Comunicação, tecnologia e RH

Para auxiliar a comunicação é necessário contar com a tecnologia

*Por André Franco

A transformação digital se tornou uma realidade ainda mais presente com a chegada do novo coronavírus, já que o mercado de trabalho precisou se reinventar. Empresas em geral passaram a buscar estratégias de auxílio às áreas de comunicação interna e RH para poderem alinhar os processos operacionais com os colaboradores em home office. Com esse contexto, muitas delas já notaram que a chave de uma boa comunicação depende de um fator: a tecnologia. Principalmente neste cenário em que 47% dos respondentes afirmam que irão implementar o “teletrabalho” como opção permanente para os colaboradores, de acordo com um relatório da PCW baseado em um questionário com líderes de grandes empresas americanas.

André Franco

Algumas ferramentas têm se mostrado bastante efetivas para desenvolverem ações de comunicação interna, engajamento de colaboradores e employer branding – forma de transformar uma corporação em uma marca desejada para atrair e manter talentos. Com essa tendência, uma possibilidade que ganha cada dia mais espaço são os aplicativos e redes sociais corporativas, que dão voz para a liderança e conectam as organizações de uma forma interativa como uma rede social comum. Para se ter uma ideia, uma pesquisa realizada pelo Google mostra que o coronavírus promoveu várias transformações nos hábitos dos brasileiros e entre elas está presente o aumento da dependência da internet e tudo está se tornando virtual.

Mesmo antes da pandemia esse movimento também já estava acontecendo dentro da comunicação corporativa. Em 2019 a Associação Brasileira de Comunicação Empresarial (ABERJE) colocou a comunicação digital e instantânea entre as tendências para aquele ano e segundo a própria associação, “a Comunicação Interna é agora digital e instantânea e para ser eficaz precisa de apoios como repetição, atratividade, dinamismo e interação”. Um ano e meio depois a tendência se tornou essencial: 90% das empresas intensificaram o processo de comunicação digital, por meio da criação de canais, plataformas e redes sociais como medida tomada em decorrência do covid-19.

E é por esse motivo que líderes precisam se atentar às oportunidades que a tecnologia tem oferecido para o mercado. Também é importante que grandes corporações busquem formas de estarem preparadas para uma possível crise, por meio de funcionalidades desses aplicativos aplicativos que ajudam os profissionais de comunicação interna ou de agências na hora de gerir uma crise, disponibilizando um acesso a informações assertivas em tempo real, além de testarem o conhecimento e preparo de seus porta-vozes e colaboradores sobre o posicionamento da empresa com relação a temas sensíveis.

Já sabemos que a mudança para o digital chegou para ficar, além de otimizar processos, ela mudou a forma como nos relacionamos e comunicamos. Mas para ser uma transformação efetiva dentro das companhias, ela deve refletir a cultura organizacional e o propósito daquele ambiente. Por isso, tecnologia é uma das soluções para facilitar essa adaptação dentro da comunicação organizacional.

Portanto, manter uma boa estratégia de comunicação interna pode fazer a diferença para atravessar esse momento de crise. Ainda não é possível prever a extensão dos efeitos de uma pandemia ou mesmo quando tudo vai voltar ao “novo normal”. enquanto isso, a informação se torna o maior aliado para manter equipes engajadas e times unidos. As agências de comunicação, setor de comunicação interna e rh já podem contar com a ajuda dessas tecnologias para auxiliarem seus clientes em diferentes cenários.

*André Franco é CEO do Dialog.ci, startup responsável por desenvolver uma plataforma online de comunicação interna e RH para melhorar o engajamento dentro das empresas

Share and Enjoy !

0Shares
0 0 0

Levou importante prêmio

Conquistou o prêmio Comunicadores do Ano da Aberje

premioaberje2015

Rosana Aguiar, Diretora de Cultura e Comunicação Interna da Embraer, formada em Relações Públicas pelo Depto. de Comunicação Social da Unitau e também ex-professora na mesma instituição e curso sagrou-se vencedora do prêmio Comunicadores do Ano da Aberje 2015.

A escolha é feita pelos Conselhos e estrutura de Governança da Aberje. A cerimônia de premiação ocorreu no dia 26 de novembro em evento festivo em São Paulo.

Rosana Aguiar venceu o prêmio Aberje deste ano.

Rosana Aguiar venceu o prêmio Aberje deste ano.

Share and Enjoy !

0Shares
0 0 0

Storytelling na ABERJE

Veja o que o curso vai tratar

1 – Saber como explorar os usos das histórias na comunicação corporativa de forma eficaz;
2 – Ter acesso a técnicas para facilitar a busca de histórias interessantes;
3 – Conhecer a ética que rege o uso de histórias;
4 – Aprender como escrever histórias sobre o futuro e transformá-las em orpotunidades;
5 – Aplicar métodos de uso da história para modificar mensagens cansativas;
6 – Saber como propiciar o engajamento por meio da história e ajudar os executivos a contarem uma história melhor;
7 – Praticar exercícios para melhorar o ato de ouvir e captar histórias.

Estes são alguns dos desafios assumidos pela consultora inglesa Madelyn Blair, em seu curso sobre storytelling organizacional no dia 28 de fevereiro. Mais informações? Escreva no cursos@aberje.com.br .

525722_457960044269516_153409542_n

Share and Enjoy !

0Shares
0 0 0