Outracena em ação para Unimed

Filme é uma grande produção

A Outracena, produtora comandada pelo Renato Pulice, produziu um novo filme para Unimed Sâo José dos Campos. A peça tem todas as características para ser considerada uma grande produção (para os parâmetros do mercado local).

A produção foi filmada em 6k, tem trilha sonora composta originalmente para o filme e foram gravados os sons dos ambientes para fazer o sound design, na praia e na montanha em 5 dias de produção.

Share and Enjoy !

0Shares
0 0

Em campanha publicitária, Copagaz destaca a capacidade do brasileiro superar desafios

Ação já impactou mais de um milhão de pessoas on-line

Com o conceito “Essencial é o gás que te move”, uma campanha produzida pela VCA Filmes e criada pela agência MariaSãoPaulo para a Copagaz tem abordado a capacidade dos brasileiros seguirem em frente mesmo em momentos difíceis como a pandemia. Os comerciais de 15, 30 e 60 segundos foram ao ar nas maiores emissoras de TV aberta do país nas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte, e continua atualmente nas redes sociais com o depoimento de pessoas que não deixaram se abalar com a crise.

De acordo com a head de marketing da Copagaz, Emmanuelle Kalil, a ideia foi exibir histórias inspiradoras em um ano em que todos foram impactados pelos acontecimentos. “Não é só o nosso fogão que precisa de gás, ou energia, para fazer as coisas acontecerem. Nosso objetivo foi mostrar que todos nós temos um gás a mais para superar os desafios que encontramos na vida, e a campanha acaba gerando uma corrente do bem que leva essa energia positiva a todos “.

Os vídeos publicados no canal do YouTube da Copagaz e em redes sociais têm cerca de dois minutos de duração e os próprios personagens contam suas trajetórias nos últimos meses. Há, por exemplo, a história de um pai solteiro que divide seu tempo entre o cuidar das suas duas filhas, trabalho e afazeres domésticos; a representante de vendas que investiu R$ 200 para iniciar um novo negócio em casa; e um chef de eventos que passou a fornecer marmitas durante o isolamento social. Em comum, está a superação de sair de uma situação difícil para algo que lhes fez crescer como profissionais e pessoas.

“Além de contarmos histórias super interessantes, para essas gravações, nossa equipe teve de se atentar às recomendações dos órgãos de saúde quanto ao coronavírus. Consideramos de extrema importância levar essa mensagem também ao público na iniciativa da Copagaz”, conta o diretor executivo da VCA Filmes, Carlos Turqueto.

Ficha técnica

Produtora: VCA Filmes

Direção: Marcelo Takeo

Direção de Fotografia: Cacá Pavan

Produtora de Som: Lógico Music

Produtor de Som: Milton Miné

Agência: Maria São Paulo

Criação: Maria São Paulo

Aprovação: Emmanuelle Kalil

Fonte: Grupo Virta – Jonathas Ruiz

Share and Enjoy !

0Shares
0 0

Novalgina® estreia campanha inédita nas mídias digitais

Novalgina® estreia campanha digital

Filmes criados pela Publicis para mídias digitais reforçam a eficácia e segurança da marca mais recomendada pelos pediatras¹ nos momentos de febre e dor das crianças

Novalgina®, analgésico e antitérmico presente do dia a dia dos brasileiros desde 1922, estreia campanha inédita nas mídias digitais em dezembro de 2020. Com o slogan “Segurança e eficácia comprovadas para todos os níveis de febre”², a marca, que faz parte do portfólio da unidade de negócios de Consumer Healthcare (CHC) da Sanofi, reforça o seu propósito da importância do ato de dar colo, lançado pela campanha “Poder do Colo” em novembro de 2019, aliado aos benefícios de seu medicamento infantil em momentos de mal-estar, como dor e febre.

Em 11 vídeos criativos de 30 segundo cada um, a Novalgina® Infantil reforça seu papel de aliada segura e eficaz para as famílias brasileiras no dia a dia de cuidado com os filhos. A campanha 100% digital, com investimento de mídia no Youtube, Facebook e Instagram, espera impactar mais de 80 milhões de pessoas nas redes sociais.

