Vaga para atuar em área comercial de produtora

Tem vaga para Atendimento Comercial  na Produtora de Vídeo Artes Filmes

Missão: Ajudar pequenas e médias empresas a crescerem. Entregar a essas empresas um produto de qualidade com custo acessível, fazendo com que o crescimento deles seja mútuo ao nosso e ajudando-as a encontrar o caminho ideal para solução de seus problemas.

Visão: Ser sinônimo de produção de vídeos de qualidade com acessibilidade, através de uma equipe determinada, flexível e com espírito jovial. Expandir nossas unidades por todo Brasil.

Requisitos do cargo:
Formação superior completo ou cursando último ano em Administração, Marketing, Publicidade, Gestão Comercial ou afins, conhecimento e prática avançada em Pacote Office, experiência com vendas e prospecção de clientes, comunicativo, carro próprio, disponibilidade para viagens.

Remuneração: Salário fixo + comissão + benefícios

Interessados enviar o currículo para: franceli.gama@artesfilmes.com.br

Coluna “Discutindo a relação…”

A importância e função dos fornecedores em propaganda

Embora ainda mantenham em suas estruturas profissionais responsáveis pela produção (produtores gráficos e de RTV), todo o trabalho de execução e finalização das peças publicitárias é realizado fora da agência. Neste cenário destacam-se os fornecedores especializados e as produtoras, empresas ou pessoas físicas que são terceirizados pela agência e, sob sua coordenação, executam as peças de uma campanha ou “jobs”.

Os fornecedores e produtoras ganharam vida quando as agências passaram a enxugar suas estruturas, passando a focar-se em sua atividade principal: desenvolver a estratégia de comunicação de seus clientes e, consequentemente, criar as peças. A execução, que em alguns casos exigia altos investimentos em equipamentos muito específicos, foi terceirizada.

Em função disso, podemos afirmar que esse mercado de produção decorre da sofisticação e especialização que o mercado publicitário atingiu nas últimas duas décadas e que serve como sinalizador da força de um mercado publicitário. Ou seja: se você quer avaliar se uma dada região possui um mercado publicitário com bom nível de investimentos, verifique a quantidade e a qualidade de produtoras e fornecedores especializados que nele atuam.

Vamos destacar agora alguns dos principais fornecedores e produtores que atuam no processo publicitário.

a) Produtoras de Áudio

São empresas que contam com recursos tecnológicos e humanos específicos para a criação e produção de som para peças publicitárias. As peças mais comumentes desenvolvidas são:

– “Spot” – Texto que pode ser interpretado por um ou mais locutores/autores e que normalmente é acompanhado de música de fundo ou efeitos sonoros. É uma peça específica para rádio ou sistemas de som;

– “Jingle” – Música que canta as qualidades dos produto. Pode ser totalmente original (letra e música) ou parodiar uma música conhecida alterando a letra para destacar determinado empresa/marca/produto. Pode ser utilizado em rádio, sistemas de som e na TV;

– Trilha sonora – Música que serve de pano de fundo em comerciais de rádio e/ou TV. Pode ajudar na descrição da ação ou simplesmente “criar um clima” adequado ao conteúdo da peça.

b) Produtoras de comerciais para TV
Empresas que reúnem pessoas e equipamentos necessários a execução dos comerciais que assistimos nas TVs e nos cinemas.

Os comerciais são produzidos basicamente em dois suportes: filme e VT. O filme (16 ou 32 mm) possui excelente qualidade mas seu processo de realização é honeroso e lento. Já o VT é rápido e mais barato, mas perde em qualidade final. Mais recentemente, as produtoras vêm fundindo os dois processos, fazendo a captação das imagens em película e a finalização (edição ou montagem) em VT, o que possibilita mais agilidade, menor custo e mais efeitos digitais.

c) Fotógrafos e ilustradores

Os diretores de arte criam imagens para anúncios impressos. Alguém deve dar conta da realização das imagens concebidas por eles. É aí que entra o trabalho dos fotógrafos e dos ilustradores. Partindo de um lay-out que pode conter apenas uma imagem indicativa, estes profissionais vão cuidar da produção e execução da imagem necessária à peça publicitária.

Os estúdios de fotografia devem ter equipamento para diversos tipos de produção, mas podem também dispor apenas do básico e locar estúdios e equipamentos complementares.

