Pesquisa aponta usos do 13° salário

ACIT realiza pesquisa sobre gasto com 13º salário e expectativa de venda

A Associação Comercial e Industrial de Taubaté (ACIT), realizou uma pesquisa para saber o que as pessoas pretendem fazer com o 13º salário nesse ano de 2018. As empresas privadas tem até próxima sexta-feira, dia 30 de novembro, para pagar a primeira parcela desse benefício aos seus funcionários. A pesquisa, que foi realizada pelo Núcleo de Pesquisas Econômico-Sociais da UNITAU (NUPES) para a ACIT, também aponta as expectativas de vendas para o natal.

As entrevistas foram realizadas em outubro e, no total, foram entrevistadas 158 pessoas e 54 lojistas em Taubaté. O estudo apresenta margem de erro de 7,0 pontos percentuais para mais ou para menos e um intervalo de confiança de 95%.

Nesse ano percebe-se uma pequena mudança de comportamento sobre os gastos desse valor e o percentual das pessoas que já sabem o que vão fazer com a verba extra teve um aumento de 2%. Porém, cerca de 63% os entrevistados continuam sem saber como investir esse dinheiro, número que se manteve na mesma média do ano anterior.

Como em 2017, o item “pagamento de dívidas” continua como prioridade na maioria dos domicílios, com registro de 55,36% em 2018, comparado aos 56,9% do ano passado. Houve, também, um aumento de quase 5% no número de famílias que pretendem poupar o 13º salário, seja para eventuais emergências ou para pagamento de impostos, apontando maior conscientização das pessoas em relação ao planejamento financeiro.

A mudança de comportamento também é apontada no decréscimo de pessoas que pretendem gastar esse dinheiro em compras de presentes. Esse ano, outras formas de utilização foram apontadas, tais como conserto do carro e ajudar o filho nos estudos.

Já a pesquisa de expectativa de vendas, realizada junto aos lojistas, na opinião em relação as vendas no período de natal deste ano, 52,94% mostrou-se otimista, seguido por 35,29% dos entrevistados que declararam possuir uma atitude mais neutra. Nos extremos das opiniões 9,80% apontaram pessimismo, enquanto apenas 1,96% dos entrevistados tiveram uma atitude muito otimista para com a data natalina.

De um modo geral, dos lojistas que estão otimistas em relação às vendas do ano passado, 47,06% acreditam que as vendas irão crescer em até 10% neste ano. Ou seja, tanto a expectativa, quanto ao volume de vendas apontam para um otimismo moderado por parte dos lojistas.

Fonte: Acontece Comunicação e Eventos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *