Cidade faz campanha para atrair empresas da capital

Grupo de empresários de São José dos Campos faz campanha para atrair empresas da capital ao interior

A migração de grandes empresas de capitais para cidades com mais qualidade de vida e boa infraestrutura para negócios, que ganhou força com a pandemia do novo coronavírus, mobilizou empresários de São José dos Campos (a 90 quilômetros de São Paulo). Conselheiros do grupo Desenvolve Vale lançaram neste mês uma campanha para apresentar os atributos que fazem do município um CEP à altura das novas demandas do setor econômico.

O objetivo do Desenvolve Vale é colocar a cidade no mapa desse movimento do mundo corporativo, que foi turbinado pelo modelo de trabalho remoto, consolidado nos últimos meses, e ganhou os holofotes com o anúncio da migração da sede da XP Inc. para o interior de São Paulo.

Como primeiro passo, o Desenvolve Vale produziu um vídeo, que já viralizou, sobre as oportunidades econômicas de São José. O material ressalta conceitos que são a marca da cidade, como inovação, mobilidade, tecnologia, mão de obra qualificada, boa oferta de mananciais e infraestrutura para redes complexas de comunicação. O vídeo conta com depoimentos de representantes da iniciativa privada, assim como do prefeito Felicio Ramuth (PSDB) e do secretário de Inovação e Desenvolvimento Econômico, Alberto “Mano” Marques.

Embora já tenha alcançado mais de 20 mil visualizações nas redes sociais, o trabalho agora é para que o vídeo e a campanha cheguem a executivos C-levels, tanto de empresas quanto de consultorias da capital. Para isso, os conselheiros do Desenvolve Vale realizam uma força-tarefa para mobilização dessas lideranças.

“São José dos Campos é uma das cidades mais inovadoras do Brasil. Temos infraestrutura invejável, fácil acesso às capitais Rio e São Paulo, além de uma histórica vocação tecnológica. É fundamental que essas lideranças tomem conhecimento da pujança econômica do município. A cidade conta com as melhores redes de saúde, educação de excelência e elevado IDH (Índice de Desenvolvimento Humano)”, afirma Kiko Sawaya, coordenador do Desenvolve Vale.

Argumentos

Para convencer empresas a se instalarem em São José dos Campos, o grupo se pautou em comparativos entre a cidade e a capital paulista. Os dados indicam, por exemplo, que o deslocamento médio em São José é 35% mais rápido do que na capital; escolas particulares são 60% mais baratas; e o mercado imobiliário tem preços 60% menores do que os praticados em São Paulo, para imóveis do mesmo porte; entre outros.

Empresas que já fizeram a escolha por se mudar para São José dos Campos corroboram a campanha com seus depoimentos. A diretora GBS da Ball América do Sul, Cátia Pereira, destaca, no vídeo do Desenvolve Vale, o fácil diálogo com o poder público como um dos motivos que fizeram a multinacional trazer sua sede para a cidade. A Ball Corporation emprega mais de 18,3 mil pessoas no mundo todo e apresentou receita líquida de US$ 11,5 bilhões em 2019.

“Na Ball, todas as decisões devem ser pautadas por algo bem definido. E todo esse apoio, que se concretizou em um decreto do prefeito regularizando nossa operação, deu conforto para a escolha. Estou num lugar em que posso contar com o município para suportar o que a gente veio fazer aqui”, diz.

A iniciativa do Desenvolve Vale também conta com o apoio da Prefeitura de São José dos Campos, que se prontificou a oferecer dados técnicos e informações estratégicas para ajudar os empresários da capital a tomarem sua decisão.

Em agosto, como segundo momento da campanha, o Desenvolve Vale vai organizar uma reunião virtual com executivos de grandes companhias nacionais e multinacionais, além de consultorias e associações, para apresentar a cidade e suas possibilidades de negócios.

Fonte: CABANA – João Pedro Teles

Share and Enjoy !