Os ilustradores são desenhistas que vão dar soluções que a fotografia não alcance ou resolver uma necessidade mais específica, ou seja, desde o início o pessoal da criação da agência já desejava uma ilustração original e não uma foto.

Ultimamente, tanto fotógrafos como ilustradores sofrem ameaças de produtos colocados a disposição das agências como soluções “prontas”. É o caso dos arquivos de fotos (locam fotos já realizadas e agrupadas por temas) e também dos cliparts (disponíveis tanto nos próprios programas de desktop,em CD’s e na internet). No caso das fotografia há ainda CD’s com fotos de uso irrestrito e bancos de imagens free na internet.

Apesar destas ameaças, o trabalho de fotógrafos e ilustradores segue sendo extremamente útil e importante para a propaganda.

d) Institutos de pesquisa

Ninguém no mercado publicitário e em marketing gosta de dar “tiros no escuro”. Os investimentos são altos e a comunicação deve primar pela eficácia. Daí a importância da pesquisa dentro do universo publicitário.

As pesquisas mais compradas pelas agências são:

– de mercado – busca informações sobre o produto e o seu mercado;

– de mídia – levanta informações capazes de aferir o potencial de penetração de cada veículo e de traçar o perfil do consumidor dos diferentes meios;

– de comunicação – como o consumidor reage à propaganda, quais os efeitos que a comunicação vem gerando sobre seu comportamento e que caminhos ou soluções seriam mais adequadas a determinado público-alvo.

e) Produção Gráfica

Depois que a informática adentrou ao mundo da propaganda, houve profundas modificações no trabalho de produção gráfica, tornando-o mais ágil e econômico. Basicamente, a grande alteração foi a eliminação de uma parte da pré-produção gráfica, relativa a preparação de originais (artes-finais) e de textos e títulos. O antigo past-up.

Atualmente, podemos dividir o trabalho de produção gráfica da seguinte maneira:

– elaboração das peças em computadores e programas específicos, que já permitem reunir e distribuir no layout a um só tempo, fotos, ilustrações, títulos e textos;

– elaboração, em empresas especializadas, de fotolitos a partir dos arquivos gerados nas agências e que podem até ser enviados pela internet;

– a impressão propriamente dita, realizada em gráficas.

Estes são os principais fornecedores e produtores. Há muitos outros que podem participar do processo publicitário em qualquer um de seus momentos. Há aquilo que podemos chamar de “fornecedores dos fornecedores”, o caso, por exemplo, das empresas de “casting” e das que locam equipamentos para produtoras de áudio, de VT’s e para fotógrafos.

Importante é destacar que, já há algum tempo, que estes “terceirizados” deixaram de ser simples executores do que as agências criam. Graças a seus conhecimentos específicos, técnica apurada, talento e criatividade, podemos afirmar que, em vários casos, passaram a ser “co-autores” das peças publicitárias.

Vaga para editor

Vaga para Editor em SJCampos

realization-of-video-771412_640Requisitos:
– sólida experiência em edição de vídeo e operação de câmeras;
– conhecimento de adobe after effects;
– conhecimento de motion graphics;
– conhecimento em photoshop e illustrator.

Atividades a serem desenvolvidas: atuar no processo de produção de vídeos comerciais e institucionais desde a captação de imagens até a edição.

Salário: R$ 3.000,00
Benefícios oferecidos: vale transporte, convenio médico, convenio odontológico, refeição no local

Horários: Seg a Sex: 9h às 18h. Sábados: 9h às 13h.

Cidade: São José dos Campos

Interessados enviar CV para marketing@farmaconde.com.br

TIM para o Natal

TIM lança campanha de Natal para o segmento pré-pago

Turbo 7 oferece 700 mega de internet por semana e mensagens no WhatsApp; ação contará com filme para TV e o personagem Super Chip na mídia digital

tim1A TIM acaba de lançar sua campanha de fim de ano voltada para o segmento pré-pago. O destaque é o Turbo 7, que oferece para os clientes 700MB de internet por sete dias (100MB por dia) e ligações de TIM para TIM ilimitadas, além do mensagens de texto, áudio, imagens e vídeos no WhatsApp à vontade, tudo por R$ 9 semanais (sem renovação recorrente). A campanha estreia com filme na TV, desenvolvido pela agência Z+. Também trará de volta, em breve, o personagem Super Chip – dublado pelo ator e comediante Marcos Veras – na mídia digital, em peças desenvolvidas pela WMcCann e CUBOCC.

