Coluna Propaganda&Arte

Você sabe o que são 2 bilhões de dólares? Eu não

Quem acompanha o mundo da publicidade, com certeza, foi impactado pelo gran finale da franquia cinematográfica dos Vingadores. Mas será que você tem ideia do que representam U$ 2 bilhões de arrecadação em 2 semanas?

Quando me perguntam o motivo de escolher a área de Comunicação, a resposta é sempre parecida: não me dava bem exatas. Acho que todo mundo dessa área já passou por esse ponto, mas ao me formar, trabalhar e crescer nesta área do Marketing e Publicidade cheguei à conclusão de que os números são grandes amigos e parceiros do publicitário (ou deveriam), portanto, quero fazer as pazes com você, querida Matemática!

Diante deste cenário, eu me deparei com algumas notícias que me chamaram a atenção:

1- Vingadores Ultimato arrecadou U$2 bilhões em 2 semanas;
2- Starbucks economiza em mídia U$2 bilhões com o episódio do Game of Thrones.

Para quem está por fora do mundo das séries, Game of Thrones da HBO, deixou escapar um erro em um do episódio que foi ao ar, mostrando um copo de café sobre uma mesa, parecido com a embalagem icônica da rede Starbucks. Resultado: toda a internet e meios de comunicação falaram sobre o ocorrido funcionando como um Product Placement inadequado, afinal no mundo medieval e fantástico de George R.R. Martin não existem cafeterias do Starbucks. O que era um deslize da produção da HBO virou uma mídia espontânea bilionária para a marca. (Detalhe: o copo nem era da o Starkbucks, era da própria produção do filme).

Com valores tão altos, é complicado dimensionar o que significam, concorda?

Vamos pegar como comparação o lucro da Apple, uma das maiores do mundo. Fizeram um gráfico que mostra o lucro por minuto de grandes empresas e a dona da maçã mais famosa do mundo entrou no topo do ranking em 2013. Isso mesmo, eles fizeram a conta pra saber, em 1 minuto, quanto eles lucram e os números são estranhamente altos. A Apple lucra algo próximo de U$71.023 por minuto. Em 2018, a empresa foi avaliada com o valor de mercado de U$1 trilhão de dólares.

Muitos números para nossa cabeça de humanas?

Vamos exercitar nossa imaginação com mais números. Dessa vez, da Apple e da Samsung! Os órgãos da Itália multaram em 2018 as empresas em de € 10 milhões (R$ 42,5 milhões) contra a Apple e de € 5 milhões (R$ 21,25 milhões) contra a Samsung pela obsolescência programada. (quando você lança produtos já com prazo de validade, forçando a troca). São números altos, mas como vemos, não vão impactar o lucro do primeiro trimestre fiscal de 2019 da Apple na casa de U$19,9 bilhões.

Olha a casa dos bilhões aparecendo novamente!

Vamos para mais números grandes para refletirmos tanto em dólares como reais:

• O PIB do Brasil em 2018, por exemplo, foi de R$ 6,8 trilhões;
• Em 2017, os brasileiros pagaram R$ 1,3 trilhão em impostos;
• A Uber estreou na bolsa de valores com valor de mercado de U$82,4 bilhões;
• A Magazine Luiza comprou Netshoes por um preço total estimado de US$ 62 milhões;
• Um decreto fixou o salário mínimo brasileiro para R$ 998 em 2019. (Algo em torno de U$ 250,35 – dólares americanos).

Depois de pensarmos bastante sobre estes valores, a ficha vai caindo (desculpe não usar um ditado mais atual), e vemos que os valores estão bem distantes da nossa realidade, por isso é tão difícil compreendê-los.

Mas e os Vingadores? Onde entram nessa história?

Retomando ao assunto dos Vingadores, com este bom desempenho (aliás, extraordinário desempenho), o blockbuster figura no top 3 das maiores arrecadações da história dos cinemas:

• Avatar – Arrecadação total: US$ 2,787 bilhões
• Avangers Endgame – Arrecadação total: US$ 2,485 bilhões
• Titanic – Arrecadação total: US$ 2,187 bilhões

A corrida está forte por mais quebra de recordes, por isso, quem acompanha os números do mercado deve sempre treinar o olhar técnico e entender os números para ter real dimensão dos acontecimentos. Por exemplo, neste último dia das mães, o comércio eletrônico faturou R$2,2 bilhões. E novamente estamos falando de R$2 bilhões. Viu? Não tem como fugir!

