Pesquisa mostra que a grande maioria da população está satisfeita em morar na cidade

No aniversário de 254 anos, uma São José satisfeita

Pesquisa feita pela ACI para o aniversário de São José revela que a grande maioria da população está satisfeita em morar na cidade; confira também o que não pode faltar na mesa do joseense, o que toca na playlist dele, qual seu lugar de lazer preferido e, claro, o time do coração

Uma boa notícia para a cidade que comemora 254 anos na próxima terça-feira: a grande maioria dos joseenses adora viver em São José dos Campos.

Isso é o que revela a nova rodada de pesquisas realizada pela Associação Comercial e Industrial de São José dos Campos, feita em parceria com a Universidade de Taubaté, por intermédio do Nupes (Núcleo de Pesquisas Econômico-Sociais), entre os dias 6 e 8 de julho, em locais de grande circulação na cidade: praça Afonso Pena, Calçadão da Rua 7 e rua 15 de Novembro. Foram ouvidas 106 pessoas. O levantamento tem um intervalo de confiança de 95%.

Segundo a pesquisa, 98,11% das pessoas satisfeitas por morar em São José dos Campos. Isto é, de cada 100 moradores da cidade, 98 adoraram viver aqui.

E qual a razão desse contentamento? A resposta é simples: a qualidade de vida encontrada aqui. Essa foi a resposta dada por 64,15% dos entrevistados à pergunta sobre qual a principal vantagem de morar em São José dos Campos. Mas há outros motivos: 7,55% preferem viver em São José dos Campos pelas oportunidades de emprego; 6,60% destacaram a Educação como principal atrativo da cidade; 5,66% apontaram a Saúde Pública como maior vantagem; e 4,72% elogiam as praças e áreas verdes da cidade.

Mas a cidade só tem coisas boas?

Perguntados sobre eventuais desvantagens de São José dos Campos, 21,70% dos entrevistados apontaram o transporte público como principal problema, seguido de Segurança Pública (15,09%), Saúde Pública (14,15%) e falta de oportunidades de emprego (12,26%. 17,92% dos entrevistados na pesquisa ACI/Unitau não souberam apontar desvantagens ou não souberam responder.

E perguntados sobre que presente coletivo dariam à cidade no aniversário de 254 anos, as principais respostas foram: 26,42% melhorariam a área de Saúde Pública; 18,87% dariam mais oportunidades de emprego à população; 15,09% melhorariam o transporte público; e 12,26% melhorariam a Segurança e a área da Educação Pública. Prova que mesmo em uma cidade onde a grande maioria adora morar sempre têm coisas que podem ser melhoradas.

Confira os outros temas abordados na pesquisa:

Qual a sua comida preferida?

O que o joseense gosta de comer? A pesquisa ACI/Unitau revela que a disputa pelo paladar do morador de São José dos Campos é bem apertada: 7,58% elegeram o estrogonofe como seu prato preferido; 6,06% preferem churrasco;
6,06% gostam mais de lasanha; 5,30% preferem arroz, feijão, bife e batata frita, uma comida bem brasileira. Outros 5,30% gostam de massas, em geral, de macarrão a pizza.

Qual estilo de música você prefere ouvir?

Som na caixa, que o joseense é bem eclético. A essa pergunta, 23,58% dos entrevistados disseram preferir sertanejo; 16,04% gostam de rock; 14,15% disseram gostar da boa e sempre atual MPB; 12,26% gostam mesmo é de um bom forró; e 11,32% disseram preferir música gospel, com citações ainda ao pagode, funk e música erudita.

Que personalidade joseense é a “cara” de São José dos Campos?

Na “capital do avião”, o engenheiro Ozires Silva não poderia faltar na lista de personalidades mais citadas. Mas ele não está só: a lista dos mais citados inclui Zé Mira; o volante Casemiro, titular da seleção brasileira; a nadadora Fabíola Molina, eterna sereia das piscinas; os apresentadores Tiago Leiffert e Jonas Almeida; além do poeta Cassiano Ricardo e o ex-prefeito Emanuel Fernandes. Mas, vejam só, 62% dos entrevistados não citaram ninguém.

Qual o seu lugar de lazer preferido em São José dos Campos?

