Black Friday como oportunidade para fidelizar clientes

Black Friday: 5 dicas para se preparar e fidelizar clientes

*Por Maurício Trezub

A Black Friday acontece este ano no dia 24 de novembro e, por trás das grandes promoções, empresas de diversos segmentos se preparam para oferecer um ótimo atendimento e alcançar os melhores valores para atender às expectativas e preferências dos consumidores. A Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm) espera que o setor movimente um total de cerca de R$ 2,5 bilhões. Caso o número realmente se confirme – e, cá entre nós, esperamos que sim! – ele representará um aumento de 18% em relação ao ano anterior.

O primeiro semestre de 2017 refletiu a melhora no cenário das vendas. Segundo a pesquisa 36º Webshoppers, divulgada recentemente pela Ebit, o e-commerce faturou R$21 bilhões e registrou crescimento nominal de 7,5%, ante o mesmo período de 2016, quando foram registrados R$19,6 bilhões. O número de pedidos também aumentou, de 48,5 milhões para 50,3 milhões, bem como o tíquete médio, que passou de R$403 para R$418. Pensando na retomada econômica e nas previsões positivas que leio ultimamente, sugiro que ninguém deixe para última hora e pense com antecedência a preparação das suas estratégias.

Para isso, separei algumas dicas especiais para que você, lojista, possa evitar dores de cabeça e, assim, ofereça a melhor experiência de compra aos seus clientes. São elas:

1. Prepare seu estoque
Um dos principais motivos para um cliente nunca mais voltar no seu e-commerce é a falta de um produto desejado no estoque. É de extrema importância estar com um estoque bem planejado para atender ao pico de demanda. Por isso, trabalhar com uma margem de segurança, levando em consideração o tempo de reposição do produto, é o primeiro passo para não se ter atrito com o cliente. Também é necessário atualizar o inventário antes de datas como a Black Friday, para avaliar se os produtos e a quantidade de itens no estoque físico são os mesmos que constam no online.

Outro ponto de atenção aqui é aproveitar a data para liquidar os produtos que, eventualmente, estão parados e, assim, abrir caminho para renovar as ofertas. Para isso, você pode levar em conta as tendências de compras e hábitos do seu consumidor e como elas impactam na organização e na operação da sua loja. Assim, é possível avaliar quais são os mais atrativos e os que não precisam mais ser trabalhados. Os fornecedores também devem estar alinhados com a estratégia da sua loja. Ter um relacionamento estruturado com eles pode garantir bons negócios, além de apoiá-lo em possíveis apuros como os conhecidos pedidos de última hora.

2. Faça uma promoção de verdade
Defina suas ofertas. Não é necessário colocar todos os produtos da loja em liquidação, mas avalie e escolha quais deles podem garantir maior lucro e competitividade com os concorrentes e, só então, trabalhe com eles. Algum produto vai sair de linha ou vai ser atualizado? Veja as oportunidades. Além disso, uma das características da Black Friday é a ideia de urgência pela compra. Como as promoções duram pouquíssimo tempo, é esperado que o seu e-commerce tenha um alto número de visitas em um curto espaço de tempo. Por isso, é fundamental ter uma plataforma que suporte todo o tráfego para que o site não fique fora do ar e surpreenda negativamente seus clientes.

Não adianta também participar do evento sem promoções reais e consideráveis, visto que os consumidores estão cada vez mais atentos à pejorativa “Black Fraude” e não se importam em ter de pesquisar antes de comprar determinado produto. Por isso, anuncie apenas o que você pode cumprir. Não adianta oferecer descontos não planejados, pois você pode ficar no prejuízo e até arriscar a credibilidade da sua marca.

3. Cuidado com o prazo de entrega
As transportadoras geralmente levam mais tempo para entregar nesse período, por conta do alto volume de pedidos e entregas. Por isso, o alinhamento é a base de todas as etapas. Se alguma alteração no sistema de entrega e transporte acontecer, seja por data ou local, por exemplo, o ideal é que o lojista esclareça tudo antes com o cliente. O lojista deve ter cuidado em cada detalhe da operação. Manter mais de uma transportadora cuidando das suas entregas pode ser uma opção válida nessa época, pois os sistemas dessas operadoras também costumam ser bastante exigido em datas sazonais, por isso, é sempre importante se preocupar em ter backups.

Assim que as promoções iniciarem, tenha sempre uma equipe de plantão a partir do horário, ou até antes – uma opção é revezar grupos durante todo o dia. Ter planejamento e estar atento aos prazos de entrega que serão passados para o cliente é essencial, pois muitos consumidores se preparam para comprar nas primeiras horas na tentativa de aproveitarem o estoque.