Tudo bem, os números são amigos

Eu sigo tentando entender esse mundo dos números e das exatas, principalmente da economia nacional e mundial, pois eu sei que tudo pode mudar de uma hora para outra. Seja pela aquisição de uma empresa por outra, a entrada de um novo player, alguma nova startup que recebe investimentos ou a quebra de um novo recorde específico.

Acho que agora deu para entender que precisamos entender os números de uma vez por todas. Seja a evolução do desempenho do seu cliente, analisando as métricas e os KPIs de campanhas ou vendo as transações financeiras do mercado global.

Afinal, os números sempre dizem mais do que aparentam dizer. Basta, treinar o seu olhar e seu pensamento crítico para vencer qualquer desafio atual, com inteligência e vontade de vencer. Avante, Vingadores!

Agência abre vagas

Calibre abre duas vagas em sua equipe

Agência sediada em SJCampos está a procura de novos elementos para compor seu time.

Vaga: Diretor de Arte Assistente (estágio)

Habilidades requeridas:

Agilidade e comprometimento c/ prazos;
Ser criativo e técnico;
Conhecimento de mídia offline e online;
Pacote Adobe (Photoshop, Illustrator e InDesign);
Fechamento de arquivos p/ impressão.
Ser boa gente.

Vaga: Redator (estágio)

Habilidades requeridas:

Ter domínio da língua portuguesa;
Ser criativo e estratégico;
Detectar e solucionar problemas de comunicação de um produto ou marca;
Conhecimento de mídia offline e online;
Ser boa gente.

 

Dia da Internet: 6 grandes inovações que levam ao desenvolvimento da IoT

Estudo aponta ações que estão contribuindo para que a Internet das Coisas melhore a qualidade de vida das pessoas

Hoje, dia 17 de maio, é celebrado o Dia da Internet, e um dos avanços que estão alavancando a rede mundial de computadores é a IoT, ou Internet of Things (Internet das Coisas), que conecta objetos à internet.

A IoT possibilita que os dispositivos sejam inteligentes e estejam conectados, produzindo dados que geram conhecimento e tornam nosso cotidiano mais eficiente e nossa economia mais aquecida. A Internet das Coisas está transportando todo o potencial dos softwares e da internet para o mundo físico, revolucionando nosso modo de viver por meio de sensores, informações, criptografia e nuvens.

Imagem de Niran Kasri por Pixabay

“Diversas ferramentas tecnológicas revolucionárias estão convergindo para multiplicar as oportunidades geradas ao conectar dispositivos que fazem parte do nosso dia a dia”, explica o country manager da BSA no Brasil, Antônio Eduardo Mendes da Silva, conhecido como Pitanga. “Estamos no caminho certo para que a revolução dos dispositivos conectados melhore nossa qualidade de vida e transforme a maneira como trabalhamos, além de ser um gás na nossa economia, criando empregos, indústrias e oportunidades para um futuro mais próspero.”

As principais inovações que permitem o desenvolvimento da IoT são apresentadas no estudo “Sensor Sensibility – Getting the Most from the Internet of Things”, da Software.org – organização de pesquisa internacional, independente e apartidária.

Conheça os 6 principais avanços apresentados pelo estudo:

1 – Os sensores estão ficando cada vez menores, baratos e poderosos, permitindo que dispositivos vejam, escutem e sintam além da capacidade humana. Possibilitar que os dispositivos sintam e controlem o ambiente é parte fundamental para a criação de uma rede conectada.

2 – Softwares inteligentes podem ser embutidos em qualquer produto ou solução, permitindo sua conexão com a internet e com a nuvem, deixando-os mais inteligentes, bem como possibilitando sua integração a um sistema. Igualmente, viabiliza que o sistema seja aperfeiçoado por meio de simples atualizações de software. A presença dos códigos em nossas vidas cresceu tanto que hoje as geladeiras de última geração, por exemplo, tenham mais linhas de código do que um computador de mesa há 20 anos.

3 – A conectividade está ficando mais rápida, onipresente e indo mais longe. Para atingir todo o potencial de rede da nuvem, dispositivos devem estar conectados por meio de internet de alta velocidade, baixo custo e ampla abrangência. Conexões preparadas para lidar com redes mais densas já estão sendo desenvolvidas para serem mais flexíveis e rápidas.