Isso é que é qualidade de vida: três dos quatro pontos de lazer preferidos do joseense são parques públicos. O Parque da Cidade lidera esse ranking, com 66,04% das citações, seguido do Vicentina Aranha (10,38%) e do parque Santos Dumont (5,66%). No meio de tantos parques, em terceiro lugar nas citações surgem os shoppings, pontos de lazer preferidos para 8,49% dos entrevistados.

Qual é o principal “cartão postal” de São José dos Campos?

Nesse ponto, uma surpresa: terá São José um novo “cartão postal”? Segundo a pesquisa ACI/Unitau, a resposta é sim: 45,28% dos entrevistados apontaram o Parque da Cidade como o principal “cartão postal” de São José, seguido pelo Banhado (31,13%). Empatados com 5,66% também foram citados o Arco da Inovação e os parques Santos Dumont e Vicentina Aranha.

Você pratica atividade física? Com que frequência?

O joseense é adepto do “mexa-se”, segundo a pesquisa ACI/Unitau: 58,48% dos entrevistados disseram praticar atividade física contra 38,68% que confessaram que não, não praticam e 2,83% que não quiseram responder. Sobre a frequência da atividade física, varia: 20,75% disseram praticar duas a três vezes por semana; 16,98% afirmaram ir à luta todos os dias; 12,26% responderam que praticam atividades físicas uma vez por semana; e 8,49% disseram praticar atividades físicas de quatro a seis vezes por semana.

Qual o seu time de futebol do coração?

E agora? Bem, essa questão sempre vai gerar polêmica, mas pesquisa é pesquisa. E a pesquisa ACI/Unitau mostra que o Corinthians é o time com maior torcida em São José dos Campos, com 28,30% dos entrevistados, seguido do São Paulo (18,81%), Santos (8,49%) e Palmeiras (6,60%). O São José aparece com 1,89% das citações e 4,72% disseram torcer para outros times. Com um adendo: 25,47% dos entrevistados disseram não gostar de futebol.

Fonte: Matéria Consultoria & Mídia – Gabriel Camacho

Vagas de design gráfico

Vagas no time de Design da SB

Designer Gráfico

– Residir em Caçapava ou região
– Experiência na área
– Domínio do Pacote Adobe
– Manjar de edição de vídeos
– Possuir portfólio

Estágio em Design Gráfico

– Residir em Caçapava
– Cursar Publicidade, Design Gráfico ou similares
– Conhecimentos básicos em Pacote Adobe

Envie seu currículo para contato@santosebrancatti.com.br com o nome da vaga no anúncio #temosvagas #design

Games estão no seu plano de mídia?

por Bruno Campos de Oliveira*

Você acredita que os primeiros videogames foram criados há 50 anos? Uma coisa é certa: sua evolução nos últimos anos foi incrível. Os jogos de Arcade e os primeiros consoles agora são parte de uma realidade distante, já que as tecnologias atuais colocam os jogadores em ambientes realistas, envolventes e impactantes. Os próprios dispositivos de jogos sofreram mutação: agora você pode jogar videogames em seu smartphone, em um console de alta tecnologia, computador e até mesmo por meio de realidade virtual.

Na verdade, a tendência dos games é tão poderosa que tem um grande impacto sobre os consumidores. Basta ver como, no final de 2020, o PS5 esgotou em pouquíssimo tempo, ou como os esportes eletrônicos desempenham um papel importante na cultura atual.

Bruno Campos de Oliveira

Além disso, o apelo aos videogames também foi acentuado pela pandemia Covid-19. Um estudo mundial realizado em 2020 pela Global Web Index, mostrou como a quarentena aumentou o consumo de mídia doméstica e, especificamente, os jogos para celular e PC, especialmente nas gerações mais jovens. Por exemplo, mais de 40% da Geração Z e Millennials aumentaram seu tempo em jogos para celular durante este tempo turbulento.

Na verdade, os videogames agora se tornaram uma forma de reunir pessoas e uma grande oportunidade para as marcas aumentarem sua notoriedade de forma inovadora e impactante. A chave para isso? Publicidade em jogos – ou mídia programática digital em videogames.

Por que investir em games?

É um fato: a mídia programática no jogo tem muito a oferecer à estratégia de marketing, diferenciando uma marca da concorrência e atingindo um público-alvo muito específico. Além disso, é possível otimizar anúncios em tempo real. Os recursos de personalização disponíveis são ótimas oportunidades se o objetivo for criar uma mensagem publicitária personalizada.

