Acit em apoio ao empresariado

ACIT oferece apoio ao empresário e cria canal direto em seu site

Desde o início dessa crise de saúde que o país enfrenta, a Associação Comercial e Industrial de Taubaté (ACIT) vem atendendo as orientações dos órgãos de saúde e governos, inclusive a de manter as portas fechadas para atendimento presencial por um período de quinze dias.

Imagem de mohamed Hassan por Pixabay

Porém, continua cumprindo o trabalho de fornecer apoio e informação aos empresários associados.

Entre as ações que vem sendo realizadas, a ACIT criou um canal em seu site para tirar as dúvidas em relação a Medida Provisória 927 do Governo Federal, que estabelece modificações de natureza trabalhista.

Lá, os departamentos responsáveis auxiliam o empresário e seus funcionários nas mais diversas questões, tais como: As medidas trabalhistas estabelecidas pelo Governo Federal são definitivas?; Quais medidas podem ser adotadas pelas empresas de acordo com a MP nº 927?; No caso de antecipação de férias, o empregado terá direito ao acréscimo de 1/3 previsto na Constituição Federal?; entre tantas outras.

O endereço para consultar as informações, tirar dúvidas e enviar suas questões é o http://www.acitaubate.com.br.

Para enviar seus questionamentos não precisa ser associado, basta acessar e fazer sua pergunta que em breve a ACIT retorna com a resposta, que fica visível e disponível a todos.

Além disso, a Associação tem feito vários tipos de comunicação para que, tanto empresários quanto população, valorizem o comércio local, de bairro, empresas menores e autônomos para que esses sobrevivam a esse momento.

Outras medidas também vêm sendo tomadas para auxiliar e fortalecer nosso comércio nesse momento de instabilidade, tanto na área da saúde quanto na área econômica. Essa é uma situação muito particular, nunca vivenciada e cada dia é um novo dia. A Acit vem avaliando todas as circunstâncias para poder auxiliar e orientar os empresários nesse momento, tanto no âmbito de ações quanto no âmbito das consultorias, que estão sendo feitas de modo remoto e online.

Fonte: Assessoria de imprensa – Bruna Abifadel

Share and Enjoy !

0Shares
0 0 0

O que vai fazer as vendas crescerem no e-commerce

10 tendências para alavancar as vendas no e-commerce em 2020, após passar a onda do covid-19

Em tempos de covid-19, o número de empresas apostando na estratégia Omnichannel para valorizar suas ações de vendas no universo online é cada vez maior. Pesquisas revelam que uma quantidade expressiva de marcas adota pelo menos uma medida relacionada à técnica de vendas por Omnichannel, para proporcionar uma melhor experiência ao cliente.

Imagem de justynafaliszek por Pixabay

A técnica consiste na integração de vendas e atendimento a consumidores entre lojas físicas e virtuais, permitindo que o cliente transite facilmente entre os canais on-line e off-line de uma loja, com o objetivo de melhorar a sua experiência de compra. Mas lembre-se: neste momento, tem de ficar em casa, compras apenas virtuais!

O fato é que também cresceu o número de empresas que passaram a dar mais valor a propiciar ao cliente uma agradável experiência, tirando o foco do resultado imediato e apostando mais no processo como um todo.

Baseado nesse conceito e aliado a inúmeras inovações tecnológicas acessíveis no mundo virtual, vários profissionais de ponta atuantes no e-commerce constataram 10 tendências que levarão marcas na direção de adotar e até se aprofundar na lógica de vendas do Omnichannel, para obter sucesso nos negócios. O CEO e fundador da MT Soluções, Mateus Toledo, reuniu quais são essas tendências:

1 – Melhorar o check-out – investir em sistemas para simplificar essa etapa final, que informem de maneira mais clara o cliente sobre dados, como forma de pagamento e taxas de juros ou a possibilidade de armazenar algumas das informações obtidas ao longo do percurso, durante a sondagem.

