Dicas para um bom desempenho na Black Friday

Quatro dicas da Mandic Cloud para um bom desempenho na Black Friday

Impulsionado pela pandemia, período conta com forte expectativa por parte dos consumidores e empresários de todo o Brasil

De acordo com a Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo (SBVC), nos últimos dez anos, a Black Friday se tornou o período de vendas mais aguardado do ano pelos consumidores brasileiros. É também um momento de alta lucratividade para o varejo, considerando os descontos agressivos e a grande demanda de atendimento em todos os setores. Neste ano, com o isolamento social desencadeado pela pandemia do novo coronavírus, o consumidor desenvolveu novos hábitos de compras, fortalecendo o consumo on-line. Com isso, é previsto um aumento expressivo no acesso às plataformas de e-commerce, o que demanda uma preparação especial da infraestrutura dos ambientes de vendas.

A Black Friday de 2020 promete ser a maior de todos os tempos, visto que os downloads de aplicativos de compras no Brasil cresceram 100% durante a pandemia, segundo estudo da empresa americana AppsFlyer. Dessa forma, a Mandic, referência em gerenciamento de cloud e DevOps na América Latina e líder brasileira na gestão de ambientes em nuvem, destaca práticas efetivas para que as companhias alcancem um bom desempenho nas operações on-line, a fim de atender o alto volume de compras.

Segundo a consultoria, a data mais importante do mundo para o varejo requer cuidados que vão desde a obtenção de um suporte de TI bem estruturado, que opere em todas as frentes de negócios, até uma boa campanha de marketing. Para Karina Costa, diretora nacional de negócios da Mandic Cloud, um erro comum das companhias, não só para este período de promoções, mas também em grande parte das estratégias de negócios, é a desvalorização do serviço de infraestrutura de qualidade.

“Na hora de investir em um sistema de TI, muitos lojistas não levam em consideração a importância de optar por um servidor que comporte uma alta quantidade de acessos. Em datas de picos de vendas, ou em outras ocasiões imprevisíveis, como o cenário atual, no qual a expectativa é de concentração de vendas no meio digital, um ambiente despreparado pode afetar toda a estratégia de vendas. Outro equívoco é deixar para programar a campanha de marketing na última hora, sem pensar em uma estratégia centralizada. Isso impacta todo o projeto de forma negativa, pois há menos tempo para que seja possível criar um trabalho de qualidade”, afirma Karina.

Image by Gerd Altmann from Pixabay

Nesse sentido, é importante ter um ambiente de vendas bem estruturado, com um sistema de suporte que ofereça apoio desde o início das operações. A diretora reuniu alguns pontos importantes, que devem ser levados em consideração durante a preparação das estratégias para esse período:

1. Invista em um sistema de TI de qualidade: é preciso que as operações estejam baseadas em um servidor adequado, para comportar a alta na quantidade de acessos prevista para a data. Qualquer instabilidade na plataforma pode fazer com que o cliente perca o interesse na compra, e ainda prejudique a reputação da marca.

2. Estabeleça um plano estratégico: a base para alcançar um bom desempenho em períodos desafiadores é desenhar uma estratégia que preveja todas as possíveis demandas e determine prazos para que as ações estejam em conformidade. O tempo de programação deve levar em conta o tamanho da operação: grandes empresas do varejo, por exemplo, se preparam para o período de Black Friday desde o começo do ano.

3. Tenha uma equipe de marketing sólida e uma campanha diferenciada: nesse período, as ofertas são bastante agressivas, e os consumidores ficam mais exigentes. Assim, é preciso contar com um time preparado para lidar com as adversidades e propor soluções criativas para atrair e reter os clientes. A melhor estratégia é pensar na experiência dos clientes em todos os canais de venda e atendimento.

4. Esteja preparado para qualquer inconveniente técnico: por causa do alto pico de acessos, as plataformas de vendas podem apresentar lentidão e falhas, problemas que abrem vantagem para a concorrência. Por isso, o suporte técnico deve ter a experiência necessária para operar ajustes de forma rápida e eficiente. Com uma consultoria bem preparada, esse tipo de instabilidade não fica sem solução.

Com base nessas dicas, fica evidente a relevância de contar com um parceiro tecnológico desde o começo do planejamento, para entender todas as ações que serão aplicadas no período e desenvolver um processo completo, com gerenciamento, segurança e monitoramento. Neste ano, como as vendas físicas serão minimizadas, é preciso garantir que os meios digitais estejam preparados com ferramentas para suportar e atender às altas demandas dos consumidores.

“A expectativa para a data é grande, pois agora o consumidor está em casa, com mais tempo para pesquisa e disposição de compra para adquirir produtos que deseja. Na Mandic, apoiamos nossos clientes em todo o processo da campanha para a Black Friday, desde o início até a finalização, atuando como seu parceiro de negócios para garantir bons resultados. O que mais determina o sucesso da Black Friday é a tecnologia por trás dos processos, os mecanismos e a plataforma que processam as informações e garantem o bom funcionamento da campanha”, finaliza Karina.

Fonte: Mandic Cloud Solutions – RPMA Comunicação

Share and Enjoy !

0Shares
0 0

1 pensou em “Dicas para um bom desempenho na Black Friday

  1. Pingback: Dicas para um bom desempenho na Black Friday - SBVC – Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *