Dança das cadeiras

Pra fechar bem essa semana!

Nada melhor para fechar a semana do que mostrar as trajetória profissionais e o sucesso do pessoal que atua em marketing e comunicação aqui pelas bandas do Vale do Paraíba.

Começamos falando da ainda estudante do quinto semestre de Relações Públicas na Unitau, Giovanna Barrios de A. Lima, que acabou de ingressar na equipe do San Michel Palace Hotel como estagiária de comunicação e marketing.

Já pelos lados da Focusnetworks – OnLife Marketing Transformation a novidade é a chegada do publicitário William Castro. Ele chega para atuar como Analista de Planejamento. Willian tem passagens anteriores pela Halmá Propaganda & Marketing, onde atuou como Planejamento e Tráfego, e também pela Momento Marketing & Comunicação onde atuou primeiro como estagiário de criação e depois como Assistente de criação.

Outra agência da região reforçou sua criação com a contratação de Felipe Punhagui para o cargo de Diretor de arte. Ele acabou de chegar para compor o time da Macost Brasil Comunicação e Marketing. Anteriormente o Felipe já havia atuado como Assistente de arte na Mestra Comunicação e na Regional Marketing, além de ter sido estagiário na Assessoria de Comunicação UNITAU – ACOM.

E pra fechar essa edição vamos falar do relações púbicas João Guimarães que assumiu recentemente o cargo de Executivo de Contas Júnior na NR-7 Comunicação. Sua passagem anterior no mercado foi como estagiário de Comunicação na Prefeitura de Taubaté.

Vaga aberta em agência

Puppio RP abre vaga de estágio para atendimento e social media

Horário: 13h às 17h
Home office na segunda-feira
Presencial no outros dias da semana

Photo by Tyler Franta on Unsplash

Pré-requisitos:
✔ Saber trabalhar com pessoas (o mais importante de todos)
✔ Residente de São José dos Campos
✔ Disponibilidade para início imediato
✔ Boa redação e domínio do idioma

Benefícios:
✔ Vale-transporte

Mande seu currículo para ola@puppiorp.com.

Para evitar erros no e-commerce

Especialista destaca 5 erros comuns nos sites de comércio eletrônico

Erros técnicos, de navegabilidade e até de SEO são capazes de prejudicar os negócios onlines; saiba como se prevenir

Imagem de justynafaliszek por Pixabay

O número de vendas pela internet está crescendo exponencialmente, seja por meio das lojas virtuais ou dos marketplaces. De acordo com previsão da Abcomm – Associação Brasileira de Comércio Eletrônico, o comércio eletrônico brasileiro deve crescer 16% até o final de 2019 e o volume de vendas deve chegar a R$ 79,9 bilhões.

Cada vez mais, o nível de concorrência que os empreendedores enfrentam no mundo digital também aumenta e para driblar esse cenário é preciso estar atento às novidades do mercado e tecnologias que ajudam o lojista durante sua jornada empreendedora – além de construir uma estratégia eficaz para as vendas pela internet.

“O lojista online pode perder vendas por conta de detalhes pequenos e por isso é fundamental estar de olho em toda jornada do cliente. Problemas com rastreabilidade, imagens dos produtos e estrutura de URL são comuns em sites de e-commerce e podem ser resolvidos antes de causar um problema maior para o empreendedor”, explica Frederico Flores, especialista em marketplace e head de Negócios da Becommerce – maior plataforma para gestão de vendas em marketplace da América Latina.

A Becommerce em parceria com o Mercado Pago e a SEMRush – ferramenta de web analytics responsável por entregar dados consolidados sobre buscas de usuários e posicionamento no Google – preparou um e-book com os 80 Erros Mais Comuns nos Sites de E-commerce. Foram analisados cerca de 1300 lojas online, procurando 80 erros técnicos e de SEO capazes de prejudicar as vendas pela internet. Frederico Flores separou abaixo os 5 principais erros e dá dicas de como os lojistas podem otimizar seus negócios.

Rastreabilidade: é importante que seu site seja fácil de rastrear. Se o seu conteúdo/página não puder ser rastreado por quaisquer motivos, ele não será indexado no Google e o seu site não será exibido nos resultados de pesquisa dos consumidores. Esse é um erro comum que deve ser visto como prioridade por quem vende pela internet.

Estrutura de URL: o Google recomenda manter a estrutura da URL simples, para que tanto os rastreadores – robôs – quanto os humanos possam lê-los. Uma dica é usar hífens ao invés de underlines, e garantir URLs curtas e com poucos parâmetros pode ajudar também a melhorar a legibilidade do seu site.