“A marca encontrou no ato de dar colo seu propósito e finaliza o ano reforçando sua presença na rotina das famílias brasileiras não só como medicamento, mas como um ato de afeto, um lembrete à nostalgia dos sentimentos provocados pelo colo de mães, pais e avós. Além disso, sabemos o quanto um afeto, um carinho, contribui para a melhora do paciente. E Novalgina®, uma marca 100% brasileira, e presente no mercado há quase 100 anos, entrega isso para o consumidor”, explica Joaquin Ortega, diretor de marketing da unidade de negócios de CHC da Sanofi.

FICHA TÉCNICA

Agência: Publicis Brasil

Título: Todos os Níveis de Febre

CCO: Domenico Massareto

Diretor Executivo de Criação: Gustavo Victorino

Direção de Criação: Samuel Normando

Criação: Vinicius Claudino e Anderson Dias

Atendimento: Gabriela Borges, Beatriz Pedrosa, Camilla Steiman e Beatriz Chami

Planejamento: Gustavo Leite, Diana Santos, Stefanny Santiago e Thiago Bezerra

Mídia: Mauricio Almeida, Valeria Brasil, Racquel Medeiros, Cris Canuto,

RTV: Renata Sayão e Marcia Albuquerque
RP: Paula Ganem e Katryn Melo

Aprovação do cliente: Marilia Zanoli, Giancarlo Guarnieri, Juliana Maurano, Bruno Alarcon

Produtora de Imagem: Violeta Filmes

Diretor de cena: Will Mazzola
Diretor de Fotografia: Felipe Meneghel
Coordenação de pesquisa criativa: Vera Esteves
Assistente Criativa: Rafaela Franco
Produção Executiva: Roberta Reigado e Carlos Guedes (Cebola)

Atendimento: Carla Onishi e Bárbara Matsuda
Coordenação de Produção: Cadu Dantas e Adressa Miyassato
Diretor de Produção: Jefe Miranda
Assistente de Direção: Ariela Hertel
Diretor de Arte: Ro Melink
Coordenador de Pós-Produção: Rafael Hernandes
Pós-Produção: PSTVF

Montagem: Will Mazzola

Color: Psycho N look

Produtora de áudio: CANJA Audio Culture

Direção de áudio: Lucas Sfair, Eduardo Karas, Filipe Resende

Produção musical: Bruno Vieira, Levi Mynssen

Finalização de Áudio: Léo Lima, Gui Moreno, Diego Zorrilla

Atendimento: Guga Costa

Coordenação: Ana Flor, Matheus Brandão

Locução: Karen Giraldi, Michele Bittencourt

Fonte: Imagem Corporativa – Ana Carolina Prado

Share and Enjoy !

0Shares
0 0

Dança das cadeiras

Antes do ano acabar…

Esse ano tá chegando ao fim. Mesmo assim o mercado segue movimentado. Veja mais um pouco das idas e vindas dos profissionais de comunicação e marketing do Vale do Paraíba.

A jornalista Viviane Sorbile é a mais nova Produtora de Conteúdo da Agência Maria Fumaça (SJCampos). Ela já passou por Poliedro, Editora Santuário, Alameda Comunicação e TV Vanguarda.

Felipe Ledo assumiu o posto de Gestor de marketing digital na construtora M.Vituzzo (SJCampos). Ele também foi gestor de marketing na Sorrix Odontologia e coordenador de marketing na IBAP Cursos.

Share and Enjoy !

0Shares
0 0

Vaga para freelancer em produtora

Produtora precisa de editor freelancer

Atenção pessoal de Guaratinguetá/SP e região:
Select Produtora está a procura de um editor de vídeo para colaborar com o aumento no volume de trabalhos.

Perfil desejado:

– Ter domínio de edição no Adobe Premiere;
– Ter feeling para trabalhar com histórias de muita emoção;
– Ser criativo e atento aos prazos.

Interessados, por favor, envie seu portifólio para o email: contato@selectstudiofilmes.com.br

Mais informações sobre a produtora aqui

Share and Enjoy !

0Shares
0 0

Coluna “Discutindo a relação…”

Próspero ano novo. Exclamação ou interrogação?