2 – Investir em suporte – pesquisas apontam que, no ano passado, aproximadamente U$ 75 milhões foram perdidos devido a problemas com mau atendimento. Isso leva a supor que as grandes possibilidades abertas com as estratégias de Omnichannel não têm sido acompanhadas por bons processos de atendimento. Uma das apostas para o próximo ano para atuar nessa falha é o bate-papo ao vivo.

3- Da campanha para o cliente – as campanhas de marketing também vão buscar formas de atrair a empatia do cliente individualmente, e não mais baseada num “modelo ideal” de consumidor. Será tarefa do das estratégias de marketing levar a cabo esse processo. As inúmeras inovações e ferramentas tecnológicas empregadas em e-commerce, deixam o cliente repleto de opções e mais capacitado para realizar suas escolhas. Assim, ele será mais fácil de ser decifrado, facilitando a adoção de técnicas para a sua satisfação.

4 – As marcas caminham para um conteúdo humanizado – uma das visões que mais têm se desenvolvido no Omnichannel é a de que as marcas precisam ir ao encontro do cliente.

No Google, por exemplo, foi lançada uma nova ferramenta de análise, o BERT, com a função de entender melhor a mensagem que os lojistas querem passar para seu cliente, por meio de campanhas, redes sociais, descrições de produtos, dentre outros. Assim, quanto mais conteúdo informal, melhor essa ferramenta passará as informações para a A.I (Artificial Intelligence) do Google, com maior precisão.

O resultado é mais sucesso nas campanhas da empresa, que disponibilizará um conteúdo completo para o cliente e automaticamente aguçar a sua curiosidade, fazendo com que ele tenha uma experiência “Omnichannel”.

5 – Aperfeiçoamento na integração de ferramentas – No Omnichannel, ao mesmo tempo em que você pode estar impulsionando o seu programa de fidelidade, consegue também oferecer o suporte a uma dúvida do cliente. Essa possibilidade de integrar ferramentas de comunicação, seja pelo celular, telefone, e-mails, redes sociais ou chat, resultou numa experiência muito dinâmica, que tem o efeito de manter o cliente conectado a sua marca, por meio de uma relação que é não mais somente a de comprar um produto.

Com essa integração oferecida pelo Omnichannel você pode ir mais além, usando recursos como convidá-lo para lançamentos de produtos restritos a clientes especiais ou surpreendê-lo com anúncios e ofertas de produtos com os quais ele se identifique bem.

Imagem de salcapolupo por Pixabay

6 – Marcas de menor impacto poderão ter seu espaço – o avanço das ferramentas de A.I (Artificial Intelligence) no e-commerce, vai intensificar a ascensão nos mercados digitais de marcas menores, que até bem pouco tempo não apresentavam condições de concorrer com aquelas mais estruturadas.

Hoje, por exemplo, o SEO (ferramenta que otimiza mecanismos de busca no Google), é um grande aliado das marcas menores. Na prática, o SEO oferece um conjunto de técnicas de otimização para sites, blogs e páginas na web, visando alcançar bons rankings orgânicos gerando tráfego e autoridade para um site ou blog. Ou seja, quanto mais o site de uma empresa for recheado de informações que preencham os anseios e dúvidas dos consumidores, mais as chances das empresas de marcas menores estarem no topo da lista de pesquisa do Google, ganhando a chance de competir com marcas maiores.

7- On-line e off-line mais juntos – Muito embora o volume de transações on-line seja crescente, especialistas apostam no grande aumento de estratégias que visam trabalhar on-line e off-line em conjunto. Ou seja, serão mais comuns as situações em que alguém utilizará o histórico de busca por um produto na internet – incluindo o que consultou por chat ou atendimento eletrônico – para avaliar o produto pessoalmente na loja física. Isso depois que passar a onda do covid-19, claro. Por outro lado, alguém pode estar comprando off-line e ser convidado por um atendente a adquirir também um outro produto com uma oferta só disponível on-line.

8 – Poderá ser o ano da Realidade Aumentada – essa tecnologia vai possibilitar o conhecimento com mais detalhes dos recursos e dos vários aspectos de um produto por meio das vendas on-line.