Segurança de implementação de HTTPS: a segurança do site é uma alta prioridade para lojas virtuais. Um navegador que sinaliza uma conexão insegura pode assustar seus clientes e impedir a compra. Migrar para HTTPs pode ser um desafio, mesmo para as grandes empresas de comércio eletrônico. A maioria dos sites analisados possui páginas com links para a versão antiga (HTTP) e páginas com conteúdo misto, portanto, os mecanismos de pesquisa não sabem se a página é segura.

Desempenho de site: a velocidade de carregamento do seu site afeta a experiência do usuário e sua classificação nos mecanismos de pesquisa. Os relatórios mostram que, para cada segundo de demora no tempo de carregamento, você pode ver uma redução de 7% nas conversões.

Imagens: imagens quebradas podem causar problemas para qualquer site, mas quando se trata de e-commerce, a falta de imagens quase sempre resulta na perda de dinheiro. Imagens amadoras, tremidas ou desfocadas também podem afastar o seu consumidor na hora de fechar a compra. Invista em fotos profissionais dos produtos, aposte em ângulos diferentes e não esqueça de colocar as infos do item, como tamanho, altura, etc – isso ajuda o consumidor a ter uma visão mais real do produto que irá receber.

Fonte: Agência NoAr – Henrique Rodrigues

Conta nova

Agência conquista novo cliente

A Liberta Propaganda e Marketing, agência de Guará, anunciou através de seus perfis nas redes sociais a conquista da conta da Reimel – Doces e Embalagens Descartáveis. A Reimel é referência no segmento de embalagens em Guaratinguetá e região.

 

Consumidor está otimista para o Dia das Mães

Pesquisa ACI/Unitau revela que mais de 77% dos consumidores vão às compras para esta data especial do calendário

Uma boa notícia para o comércio: o consumidor de São José dos Campos está otimista para o Dia das Mães deste ano.

Isso é o que mostra pesquisa exclusiva feita pela Associação Comercial e Industrial de São José dos Campos em parceria com a Universidade de Taubaté, por meio da Fapeti (Fundação de Apoio à Pesquisa, Tecnologia e Inovação), divulgada hoje (07 de maio). O levantamento ouviu 382 pessoas entre os dias 23 e 26 de abril, em locais de grande circulação da cidade: praça Afonso Pena, Calçadão da Rua 7, rua 15 de Novembro e os shoppings CenterVale, Vale Sul e Colinas. A margem de erro da pesquisa é de 5 pontos percentuais, para mais ou para menos.

O levantamento revela que 77,5% dos consumidores da cidade pretendem comprar presentes neste Dia das Mães, contra 66% em 2018. O índice de consumidores que declararam que não comprarão presentes é de 9,9%, quase metade do patamar do ano passado (17,3%).

“Os números dessa nova rodada de pesquisas da parceria entre ACI e Unitau revelam uma reação da economia neste início de ano e um otimismo do consumidor” disse o presidente da Associação Comercial e Industrial de São José dos Campos, Humberto Dutra.

A pesquisa aponta que o tíquete médio deste Dia das Mães deve girar até R$ 200, segundo revelaram 79,8% dos entrevistados, com 34,5% deles esperando gastar de R$ 100,01 a R$ 200. Esses índices repetem a tendência de 2018.

Na lista de presentes, segundo o levantamento ACI/Unitau, a preferência é por roupas e acessórios (40,5%), seguida por calçados (11,8%), perfumes e cosméticos (9,5%), bolsas e acessórios (8,8%) e joias e perfumes (7,8%). Outras opções, somadas, como dinheiro, viagens, jantares e flores, por exemplo, somaram 14% das citações dos consumidores entrevistados.

Formas de pagamento
Na forma de pagamento, a maioria dos consumidores disse que pretende pagar à visa (63,3%, contra 59,9% registrado em 2018), usando dinheiro (47,3%) ou cartão de débito (15,7%). O cartão de crédito é preferido de 29,7%. O crediário, de 9,7%

Fonte: Matéria & Mídia – Nathália Barcelos

Nova campanha e novo slogan

Fashion Vale tem novo posicionamento e campanha leva o slogan “Tudo perto, tudo prático, tudo de bom”

Iniciativa tem o objetivo de reforçar a praticidade do empreendimento que oferece diversos produtos no mesmo lugar

Tem moda, pet, casa e muito mais. O Fashion Vale que, vem se consolidando como uma das principais opções de compras do taubateano, se propôs um novo desafio e lançou um novo posicionamento de mercado. O novo slogan “Tudo perto, tudo prático, tudo de bom” foi desenvolvido pela equipe de marketing do empreendimento em parceria com a agência Thanks e busca inspirar as pessoas a viver com mais praticidade, resolvendo todas as suas demandas de compra em um único lugar.