Josué coluna correto

Normalmente esta coluna é opinativa e sempre procura destacar pontos possíveis de discussão sobre o mercado publicitário e de comunicação do Vale do Paraíba. Mas desta vez, dado o tamanho da incógnita que nos parece o ano vindouro, resolvi ouvir algumas lideranças deste mercado para que eles falassem das expectativas para o ano de 2015.

O leitor atento detectará algumas semelhanças de pensamento e de expectativa. Vamos ver:

José Luis Ovando, diretor da Supera Comunicação

2015 será um ano tão, ou mesmo ainda mais difícil, do que este. O Brasil sofre uma grave crise de confiança por parte dos investidores. E apesar da plena consciência do governo de que nosso crescimento está estagnado, até aqui nossos líderes não emitiram sinais favoráveis a mudanças na condução econômica. Num ambiente de insegurança poucos se sentem confortáveis para apostas.
Sendo assim, mais uma vez, trabalharemos muito para ganhar menos do que merecemos.

As agências e os veículos precisarão manter equipes enxutas e capacitadas a oferecer serviços de alta qualidade, pois somente os melhores e mais persistentes atravessarão esse difícil período.

José Luis, da Supera Comunicação

José Luis, da Supera Comunicação, diz que trabalharemos muito para ganhar menos

Na Supera continuaremos a ofertar serviços estratégicos, com uma postura crescente de consultoria e foco em especializações dentro da comunicação. E ainda, ampliar cada vez mais nossa atuação para não dependermos apenas do nosso mercado regional. Atualmente, além de São Paulo – capital e interior – já temos clientes fixos no Paraná, Rio de Janeiro, Goiás, Rio Grande do Sul, Ceará e Mato Grosso do Sul. Temos, portanto, ainda muito espaço para avançar.

Empresários e profissionais precisam entender que não há uma desvalorização da comunicação, e sim uma crise geral, onde todos os setores já são afetados. Nada de sofrer com a escolha da profissão, pois a vida não está fácil para ninguém. Olhar sob essa perspectiva minimiza angústias e nos ajuda a encontrar caminhos que outros ainda não enxergaram. Afinal, a teoria do posicionamento é a primeira lição que aprendemos numa faculdade de propaganda e marketing. Agora é hora de aplicar o que temos de melhor.

Eduardo Costa, sócio e CEO da Phocus Interact

Ainda estou dividido em relação a esse quadro.
Como empresário, analisando de maneira macro, vejo 2015 como a continuação de 2014. Se não há os eventos esportivos e políticos do ano passado, estamos entrando o novo ano com uma economia em recessão técnica, com os índices econômicos mostrando essa dura realidade e os Investimentos em todas as áreas rareando, devido a essa crise de confiança.Some-se a isso uma enorme crise política, com notícias diárias de desvios , propinas e acusações que estão transformando nossa maior empresa em pó e vemos um quadro de quase desgoverno, levando nosso país a um clima de divisão. Se nada for feito de imediato, para acelerar nossa economia, teremos um 2015 para ser esquecido.
Esse quadro separa os “homens” dos “meninos”. A empresa que não se reinventar e não aprender a remar (já que 2015 não promete ventos nem ondas de progresso e crescimento) vai correr sérios riscos.

Eduardo da Phocus

Eduardo, da Phocus, para quem os anunciantes buscarão mais com menos

Como empresário de comunicação, vejo um quadro parecido, devido à desconfiança do que estar por vir. Anunciantes e empresas buscarão ROI maior, com investimentos menores o que, por si só é uma grande oportunidade para empresas que fazem a diferença. Oferecer mais do mesmo não terá vez nesse cenário.

Agora o lado bom: por trabalhar exclusivamente com comunicação e soluções digitais, vejo um ano de 2015 de muitas alegrias e projetos para minha empresa (e para outras que trabalham nessa área) . A migração constante das verbas publicitárias para o digital, a popularização dos smartphones (e consequentemente dos apps), a interação cada vez mais acentuada das redes sociais e as novas demandas de IoT (internet das coisas), Big Data, wereable devices e smart cities abre um leque enorme de oportunidades em nossa área. Quem já tem expertise digital para suportar tais demandas, estará navegando por um oceano azul, independente de qualquer crise. Esse segundo cenário é o que enxergo para minha empresa e o mercado digital em 2015 e nos próximos anos.

Gustavo Gobbato, diretor da Avalanche SJCampos

Gobbato, da Avalanche SJCampos

Gobbato, da Avalanche SJCampos, fala em revisão do modelo de agência

Minha expectativa é de que sem diferenciação, não tem solução. As agencias não apresentam diferenciais umas das outras. O modelo tradicional de agência precisa de uma revisão e o mercado discute bastante isso. Caso contrário, o cliente passou encontrar varias alternativas que dão a ele próprio o controle de sua comunicação. Num cenário de crise, a minha expectativa é que o mercado se reinvente ou os clientes, que estarão mais retraídos e em cenário econômico difícil, farão por nós.

Renato Pulice, Diretor na Outracena Produtora de Vídeo

Renato, da Outracena, mantém o otimismo

Renato, da Outracena, mantém o otimismo

Estamos otimistas, apesar de tudo. A Copado Mundo foi uma tragédia, não só pra o nosso mercado. E mesmo com a campanha eleitoral o mercado aqueceu e o fim de ano está bem agitado.

Com isso acreditamos que 2015 deva vir com tudo.

Eduardo Spinelli, sócio e diretor de criação da Molotov Propaganda

Eu costumo dizer que 2014 foi um ano em que só os fortes sobreviveram. Em um ano que teve crise econômica, Copa do Mundo e Eleições, houve uma grande retração de investimentos. Sentimos uma sensível melhora no segundo semestre, devido à demanda reprimida. Na minha opinião, em 2015, a palavra de ordem será reter e fidelizar clientes.

Eduardo

Para Eduardo, da Molotov, a palavra de ordem será reter e fidelizar clientes

Embora, os economistas estejam pessimistas, prefiro acreditar que o ano que vem será de crescimento. Não será um ano fácil. As verbas estão cada vez menores e a cobrança por resultado, cada vez maior. No entanto, os anunciantes estão dispostos a correr riscos, a investir mais e a viabilizar projetos que ficaram engavetados em 2014. Ontem, por exemplo, um cliente nosso nos apresentou um projeto que irá revolucionar o mercado imobiliário do Vale do Paraíba.

Além disso, continuaremos a participar de concorrências privadas (somente as éticas). 2015 será um ano bom. Só depende da gente. Tem uma frase que eu gosto bastante: ‘Mar calmo nunca fez bom marinheiro.’. A meu ver, 2015 não será um ano calmo. Por isso, teremos que ser bons em tudo: gestão, finanças e, é claro, em criatividade.

E você, amigo leitor do Publicitando, o que espera de 2015?

 

Share and Enjoy !

0Shares
0 0

Produtora grava videoclip

Videoclipe para a Banda A Tropa

A produtora Balaio filmes produziu o novo videoclipe “Terra” para a banda A TROPA.

Confira o trabalho da produtora:

Direção e Edição: Mariana Moraes
Fotografia: Túlio Ferreira
Roteiro: Mário Nunes
Produção: Tamires Lemes
Gaffer: Itamar Betancourt
Assistente: Denilson Massam
Storyboard: Mauro Soares
Figurino: Lídia Syrio
Assistente de Produção: Bruno Salvadori
Assistente de Produção: Tiago Ferreira
Assistente de Produção: Rosalina Rapouso
Assistente de Produção: Salatiel Oliveira
Logger: Felipe Balista
Tratamento de Cor: Mariana Moraes
Still: Laércio Tofulli
Making of: Felipe Miranda

Elenco
Pai: Mauro Russo
Filho: Murilo Paparelli
Mulher Sensual: Cuca Rivani
Homem: Alberto Mazza
Cozinheira: Lourdes Abreu
Menino de Rua: Kike Sacramento
Malabarista: Aries Marioto

Banda
Vocal: Kene Konaman
Baixo: Marco Vinci
Dunman: Alexandre Campos
Guitarra Solo: Marcos Guimarães
Guitarra Base: Mateus Marcondes
Bateria: Jota P

Letra: Kene Konaman, Jota P e Mateus Marcondes
Mixagem por Alexandre Campos, Estúdio Riff
Masterização: Alecio Costa

Agradecimento especial: Paulo Pereba

E veja o making off da produção:

Share and Enjoy !

0Shares
0 0