O fato do cliente não poder ver pessoalmente ou sentir o produto trazia desconfiança na hora da compra on-line. Agora, com a poderosa ferramenta de Realidade Aumentada é possível exibir o produto por outros ângulos ou simular o seu uso em circunstâncias semelhantes àquelas em que ele será empregado na vida real.

Essa possibilidade gera maior confiança do consumidor em relação ao produto que será adquirido e certamente agregará mais força ao e-commerce nos próximos anos.

9 – Também poderá ser a vez da Internet das Coisas – imagine estar andando num shopping e resolver parar numa loja apenas porque recebeu uma notificação de que o aniversário de uma pessoa próxima está chegando e essa loja afirma ter algo sob medida para você dar a ela de presente.

A integração da IOT com o marketing deverá ter grande peso na construção de arquiteturas, como essas para culminar numa experiência marcante e radical ao cliente.

10 – Aprofundamento na personalização do atendimento – o Omnichanel vem para agregar as marcas quando o assunto é proporcionar uma experiência de venda diferente do que seus consumidores estão acostumados. A estratégia é sim, para agregar valor à marca e gerar um diferencial sobre seus concorrentes, claro que pensando sempre no cliente. O objetivo de as empresas adotarem essa estratégia é focar em crescimento de marca e atendimento personalizado para seu cliente.

Quando o cliente chega na página de check-out da loja virtual e se depara com mais opções do que o comum, a chance de ganhar esse cliente para ser fiel a sua marca é muito maior.

Assim, serão mais investimentos em integração de plataformas, monitoramento do percurso do cliente, tomada de dados e informações e investimento em tecnologias, visando a possibilidade de um atendimento cada vez mais pessoal e personalizado. Essas tendências serão muito mais acentuadas assim que passar toda essa situação de covid- 19.

Fonte: Case Comunicação Integrada – Cristiane Pinheiro

Share and Enjoy !

0Shares
0 0 0

Os carros elétricos estão chegando ao Vale do Paraíba

Carro elétrico da GM chega ao Vale

Os carros elétricos estão chegando ao Vale do Paraíba. Nesta quinta-feira (05), o primeiro Bolt, veículo elétrico da Chevrolet, foi entregue pela Veibras ao seu comprador.

O modelo é equipado com um motor elétrico de 203 cavalos de potência e é alimentado por uma bateria de íons de lítio de 60 KWh. A autonomia do Bolt varia de 416km, no ciclo americano e 520km no ciclo europeu. O Bolt ainda é equipado com 10 airbags, alerta de detecção de pedestre e central multimídia com Android Auto e Apple CarPlay.

A recarga da bateria pode ser feita em uma tomada residencial, onde leva 40 horas para uma carga completa, em um wallbox, em que o tempo diminuiu para 9h, em um carregador rápido encontrado em shoppings e postos, em que a bateria vai de 0% a 80% em 1 hora ou de forma natural, com a regeneração da energia gerada pelas frenagens e desacelerações em energia elétrica.

Das 500 lojas da GM em todo o país, pouco mais de 20 vão receber o carro. Na região do Vale do Paraíba, a escolhida foi a Veibras, que disponibilizou o Bolt para test-drive e contará com recarregadores rápidos para que os proprietários do Bolt possam utilizar.

Nessa sexta (06), a Veibras também lança a sexta edição do concurso cultural “Possante Novo” com um grande evento na loja da concessionária em Caraguatatuba às 19h e com uma exposição de carros antigos a partir de sábado (09).

Fonte: Matéria&Mídia

Share and Enjoy !

0Shares
0 0 0

Via Vale tem programação para o Dia da Mulher

Via Vale tem programação especial para o Dia da Mulher

Elas são fortes, destemidas e muito talentosas sem perder a doçura. Para homenagear as mulheres, o Via Vale Garden Shopping preparou uma programação especial com atividades gratuitas para o público feminino.

