Vaga de estágio em estúdio

Vaga de estágio

O Studio FEELZ, localizado em Taubaté, abre vaga de estágio com Bolsa auxílio (valor a combinar)

O estagiário escolhido terá como foco principal criar métodos e sistemática de comunicação interna e externa para desenvolvimento do Studio FEELZ na região do Vale do Paraíba.

Atividades principais:

– Dar apoio na vazão das atividades de mídias sociais
– Criação de apresentações em Power Point
– Contato com fornecedores, centralizando as demandas de ações de marketing
– Atualização de apresentações de resultados
– Controle do excel das ações do marketing
– Centralizar as atividades da FEELZ Club
– Capacidade analítica para analisar indicadores e propor melhorias
– Realizar e acompanhar pequenos eventos e campanhas
– Controle de notas fiscais e atividades administrativas e recepção
– Alinhamento de briefing com as áreas internas do Studio

Interessados entrar em contato com Lilian: (12) 98134-3635

Infográfico mostra desafios da comunicação interna

2018: Desafios da comunicação interna nas empresas

Quais são os principais desafios da comunicação interna numa empresa? Por que é tão importante investir nesse setor? Não é novidade para ninguém que comunicação é essencial para uma empresa! Mas será que ela é bem aproveitada dentro das empresas? Para saber mais sobre os desafios que todas as empresas vão passar no que diz respeito a comunicação interna , o Contact Telecom preparou um infográfico mostrando aqui os desafios mais enfrentados por colaboradores da área e como melhorar afim de obter o sucesso da sua empresa ou corporação.

Veja o conteúdo a seguir:

Fonte: Assessoria de Imprensa Contact Telecom – Nayrison da Costa

Supera abre vaga

Vaga de Analista de Comunicação Sênior para atender e produzir conteúdo para empresa nacional de grande porte

Somos uma agência especializada em Comunicação Estratégica com Empregados e procuramos um novo profissional de comunicação.

Requisitos:
– Formação em Comunicação Social (Jornalismo ou Relações Públicas);
– Imprescindível experiência em agências de comunicação interna e/ou em áreas de comunicação interna de empresas;
– Boa redação e português impecável;
– Excelente organização, facilidade para trabalhar em equipe e com tarefas multidisciplinares;
– Possuir carro e estar disponível para viagens.

Interessados deverão encaminhar CV com o assunto “Analista de Comunicação Sênior”, para o e-mail: selecao@superacomunicacao.com.br, até 17 de novembro.

Agência quer conteudista

Supera quer contratar conteudista

A Supera, uma agência especializada em Comunicação Estratégica com Empregados, procura um profissional para a equipe de Conteúdo.

Pré-requisitos:
• Formação em Comunicação Social ou Letras
• Experiência em agência
• Domínio da Língua Portuguesa
• Apresentação de portfólio

Diferenciais:
• Ter trabalhos focados em Comunicação Interna e Corporativa
• Experiência com produção de matérias e também campanhas

Interessados deverão enviar CV, pretensão salarial e portfólio para selecao@superacomunicacao.com.br, até 18/08/2017. No assunto, coloque “Vaga Conteúdo”.

Agência está contratando

Qualicom abre vaga

Agência procura um profissional para atuar em comunicação interna, com mínimo de 3 anos de experiência corporativa, organização e excelente redação em português. É desejável possuir inglês ou espanhol básico, habilidades de negociação, gestão do tempo e proatividade.

Os interessados devem enviar seus currículos para contato@qualicomcomunicacao.com.br até o dia 14/06, às 12h.

Coluna {De dentro pra fora}

O que você comunica nem sempre é o que você queria comunicar

O que é sentido para você? Como você produz sentido nas suas comunicações?
Será que o que consideramos “sentido” é de fato a realidade? Quando pensamos na Teoria da Comunicação, ele está muito relacionado ao código. A gente sabe que existem ruídos, que existe o canal, etc. e tal. Mas o sentido mesmo está no código, certo? Então, a gente escolhe as palavras coerentes ao nosso público, tenta criar uma narrativa agradável e simples. E mesmo assim, muitas vezes, não funciona. O que estamos fazendo de errado?