Para completar, a publicidade em games pode ser uma ótima maneira de coletar dados muito precisos e aumentar o conhecimento do cliente. Você pode saber qual é o perfil típico de um jogador, o tempo que seu público passa jogando e, assim, melhorar as mensagens principais dia após dia.

Mas qual o público-alvo dos games?

Um estudo realizado pela NewZoo prevê que até 2023 serão mais de 3 bilhões de gamers pelo mundo. Ainda assim, a percepção comum do gamer típico é a seguinte: um jovem adolescente, trancado em seu quarto, com muito pouco poder de decisão e compra. Mas os números provam que esses clichês estão errados.

No Brasil, por exemplo, segundo a Pesquisa Game Brasil 2020 (PGB), realizada pelo Sioux Group, Go Gamers, Blend New Research e ESPM, mais de 61% dos casual gamers (que jogam de vez em quando e geralmente pelo celular) são mulheres, enquanto mais de 61% dos homens representam o hardcore gamers, que dedicam mais parte do seu tempo e dinheiro a esse tipo de lazer.

Imagem de 政 徳 吉田do Pixabay

A pesquisa ainda revelou quais são as “Marcas do Coração”, mais conhecidas ou consumidas neste segmento, dentre as quais estavam Mastercard, Coca-Cola, Red Bull, O Boticário, iFood, Fiat, Samsung, Uber, Adidas e Vivo – esta última, não por acaso, patrocina o time gamer brasileiro Vivo Keyd. Por isso, não se deixe enganar: os games são realmente espaços sociais, onde os usuários gostam de se encontrar e compartilhar experiências.

Como funcionam os anúncios?

Grandes oportunidades estão em jogos de console, como Xbox One ou Playstation. Em 2020, o estudo da NewZoo mostrou que os jogos de console representam 28% da participação de mercado – e jogadores do gênero masculino são mais propensos a jogar neste tipo de dispositivo.

Por outro lado, os jogos para celular estão cada vez mais atraentes para as marcas. Você pode implantar seus anúncios por meio de jogos no aplicativo (anúncios que são integrados diretamente no aplicativo de jogos para dispositivos móveis). Observe que 27% dos jogadores mobile passam de 6 a 10 horas jogando jogos por semana e que mesmo as gerações mais velhas usam esse dispositivo.

Existem desde formatos que estão relacionados, tipo rewarded video, em que o jogador precisa, por exemplo, assistir a um vídeo para ganhar uma recompensa até formatos personalizados. Recentemente, a NFL personalizou os famosos passarinhos do Angry Birds em bolas de futebol americano durante o campeonato.

E por que não pensar em investir em campanhas publicitárias em plataformas de streaming, como Twitch, Facebook Gaming ou YouTube Gaming? Os videogames são centrais nessas plataformas e sua popularidade continua crescendo com o tempo.

Olhando para a indústria de games em geral, muitas empresas já entenderam o seu potencial, tanto que marcas licenciadas estão anunciando dentro de jogos. A Acer, uma das gigantes do mercado de games que tem como um dos principais players a marca Predator, está, por exemplo, patrocinando times de esportes, campeonatos e feiras do setor.

A indústria da publicidade precisa entender o mercado gamer como entende Hollywood – para efeito de comparação, o mercado de games já fatura 2 vezes a indústria cinematográfica (US$ 43 bilhões) a de música (US$ 19 bi) juntas e estima-se que mais de 500 milhões de pessoas assistirão transmissões de jogos eletrônicos em 2021 – uma vez que seu público é extremamente amplo, e faz sentido para muitas marcas estarem ali.

*Bruno Campos de Oliveira é CEO da CTRL 365, agência de inovação criativa através de dados, especialista em mídia programática e marketing digital. É formado em Marketing pela USP e há mais de dez anos trabalha com planejamento estratégico baseado em dados e algoritmos, campanhas de marketing digital, mídia de performance, e-commerce, aplicativos, além de atuar na criação de novos produtos e tecnologias para empresas do Brasil e do exterior. Empreendedor e palestrante, também é CMO da AdsPlay Mídia Programática e embaixador da EBAC, Escola Britânica de Artes Criativas e Tecnologia.

Vagas em criação e tráfego

Empresa busca assistente de criação e assistente de tráfego

A DoHa Professional está com duas vagas abertas em seu time de comunicação. Confira nas artes abaixo: