Programar também para o mobile é um diferencial

Desenvolvedor web: como migrar para o mobile?

* por Roberto Rodrigues

A demanda por desenvolvedores web ainda é grande, mas como a multidisciplinaridade é uma habilidade requisitada para profissionais de diversas áreas, em TI não poderia ser diferente. Programar também para o mobile é um diferencial, afinal, hoje existem aplicativos disponíveis para as mais diferentes atividades: comunicação, serviços, saúde, finanças, etc. A oferta é grande. Além disso, as empresas também estão interessadas em ter seus próprios apps para melhorar a experiência de seus clientes. Por isso, vale considerar a possibilidade de migrar do desenvolvimento web para o mobile.

Quem se interessa por esta área e já estudou essa alternativa deve ter ouvido falar em apps híbridos, que não são nem móveis nativos e nem puramente web-based, e são criados a partir de frameworks como Ionic ou PhoneGap, por exemplo, que permitem o desenvolvimento multiplataforma. Desta maneira, a partir de um único código-fonte, consegue-se exportar a aplicação para os principais sistemas do mercado. Certamente, este é o caminho mais curto para o profissional interessado em fazer esta transição, mas não é a solução.

Os aplicativos criados com linguagem exclusiva para um sistema operacional, conhecidos como nativos, apresentam mais vantagens para o usuário final. A primeira delas é usabilidade proporcionada pela compatibilidade tecnológica, pois exploram melhor os recursos dos aparelhos, como o envio de SMS, realização de chamadas, acesso à câmera, GPS e notificações push, e desta forma conseguem melhorar a experiência do usuário. Além terem acesso às APIs necessárias para tirar fotos, obter dados de sensores e modificar configurações do sistema.

Outro benefício é o funcionamento off-line, pois estão armazenados no dispositivo. A velocidade também deve ser destacada, pois os apps híbridos dependem da velocidade da internet; e a performance também é aprimorada nos apps nativos – erros e falhas de segurança são menos frequentes. Ou seja, um app nativo é mais rápido e confiável do que os demais.

Certamente, a decisão entre criar um app híbrido ou um nativo depende de diversos fatores, como a necessidade de um processo de criação simplificado, os recursos disponíveis, o tipo de dispositivo utilizado pelo público-alvo ou o tipo de recurso que se pretende implementar.

Contudo, para tomar a decisão é necessário ter habilidade técnica para atuar em ambas as frentes. E desenvolver um app nativo requer conhecimentos específicos, como conhecer programação orientada ao objeto; estudar a linguagem nativa, que pode ser Swift para iOS e Java para Android; conhecer a plataforma de desenvolvimento (IDE, do inglês), para iOS é o xCode e para o Android é o Android Studio, entre outros recursos.

Apenas dominando estas competências o desenvolvedor web consegue ter um bom desempenho na criação de apps e se destacar, estando apto para aproveitar as oportunidades disponíveis no mercado.

*Roberto Rodrigues, CEO da Quaddro – centro de treinamento focado no universo mobile, sendo seus carros-chefe cursos de desenvolvimento de aplicativos em sistemas iOS e Android.

Fonte: Conecte – Eliane Tanaka

Vaga de estágio aberta para área comercial

Agilez busca estagiário

A Agilez, uma empresa de tecnologia focada no desenvolvimento de soluções web, aplicativo e mídias sociais, busca um estagiário para atuar em sua área comercial

Vaga para desenvolvedor

Web4 busca desenvolvedor

A Web4 procura um desenvolvedor pró-ativo com sólidos conhecimentos em:

PHP e WordPress.
HTML5 e CSS3.
JavaScript e jQuery.
Bootstrap.

Diferenciais:
Noções de UX e UI.
Gulp e Git.
Angular 2.

Observação: Disponibilidade para trabalhar em Taubaté/Tremembé.

Envie currículo, portfólio e pretensão salarial para
atendimento@web4comunicacao.com

Vaga no Santuário

Uma vaga aberta para Analista de Web Jr

Empresa: Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida

student-849825_640

* Produção de conteúdo em texto e vídeo;

* Atualização de sites e redes sociais;

* Postagem em mídias sociais;

* Participações em eventos jovens do Santuário Nacional;

* Plantões mensais e viagens esporádicas.

Requisitos:

Superior completo em Comunicação Social
Conhecimento de conceitos de redes sociais
Experiência em veículo de comunicação online
Envolvimento em ações da Igreja Católica (comunidade, paróquias ou pastorais)
Conhecimento técnico de texto jornalístico e apresentação em vídeos
Conhecimento em Photoshop, AI e programas de edição de áudio e vídeo (desejável)
Idiomas: inglês e espanhol (desejável)
Ensino superior – Sit.:Concluído

Benefícios:

– Vale Transporte;

– Cartão Alimentação;

– Plano Médico;

– Refeitório na Empresa.