A ação acontece nos dias 07 e 08, sábado e domingo, próximo ao Boliche. O local, denominado “Espaço da Mulher” vai oferecer serviços como cabeleireira (escova modelada, chapinha, penteados simples e tranças), maquiagem, auriculoterapia, bioimpedância, totalmente gratuito às participantes. As senhas para os serviços serão distribuídas na abertura do evento.

Um cenário especial para fotos vai receber as mulheres no corredor, que serão presenteadas com um mimo do shopping. Além disso, todas as mulheres concorrerão a brindes das lojas do empreendimento.

Os lojistas também estão se preparando para a data, com descontos especiais, coquetéis e brindes para clientes, durante todo o mês comemorativo.

Serviço: Espaço da Mulher – Beth Lima Estúdio – escova modelada, chapinha, penteado simples e tranças; Mary Kay – maquiagem; Doutora Luciana Leone – Auriculoterapia e bioimpedância;

Local: Espaço da Mulher, no corredor do Boliche, piso 2.

Horário de funcionamento: Sábado: 13h às 22h | Domingo: 13h às 20h

Share and Enjoy !

0Shares
0 0 0

Vaga para trabalhar com conteúdo/e-commerce

Vaga para Assistente de Conteúdo (Cadastro de produtos E-commerce)

Descrição da vaga

Atuará no departamento de marketing junto a equipe responsável pelo cadastro de produtos no e-commerce com descrição detalhada dos produtos e elaboração de textos de recomendações.

Auxiliar na gestão da árvore de categoria sugerindo alteração e manutenções sempre que necessária.

Revisão e otimização constante dos cadastros.

Imagem de Diggity Marketing por Pixabay

AMBIENTE DE TRABALHO

O selecionado trabalhará junto a um time jovem, unido, inteligente, ambicioso e criativo – capaz de criar o ambiente de trabalho mais gratificante e estimulante possível.

DIA A DIA DA FUNÇÃO

• Cadastrar novos produtos no e-commerce com foco em otimização para os buscadores (SEO);

• Ajustar imagens do produto no Photoshop de acordo com e especificações e briefing;

• Haverá interação constante com o departamento de compras e fornecedores para obter informações de produtos;

• Revisão e análise constante da base de dados de cadastros.

PRÉ REQUISITOS

• Formação técnico ou superior nas áreas de marketing, publicidade propaganda e informática;

• Conhecimento básico em HTML e CSS;

• Conhecimento avançado em Excel / Google Sheets;

• Photoshop – Nível Intermediário;

PRINCIPAIS HABILIDADES

• Capacidade analítica bem desenvolvida;

• Boas noções de design e atenção aos detalhes;

• Perfil empreendedor e proativo;

• Espírito inovador e gosto pelo marketing digital, vendas e tecnologia;

• Gostar de trabalhar em equipe e ser participativo;

• Boa comunicação e pro atividade;

• Capacidade de análise crítica, engajamento e comprometimento;

• Apaixonado por novas tecnologias.

ITENS RELEVANTES, MAS NÃO SÃO OBRIGATÓRIOS:

• Inglês básico;

• Noções básicas em SEO;

• Ter trabalhado em e-commerce;

Enviar currículo para e-mail: rh_thais@yahoo.com com o assunto Vaga para Assistente de Conteúdo (Cadastro de produtos E-commerce)

Share and Enjoy !

0Shares
0 0 0

Colinas expões carros esportivos

Em exposição de carros esportivos, Colinas Shopping recebe réplica da Ferrari da Fórmula 1

Além do carro de corrida mais famoso do mundo, mostra reúne outros modelos de automóveis superpotentes, como Audi A5 e Land Rover Conversível; atividade é gratuita

Uma réplica perfeita do carro da Ferrari que esteve nas pistas do mundo todo na temporada 2017 da Fórmula 1 está no Colinas Shopping. De 10 a 21 de fevereiro, o centro de compras recebe uma exposição de automóveis exclusivos, da Gran Via Motors.