Imagem de mohamed Hassan por Pixabay

4 – Softwares de análise estão utilizando a nuvem para deixar dados mais acessíveis, úteis e cada vez mais valiosos. Quando dois dispositivos se comunicam, é essencial que exista a nuvem para armazenar, processar e analisar os dados obtidos. A nuvem também garante que os dados sejam armazenados e consultados remotamente, além de permitir a criação de sistemas integrados e inteligentes que deixam os aparelhos cada vez mais smarts. A análise inteligente das informações atrelada aos dispositivos resulta em uma rede muito mais poderosa do que a simples adição isolada deles.

5 – Tecnologias de segurança evoluem continuamente para assegurar que os dispositivos fiquem conectados e os dados protegidos mesmo com a evolução das ameaças. Quanto mais os dispositivos conectados fazem parte de nossas vidas, mais precisamos que tecnologias se renovem continuamente para garantir um uso seguro da rede. A criptografia, por exemplo, já é utilizada para garantir que apenas dispositivos habilitados estejam conectados à rede e proteger dados em trânsito e armazenados na nuvem.

6 – A inovação não está restrita a grandes empresas, mas também nasce nas garagens de empreendedores e inventores independentes. Com a proliferação de dispositivos conectados e das nuvens, e a facilidade para comprar e conectar sensores, o percurso entre ideia e protótipo e entre protótipo e produto está encurtado, facilitando a criação de soluções conectadas por inventores independentes. Isso significa que a inovação não está mais limitada às grandes corporações.

Link para o estudo (em inglês): https://software.org/reports/sensor-sensibility/

Fonte: BSA The Software Alliance/ Textual – Maria Alice Vila

Persuasão Digital

Clube Talks oferece curso “Persuasão Digital” em cooperação com ACIT

No próximo dia 21 de maio, terça-feira, a Talks Clube de Entretenimento realiza, com coordenação da Associação Comercial e Industrial de Taubaté (ACIT), o curso “Persuasão Digital”.

A aula será ministrada por Bruno Romano, que é comediante, palestrante e empresário com mais de 10 anos de experiência nas áreas de marketing e vendas. Já trabalhou como autônomo, como funcionário de empresa multinacional, consultor e já foi dono do próprio negócio. Além disso, é co-fundador de startup de sucesso na área de educação que em apenas 3 anos faturou mais de R$ 10 milhões e formou mais de 5 mil alunos.

Nos palcos leva seu humor e conhecimento para várias cidades do país, tanto em teatros e casas de shows quanto em eventos corporativos.

O curso acontece no Hotel Ibis Styles às 09h. Os convites estão sendo vendidos na sede da ACIT, à rua Jacques Felix, 675 – Centro. Associados tem desconto na aquisição. Maiores informações podem ser obtidas pelo telefone (12) 2125-8211.

Serviço

Curso “Persuasão Digital”

Local: Hotel Ibis Styles

Endereço: Avenida Virgílio Cardoso Pinna, 8043 – Piracangaguá

Data: 21 de maio de 2019

Horário: 09h

Realização: Talks Clube de Entretenimento com cooperação da ACIT

Convites à venda na Associação.

Fonte: Acontece Comunicação e Eventos

Otimismo do consumidor

Consumidor acha que economia do Brasil melhorou em 2019

Pesquisa ACI/Unitau revela que joseense está otimista com a economia do país e que espera 2019 melhor que 2018; desemprego é maior problema

A maioria dos cidadãos de São José dos Campos acha que a economia do Brasil melhorou em 2019.

Isso é o que mostra pesquisa feita pela Associação Comercial e Industrial de São José dos Campos em parceria com a Universidade de Taubaté, por meio da Fapeti (Fundação de Apoio à Pesquisa, Tecnologia e Inovação). O levantamento ouviu 382 pessoas entre os dias 23 e 26 de abril, em locais de grande circulação da cidade: praça Afonso Pena, Calçadão da Rua 7, rua 15 de Novembro e os shoppings CenterVale, Vale Sul e Colinas. A margem de erro da pesquisa é de 5 pontos percentuais, para mais ou para menos.

À pergunta feita pela ACI/Unitau se a economia do país melhorou em 2019, 54,6% dos entrevistados disseram que sim, contra 26,8% que disseram não e 18,6% que não souberam responder.

Não é só. Outras duas questões servem para corroborar essa tendência de otimismo.

Primeira: perguntados como se declaram em relação à economia em 2019, 48,5% dos entrevistados se declararam otimistas e 29% declararam ter um otimismo moderado (somadas, as taxas de otimismo somam 77,5%), contra 13,7% que afirmaram não ter expectativa, 5,5% que disseram estar pessimistas e 0,7% declararam um pessimismo moderado (taxas de péssimos, somadas, de 6,2%).

