Buriti Guará inaugura ‘teto’ de guarda-chuvas coloridos

“Olha pro céu, Guará” quer promover ambiente alegre e otimista entre os clientes

Um cenário colorido, aconchegante e charmoso. O Buriti Shopping Guará inaugura na próxima sexta-feira (8), um ambiente cheio de cores e vida para despertar os melhores sentimentos nos clientes, turistas e amigos do mais importante centro de compras, entretenimento e lazer de Guaratinguetá e região.

Decoração com guarda-chuvas ao longo da rua Luís de Camões, em Águeda, cidade portuguesa da Região de Aveiro

É na primavera, a estação mais viva do ano, que o Buriti Guará preparou um ‘céu’ formado por dezenas de guarda-chuvas confeccionados com cores mais vibrantes na fachada do shopping. O espetáculo visual será instalado na entrada P3 (Praça de Alimentação), próximo à praça Piratininga.

Com o slogan “Olha pro céu, Guará”, a ação do Buriti tem objetivo de promover um ambiente alegre e otimista entre os clientes, lojistas e colaboradores e nada melhor que um portal multicolorido, que promete ser o cenário ideal para fotos.

“O projeto levará cores e vida ao shopping, atraindo moradores e turistas, que poderão contemplar o belo, fazer fotos e publicar nas redes sociais. É um espaço instagramável, mas o mais importante dessa ação é oferecer a todos um ambiente agradável e despertar emoções e sentimentos no coração de quem passar pelo local”, disse a Coordenadora de Marketing do Buriti Shopping Guará, Thaís Sperancini Gomez.

Ela contou ainda que a proposta é que o festival de guarda-chuvas coloridos suspensos se torne um verdadeiro ponto de turismo, envolvendo a todos que passarem pela área. A proposta é transformar a entrada do shopping em um espaço de convivência alegre e incentivar o público para ser mais otimista e positivo.

“Queremos proporcionar uma experiência mágica por meio da intervenção artística. Claro que, além de colorir o espaço, o material escolhido ainda produzirá aquela ‘sombrinha amiga’ no ambiente”, disse.

Com iluminação decorativa e aconchegante, Thaís falou que a nova área do Buriti Guará será palco para os próximos eventos. “O plano é fazer do espaço um local para aproveitarmos as datas comemorativas no calendário e realizar ações e eventos para o público”.

INSPIRAÇÃO
Os guarda-chuvas começaram a ser utilizados na decoração de ambientes externos e internos depois da Prefeitura de Águeda, cidade da Região de Aveiro, em Portugal, ter colocado elegantes guarda-chuvas suspensos na rua Luís de Camões para amenizar o calor. O resultado foi incrível e recebeu inúmeras críticas positivas. A ideia ganhou fama e virou febre nas principais capitais e cidades do mundo.

Fonte: Pilares Relações Públicas – Rodrigo Machado

Na atividade

Agência de São José dos Campos faz ação com seus colaboradores no Setembro Amarelo

Com o slogan “Sua Melhor Conexão é Com a Vida!”, a agência Pilares Relações Públicas promoveu um encontro entre seus colaboradores e a terapeuta e psicóloga Sonylena Sonnemaker, na última sexta-feira (10), em São José dos Campos.

Equipe PilaresRP

O evento, criado pela empresária e CEO da Pilares RP Michelle Laboissiere, faz parte das ações da agência durante o Setembro Amarelo e tem como objetivo proporcionar ferramentas que contribuem para o bem estar de toda a equipe.

“O tema é extremamente relevante para todos nós e sempre merece nossa atenção. Acredito na importância de envolver toda a equipe nas ações positivas da empresa. É preciso estarmos bem dentro e fora do ambiente de trabalho”, disse Michelle.

Durante o encontro, a psicóloga Sonylena Sonnemaker falou sobre a importância de perceber o valor da vida, a identificar os verdadeiros sentimentos e refletir sobre qual é o sentido dado aos momentos mais importantes durante a trajetória.

Ela explica que é importante iniciativas em oferecer um espaço de escuta e acolhimento que pode ir além das relações profissionais, visando sempre o bem estar pessoal e coletivo.

“É colocar a todos na mesma condição humana, com as mesmas questões, anseios, dúvidas, alegrias e tristezas. É dar a possibilidade de perceber e viver como seres juntos no mesmo espaço e tempo”, disse.

Colaborador há 3 anos, o designer Lucas Cassimiro, avaliou o encontro de forma positiva e importante para agregar todos que compartilham o ambiente de trabalho. “É muito interessante nos reunirmos com o propósito de refletir sobre a vida. Ficamos super à vontade e falamos sobre os nossos sentimentos no dia a dia”, disse.

Aproveitando o clima para celebrar a vida, a Pilares Relações Públicas encerrou o encontro com um café especial para a convidada e seus colaboradores.

Fonte: Pilares Relações Públicas – Rodrigo Machado – Assessor de Imprensa

Dia do internacional do blog: empreendedor e especialista Aldrin Nery fala sobre as vantagens da plataforma: baixo custo, praticidade e alcance

O especialista reuniu algumas vantagens dos blogs sobre os demais sites e redes sociais que podem ser um diferencial para quem ainda não tem um domínio na internet

Nesta terça-feira, 31 de agosto, se comemora o dia do blog. Criado em 1997 por John Barger, o estilo de site pessoal, democrático e mais moderno que os corporativos institucionais, ainda são ferramentas fundamentais para quem deseja se destacar no mundo web.

woman reading blog online on computer

Para o empreendedor e CEO A5Mídias, Aldrin Nery, apesar de existir quem acha ultrapassado para os tempos atuais, o blog é uma estratégia atemporal e eficaz tanto para empresas, quanto para perfis pessoais.