Além do carro de corrida da marca mais famosa do mundo (a Ferrari modelo SF70H), a mostra ainda conta com outros modelos de automóveis esportivos e desejados, como o Audi A5 Coupé Ambition (2015), a Land Rover Conversível (2017), uma Mercedes Benz GLE 43 AMG (2018) e um BMW 430 Cabriolet (2017).

A exposição está na Praça de Eventos do mall. O evento é gratuito.

Exposição de Carros

Quando: de 10 a 21 de fevereiro

Horários: segunda a sábado, das 10h às 22h; domingo, das 13h às 22h

Onde: Colinas Shopping (Av. São João, 2.200, Jardim das Colinas, São José dos Campos – SP)

Classificação: livre

Atração gratuita

Fonte: CABANA | Alexia Silva

Share and Enjoy !

0Shares
0 0 0

beepbeep inaugura estação no Colinas Shopping

Espaço oferece vaga exclusiva e carregador para carros elétricos

A beepbeep, primeira empresa de compartilhamento de carros 100% elétricos com aluguel por minuto, iniciou operação em São José dos Campos (SP) em dezembro, no modelo dockless (sem estações). Agora, a startup inova e acaba de inaugurar uma estação fixa e com carregador no Colinas Shopping.

A startup vai operar em um modelo misto, por dockless em região delimitada no app – no qual a pessoa pode iniciar e encerrar viagem em qualquer vaga pública onde não seja proibido estacionar – e por estações em locais privados – que terão carregadores para veículos elétricos e estacionamento liberado para os clientes da beepbeep. Nesses locais privados, os usuários precisam encerrar a viagem nas vagas exclusivas e sinalizadas.

No Colinas Shopping ficarão à disposição dos clientes duas vagas e um carregador de carga rápida em parceria com a empresa ABB. Uma vaga é exclusiva para veículos da beepbeep e a outra pode também ser utilizada para veículos elétricos particulares. A estação fica próxima à entrada do supermercado Pão de Açúcar.

“A operação nesses primeiros dois meses em São José dos Campos tem sido um sucesso, e a parceria com o Colinas Shopping, referência na cidade, nos permitirá dar continuidade à expansão e atender mais usuários, que já têm a consciência que o carro elétrico compartilhado auxilia muito na mobilidade, preservação do meio ambiente e na redução da poluição do ar”, comenta Fábio Fagionato, CEO e cofundador da beepbeep.

Sobre a beepbeep
Startup de tecnologia criada para melhorar a mobilidade urbana e a qualidade do ar nas cidades brasileiras, por meio da popularização do compartilhamento de veículos 100% elétricos, via aplicativo. A beepbeep começou as suas atividades em 2019, em São Paulo, e espera expandir para outros estados do Brasil já em 2020, melhorando o transporte nas grandes cidades e minimizando os efeitos da poluição do ar, por meio de compartilhamento acessível e prático. Mais informações: www.beepbeep.com.br

Fonte: CABANA | Suzane Rodrigues Ferreira

Share and Enjoy !

0Shares
0 0 0

CEO da Caoa Chery projeta oportunidades para empresários da RMVale

Caoa Chery projeta fabricação de 35 mil veículos em 2020

Número representa crescimento de 40% na produção em relação ao ano passado; dados foram revelados pelo CEO de empresa durante reunião do Desenvolve Vale

A primeira reunião de trabalho do Desenvolve Vale em 2020, no final de janeiro, contou com a presença do CEO da Caoa Chery, Marcio Alfonso, que ofereceu um panorama sobre os rumos da unidade fabril em Jacareí.

Marcio Alfonso e Kiko Sawaya

Realizada no espaço de reuniões do Amicci, casa de vinhos de São José dos Campos, o evento também recebeu o deputado federal Eduardo Cury (PSDB) e o prefeito de Jacareí, Izaias Santana (PSDB).

Alfonso afirmou que a empresa projeta a fabricação de 35 mil carros em 2020. O número é 40% maior do que a produção de 2019, que foi de 25 mil veículos. A capacidade de produção da unidade fabril de Jacareí é de 50 mil carros.