Criar uma página exclusiva no site para deixar as regras e condições para o consumidor também é uma boa alternativa. Aproveite para colocar todos os detalhes que reforcem os pontos de respaldo da sua loja, em caso de qualquer acontecimento inesperado com as entregas como atraso ou extravio.

4. Atenção com pós-venda
Todo cliente quer ser ouvido e ver suas necessidades serem atendidas ou seus problemas resolvidos. E, tão importante quanto atrair, conquistar ou vender, é fidelizar os clientes. Ofereça mais que produtos e foque em um atendimento rápido e de qualidade, com equipes bem preparadas, para garantir uma boa experiência ao cliente.

Mesmo que ele não efetue uma compra nos próximos meses, poderá ter a marca como referência e indicar para outras pessoas ou realizar compras no futuro.
Além disso, disponibilizar várias formas de atendimento, como e-mails, chats online e SAC em redes sociais são cuidados fundamentais para o sucesso e para tirar o melhor proveito da venda.

Vendeu um produto na Black Friday? Que tal enviar junto um cupom de desconto para incentivar o cliente a retornar para seu e-commerce futuramente?

5. Se antecipe e aplique a experiência adquirida para outros eventos
Não deixe para fazer ajustes em seu site de última hora. Se antecipe e avalie o que é preciso mudar para vender mais e não se surpreender com problemas durante o percurso. O lojista deve pensar de forma estratégica e, para isso, não adianta trabalhar em ações para o dia ou a semana da Black Friday. Por exemplo, se o layout do site não está preparado, deve-se, o quanto antes, mudar o tema e pensar na performance.

Não deixe para alterar sua comunicação na última hora. Trabalhe com antecedência e esteja alinhado com sua plataforma de e-commerce para que no momento da Black Friday sua performance esteja pronta para o grande fluxo que está por vir.

Também é importante pensar nas oportunidades que surgirão com a boa saída de estoque, olhando para o seu potencial em longo prazo. A próxima data de destaque é o Natal e os conhecidos saldões estarão acontecendo. Por que não aproveitar melhor esse momento para sustentar as vendas e gerar mais oportunidades em janeiro? E você, está preparado para encantar, vender e fidelizar clientes nesta Black Friday?

*Maurício Trezub é diretor de e-commerce da TOTVS

Fonte: RMA Comunicação – Marina Escarminio

Black Friday na nossa região

Black Friday movimenta o comércio no Vale do Paraíba
Via Vale Garden Shopping está otimista com a data e preparou diversas ações atrativas para o consumidor

A Black Friday está se aproximando e o comércio da região do Vale do Paraíba está otimista com a data. Diversas lojas e centros comerciais já estão se preparando com campanhas e promoções para lá de vantajosas e a expectativa é grande.

Imagem: Freepik

Uma recente pesquisa realizada pelo Google e Ibope mostra que 87% dos entrevistados pretendem realizar compras na edição deste ano da Black Friday, programada para o próximo dia 24 de novembro, uma sexta-feira. O valor que cada um dos entrevistados afirmou que irá gastar esse ano é cerca de R$1071,00. Foram entrevistados 1.211 consumidores entre os dia 27 de outubro e 4 de novembro.

O Via Vale Garden Shopping, em Taubaté, está otimista com a chegada da data e espera que uma boa fatia desses consumidores compareçam ao empreendimento para aproveitar as ofertas. “Os lojistas participantes estão preparando ações bastante impactantes para a Black Friday. Algumas lojas estarão com descontos de até 80% em peças selecionadas, o que impacta de maneira positiva o consumidor. Nosso objetivo é movimentar o Garden, trazendo ao público descontos reais, que irão valer a pena”, enfatiza Bruna Marcon, responsável pelo Marketing do Via Vale.

O levantamento mostra ainda que os smartphones são os preferidos na hora de fazer a compra ficando com 38%. A categoria de eletro eletrônicos é a que mais desperta interesse no consumidor, ficando com 65% da intenção de compras. Na sequência, vêm roupas e calçados com 47%. A consolidação da data no Brasil também faz com que os compradores fiquem mais maduros, ou seja, aguardam a data por saber que os descontos são bons, guardam dinheiro e fazem as compras à vista.

 

Ações do Via Vale

Para a data, o Via Vale Garden Shopping preparou diversas ações, juntamente aos lojistas, para promover ótimos descontos aos clientes e com isso e estabelecimento estima um aumento de 12% em relação ao ano anterior. “A primeira ação que iremos fazer é estender a Black Friday. No Garden ela começará no dia 24, mas vai até o dia 26, ou seja, o consumidor terá um final de semana inteiro para aproveitar os descontos oferecidos nas lojas do shopping”, explica Bruna.

Uma outra campanha que está sendo realizada pelo Via Vale que promete chamar bastante a atenção dos consumidores é o “Leva o Print”. Trata-se de uma ação onde no período da Black Friday, o lojista colocará um produto com um desconto bastante atrativo e que seja bastante desejado, essa publicação será divulgada nas redes sociais do shopping e quem tirar um print da tela e levar na loja em questão, garantirá aquele desconto.

Nos dias da campanha o Garden também trabalhará com alguns horários diferenciados. Na sexta-feira (24) a Lojas Americanas abre das 7h às 00h e as lojas Renner, Havan e Riachuelo das 8h às 23h. Já no sábado (25) todas as lojas funcionam das 10h às 23. No domingo (26) o horário de funcionamento das lojas do shopping será normal, das 13h às 20h.

São José terá um Natal Iluminado

Ruas e praças da cidade voltam a ter decoração de Natal este ano por meio de uma parceria entre iniciativa privada, entidades de classe e poder público

Em uma parceria entre poder público, iniciativa privada e entidades de classe,
a cidade de São José dos Campos volta a ter decoração especial de Natal nas ruas e praças a partir deste ano. É o projeto “Natal Iluminado”, que vai trazer luzes, shows, música, paradas natalinas e muita alegria ao centro de São José dos Campos entre os dias 24 de novembro e 25 de dezembro.

Imagem: Freepik

A previsão é atrair 1 milhão de pessoas ao centro e criar um evento de Natal para ser incluído no calendário oficial de turismo da cidade.

A festa começa dia 24 de novembro, com a chegada oficial do Papai Noel a São José, no Parque da Cidade. Depois de percorrer o centro da cidade em carretada, Papai Noel vai inaugurar oficialmente a Casa Natalina, erguida na praça João Mendes, e a iluminação de Natal, instalada em mais de 15 ruas e praças, compreendidas no quadrilátero formado pelas ruas Francisco Paes, Francisco Rafael, Siqueira Campos e avenida São José.

Mas isso é apenas o começo.

O projeto “Natal Iluminado” promete muito mais: shows de luzes e música na Casa Natalina todas as noites, de meia em meia-hora, a partir das 20h; paradas de Natal na rua 15 de Novembro durante uma semana, a partir do dia 10 de dezembro; e um show de encerramento, no dia 23, na Orla do Banhado, com música e fogos de artifício (veja calendário anexo).

“Natal Iluminado” é um projeto idealizado por 13 entidades de classe de São José dos Campos. São elas: ACI (Associação Comercial e Industrial) de São José dos Campos, Aconvap (Associação das Construtoras do Vale do Paraíba), AEA (Associação dos Engenheiros e Arquitetos) de São José dos Campos, APCD (Associação Paulista de Cirurgiões Dentistas) – Regional de São José dos Campos, APM (Associação Paulista de Medicina) – Regional de São José dos Campos, Assecon (Associação dos Contabilistas) de São José dos Campos, Ciesp (Centro das Indústrias do Estado de São Paulo) – Regional de São José dos Campos, CREA (Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura) – Regional de São José dos Campos, OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) – Subseção de São José dos Campos, Sincomerciários (Sindicato dos Comerciários de São José dos Campos), Sincomércio (Sindicato do Comércio Varejista) de São José dos Campos, Sinduscon (Sindicato da Construção Civil) e Sinhores (Sindicato dos Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares) de São José dos Campos.

O projeto é bancado pela iniciativa privada, por meio de cotas de adesão, sem envolvimento de recursos públicos. Até esta terça-feira, são patrocinadoras do “Natal Iluminado” as seguintes empresas: shopping Vale Sul, Oscar Calçados, Policlin, Embraer, General Motors, Capricho Veículos, ACI e Assecon. O prazo de adesão ao projeto termina na próxima sexta-feira.

FOnte: Matéria Consultoria & Mídia – Nathália Barcelos

Coluna “Discutindo a relação…”

Um delicioso desafio

Trabalhar com propaganda tem sido alvo de inúmeras críticas nos últimos anos. Tais críticas em grande parte são justas e consequência de modelos de negócios exauridos (especificamente em relação às agências de propaganda) e das constantes mudanças de cenário ocorridas recentemente.

Posso dizer também que há uma questão de geração. Mas não quero entrar nesta discussão aqui. Ela já deu muito pano pra manga. Tanta gente já falou e escreveu sobre isso. Volta e meia aparece um texto sobre o assunto, como este aqui, por exemplo.

