Brandformance, construção de marca em canais digitais e o impacto direto no crescimento de negócios

Por Yolanda Mendez*

Já não é novidade para ninguém que o marketing de performance vem ganhando espaço nas estratégias das empresas. Das menores até as grandes corporações, observamos uma verdadeira disputa entre anúncios em busca da atenção dos consumidores. Com a necessidade latente de direcionar investimentos para canais que, em um primeiro momento, tendem a apresentar resultados diretos pelo valor investido, muitos gestores de marketing podem se perguntar: e a construção de marca, como fica?

Yolanda Mendez

A grande realidade é que não são necessárias, em um primeiro momento, grandes ações de marketing para se construir uma marca forte. É claro que os investimentos ajudam a ter iniciativas mais ousadas, com maior alcance e frequência de impacto — que, no fim das contas, afetam positivamente a lembrança e o reconhecimento de uma marca — mas vale reforçar que possíveis limitações financeiras são uma enorme oportunidade para estimular a criatividade dos times e otimizar a performance dos canais à disposição. E é aí que a brandformance entra em cena.

A expressão “brandformance” vem do inglês e é a combinação das palavras “brand” (marca) e performance. O termo une os conceitos de branding e performance para designar campanhas ou ações de marketing que trabalhem de uma só vez objetivos de reconhecimento de marca e performance.

O passo mais importante para que a brandformance funcione começa pela experiência do usuário e a garantia de que exista coesão na comunicação em todos os pontos de contato entre uma marca e sua audiência. Imagine que, depois de um maravilhoso anúncio na televisão, uma pessoa interessada em seu produto ou serviço vá procurar mais informações sobre o que viu na TV nas redes sociais ou no site da sua marca e não encontre nada? Pega muito mal, não é mesmo? O mesmo pode acontecer caso alguém tenha sido impactado por um anúncio da sua marca nas redes sociais e depois pesquise mais sobre ela na internet, mas não encontre nada no site oficial da empresa.

A brandformance une o melhor das estratégias de marca e comunicação com a rapidez e o termômetro em tempo real de performance —- essa soma de esforços mostra que a brandformance é uma tendência que veio pra ficar, uma poderosa ferramenta para melhorar constantemente o funil de vendas e de marketing.

Além de tudo isso, o trabalho de brandformance apoia muito as estratégias de growth, pois tem como ponto central testes rápidos de diferentes criativos e mensagens. A brandformance como estratégia de growth tem como objetivo promover o crescimento massivo nos negócios em um curto período de tempo. Ou seja: conquistar resultados mais rápidos!

*Sobre Yolanda Mendez

Diretora de marketing na Intuit Quickbooks do Brasil, Yolanda tem mais de 15 anos de experiência em marketing e vivência em diversos países, como Estados Unidos, Itália, México, Brasil e América Central, proporcionada por passagens em startups e empresas multinacionais dos segmentos de consumo, automotivo e aviação. A executiva construiu uma vasta carreira de 10 anos na Coca-Cola, onde liderou todas as iniciativas da marca no Nordeste do Brasil durante a Copa do Mundo de 2014. Antes de assumir o desafio na Intuit, foi Diretora de Marketing Estratégico da Creditas, liderando a construção e desenvolvimento da marca. Foi responsável por estruturar a área do zero e atuou também diretamente na expansão da fintech para Espanha e México.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.