“Vamos lançar dois novos produtos neste primeiro semestre. São mais opções de compras, mais valor, mais conteúdo, mas sem um preço exorbitante. Esta tem sido nossa meta: oferecer tecnologia e valor agregado, mas por um preço que não saia da realidade”, disse.

Com o crescimento, a tendência é adicionar novos fornecedores à lista atual da montadora. A decisão faz parte de um programa de nacionalização da empresa, que pretende produzir cada vez mais em solo nacional.

“As parcerias com fornecedores nacionais são vitais, não podemos depender da importação muito intensa. Até porque o frete nos afeta diretamente no custo do produto final. Além disso, ainda temos que procurar exportar, o que é outra coisa importante para o equilíbrio financeiro da empresa”, afirmou Alfonso.

Esse contexto, de acordo com o CEO, favorece empresas da Região Metropolitana do Vale do Paraíba e Litoral Norte, a RMVale, principalmente pela vocação da região na área de tecnologia e inovação. A Caoa Chery já conta com os serviços de cinco startups do Parque Tecnológico de São José dos Campos.

“Trata-se de uma região privilegiada, com jovens e empreendedores muito qualificados. Temos uma aproximação com um grupo de startups muito boas. A intenção é sempre continuar inovando, buscando parceria com esses jovens”, diz.

Negócios

Logo no início do evento, o deputado Eduardo Cury anunciou a criação de uma câmara de comércio Brasil-China no Vale do Paraíba. De acordo com ele, as conversas estão adiantadas. “É uma via para fomentar a exportação das empresas do Vale para este enorme mercado”, afirmou.

Os negócios com a China ainda foram ressaltados por Alfonso. Durante sua apresentação, ele se colocou à disposição dos empresários presentes para facilitar a criação de uma comitiva em visita para o país asiático.

“Ainda podemos alavancar uma parceria de tranding com a China. A empresa também realiza essas operações. Dessa forma, ajudamos a comprar produtos produzidos aqui, auxiliando na geração de emprego e renda”, disse o CEO.

Para o coordenador do Desenvolve Vale, Kiko Sawaya, atualmente não dá para crescer sem considerar o mercado chinês. Ele afirma que se animou com os números e as oportunidades que a Chery representa ao empresariado da região.

“Fiquei muito impressionado com os números apresentados e acredito que precisamos mesmo pensar em uma comitiva para visitar a China em busca de novas oportunidades.”

Fonte: CABANA | João Pedro Teles

Share and Enjoy !

0Shares
0 0 0

Shopping recebe prêmio

Via Vale recebe o título de terceiro melhor Shopping do Brasil para se trabalhar

O Via Vale Garden Shopping foi eleito o terceiro melhor shopping para se trabalhar no Brasil em 2019, de acordo com o Ranking divulgado pela Overmalls, responsável pela avaliação que ranqueou os 10 melhores centros de compras espalhados em todo o território nacional.

No ano anterior, 2018, o Shopping recebeu o título do GPTW – Great Place To Work, que coroou as 40 melhores Empresas para se trabalhar no Estado de São Paulo, e garantiu o 31º lugar no Ranking.

O reconhecimento é feito pelos próprios colaboradores do Garden Shopping. Segundo a Overmalls, o ranking se baseia no resultado das avaliações feitas pelos atuais funcionários, ex-colaboradores e candidatos aos processos seletivos do empreendimento.

O Via Vale que hoje emprega centenas de pessoas, recebeu 92% de aprovação dos colaboradores e 86% de aprovação dos candidatos que participaram de algum processo seletivo.

“Esse reconhecimento só reforça o nosso DNA de time garden. Temos um time forte, persistente e apaixonado pelo que faz. Funcionários satisfeitos trabalham felizes e alcançam resultados extraordinários. Nos sentimos honrados pelo Prêmio, e motivados a proporcionar cada vez mais um ambiente de trabalho agradável para o nosso time, e consequentemente a melhor experiência para nossos clientes”, avaliou Stefano Mattioli, Superintendente do Shopping.