Quero falar na verdade que, apesar de tudo, acredito ainda que trabalhar com propaganda traz ao menos uma grande recompensa : aprender muito e quase sempre.

Isso não é novidade. De fato é bem antigo este negócio. Mas… explico.

Não sou daqueles que crê que em propaganda nunca há rotina. É claro que há. Mas é verdade que é uma atividade bem menos rotineira de que outras. E isso se dá pela diversidade de situações, casos, mercados, produtos e serviços com que podemos nos deparar na atividade publicitária. É aquela velha, mas ainda verdadeira conversa: num dia podemos trabalhar com um cliente de varejo de ferramentas e no outro lançar um empreendimento imobiliário. Podemos fazer feirão de automóveis para uma concessionária e ao mesmo tempo pensar em como fazer com que uma escola de inglês tenha mais alunos matriculados. Tentar vender túmulos num novo, bonito e moderno cemitério e lançar a moda primavera/verão para o publico jovem das classes B e C.

Isso sem falar no interessantíssimo esforço de se colocar no lugar do outro. De se livrar de pré conceitos e de preconceitos. De usar estereótipos mas não ficar preso a eles de maneira superficial.

A questão importante aqui é o quanto temos que aprender para fazer bem feito cada um destes trabalhos. Foi isso que sempre me motivou em propaganda. E acho que quem quer trabalhar com propaganda deve ter como principal característica a curiosidade. Ou melhor: a vontade de aprender.

De meus tempos de agência trago inúmeros aprendizados. A maioria deles obtive com clientes. Um outro tanto com fornecedores e uma outra parcela generosa com os veículos de comunicação. Entender cada mercado, cada cenário competitivo, cada público consumidor, cada produto ou serviço é um desafio delicioso.

Em conversas recentes tenho dito que as agências terão que forçosamente rever seu modelo de atuação ou implodirão ( veja esse texto). E dessa revisão é bem provável que apareçam mais agências bacanas para se trabalhar. Na verdade já estão surgindo. E por esse motivo sigo acreditando que muita gente vai continuar querendo ser publicitário.

Gente talentosa, inteligente e disposta a aprender sempre terá vez no mercado publicitário. E sempre será disputada pelas melhores agências, assessorias e consultorias. As agências, assessorias e consultorias por sua vez, terão que se esforçar para voltar a atrair gente talentosa, inteligente e disposta a aprender.

Vem aí a Pixel Show 2017

Maior festival de criatividade da América Latina tem 80% das atividades gratuitas

Criativos do Brasil e do mundo trazem ao Festival Internacional de Criatividade Pixel Show música ao vivo, sessões de live painting com ilustradores e grafiteiros, simuladores, games de realidade virtual e ainda proporcionam reciclar conhecimentos em palestras dinâmicas – as Sharp Talks.

Em um só fim de semana – dias 2 e 3 de dezembro de 2017 – o 13o Pixel Show pretende atrair 35 mil pessoas a São Paulo, provenientes de todo o Brasil e de vários países da América do Sul. E o melhor de tudo é que é possível aproveitar o evento sem tirar um real do bolso, já que grande parte das atrações é gratuita e cativa tanto quem busca diversão como informação – ou até umas comprinhas exclusivas a preços justos.

Para entrar na Feira de Criatividade do Pixel Show, que ocupa todo o pavimento térreo do Espaço ProMagno (rua Samaritá, 230, na Casa Verde, na capital Paulista), o visitante não paga nada. Ali se concentram cerca de 100 marcas, que expõem e vendem de itens de decoração a peças de roupa – de estilo difícil de encontrar em lojas convencionais –, passando por ilustrações, livros e revistas. A essas marcas, somam-se outras 100, com mercado que está em plena ascensão: são os artesãos independentes que, pela primeira vez no Pixel Show, conquistam área exclusiva, o Espaço Makers, com mais publicações, objetos de design e acessórios, entre tantas outras coisas fantásticas e imperdíveis de se ver.

“Desde seu quarto ano de existência, o Pixel Show investe em atividades abertas ao público. Como um dos maiores festivais de criatividade do mundo, temos a responsabilidade de oferecer atrações gratuitas e diferenciadas com acesso liberado ao público: hoje, 80% do Pixel Show é livre de custo para os visitantes”, informa Allan Szacher, idealizador do evento, que é organizado pela Zupi.

Experiências imersivas
Passeando pela Feira do Festival, o visitante pode conferir os estandes de expositores que levam ao evento simuladores (de corrida, avião ou asa-delta) e jogos de realidade virtual. Se for o caso, garanta seu lugar na fila para aproveitar, de graça, o que o mercado da tecnologia voltada ao entretenimento tem produzido por aqui. Em um dos games, inclusive, aparatos de realidade virtual guiam o jogador em uma verdadeira imersão pelo cenário, montado no estande, para que ele cumpra as tarefas necessárias para chegar ao fim do jogo.

