Shopping

Serão dois debates gratuitos com o tema “Palestra para Empreendedor – 7 Práticas Essenciais em Vendas”

Estão abertas as inscrições para o evento “Palestra para Empreendedor – 7 Práticas Essenciais em Vendas” com o coach, empreendedor, mentor e treinador, Jesus Pereira, no Taubaté Shopping. Serão duas palestras realizadas na quinta-feira (12 de setembro), às 9h e às 19h, ambas com 2h30 de duração.

Para inscrever-se nos eventos das 9h basta acessar o site https://bit.ly/2U8jnIV, enquanto que para o evento das 19h o link de inscrição é https://bit.ly/2MG1fVQ. As inscrições são gratuitas e serão aceitas doações de 1 litro de leite Longa Vida.

Cronogramas
Primeira palestra
09h – Check-in e Networking
09h30 – Início da Palestra
11h – Perguntas e encerramento

Segunda palestra
19h – Check-in e Networking
19h30 – Início da Palestra
21h – Perguntas e encerramento

Fonte: Communicare – Giovanni Romão

Mais um shopping da região é finalista em premiação da ABRASCE

Colinas Shopping é finalista do Prêmio Abrasce com campanha de Natal protagonizada por Mr. Gift

Centro de compras de São José dos Campos concorre na categoria ‘Eventos e Promoções de Natal’; premiação ocorre no dia 9 de setembro, no Tom Brasil, em São Paulo

Com o desafio de vincular Black Friday e Natal, mantendo a magia do período natalino, o Colinas Shopping ganhou destaque em 2018 ao apresentar a campanha “A Fantástica Fábrica de Presentes”, estrelando o personagem Mr. Gift, criado especialmente para o período. A proposta, que foi destaque no mercado do setor, é uma das finalistas do Prêmio Abrasce, da Associação Brasileira de Shopping Centers, o principal e mais desejado reconhecimento do segmento no Brasil.

Na premiação, que ocorre no dia 9 de setembro, em noite de gala no Tom Brasil, em São Paulo, o Colinas Shopping concorre na categoria “Eventos e Promoções de Natal”. A banca responsável por avaliar os candidatos é composta por 10 especialistas de reconhecidas instituições, que indicarão prêmios em nove categorias.

A campanha que rendeu a indicação ao Colinas Shopping teve como proposta projetar na imaginação do público quais atividades o Papai Noel exerce entre janeiro e novembro, e como era possível entregar tantos presentes no fim do ano. O desafio, no entanto, foi incluir um novo personagem, sem deixar de lado a figura do bom velhinho como a principal estrela da campanha.

“Com o tema ‘Presentes’ na decoração de Natal do Colinas Shopping’ e o conceito ‘A Fantástica Fábrica de Presentes’, criamos um personagem exclusivo e real, o ‘Mr. Gift’, que é o gerente da fábrica de presentes”, afirma a gerente de marketing do Colinas Shopping, Margarete Sato.

Inspiração no cinema
Para inserir o público no ambiente mágico da fábrica de presentes, o shopping se inspirou em obras do cinema. “A Fantástica Fábrica de Chocolates” e “Grande Hotel Budapeste”, do diretor Wes Anderson, direcionaram o figurino e os cenários da campanha. O personagem “Mr. Gift” nasceu da mistura de personalidades de Willy Wonka e Gustave G.

O carisma do “Mr. Gift” trouxe ao período da Black Friday uma magia especial. Com ele, o mall realizou ações de interação com os clientes, como quando, acompanhado de um mágico, o gerente da fábrica de presentes abordava os passantes com truques e promoções exclusivas tiradas da cartola.

“Dentro das estratégias de estímulo, incorporou-se a Black Friday à campanha de Natal, premiando os clientes que antecipassem suas compras com 2 vales-compra no valor de R$ 5.000. Era a primeira fase da campanha, com protagonismo do ‘Mr. Gift’. Outro ponto relevante foi incorporar a Black Friday ao Natal. Com isso, potencializamos as duas ações: a Campanha de Natal ganhou um importante apelo promocional e a Black Friday ficou ainda mais atrativa, pois além dos descontos, o cliente poderia concorrer aos prêmios de Natal”, comenta Margarete.

Fonte: CABANA | Suzane Rodrigues Ferreira

Como usar o Neuromarketing para tomar decisões

Workshop: Neuromarketing para tomada de decisão

A Interativa oferece workshop sobre neuromarketing. Confira:

Descrição do workshop

O neuromarketing estuda a essência do comportamento do consumidor e vem sendo usado para desvendar alguns segredos do cérebro humano em prol do marketing. Avaliando o entendimento do marketing junto à neurociência, pode-se dizer que o Neuromarketing, auxilia profissionais à frente de negócios e estratégias. O neuromarketing gera a possibilidade de entender como funciona o comportamento de compra na hora em que estão no momento de se decidir, visando entender desejos, impulsos e motivações das pessoas através do estudo das reações neurológicas (emocionais) a determinados estímulos externos.

Conteúdo Programático:

O que é neuromarketing?

Tendências de consumo
Decifrando a mente do consumidor

A mente do consumidor
Comportamento de compra
Processo de decisão de compra
Como o cérebro se comporta em relação ao preço
Mensagem subliminar
O Poder do hábito
Neurovendas

Entendendo o consumidor no seu nicho
Gerações X, Y e Z
Poder da empatia
Decisão de Compra no PDV
O neuromarketing e as redes sociais

Inscreva-se por aqui