Site de referência: https://www.overmalls.com/ranking-dos-10-melhores-shoppings-2019.html

Fonte: Marketing Via Vale – Aline Duarte

Share and Enjoy !

0Shares
0 0 0

O consumidor e a compra de material escolar

ACIT divulga pesquisa sobre comportamento dos consumidores em relação à compra de material escolar

A Associação Comercial e Industrial de Taubaté (ACIT) realizou uma pesquisa junto aos consumidores da cidade que tem filhos em idade escolar ou são estudantes, para saber qual é o comportamento em relação as compras de material escolar.

Dentre os entrevistados, a maioria era composta pelo sexo feminino (57,1%), sendo a maior parte com faixa etária entre 25 a 40 anos (33,8%) e entre 41 a 60 anos (31,9%). Em relação a renda familiar, 55,2% está na faixa entre “R$ 2.000,01 a R$ 3.000,00”, 30,5% entre “R$ 3.000,01 a R$ 4.000,00”.

Obs: Os dados divulgados na arte estão somados em algumas categorias, por isso estão diferentes do texto, onde estão divulgados de forma mais detalhada.

Das pessoas que tem alguém em casa que está em idade escolar, 52,7% estudam em escolas públicas, 22,3% em escolas particulares, 11,2% em escolas estaduais, 0,4% tem pessoas que estudam na faculdade. Somente 13,4% deles não tem ninguém estudando.

Quanto a necessidade da compra de material escolar, 64,5% disseram “sim”, que terão que comprar, 20,4% disseram “não”, 7,8% disseram que já compraram e 7,3% disseram que a própria escola fornece.

Uma das preocupações da pesquisa era levantar como os consumidores se preparam para esse período, se fazem alguma reserva e se pesquisam preços. Sobre um planejamento financeiro para as compras, 37,4% manifestou que faz isso “às vezes”, 36,2% “quase sempre”, 15,3% “sempre”, 9,2% “raramente” e 1,8% “nunca”.

Sobre a frequência com que as pessoas fazem a pesquisa de preço antes da compra, 42,3% disse “quase sempre”, 29,4% “sempre”, 26,4% “às vezes”, 1,2% “nunca” e apenas 0,6 respondeu “raramente”.

Desses, mais de 90% realizam ou preferem realizar suas compras nas lojas físicas, e a justificativa para esse comportamento é porque eles gostam de ver o produto ou porque não gostam de esperar a entrega. Além disso, 12,4% dos consumidores acredita que as lojas físicas oferecem maiores promoções e descontos.

Em relação reaproveitam o material escolar que sobrou no ano anterior, a maioria (89,6%) respondeu que sempre reutiliza. Já a compra coletiva não é usual entre os entrevistados.

Os gastos são também uma preocupação, e a previsão da maior parte dos consumidores (43,8%) em relação ao ano passado é gastar menos, 32,5% disseram que pretender gastar a mesma quantia e 23,8% acreditam que vão investir mais. Esse comportamento se confirma porque ao serem questionados porque pretendem gastar menos, 37,0% disseram que estão sem dinheiro e 22,5% disseram que estão reduzindo custos. O preço continua sendo o grande chamariz para a venda, seguida por promoções e sorteios

Quanto aos valores, as faixas seguem a seguinte porcentagem: 38,8% espera gastar “de R$ 100,01 a R$ 200,00”, 28,1% entre “R$ 200,01 a R$ 300,00”, 18,8% “até R$ 100,00”, 13,8% entre “R$ 300,01 a R$ 400,00” e apenas 0,6% espera gastar “de R$ 400,01 a R$ 500,00”, e a preferência (63,8%) é para pagamento à vista e em dinheiro (31,8%).

A pesquisa foi realizada pela FAPETI (Fundação de Apoio à Pesquisa, Tecnologia e Inovação da Universidade de Taubaté) no período de 14 a 20 de janeiro de 2020 e foram entrevistadas 210 pessoas. A margem de erro é de seis pontos percentuais para mais ou para menos.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Bruna Abifadel

Share and Enjoy !

0Shares
0 0 0