Coluna Branding: a alma da marca

Um novo mercado para todos

arte arison coluna“Mas é claro que o sol vai voltar amanhã”, já diria a música de Renato Russo. Desta forma, o nosso mercado da comunicação também irá renascer, refeito após o Big Bang. Esse foi o recado que encontramos na SCA 2016, semana de comunicação da Anhanguera, evento onde o tema “novos caminhos para o mercado da comunicação” foi discutido amplamente, com propriedade e principalmente juventude.

Digo juventude, porque é a juventude dos produtores de comunicação que encararam a chegada dos 40 anos, o que mais me surpreende! João Justi e Junior Guimarães, dupla que faz humor na internet com o Tapa Olho experimental, bem como, Pedro Rubim, um dos três mentores do Almanaque Urupês, projeto de valorização da Cultura Taubateana, mostraram que a geração Y amadureceu, e encontrou um jeito próprio de realizar seus sonhos.

É através daquilo que está sendo chamado de trabalho colaborativo que estes novos empreendedores vêm fazendo um caminho diferente do traçado até ontem. Pois, se antes tínhamos um mercado baseado na exploração da força de trabalho, e que buscava o acúmulo de riqueza, hoje temos o trabalho sendo reflexo das próprias pessoas como se ele adjetivasse o ser humano que são.

Certamente, não é a forma mais objetiva de ganhar dinheiro, mas sim, a fórmula de viver feliz com o que se faz, característica própria das novas gerações.

Os novos produtores de comunicação nascidos após a década de 90 podem e devem se espelhar nesses exemplos, pois, são a picada aberta por aqueles resilientes que conquistaram seu lugar ao sol.

Menores equipes e mérito pela qualificação, também são um assunto que chama atenção, pois, os novos projetos estão cada vez menores em colaboradores e está DESAPARECENDO a figura do APROVEITADOR, aquele que só participa na comercialização e fica com uma grande participação.

Há uma nova relação de comércio. Assim também há uma nova relação com a propaganda.

A tendência que mais foi comentada é chamada de coletivos, “ambientes” de comércio onde vários pequenos projetos se auxiliam mutuamente e se relacionam com os investidores, num processo de startups, um caminho bem interessante para os publicitários ou agências tradicionais.

startup-593304_640Gustavo Gobbato, representante da Leag, o coletivo Fábrica com seus inúmeros creators e Lucas Resende do co-working espaço Inove, já percebem essa tendência e falaram amplamente sobre o assunto com bons detalhes.

A relação com o digital não é mais uma via de comunicação como muitos pensavam. Ele não vem substituir a TV, nem muito menos ser mais uma opção de mídia. Ele se tornou algo mais amplo do que se previa. É uma extensão da própria personalidade das pessoas. Ter uma “persona digital” é ter convívio e relacionamento com o mundo, que se estende desde o contato profissional ao mais íntimo e pessoal possível.

É perigoso, sem dúvida! Por isso o exemplo de quem já formou seu “caráter digital” é tão importante.

Vejam o exemplo do trabalho que contempla comunicação on-line e off-line entre Taubaté Shopping e Almanaque Urupês, como os objetivos se estreitam e as personalidades estão amadurecidas naquilo que buscam, essa relação se torna quase simbiótica e assim todos ganham.

Contudo, nesta semana vi a youtuber Marcela Tavares tentando se reencontrar com o seu público após ter feito grandes criticas às olimpíadas, pegando carona em um momento modal de rebeldia à política. Porém, vimos tal evento se tornar um sucesso de emoção, construído por aqueles que não tinham nada a ver com a politica. Ela havia se esquecido que a Olimpíada é muito mais do que o prefeito e seus desvios.
Sua personagem engoliu sua própria personalidade, sentindo-se com a necessidade de se explicar.

Isso acontecerá sempre com as pessoas daqui para frente, não vejo mais como se isolar desse fator digital, ficamos cada dia mais expostos à opinião pública, que hoje não se restringe mais aos jornalistas.

O mundo dependerá de um comportamento mais moral. Quer ter sucesso!? Faça o que gosta! Trabalhe de verdade! Tenha coragem de se colocar e defender suas opiniões! Coloque um preço que as pessoas entendam justo e terá o reconhecido no seu tamanho!

Bem vindo mundo novo!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.