“Os blogs permitem que os usuários explorem mais da atenção do leitor, já que não precisam disputar diretamente com a concorrência que existe nas redes sociais habituais”, pontua. “Além disso, é de baixo custo, de fácil acesso e ainda permite engajamento orgânico real”, completa.

Aldrin Nery

O especialista reuniu algumas vantagens dos blogs que podem ser um diferencial para quem ainda não tem um domínio na internet. Confira!

Muita visibilidade – Por ter um conteúdo sem data para expirar, o blog permite que mais pessoas acessem o material produzido, e, se for interessante e de qualidade, vai fidelizar o público. Além disso, pelo formato desse tipo de plataforma, é possível explorar mais os assuntos sem limites de espaço, tempo, etc.

Conteúdo pode virar renda – Quando o blog tem um grande número de acessos, o conteúdo que é fornecido pode se transformar em renda para o dono do site. Seja pelo conteúdo em si, ou por anúncios publicitários através da ferramenta Google AdSense.

Fácil e barato – Criar um blog é fácil, barato e simples de fazer. A vantagem dele sobre os sites convencionais é justamente a facilidade de manuseio, logo, seu trabalho será em função do conteúdo, do que na parte operacional.

Sobre Aldrin Nery

Aldrin Nery é empreendedor e o CEO da agência de marketing A5Mídias

Phygital: como integrar os dois ambientes de forma saudável

Shirlei Miranda Camargo (*)

Há alguns anos lembro de afirmações de que as lojas físicas iriam morrer, substituídas pelo e-commerce. Eu nunca acreditei nisso, sempre rebatia que não, mas que certamente elas precisariam se reinventar para sobreviver. E foi o que aconteceu: com o surgimento do Omnichannel (integração dos diferentes canais), a loja física voltou a fazer “parte do jogo”. No Omnichannel, por exemplo, o consumidor compra pela internet mas pode retirar o produto na loja física.

Esta facilidade inclusive ajudou resolver um dos “pontos fracos” das compras pela internet: o fato dos consumidores terem que esperar para ter em mãos o seu tão sonhado produto recém comprado. Agora o consumidor pode comprar no e-commerce da empresa e retirar até no mesmo dia o produto em uma loja física. Perfeito. Enfim, o mundo físico não foi substituído, mas sim integrado com o digital.

Essa integração fez surgir um novo termo do marketing: o phygital, que é a junção de experiências digitais com físicas. De acordo com o estudioso do tema Van Tichelen, o termo phygital nem é tão novo assim. Foi utilizado pela primeira vez ainda em 2013 por uma empresa de marketing australiana, a Momentun, que inclusive patenteou a palavra. Contudo é importante esclarecer que o phygital vai além da junção do mundo físico com o mundo digital: trata-se da fusão destes dois ambientes com o objetivo de criar uma experiência altamente personalizada e envolvente, gerando a fidelidade do cliente.

Vamos a um exemplo diferente de phygital onde a pessoa olha primeiro o produto no ambiente físico e depois compra. A rede de móveis Made tem um showroom onde o consumidor não pode comprar nada. Os produtos ficam expostos apenas para que os clientes possam vê-los e senti-los. Lá eles podem criar uma lista de desejos, usando as etiquetas digitais, e terminar suas compras mais tarde pela internet. Ideia sensacional e que evitaria vários dissabores.

Existem inúmeras possibilidades de como os ambientes físicos e digitais podem ser integrados, e com certeza novas formas surgirão. Outras áreas também estão se apropriando do conceito do phygital, como a educação (aulas híbridas) e a medicina (consultas virtuais).

Apesar de o conceito ser relativamente novo, principalmente aqui no Brasil, podemos seguir algumas diretrizes para criar um ambiente de vendas phygital. A primeira delas é interligar os dois ambientes e transformar o físico-digital em única experiência. Na sequência, as lojas devem buscar otimização e eficiência e abrir novas formas de entretenimento dentro do varejo, como a gamificação na loja (outra tendência). Os produtos deixam de ser protagonistas pois tudo impacta na experiência do cliente, desde a ambientação e design da loja até o suporte técnico. Isto porque o produto não será mais o foco que leva as pessoas a visitarem uma loja, mas sim o conjunto de experiências e emoções que os consumidores esperam viver.

A loja deve ser vista como espaço de comercialização de produto-serviço, um sistema híbrido que coletará dados em tempo real para entregar um serviço sob medida. Uma espécie de loja do futuro, que mais se parece com um lugar de pertencimento, com identidade própria, onde os clientes se sentirão em ’em casa’. E por último, a era digital traz novas formas de interação homem-homem, homem-espaço, homem-produto. Dentro deste cenário, colaboração, codesign e cocriação serão a base de qualquer processo criativo para a integração de serviços personalizados capazes de melhorar a experiência de compra phygital.

A sociedade evoluiu, aliás, está evoluindo e nós teremos que aprender a conviver nesses dois mundos. Confesso que, para as pessoas que nasceram no mundo analógico, não é uma tarefa fácil, mas é necessária. Bem-vindo a uma nova era que surge: o mundo phygital!

(*) Shirlei Miranda Camargo é Professora Dra. em Estratégia de Marketing da Escola Superior de Gestão, Comunicação e Negócios do Centro Universitário Internacional Uninter