Arte ao vivo
Mas a agitação em torno de uma atividade na Feira do Festival de Criatividade pode ter outro motivo: grandes painéis, nos quais street artists e ilustradores realizam, ali diante do público, seu trabalho ao vivo. Serão diversas sessões de live painting a cada dia, com artistas diferentes, em pontos específicos distribuídos pela Feira. Quem já tem presença confirmada são os grafiteiros Fabiano Senk, Grego, Karen Kueia e André Gonzaga (o Dalata), o fera em stêncil Daniel Melim, a pixel art do casal 8-Bitch Project e a Marina Rodrigues, com sua tape art.

Essa atividade articula-se à filosofia do Pixel Show de aproximar artista e público, promovendo interações, trocas e aprendizados entre eles. E o melhor, rodeado de uma atmosfera descontraída e de múltiplas atrações acontecendo simultaneamente. E tem mais, qualquer pessoa do público pode também deixar a sua arte e sua marca no painel público de ilustração e arte.

Papo reto
Outra atividade que acontece gratuitamente são as palestras de curta duração, no modelo consagrado pelos TED Talks, que ganham o nome de Sharp Talks no Pixel Show. Nesta edição, elas terão um de seus módulos, o Business, inteiramente dedicado a pequenos empreendedores. Realizado em parceria com o SEBRAE, o módulo convida especialistas em contabilidade, expressão da criatividade, software de vendas pela internet e crescimento do mercado plus size, tendo sempre a inovação e o micronegócio como focos. Participam também associações e profissionais de áreas diversas, ligados à economia criativa.

Dois dos pontos altos dentre as Sharp Talks serão as palestras ministradas pela assessora da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos – Apex-Brasil, abordando ora mulheres em cargos estratégicos, ora a preparação de empresas brasileiras para participarem de eventos internacionais. Outro nome de peso dentre as mais de 80 minipalestras confirmadas até o momento é o da WGSN, agência referência mundial em pesquisa de tendência, que traz Julia Curan para falar de direcionamentos do consumo para 2018. E o documentário codirigido pelo papa do design gráfico Stefan Sagmeister, The Happy Film, ainda inédito no Brasil, ganha exibição gratuita no evento, em uma sessão de Sharp Talk que terá, excepcionalmente, uma hora e meia de duração.

Os assuntos abordados incluem, ainda, branding, arquitetura, captação de som, tipografia, lettering, treinamento empresarial, stop motion e gestão de comunicação de marcas.

Quem se interessar por qualquer uma das Sharp Talks deve ficar atento à programação, já que as vagas são limitadas e a entrada na sala é por ordem de chegada. Vale lembrar que estão previstas mais de 100 Sharp Talks durante o final de semana, todos gratuitas.

Cena independente
Com o palco de sua Arena Musical, atividade também aberta ao público gratuitamente, o Pixel Show segue colocando artistas novos frente a frente a seus ouvintes e abrindo caminho para o trabalho de bandas independentes.

Este ano, o line up conta com o trio paulista Voltaire, que está vivendo um 2017 agitado, com a premiação no Pindorama de Música, a boa colocação na votação para tocar no Lollapalooza 2017 e um novo lançamento, de “O Sol Já Vem”. Os cinco moços da paulistana banda Hotelo também têm espaço garantido, levando seu som de bem com a vida, com suingue e influências de ska, aos fãs de seus três discos e do mais recente EP Chama. O compositor Thiago Romano se reúne à sua banda de apoio, com guitarra, baixo, bateria, teclado e ukulele, para apresentar suas baladas sensíveis, em especial as do álbum solo O Rei do Asfalto.

Os chegados em batidas mais pesadas não devem ficar longe da Arena Musical durante a apresentação da banda Persia, com seu rock alternativo, e do quarteto Mask Down, que leva ao palco o mais recente EP Caosmentalmotim. Estas são apenas algumas entre as previstas 30 atrações musicais que se apresentarão nos dois dias do Festival Internacional de Criatividade Pixel Show.

E para os que, além de curtir muita novidade e networking na Feira, também quiserem aproveitar a oportunidade para investir em criatividade, ainda há ingressos para a Conferência Internacional de Criatividade, além de vagas para os mais de 40 workshops dos mais variados segmentos. Os ingressos possuem venda online e também podem ser adquiridos no local do evento.