O Fashion Vale, opção de compra de quem está viajando ou à passeio, apresenta agora uma nova dinâmica e destaca a importância da praticidade na vida do consumidor. Seguindo uma tendência dos grandes Power Centers do Brasil, a marca se posiciona, ainda mais, como uma grande plataforma de experiências, se preocupando com seus consumidores. A nova campanha foi iniciada semana passada e marca presença nos principais pontos e mídias da cidade. Quem passa pelo empreendimento encontra grandes marcas nos principais pilares de compra: moda, casa e pet. Cobasi, Leroy Merlin, Polo Wear, entre outras marcas fazem parte do complexo.

Fonte: Pilares Relações Públicas

Varejo: retomada e confiança

Retomada econômica do Varejo: sua empresa está pronta para se destacar nesse cenário?

por Robinson Idalgo *

O Varejo está acostumado a enfrentar períodos de instabilidade, avanço e recuo, consciente de que a conjuntura política interfere diretamente nas projeções do mercado. Por isso, é especialmente otimista a visão que o empresariado tem tido nos últimos tempos sobre o setor.

Foto de mentatdgt no Pexels

O Índice de Confiança do Empresário do Comércio (Icec), apurado pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) mensalmente, foi o maior para o mês de março desde 2012 e aumentou em 10,9% na comparação com o mesmo mês de 2018. Isso mostra que, embora a reforma da Previdência e seus impactos ainda sejam pontos de interrogação para quem atua no varejo, é esperado um crescimento, ainda que lento, dentro do mercado.

Se a boa onda no comércio tem sido retomada, quem estiver mais preparado e acompanhando as tendências do segmento certamente obterá mais sucesso. E aqui entra a necessidade de se ter uma gestão empresarial precisa, com o uso de um ERP na nuvem, por exemplo.

Criar rotinas para o controle do estoque, orçamentos, vendas e emissão de notas fiscais garante que o micro ou pequeno negócio alie eficiência e organização no gerenciamento. Essas ferramentas, algumas disponíveis até gratuitamente, também permitem conciliação bancária (com movimentações registradas em documentos com formato OFX), controle de logística e algo que penso ser muito vantajoso: integração com marketplaces e e-commerces.

Considerando que 75% dos jovens entre 16 e 22 anos fazem compras em lojas virtuais ou em sites de revenda, conforme pesquisa da Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo (SBVC) de agosto de 2018, estar com a marca nessas plataformas não é só uma questão de “estar conectado às novas gerações”; é recalcular rotas para explorar o perfil de novos consumidores, estando no mesmo ambiente de compra e até mesmo expandido a área de atuação do negócio, por meio de uma logística de entrega eficiente.

Destaco ainda a perspectiva de crescimento em lojas físicas. Apesar de saber que a recuperação tem sido mais vagarosa, até o final do ano, a CNC projeta saldo positivo de 102 mil postos de trabalho formal no varejo e abertura de 23,3 mil novos pontos de venda.

Foto de rawpixel.com no Pexels

Ou seja, ter em mãos recursos que sirvam de alavanca para direcionar o negócio nesse cenário me parece ser fundamental. Com certeza, um ERP se torna bastante efetivo nesse sentido, pelo fato de gerar informações de venda, do que deu certo e do que não deu, comparando mês a mês, como se diz no ditado popular, “como a banda está tocando”.

Isso porque o comerciante ou o prestador de serviço para ter condições de consultar os dados sem precisar se debruçar em planilhas trabalhosas. Tudo se presta, então, para o desenvolvimento de ações de marketing e de CRM mais apuradas, consolidadas e que, consequentemente, geram melhores resultados.

Especialistas de mercado analisam que não é hora de fazer apostas, mas de se juntar ao empresariado que deposita confiança no setor. Faça um exercício de memória apontando o que pode melhorar dentro de sua empresa, inclusive ouvindo a opinião dos colaboradores, e tire suas próprias conclusões.

*Robinson Idalgo – fundador do Sistema Grátis – sistema de gestão (ERP) grátis. Mais informações no site: www.sistemagratis.com.br

Vaga para designer

Designer Gráfico Com Foco Em Liderança De Equipe

Atividades a serem desenvolvidas:
– Elabora conceitos visuais e projetos gráficos de informação impressa e criação de artes de comunicação visual online e offline;
– Realiza a diagramação de documentos e construção de uma identidade visual.;
– Liderança da equipe de Marketing da empresa.

Photo by Aleks Dorohovich on Unsplash

Requerimentos:
– Necessário amplo conhecimento em Corel Draw, Photoshop, Ilustrator e Design Gráfico;
– Superior na área de Marketing, Publicidade, Propaganda, Designer Gráfico ou afim;
– Conhecimento em ações promocionais de marketing e eventos;
– Experiência em liderança de equipe.