Candidate-se por aqui

Vaga aberta para analista web

Analista De Web Jr – Portal A12.com

office-620823_640

Produção de conteúdo em vídeo;
Produção de conteúdo em texto;
Atualização de sites;
Postagem em mídias sociais;
Plantões mensais e viagens esporádicas.

Requisitos:
* Superior Completo na área de Comunicação Social (Jornalismo/Publicidade/Rádio e TV);
* Experiência em Vídeo (vídeo para redes sociais ou TV);
* Experiência em um veículo de comunicação online (sites, portal, blog ou canal);
* Conhecimento de conceitos de redes sociais;

Diferenciais: Conhecimento de photoshop, AI e programas de edição de áudio e vídeo.
Diferenciais: Idiomas Inglês e Espanhol

Candidate-se a vaga aqui

Vaga para desenvolvedor web

Vaga aberta para desenvolvedor web em Taubaté

binary-1327512_640

Conhecimentos em PHP MVC e MySQL

Experiência com frameworks php

Remuneração: Salário A combinar.

Benefícios Oferecidos: A combinar.

Horário de Trabalho: A combinar.

Dias a trabalhar: A combinar.

Atividades: As atividades a serem realizadas pelo profissional devem ser com total responsabilidade, eficiência e qualidade.

Disponibilidade de início imediato.

Você pode enviar CV por aqui

Vaga para atuar em mídias sociais

Vaga aberta para atuar em Mídia Social

social-1319756_640DESCRIÇÃO:
Responsabilidades
· Não apenas saber para que servem as principais ferramentas do mercado, é preciso identificar, transformar para incorpora-las no desempenho das funções;
· Ser gerenciador e cuidador das redes sociais que estamos presentes;
· Se programar e elaborar estratégia das redes sociais, ainda não utilizadas e as que surgirão;
· Fazer a programação de tudo que será postado no dia e no mês
· Agendar as postagens
· Analisar métricas: quais foram os posts mais relevantes e por que, quais foram os menos relevantes e por que o que trouxe mais resultados.

REQUISITOS:
Habilidades
· Você tem a PAIXÃO por isso e FAZ ACONTECER: ama internet e está sempre atrás das novas plataformas e redes sociais que estão surgindo
· Tem o habito de experimentar novos aplicativos, serviços e ferramentas que possam agregar aos serviços
· Domina a escrita e gosta de escrever
· Saber o nome das principais ferramentas do mercado já é um pré-requisito , além disso saber usa-las, explorar todas as funcionalidades, potencialidades e interpretar, os dados que elas fornecem é algo que algo que ocorre na sua veia.

DIFERENCIAIS:
· Conhecer o mercado de infoprodutos
· Inglês
· Ter uma certa presença digital, pelo menos nas principais redes sociais

Salário: a combinar
Vale Alimentação: R$ 17,10 – Mês/trabalhado
Segunda a Sexta – feira: 09:00 as 18:00 hrs
e-mail: valeria.juliocardoso@gmail.com

Vaga aberta para webdesigner


Vaga para Webdesigner
ÁREA: Interno.

webdesigner1

DETALHES: É preciso gostar de criar e ser apaixonado por detalhes e inovação. Ideias para colocar em pratica de forma revolucionária para os clientes e para a agencia.

FUNÇÃO:
ð Domínio softwares photoshop, illustrator e indesign
ð Editar e produzir imagens para Mídias Sociais
ð Experiência em diagramação (eBooks)
ð Transformar em procedimento, tudo o que faz.
ð Criação de layout para site

HABILIDADES:
ð Ser criativo e proativo
ð Inovação e comprometimento
ð Interesse ao mundo marketing digital
ð Disposto a aprender sobre novas áreas e maximizar seus conhecimentos
ð Conhecimento e Experiência: Plataforma e-commerce VTEX e WordPress (essencial)

DIFERENCIAL:
ð Conhecimento HTML & CSS
ð Estar atento as principais praticas do mercado mundial, trazendo modernidade e atualidades
ð Controle de prazos e prioridades para entrega do material
ð Estar sempre atento a solução de problemas e aberto a feedback negativo e positivo.

Salário: a combinar
Benefícios: Vale Alimentação: R$ 17,10 dia/trabalhado
Expediente: Segunda a Sexta – 09:00 as 18:00 hrs

Contato pode ser para : valeria.juliocardoso@gmail.com

Vaga para criativo

Agência tem vaga para Designer Gráfico

13226732_853421334764269_4983728954261415078_nPerfil
– Experiências de no mínimo 2 anos na área;
– Vivência em criação de peças gráficas para campanhas publicitárias online e off-line para cliente de grande porte;
– Experiência para desenvolver projetos de identidade visual, materiais gráficos diversos e projetos online;
– Diagramação de e-books, catálogos, papelaria, apostilas, apresentações entre outros materiais;

Exigências
Domínio pleno do Adobe Ilustrator, Adobe Photoshop, Indesign e Powerpoint.

Interessados enviar currículo + Portfólio – contato@deze7.com.br – com o assunto do e-mail – Designer Gráfico

Disponibilidade de início imediato.