O filme estreia uma nova linguagem da comunicação da companhia, com uma locução feminina e mais próxima dos telespectadores, em forma de bate-papo com os personagens da campanha. “Cê já sabe que na TIM é tudo diferente. Por isso o Turbo 7 tem tudo o que você precisa pra deixar a internet do seu pré bombadaça”, é a primeira fala do filme. O objetivo é reforçar ainda mais a aproximação da marca com os consumidores, em um tom leve e informal. Em seguida, a locutora apresenta as características da oferta, destacando a navegação no WhatsApp à vontade e que o cliente ainda fala ilimitado de TIM para TIM.

Já na mídia digital, a TIM volta a brincar com o personagem Super Chip. Nas novas peças, ele aparece treinando e ganhando mais megabytes para, no fim, surgir “bombado”, com ainda mais internet para os clientes. O ator e humorista Marcos Veras gravou mais uma vez a voz do chip para o filme que deve estrear na internet no dia 14/11.

“Colocar minha voz e dar vida a um personagem de desenho é uma experiência única. Já havia feito locução antes, mas me tornar um Super Chip, charmoso, galanteador e agora ‘bombado’, é a primeira vez. Acho super divertido, todos os vídeos da campanha têm bastante humor, o que faz com que me identifique e incorpore ainda mais o personagem”, destaca Marcos Veras.

A campanha conta ainda com mídia exterior e material nos pontos de venda, além de ações táticas na mídia regional.

Fonte: Alameda Comunicação – Laís Reis

Dos 30″ ao Branded Content

Como as séries de TV podem ajudar o seu Branded Content

Narcos. Sopranos. House of Cards. Friends. Modern Family.

Neste curso oferecido pela APP Brasil os participantes vão entender como são construídas as séries de TV e as técnicas de storytelling que estão por trás dessas narrativas incríveis.

RICARDO GRYNSZPAN

unnamed-6

É roteirista e professor. Escreveu a mini-série “Zé do Caixão” (TNT e Space), eleita Melhor Produção Artística de 2015 no Festival Internacional de Televisão de São Paulo e episódios das séries “Lili, a ex” e “Tempero Secreto”, ambas na GNT.
No rádio, escreve juntamente com Felipe Xavier o programa de humor “Chuchu Beleza”, transmitido diariamente pela Rádio Jovem Pan FM. É professor de Roteiro para TV da Academia Internacional de Cinema de São Paulo.

Inscreva-se aqui

Coluna Propaganda&Arte

Como a música pode salvar os comerciais de TV

guerraarte

A TV aberta nunca desafinou tanto no Brasil. Se antes ela era questionada sobre seus números inflados, hoje sofre com a queda de anunciantes e até gera dúvidas quanto a sua relevância para o público, uma vez que mais de 80% dos brasileiros consideram a internet o meio mais importante em sua rotina, principalmente usando smartphones. (Fonte: IAB Brasil)

Segundo informações do PNT – Painel Nacional de Televisão, a audiência da TV aberta vem caindo consideravelmente nos últimos cinco anos. Destes dados vale ressaltar o declínio de 16% da maior emissora brasileira, enquanto a TV paga se mostra forte com um crescimento de 135%. Apesar disso, o brasileiro tem navegado muito mais do que zapeado, mesmo nos canais pagos.

Por isso, como publicitário e eterno estudante, divago…

Que estamos vendo menos TV tradicional, isso nós já desconfiávamos. Que o smartphone virou a “segunda tela”, nós também percebemos. Diante dessa confusão, orquestrada principalmente pela revolução tecnológica, o que pode ser feito para reconquistar a atenção dos comerciais de TV? Ainda mais na TV aberta?

A resposta pode estar em uma das artes mais antigas do mundo: a música.

Empresas de telefonia, estão apostando em temas musicais repetitivos, com diversas versões e estilos, para conquistar o gosto do público e gerar lembrança de marca. Hora eletrônica, hora uma mistura de sons tecnológicos, nos vemos em um tipo de jogo em que devemos preencher, em nossa cabeça, as notas faltantes da melodia já conhecida.

string-555070_640

Nesse momento, acontece algo diferente. Nossa atenção é atraída, paramos de olhar para o celular, mesmo que por instantes e interagimos de alguma forma com a TV. Foi aí que deu aquele “estalo”: a ideia que inspirou esse artigo! (sim, até as ideias tem som).