Educação: Superior Completo

Carga Horaria de Trabalho: 44 Horas/Sem

Dias de trabalho: De segunda a sexta-feira, das 08:00 às 12:00 e das 13:12 às 18:00.

Tempo de Experiencia: Com Experiência

Salário: R$ 3.500,00
Benefícios: Vale Refeição,Vale Transporte,Convenio Faculdade / Cursos

Candidate-se por aqui

Vaga para design e web

Vaga para atuar em Design Gráfico/web

Photo by Headway on Unsplash

Atividades a Serem desenvolvidas:
Desenvolvimento e criação de layout de sites;
Desenvolvimento e criação de layout de landing pages;
Desenvolvimento e criação de layout para e-mail marketing;
Desenvolvimento e criação de anúncios para rede de display do Google;
Desenvolvimento e criação de materiais gráficos online (posts, capas, gifs, infográficos, etc);
Desenvolvimento e criação de apresentações, projetos de patrocínio, projetos de pós-evento; entre outros;
Desenvolvimento e criação de materiais gráficos offline (logotipos, papelaria, flyer, folder, cartaz, outdoor, etc);
Desenvolvimento e criação de mock ups em geral;
Criação de identidade visual para os clientes, projetos e ações;
Elaboração de brandbooks dos clientes;
Manter banco de dados organizado no servidor, de todos os materiais feitos;
Entregar relatório mensal de criação, conforme modelo e prazo preestabelecido pelo departamento;
Pesquisar palestras, cursos e treinamentos de marketing e criação;
Ministrar treinamentos internos de photoshop, illustrator, entre outras ferramentas de design gráfico, quando necessário.
Conhecer os valores da empresa, bem como os procedimentos internos e políticas preestabelecidas;
Participar de treinamentos internos e externos, atendendo orientação ou solicitação efetuada pelo superior imediato, buscando o conhecimento e/ou especialização de assuntos inerentes aos negócios da empresa, área de atuação ou cargo exercido, bem como o aprimoramento e atualização técnica, visando o desenvolvimento profissional e pessoal;
Responsabilizar-se e comprometer-se pelo bom ambiente de trabalho, de modo que todos possam participar e contribuir para a otimização dos resultados propostos;
Zelar pelo patrimônio da empresa, bem como manter a estação de trabalho sempre limpa e organizada;

Formação:
Superior completo ou cursando nas área de Design Gráfico ou Publicidade e Propaganda

Experiência:
Desejável experiência em agência de publicidade

Carga Horaria de Trabalho: 40 Horas/Sem

Dias de trabalho: Segunda a Sexta

Salário: R$ 1.200
Beneficios: Vale Transporte,Participação nos Resultados (PPR)

Mande seu CV por aqui

Dia Mundial da Liberdade de Imprensa

Uma data sempre muito muito importante

Hoje, dia 03 de maio, comemora-se o Dia Mundial da Liberdade de Imprensa. Essa data foi oficializada pela ONU em 1993.

O Publicitando tomou a liberdade de replicar aqui o texto publicado no site da Unesco:

“Todos os anos, o dia 3 de maio é a data em que são celebrados os princípios fundamentais da liberdade de imprensa, para avaliá-la em todo o mundo, para defender a mídia de ataques contra a sua independência, e para prestar tributo aos jornalistas que perderam a vida no exercício de sua profissão.

O Dia Mundial da Liberdade de Imprensa foi proclamado pela Assembleia Geral da ONU, em 1993, em seguimento à Recomendação aprovada na 26ª sessão da Conferência Geral da UNESCO, realizada em 1991. Isso, por sua vez, foi uma resposta ao apelo dos jornalistas africanos que, também em 1991, elaboraram a Declaração de Windhoek sobre o pluralismo e a independência da mídia.

Esse Dia é uma ocasião para informar os cidadãos sobre as violações à liberdade de imprensa – um lembrete de que, em muitos países do mundo, as publicações são censuradas, multadas, suspensas e fechadas, da mesma forma que jornalistas, redatores e editores são perseguidos, atacados, detidos e até assassinados.

É uma data para incentivar e desenvolver iniciativas em prol da liberdade de imprensa, assim como para avaliar a situação dessa liberdade em todo o mundo.

O dia 3 de maio também serve para lembrar aos governos sobre a necessidade de respeitar seus compromissos com a liberdade de expressão. Além disso, é um dia para a reflexão entre os profissionais da mídia sobre questões relativas à liberdade de imprensa e à ética profissional. De igual importância, o Dia Mundial da Liberdade de Imprensa é uma ocasião de apoio a todos os tipos de mídia, que são alvos de restrição ou supressão da liberdade de imprensa. É também um dia para se lembrar dos jornalistas que perderam a vida na busca de uma história.”

Mensagem da diretora-geral da UNESCO para o Dia Mundial de 2019