Veja bem, a Análise de Discurso (escola francesa) desconstrói essa ideia de “sentido”. Ela defende que o que criamos é uma NOÇÃO DE SENTIDO, não o sentido em si. E para essa noção chegar o mais próximo possível ao que desejamos, precisamos de interação. Vai muito além do código que usamos, das palavras que escolhemos, do meio. É a nossa forma de nos conectar ao nosso público. Como deixamos os assuntos mais atrativos? Como fortalecemos a relação? Como ouvimos? O que nossos comportamentos comunicam? (Pense nisso tudo como empresa).

Enquanto a gente achar que apenas jogar uma informação na campanha, no jornal ou na revista já será suficiente, continuaremos errando. Precisamos pensar em comunicação como gestão, como relacionamento, como diálogo, como construção. Nunca emitiremos uma mensagem se o nosso público não estiver afim de ouvi-la. Vamos começar de novo?

Comunicação é tema de palestra na FAAP

Pedro Luiz na FAAP SJCampos

Palestra oferecida pela FAAP de SJCampos traz Pedro Luiz Dias para tratar do tema “Comunicação Corporativa no limiar de um novo século”.

As inscrições podem ser feitas por aqui e o ingresso é solidário: 2 Kg de alimentos não perecíveis (menos sal e açucar) em benefício da Instituição SORRI-SJCampos.

Coluna {De dentro pra fora}

Uma ideia incrível, executada mais ou menos ou uma ideia mais ou menos, executada incrivelmente?

Ok, já sei que você pensou: uma ideia incrível, executada incrivelmente. Eu também acho que esse é o mundo ideal, mas nem sempre o ideal é real. Com prazos quase sempre curtos, às vezes a gente precisa escolher um caminho. E eu sempre me pegava nessa pergunta aí de cima.

Não quero acreditar que estamos passando pela fase da valorização estética acima de tudo, mas talvez eu não tenha escolha. Como comunicação é reflexo de comportamento social, a gente acaba enfrentando esses dilemas. Mas não vou focar nisso.

A questão (muito pessoal, confesso) é que jamais uma excelente execução vai superar uma excelente ideia. E sempre que eu precisava escolher entre uma ou outra, eu escolhia pela ideia. Aquele anúncio maravilhoso, com um tratamento de foto impecável, uma composição de tirar o fôlego e… e… zero ideia. Qual a graça disso? Todo mundo está cansado de saber que a concorrência pela atenção do público é desumana. Se for uma peça linda, com certeza ele vai se encantar e observar.

Porém, será que só a estética tem a força necessária para que a mensagem fique registrada na cabeça do público? Na minha humilde opinião, não. Uma ideia forte, mesmo que executada com uma ou outra falha, tem muito mais chance de sobreviver nesse mar de informações e interações que é a mente do público.

Por trabalhar a vida toda com comunicação corporativa, esse costuma ser um desafio mais constante. As verbas para comunicação interna são diferentes das verbas de propaganda, logo, é preciso fazer mais com menos. E sai ganhando quem tem ideias melhores, não mais bonitas.

Com todo o momento econômico que a gente passa, essa realidade deixou de ser só pra dentro. Agora também é da comunicação pra fora. Pense nisso com carinho em seu próximo desafio. Mais que uma execução impecável, busque pela ideia que vai resolver seu problema e ser o foco da criação. Prove pra todo mundo que somos muito mais que uma peça bonitinha.

(Obs.: em momento algum eu disse que estética não é importante, eu só quero reforçar que ela precisa andar de mãos dadas com as ideias).

Bolsas em cursos no Senac Taubaté

Senac Taubaté tem bolsas para cursos de comunicação

O Senac Taubaté esta com inscrições abertas para cinco (05) vagas de bolsas para o curso COMUNICAÇÃO INTERNA E ENDOMARKETING.

Inscreva-se no próprio Senac Taubaté de 06/02/2017 a 15/03/2017, segunda e quarta: 19 às 22 horas.

Gente nova na comunicação da Novelis

Reforço na comunicação interna

Após um longo processo seletivo iniciado em Agosto e encerrado em Dezembro de 2016, Débora Fernandes, 22 anos e atualmente cursando o 5˚semestre de Relações Públicas – Unitau ingressou na Novelis.

Débora Fernandes assume posição no setor de Comunicação, atuando especificamente com Comunicação Interna.

A vaga aberta no processo seletivo era para comunicação em Pindamonhangaba, e junto com a Débora concorreram estudantes de Publicidade, Jornalismo e Relações Públicas.