Será que eles perceberam que o sucesso dos comerciais agora depende muito mais da música?
Se a TV está ligada, mas ninguém olha para ela, porque estão jogando ou checando aplicativos de mensagens nos celulares, é preciso fazer alguma coisa! Fazer barulho! De preferência um barulho bom. Aí você percebe que algumas marcas estão fazendo algo nesse sentido, criando linguagens sonoras fortes e próprias, como por exemplo grandes bancos e telefonias, mas ainda assim, é muito pouco.

Resumo da ópera: chegou a hora de investir mais em jingles, usar nossa criatividade e musicalidade brasileira em trilhas realmente interessantes. É preciso dar ouvidos às novas tendências e comportamentos dos consumidores, caso contrário o comercial de TV vai se tornar um show cada vez mais sem graça em que o público vai embora, bem no meio da música.

E você? Qual melodia de comercial não sai da sua cabeça ultimamente?

Band abre vaga

Vaga de trabalho aberta na Band

14333779_1196151260449187_5981058785076406013_n

Vaga: Assistente Administrativo

Formação: Técnico e/ou Graduação em Publicidade e Propaganda/Administração – Cursando ou Concluído.
Conhecimentos de informática, principalmente em excel, são diferenciais.

Atividades: Com foco em Programação Comercial , o profissional será responsável pelo recebimento, checagem e lançamento de mapas de mídia, e montagem de roteiros de programação diários, além de checking e geração de comprovantes de exibição, entre outras tarefas pertinentes a função.

Dados da vaga: Horário Comercial de Segunda a Sexta- feira, contratação CLT, salários e benefícios compatíveis com mercado.
Local de Trabalho: Taubaté – SP.

Interessados favor enviar currículo para recrutamentovale@band.com.br, informando no assunto a vaga: ASSISTENTE ADMINISTRATIVO.

Fim do bloqueio na TIM

TIM anuncia o fim do bloqueio da internet móvel pré-paga em nova campanha
Ação desenvolvida pela WMcCann reforça que operadora voltou a oferecer navegação na internet após fim da franquia nas ofertas pré-pagas diárias de internet

tim1

A TIM ouviu seus milhares de clientes e trouxe para o segmento pré-pago a opção de manter a conexão à internet mesmo após o consumo completo do pacote de dados, com navegação em velocidade reduzida. Para marcar mais essa atitude inovadora da operadora – em linha com seu posicionamento “Evoluir é fazer diferente” – a empresa estreia nova campanha, com filme em TV aberta e outras mídias. Desenvolvida pela WMcCann, a ação também conta com um vídeo para internet com o Super Chip, personagem lançado pela TIM recentemente e que conta com voz do humorista Marcos Veras.

O filme de 30 segundos para TV apresenta anseios dos clientes por mais liberdade no uso da internet. A atendente de um restaurante quer “uma operadora que desbloqueie a internet do seu celular”. Já o jovem, em seu trajeto de ônibus, declara que quer usar a internet “em qualquer lugar, mesmo longe do Wi-Fi”. A skatista, por sua vez, pede uma internet que caiba no seu bolso. O locutor então anuncia: “A TIM te ouviu e resolveu desbloquear a internet do plano Infinity. Agora, quando a sua franquia de internet diária acaba, você pode escolher se compra mais um pacote ou se continua navegando de graça em velocidade reduzida”.

Já a campanha digital traz, desta vez, uma nova linha criativa, inspirada em história em quadrinhos, mas sem deixar de lado o tom bem-humorado característico do Super Chip. O personagem aparece voando com sua capa e pergunta: “sua internet acabou?”. Logo em seguida, ele mesmo responde: “só que não!”, e apresenta a novidade: “com Infinity Pré, você desbloqueia sua internet e continua navegando de graça”. Os vídeos serão postados nas redes sociais da operadora e no canal da TIM no YouTube.