Sobre o Pixel Show 2017:
Maior festival de criatividade da América Latina, o Pixel Show – que realiza sua 13a edição no fim de semana de 2 e 3 de dezembro no Espaço ProMagno, em São Paulo – reúne palestras, workshops, atrações musicais, sessões de live painting e um festival de tatuagem, atrações de realidade virtual e simuladores, exposição de arte e de Lego (feita por membros da LUG), entre diversas outras atividades paralelas. Em sua Feira de Criatividade, cerca de 200 marcas, consagradas e novatas, têm espaço privilegiado de venda e contato com seu público-alvo. Estima-se a visitação de 35 mil pessoas neste ano. www.pixelshow.com.br.

Fonte: Virta Comunicação

Como será investido o 13° salário

Pesquisa recebida pela ACIT aponta expetativas de gastos com a primeira parcela 13º salário

Uma pesquisa recebida pela Associação Comercial e Industrial de Taubaté (ACIT) realizada pela Associação Comercial de São Paulo (ACSP), aponta que o percentual de brasileiros que pretende gastar a primeira parcela do 13º salário com presentes de fim de ano subiu de 5% para 8,6% em relação ao mesmo período do ano anterior. Já a quantidade de consumidores que planejam viajar com o dinheiro extra saltou de 2,5% para 8,6%.

O comércio vem demonstrando um comportamento mais otimista com as vendas para esse período de natal, baseado nas vendas ao longo de datas comemorativas de 2017. A expectativa é de que os consumidores adquiriam uma quantidade maior de presentes e com valores um pouco mais elevados para esse natal. No entanto, mesmo com esse possível aumento, as vendas não devem atingir o patamar de compras realizadas em 2014, último ano considerado excelente para o comercio varejista.

“Estamos esperando uma venda superior ao ano anterior, o que já dá uma ânimo bem maior aos lojistas e comerciantes, que esperam que o natal seja mais aquecido em 2017. Todos estamos acreditando que a economia está retomando seu rumo, mesmo que lentamente.” ressalta José Saud, presidente da ACIT.

Mesmo com o otimismo sobre as vendas, os comerciantes estão cautelosos e devem oferecer boas oportunidades aos consumidores, como facilidade no pagamento e descontos nas negociações.

Apesar do aumento na vontade de consumir, a pesquisa aponta que dois terços dos brasileiros ainda vão usar o dinheiro do 13º para pagar dívidas ou poupar (42,9% e 22,9%, respectivamente), praticamente os mesmos níveis do ano passado. O levantamento ainda indica que os indecisos caíram de 22,5% para 17,1%, o que reforça a tendência de maior consumo nos próximos meses.

A pesquisa foi realizada pelo Instituto Ipsos com 1.200 pessoas em todas as regiões do Brasil entre os dias 1º e 15 de outubro.

“Apesar da pesquisa da ACSP mostrar um panorama nacional, podemos usar esses indicadores para nossa região e nossa cidade, pois os comportamentos são bem parecidos e tem pouca perspectiva de mudanças. Diante dos dados, aliado às nossas promoções e capacitações, estamos confiantes que teremos um período de vendas com saldo positivo” afirma Saud.

Fonte: Acontece Comunicação e Eventos

Startup Kakau reinventa o mercado de seguros ao apostar em tecnologias como IA e Big Data

Objetivo da InsurTech é oferecer o seguro mais barato e descomplicado do Brasil

Ao falar sobre seguros, a maioria dos brasileiros ainda pensa em muita burocracia e papelada para assinar. Mas a startup Kakau acaba de chegar ao mercado com o intuito de mudar essa visão. 100% digital, a InsurTech (termo que nasceu da junção de insurance – seguro – com technology) se apoia no uso de tecnologias como inteligência artificial e big data para descomplicar a aquisição e o uso do seguro. Com mensalidades a partir de R$19,00, a startup deseja que cada vez mais brasileiros possam proteger o seu patrimônio.

Henrique Volpi, co-fundador e CEO da Kakau Seguros

Por enquanto, a Kakau comercializa seguro residencial, com diferentes planos para casas e apartamentos. Futuramente, outras modalidades de seguros irão entrar para o catálogo da empresa. O principal atrativo para novos clientes é o fato de a plataforma ser muito mais acessível para o usuário, sendo o primeiro seguro por assinatura do mercado, isso significa que, o próprio segurado pode solicitar a aquisição ou o cancelamento do serviço quando quiser através de um computador, tablet ou smartphone.

No caso de um sinistro, a inteligência artificial é utilizada para gerar índices de precisão e facilitar o processo de assistência. Por isso, o serviço é oferecido ao segurado de maneira ágil e transparente.