Segunda: perguntados como esperam o comportamento da economia em 2019 frente ao desempenho de 2018, 66,1% esperam um desempenho melhor, 19,2% acreditam em um desempenho igual e 7,8% aguardam um desempenho pior.

“Esse cenário, somadas as diversas respostas, mostra uma expectativa positiva do joseense em relação à economia do país em 2019. Isso tem se refletido nas vendas do comércio, que estão crescentes, como mostrou o movimento deste Dia das Mães, que atingiu uma alta de 5% a 6% sobre 2018” – disse o presidente da ACI de São José dos Campos, Humberto Dutra.

Maior problema

A pesquisa ACI/Unitau perguntou ao cidadão de São José dos Campos qual o principal problema da economia do país. Para 63,8% dos entrevistados, o principal problema é o desemprego, seguido por falta de ações do governo (8,8%), taxa de juros (7,5%), inflação (6,5%) e falta de investimentos públicos (5,2%).

Bolsonaro

O levantamento mediu ainda a aprovação do governo Jair Bolsonaro, pedindo que o cidadão de São José dos Campos desse uma nota de zero a 10 à administração federal. A nota que teve o maior número de citações foi 5, atribuída por 20,2% dos entrevistados, seguida pelas notas 4 (18,2%) e 6 (15,6%). As notas de zero a 4 somam 48,8% das respostas. As notas de 6 a 10 somam 30,9%.

Nesta terça-feira, a Associação Comercial e Industrial de São José dos Campos irá disponibilizar dados da pesquisa realizada em parceria com a Unitau, que aponta a opinião dos moradores de São José dos Campos sobre as mudanças na economia durante o governo do presidente Bolsonaro.

Fonte: Matéria Consultoria e Mídia – Nathália Barcelos

Coluna “Discutindo a relação…”

Parabéns, Natura

Já há algum tempo que venho defendendo – em textos, conversas e palestras – que as marcas devem se posicionar. Devem assumir um propósito, uma causa. Claro que esse posicionamento e/ou propósito deve estar alinhado aos valores da marca. Mais que isso: deve ser verdadeiro. Deve ser  estar alinhado às práticas da empresa/marca/produto.

Assumir uma postura clara e defender abertamente um ponto de vista nem sempre é fácil. Ainda mais em terrras brasilis nos dias atuais. O momento é de antagonismo, de pouca tolerância, de nós contra eles e etc.

Tal cenário só reforça a coragem da Natura. A marca colocou no ar na última segunda-feira (13), a nova campanha da linha de maquiagem Coleção do Amor. Alguns internautas apoiaram a proposta de inclusão da marca enquanto outros criticaram fortemente a veiculação de propagandas com casais lésbicos. A ação faz foco no Dia dos namorados.

A peça principal da campanha, um vídeo de 1m22s divulgado no canal do YouTube da marca, mostra casais de lésbicas trocando beijos e reforça o apoio da marca à causa LGBT. Três casais aparecem e na legenda da publicação, a Natura afirma que a coleção “Faces é para todos, o amor também”.

A revista Exame publicou: “No Twitter, a hashtag #BoicoteNatura amanheceu entre o assuntos mais comentados da rede social no Brasil. Usuários repudiaram a campanha, afirmando que “a propaganda foi desnecessária”, não respeita a “família tradicional brasileira” ou que o público da marca é majoritariamente composto por mulheres conservadoras.” Veja a matéria completa aqui.

A marca permanece firme em seu propósito e declarou acreditar “no valor da diversidade”. Ao assumir um claro propósito a marca deve desagradar parte da população, sem dúvida. Mas ganha muitos pontos positivos com aqueles consumidores que se identificam com a causa.

Vimos exemplos recentes de posicionamentos que geraram controvérsia em campanhas da Nike (com o atleta Kaepernick) e da Gillete (que debateu a ideia de masculinidade tóxica). Veja mais sobre essas campanhas aqui e aqui.

Vamos ver até que ponto estratégias ousadas e corajosas como a da Natura seguirão surgindo no cenário da propaganda brasileira.

Eu só posso aplaudir e dar parabéns ao anunciante. Longa vida às marcas e aos posicionamentos corajosos!