Estadão coloca no ar novo site do Link

Evento que debateu startups marcou lançamento oficial da nova versão do site com visual reformulado e organização reformulada

unnamed (6)

Entrou no ar segunda-feira (9), a nova versão do site do Link, editoria de tecnologia do Estadão. A página foi totalmente remodelada, tanto no design como na organização de conteúdo. Para marcar essa mudança, a nova versão foi apresentada em evento em São Paulo que reuniu jornalistas, representantes de empresas, startups e leitores e que também discutiu o momento atual e o futuro das startups financeiras.

Após processo intenso de debate de ideias que envolveu diversas áreas do jornal, o novo site traz uma experiência agradável de leitura, tanto na web como em dispositivos móveis. Segundo Luis Fernando Bovo, editor executivo de Conteúdos Digitais do Estadão, o site foi reformulado para se adaptar às mudanças de consumo de conteúdo já que, atualmente, a maior parte da audiência chega por dispositivos móveis. “Os produtos digitais têm de estar preparados para esse público que hoje se informa mais em smartphones”, explica. Além disso, a atualização resolveu limitações do antigo site com relação à apresentação de conteúdos e às possibilidades comerciais.

O design das páginas ganhou ar minimalista e moderno, com destaque para as notícias e reportagens mais relevantes. “Em tempos de fragmentação do conteúdo e da avalanche de notícias, oferecer edição com destaque para o que realmente importa e curadoria qualificada contam muitíssimo”, diz Bovo. A página também ganhou mais flexibilidade para se ajustar a coberturas especiais de eventos do setor.

Todo o conteúdo agora está organizado em cinco subeditorias: Inovação, Cultura Digital, Gadgets, Empresas e Games. Elas refletem as cinco áreas em que o Link vai focar a sua cobertura nos próximos anos, produzindo conteúdos mais aprofundados e analíticos, seguindo os pilares editoriais do Estadão. As notícias e reportagens agora serão enriquecidas com recursos multimídia, como galerias de imagens, listas e vídeos produzidos pela TV Estadão.

Outra aposta do novo Link será a produção de mais conteúdo audiovisual. Uma área foi criada para exibir vídeos de análises de produtos, dicas de aplicativos, entrevistas e conversas sobre tendências do mundo digital. A seção Link Lab, dedicada a testes de smartphones, tablets e computadores, também será expandida para incluir avaliações dos principais games que chegam ao mercado.

Ao acessar o site, o internauta também poderá sentir a “temperatura” do noticiário de tecnologia naquele momento. Agora é possível acompanhar na página principal as últimas publicações do Link em redes sociais como o Twitter, Facebook e Instagram a partir de um mural com as imagens compartilhadas. Além disso, as reportagens mais acessadas são destacadas em uma lista na página inicial do site.

Blogs – O time de blogueiros ganhou alguns reforços com a chegada da nova versão do site. Um dos destaques é o blog “Seu bolso na era digital”, do especialista em startups de serviços financeiros (fintechs) Guilherme Horn. Com 20 anos na área, Horn já costumava publicar textos sobre o tema para leitores familiarizados com o setor. Agora, o desafio é levar essas discussões para os leitores em geral. “Muitas pessoas estão ouvindo falar de fintechs, mas ainda têm muitas dúvidas se é seguro usar serviços de uma startup”, diz Horn. No blog, ele apresenta as inovações em serviços financeiros no Brasil e no exterior e mostra como elas impactam no dia a dia das pessoas.

Outro destaque é o blog “Faça você mesma”, escrito por Ana Paula Lima, Carine Roos e Vanessa Guedes, do coletivo MariaLab, que destaca trabalhos nas áreas de ciência e tecnologia – nas quais a presença masculina é predominante – desenvolvidos por mulheres. O blog também abordará assuntos como diversidade de gênero e a presença feminina no setor.

“O Link tem um tipo de cobertura, que não é encontrada em muitos lugares”, diz o presidente do Núcleo de Informações e Coordenação do Ponto BR (NIC.br) e colunista do Link, Demi Getschko. “Não se trata apenas de mostrar as novidades tecnológicas, mas dizer como elas impactam na sociedade e na internet como um todo.”

Um dos pioneiros da internet no Brasil, há dois anos Getschko publica uma coluna quinzenal no site. “Minha ideia quando escrevo é dar uma visão de longa distância do cenário como um todo e não me focar em pontos específicos da tecnologia atual” diz.

Macro – “O novo Link segue um padrão de qualidade que vem desde o relançamento do site do Estadão, em maio de 2014”, diz o editor de conteúdos digitais. Desde então, o Estadão lançou, em maio de 2015, seu novo site para aparelhos móveis e a nova versão do caderno Viagem, no final de abril. Outra novidade foi o lançamento, no começo de abril, do E+, portal voltado à cultura pop e entretenimento.

Fonte: Lucia Faria Comunicação Corporativa – Marco Barone