Vale ressaltar também que o trabalho desenvolvido com a assistente pessoal de seguros Anna, inteligência artificial que realiza atendimentos on-line e está programada para aprender a cada atendimento e, com isso, tornar-se referência em informação e assistência para os clientes da Insurtech, melhorando constantemente a experiência do usuário.

A cada contratação, uma nova doação

Além de descomplicar o conceito de seguro e oferecer aos brasileiros a possibilidade de proteger seu patrimônio com um preço justo e sem burocracia, a Kakau também deseja criar uma comunidade on-line que traga benefícios para toda a população. Por isso, a cada contratação, a startup faz uma doação para a ONG Teto.

Com mais de 10 anos de atuação na América Latina e Caribe, a Teto realiza um trabalho nas comunidades carentes para superar a pobreza e a exclusão, por meio do trabalho conjunto entre voluntários e as famílias atendidas. A ONG constrói moradias mais dignas e cria lideranças representativas para as comunidades.

Três sócios e um investimento de R$ 650 mil

A Kakau Seguros é fruto da união de três sócios: Henrique Volpi, Marcelo Torres e Diogo Russo. A ideia surgiu quando Henrique realizava um curso sobre fintechs no MIT e as InsurTechs foram o seu tema no projeto de avaliação. “Gostei muito do tema e queria trazer algo assim para o Brasil. Quando voltei, apresentei a proposta para o Diogo e o Marcelo e juntos desenvolvemos o negócio. Para começar, realizamos um período de testes e depois recrutamos uma seguradora e uma corretora como parceiras estratégicas”, explica Volpi. Com lançamento oficial realizada no mês de setembro, a Kakau conta atualmente com mais de 1.000 usuários cadastrados.

Sócios: Marcelo Torres, Diogo Russo e Henrique Volpi

Para a estruturação e lançamento da empresa, os sócios não contaram com nenhuma ajuda externa, investindo R$ 650 mil reais próprios. Agora em 2017, a empresa já conta com apoio de anjos e pretende aumentar isso em 2018.

Sobre a Kakau Seguros
A Kakau é uma empresa de tecnologia que convida você a ter um futuro seguro. Primeira InsurTech brasileira 100% digital, a plataforma oferece acesso rápido e fácil para que o próprio segurado consiga solicitar ou cancelar serviços. A seguradora inova também ao fazer o uso de tecnologias como inteligência artificial e big data.

Com planos a partir de R$19,00 para seguro residencial, a startup tem como objetivo oferecer a cada vez mais brasileiros a possibilidade de protegerem seu patrimônio com um preço justo e sem burocracia. Saiba mais no site: https://www.kakau.co/

Fonte: Conecte – Eliane Tanaka

Chegada do Papai Noel

Papai Noel chega ao Via Vale em limusine no próximo dia 19
Junto com o bom velhinho chegam também mais de 20 personagens do mundo encantado e o mascote do Garden, Oscar

A chegada do Papai Noel no Via Vale Garden Shopping promete muita surpresa, diversão e glamour! O bom velhinho chega ao centro de compras a bordo de uma limousine no próximo domingo (19), em uma super parada Natalina com programação gratuita a partir das 16h.

E Papai Noel não chegará sozinho em seu carro, junto com ele virão princesas, super heróis, mais de 20 personagens do mundo encantado e o querido mascote do Garden, Oscar. Além da chegada glamourosa, quem passar pelo empreendimento vai curtir outras atrações em família, como algodão doce e pipoca gratuitamente.

No estacionamento, na portaria lateral, às 16h, acontece a parada de Natal ao som encantador da banda BAMUQ (Banda Municipal de Quiririm). O Papai Noel chegará acompanhado de uma limusine rosa repleta de princesas e super heróis, além de vários personagens do mundo encantado. Logo em seguida, às 16h30, é a vez da Orquestra Jovem da Fundação Dom Couto, que apresentará belíssimas canções natalinas. Às 17h30 haverá um show especial com a Turma do Mickey. “Preparamos uma verdadeira festa para toda a família! Além de ver de perto a chegada do Papai Noel, nossos clientes poderão curtir o domingo com muitas atrações gratuitas. O Via Vale está pronto para surpreender neste fim de ano”, ressalta Bruna Marcon, responsável pelo Marketing do Garden.

Na ocasião também será inaugurada a decoração de Natal do Shopping, que neste ano estará repleta de neve e ursos polares por dentro e for fora do estabelecimento. A Praça de Eventos estará tomada pelo clima de Natal com uma piscina de bolinhas temática, Globo de Neve para fotos e o trono do bom velhinho. “O Garden já está em clima de Natal esperando a chegada do bom velhinho, que inclusive já tem vaga especial para estacionar seu trenó. Uma brincadeira com a ação e mais uma forma de comunicar aos nossos convidados que um grande evento vem por aí”, completa Bruna.