Vagas na Fundação Cultural

Fundação Cultural de SJCampos abre vagas

Estágios nas áreas de Criação, edição de vídeo e redação na assessoria de comunicação da Fundação Cultural Cassiano Rircardo. Inscrições pelo CIEE.

Dança das cadeiras

E mais uma edição saindo do forno

O Publicitando traz mais uma edição do dança das cadeiras para atualizar seus leitores sobre a intensa movimentação de profissionais e estudantes em nosso mercado de propaganda, comunicação e marketing.

Juliano Garcia é o novo Analista de marketing digital na Alchemy Big Data Solutions. Ele é formado em Publicidade e Propaganda pela Universidade do Vale do Paraíba (UNIVAP – 2013), possue experiência como Redator e Produtor de Conteúdo em Agências de Publicidade e Marketing Digital, assim como experiência como Assistente de Vendas e Atendimento em empresas do segmento de tecnologia. Além disso, produz conteúdo para marcas e pessoas (atletas) do cenário esportivo regional com fotografia e mentoria nas redes sociais através da Flow & Flics, empresa que criou com o intuito de apoiar atletas na captação de patrocinadores e parceiros estratégicos para o desenvolvimento das atividades pertinentes à prática esportiva.

A jornalista Ariane Caldas assumiu o cargo de Gerente de Comunicação na Urbana Empreendimentos e Participações.Anteriormente ela já havia atuado como Estagiária de Jornalismo na Tv Vanguarda e na UNITAU – Universidade de Taubaté.

O publicitário Renzo Fernandes é o mais novo Diretor de Arte da Supera Comunicação – Agência de Comunicação Estratégica com Empregados. Renzo já acumula passagens como diretor de arte na Árvore Propaganda&Marketing e na Arriba!Comunicação.

 

Já a jornalista Thaís Inocêncio assume o posto de Analista de projetos editoriais na Poliedro Educação. Thaís já foi Produtora de reportagem e editora de texto na Rede Vanguarda e na Record TV.

E pra fechar essa edição informamos a entrada de Mariana Souza, estudamte do terceiro semestre de publicidade e propaganda da Unitau, na Kmaleon, ag6encia situada em SJCampos.

Vaga em faculdade

Vaga para Designer Gráfico

Vaga aberta para fazer parte da Equipe São Lucas

Foto de Moose Photos no Pexels

Atividades: Design e diagramação de materiais didáticos.

Conhecimentos: Pacote Office, diagramação, Adobe Photoshop, Illustrator e InDesign (desejado).

Habilidades requeridas: Criatividade, proatividade, senso de urgência, trabalho em equipe, relacionamento interpessoal e trabalho sob pressão.

Benefícios: Plano de saúde, vale-alimentação e vale-transporte.

E-mail: rh.cacapava@saolucas.edu.br
Título do e-mail: Designer Gráfico
Horário: 9h às 19h
Local: Caçapava, SP
Formação: Designer Gráfico

Dialogar é preciso!

Trocando ideias na Etec

por Josué Brazil

Na última quinta feira a noite tive a incrível oportunidade de falar com o pessoal do curso técnico de marketing da Etec Taubaté. A palestra fez parte de um evento maior, que contou com vários outros palestrantes, e que marcou a Semana do Marketing- em comemoração ao dia do profissional de marketing (08 de maio).

Foto: Marcela Lourenço

Minha fala girou em torno das mudanças que ocorreram e estão ocorrendo nos últimos anos no cenário de marketing e comunicação: a fragmentação da atenção e das audiências, as eras de mídia, a perda de poder do marketing, o empoderamento dos consumidores e a necessidade das marcas dialogarem com seus públicos para obterem mais atenção.

Há várias e diferentes estratégias para melhorar o diálogo e aumentar a captura de atenção, mas em minha palestra concentrei-me em dois aspectos que estão bastante em voga: causas e propósitos.

Disse aos alunos que as marcas precisam assumir posicionamentos que estejam 100% alinhados ao seu DNA e missão. Atrelar-se a causas e propósitos que seu público identifiquem como válidas e valiosas. Isso potencializa o diálogo. E muito!

Fiquei positivamente impressionado com o interesse e atenção da platéia. Com as participações durante e ao final da palestra e com o carinho do Marcio Yuji (que me chamou para o evento), da Marcela Lourenço e da Eliana Torri, todos professores da casa Etec Taubaté).

Você pode ver o conteúdo da minha palestra aqui

Como sempre acontece saí de lado energizado e muito feliz! Valeu Etec. Podem me chamar mais vezes que eu vou!