#FazerDiferente

A decisão da TIM de voltar a oferecer navegação na internet após fim da franquia nos planos pré-pagos foi anunciada no mês passado e teve grande repercussão. A ideia é garantir a liberdade de escolha dos usuários, que poderão decidir se querem continuar navegando gratuitamente com velocidade reduzida ou se preferem recontratar o pacote atual ou migrar para uma oferta com mais internet.

A medida é válida para clientes das ofertas pré-pagas com tarifação diária, que hoje representam cerca de 85% da base de clientes do segmento pré-pago da TIM. A navegação com velocidade será uma opção gratuita até o dia 31/08. Durante esse período, a empresa irá avaliar o comportamento dos usuários e poderá prorrogar o prazo da gratuidade.

“Fazer diferente é nossa missão. A TIM vai seguir liderando os movimentos do mercado e, parte muito importante desse processo é ouvir o que os nossos clientes desejam e responder com agilidade. Por isso, estamos dando maior liberdade de escolha para quem usa as ofertas de internet diárias, porque entendemos que os pacotes são menores e o cliente é impactado mais frequentemente com o fim da franquia. A ideia é mantê-lo conectado para resolver boa parte de sua vida no smartphone, o que é uma real necessidade nos dias atuais”, explica Rogerio Takayanagi, diretor de marketing da TIM Brasil.

Fonte: Alameda Comunicação – Tawana Miquelino

Miss São José dos Campos 2015 como garota propaganda

Stephanie Pröglhöf estrela campanha da Breton – São José dos Campos
Miss apresenta o conteúdo da marca, que unifica qualidade, design exclusivo e inovação em um só loja

A qualidade, o design exclusivo e a inovação das peças da Breton, em São José dos Campos. Esse é o mote da marca, referência nacional em décor, na sua nova campanha regional, que será lançada na próxima semana explorando toda a essência de sofisticação da marca.

A direção do filme de TV, que faz parte da campanha, é de Renato Pulice, da Dixi Filmes. Nas imagens, além da nova coleção da Breton, com seus móveis de design assinado, mostra-se um cenário único: o terraço da Breton São José com vista para a Serra da Mantiqueira.

Making_Off_1_Stephanie

A estreia do filme será na próxima segunda-feira (20 de junho), no intervalo do jornal Bom Dia Brasil, na Vanguarda, afiliada da Rede Globo. “Teremos veiculações na TV, no online e também no offline. A ideia é mostrar que a região conta com uma unidade da Breton em São José, com o alto padrão da marca. Para representar nossa regionalidade, convidamos a Miss São José dos Campos 2015 como garota propaganda”, explica o gerente de Marketing da Breton São José, Lucas Toledo.

Toda a campanha será estrelada pela modelo Stephanie Pröglhöf. “Para mim, é uma honra ter sido escolhida pra atuar em uma campanha da Breton São José dos Campos, uma marca reconhecida, com móveis e decorações incríveis. Me encantei com todo o cenário da loja e me identifiquei com sua versatilidade. Ao mesmo tempo que possui um design moderno, proporciona um ambiente confortável e aconchegante. Me senti praticamente em casa durante os ensaios”, conta a modelo.

Perfil

Stephanie é natural de São José dos Campos, tem 22 anos e atua como modelo desde 2012. Seu sobrenome – Pröglhöf – tem origem austríaca. “Meu avô veio de Retz para o Brasil durante o período da Segunda Guerra Mundial”, explica.

Atualmente, ela concilia a carreira de modelo com os estudos de Biomedicina, faculdade que cursa o segundo ano.

Making_Off_6_LucasToledoeRenatoPulice

No currículo, campanhas para o Colinas Shopping, Univap, Victoriana Alta Costura, Triskle Cosméticos, entre outras, e a experiência como miss São José dos Campos, em 2015.

“O Miss foi pra mim uma experiência diferente de tudo que já vivenciei. Totalmente diferente do mundo da moda, o Miss exige postura, opinião e comportamento, pois estou representando as mulheres da minha cidade. Me ajudou a ter uma percepção que beleza não é nada quando a pessoa não é bonita por dentro.”

Ficha técnica:

Fotos Making Off: Fabiana Ferreira
Modelo: Stephanie Pröglhöf
Produtora: Dixi Filmes
Look: Folic Colinas e Empórionaka
Make e Cabelo: Dam Popup Atelier
Produção de Moda: A3 Conteúdo Criativo

postnovo

Fonte: Suzane Rodriguez – cabana.work