Novidades no Natal da ACIT

Campanha de natal ACIT chega com novidades esse ano

A Associação Comercial e Industrial de Taubaté (ACIT) deu início, junto ao comércio local, na promoção “Super Compras – Natal”, dentro da campanha TAubateAMO.

Na elaboração dessa campanha, a ideia é trazer o consumidor ao comércio local em dois momentos, primeiro para realização de suas compras nas datas mais fortes em questão de vendas, que são consideradas comemorativas, como o natal por exemplo. O segundo momento é com a premiação das promoções, que esse ano vem oferecendo aos ganhadores cartões presentes de diversos valores, que poderão ser trocados exclusivamente nas lojas participantes do fundo promocional.

Para o natal, foram programados três sorteios em três datas diferentes, que juntos vão somar a distribuição de 17 cartões, na seguinte ordem:
– Dia 08 de dezembro (sexta-feira): 10 cartões no valor de R$ 1.000,00 cada e 10 vendedores contemplados com cartão de R$ 300,00 cada.
– Dia 15 de dezembro (sexta-feira): 5 cartões no valor de R$ 2.000,00 cada e 5 vendedores contemplados com cartão de R$ 500,00 cada
– Dia 20 de dezembro (quarta-feira): 2 cartões no valor de R$ 5.000,00 cada e 2 vendedores contemplados com cartão de R$ 1.000,00 cada.

A vantagem para os consumidores que, ao longo do ano, participaram das promoções anteriores (dia das mães, namorados, pais e crianças) é que todos os cupons participam da grande campanha do natal e tem uma segunda chance de concorrer.

Os ganhadores poderão trocar seus cartões em diversas lojas, sempre respeitando o valor mínimo. Por exemplo, o consumidor que ganhar um cartão presente no valor de R$ 5 mil poderá usar uma parte em lojas de roupas e calçados, outra em salão de beleza, loja de utensilio e manutenção veicular, e assim por diante. O valor total não precisa ser todo usado em apenas um estabelecimento, e sim, poderá ser usado em vários locais para diferentes aquisições.

Com foco na valorização do comércio local, a campanha, elaborada pela Associação em parceria com as empresas participantes, traz no slogan a ideia de que as pessoas comprem na cidade e, com isso, colaborem com a economia local para que isso seja revertido em benefícios ao município.

Taubaté apresenta um comércio variado, com diferentes tipos de segmento e preços acessíveis. Essa campanha será o grande diferencial das lojas da cidade em relação ao comércio da região, que sai na frente oferecendo premiações de alto valor para seus clientes, além de serviços e atendimento de qualidade e uma variedade de produtos. Para tanto, a ACIT busca atender as necessidades de seus associados, oferecendo capacitação às empresas e seus funcionários para que possam, principalmente nessa época do ano, oferecer aos seus clientes um atendimento de excelência.

Para participar e concorrer ao grande prêmio, os consumidores devem realizar suas compras nas lojas participantes e a cada R$ 50 recebem um cupom, que deve ser completamente preenchido e depositado em uma das dezenas de urnas.

As lojas participantes sempre serão indicadas com material promocional da campanha.

Vaga aberta para estágio em marketing

Estagiário (a) de Marketing para São José dos Campos

Requisitos: – É necessário que o candidato esteja cursando Publicidade e Propaganda ou Propaganda e Marketing, ou ainda Design Gráfico a partir do 1º semestre.

– Desejável experiência em Publicidade e Propaganda e Marketing
– Necessário conhecimento em: Photoshop, Corel Draw, Ilustrator , Excel.
– Residir em São José dos Campos

Atividades desenvolvidas: Auxiliar na elaboração de folders, material de propaganda (elaboração e criação). Irá auxiliar no Marketing Digital, Mídia Social, E-Mail Marketing. Irá atuar na elaboração e divulgação de campanhas e peças publicitárias, envolvendo ações de criação, produção, lançamento e exibição na mídia. Fará pesquisas de mercado e pesquisa de satisfação do cliente. Irá atuar com atendimento ao cliente via telefone e através de ferramentas digitais, elaboração de propostas comerciais, prospecção de negócios, acompanhamento de metas, relatórios gerenciais, negociação com clientes.

Bolsa : 600,00

Benefícios oferecidos : Auxílio transporte, recesso remunerado

Horário e dias a trabalhar : de segunda a sexta, das 08h00 às 15h00 (1 hora de intervalo)

Observação :Apenas candidatos de São José dos Campos com o perfil descrito acima

Candidate-se a vaga por aqui