0Shares
0 0

Pesquisa aponta eleitorado indeciso

Levantamento ACI-Unitau diz que 33% dos eleitores de São José dos Campos ainda não escolheram seus candidatos nestas eleições

O eleitor joseense já escolheu seus candidatos? O que influencia essa escolha? Quais os temas mais importantes em discussão nas eleições deste ano, segundo a ótica de quem vota? O eleitor está atento às eleições de 7 de outubro.

Essas e outras questões foram alvo de pesquisa exclusiva feita pela Associação Comercial e Industrial de São José dos Campos em parceria com a Universidade de Taubaté, por intermédio da Fapeti (Fundação de Apoio à Pesquisa, Tecnologia e Inovação), mostrando a expectativa do eleitor joseense frente às eleições do próximo domingo. O levantamento foi feito entre 21 e 26 de setembro, ouvindo 303 eleitores em pontos estratégicos do comércio da cidade – Calçadão da Rua 5, Rua 15 de Novembro e os shoppings CenterVale e Vale Sul. A margem de erro é de 5,65 pontos percentuais, para mais ou para menos.

O que mostra a pesquisa? Basicamente, a conclusão é a seguinte:

– 33% dos eleitores não escolheram ainda seus candidatos;

– para definir seu voto, os eleitores se informam pela TV e pela internet, ambas citadas com 42,6%. Rádio tem 6,1%, jornais e revistas têm 5,1% e conversa com amigos, 3,6%;

– para definir seu voto, o eleitor diz levar em conta, maciçamente, o caráter do candidato (78,1%), seguido de experiência (35,9%), idoneidade (20,3%) e filiação político-partidária (13,6%);

– as áreas prioritárias para o eleitor são Saúde (35,6%), Emprego (24,8%), Educação (24,2%) e Segurança Pública (13%);

– a maioria dos eleitores (53,6%) é contra o financiamento público das campanhas, por meio do uso do fundo partidário;

– a maioria dos eleitores (74,3%) admite acompanhar a campanha eleitoral à distância, até com certo desinteresse;

A nova pesquisa da ACI faz parte do calendário político da entidade com vistas às eleições de outubro. A ACI lançou a campanha “O Vale vota no Vale”, que defende o voto regional em candidatos a deputado, realizou sabatinas com os principais candidatos ao governo do Estado (João Doria, Paulo Skaf, Márcio França e Luiz Marinho) e lançou a carta aberta “Jogando Limpo”, contra a disseminação de fake News nas eleições deste ano.

Para o presidente da ACI, Humberto Dutra, com esse calendário a instituição cumpre seu papel de estimular o debate e o desenvolvimento de São José dos Campos.

Fonte: Matéria Consultoria & Mídia – Nathália Barcelos

Share and Enjoy !

0Shares
0 0

SJCampos vai sediar o Nexus Summit

Nexus Summit vai reunir o ecossistema de startups

O Nexus Summit é um evento criado para reunir o ecossistema de startups e empreendedores do Brasil no Vale do Paraíba, no interior de São Paulo. A iniciativa é da comunidade de empreendedores da região, considerada um polo de desenvolvimento de novas ideias e tecnologias, que atrai cada vez mais investidores, empreendedores, profissionais e serviços.

O Nexus – hub de inovação e aceleração do Parque Tecnológico São José dos Campos – traz para este encontro sua experiência de acompanhamento de startups, desde a concepção da ideia até a consolidação das empresas.

O Summit ocorre nos dias 23 e 24 de agosto, no Parque Tecnológico São José dos Campos, considerado o maior complexo de inovação e empreendedorismo do Brasil.

O primeiro dia será focado nas trocas de experiência entre empreendedores. Grandes líderes de startups do Brasil e do Parahyba Valley vão compartilhar suas trajetórias e trazer insights essenciais para quem busca crescimento e sucesso. Já estão confirmadas as presenças de Romero Rodrigues, Co-Founder do Buscapé e Redpoint eventures, Florian Hagenbuch, CEO da Printi, Marcos Arruda, CEO da Moneto, Bernardo de Pádua, CEO da Quero Educação, Alexandre Viola, CEO da Justto e Tiago Serrano, CEO da SoluCX.

Informações e inscrições aqui

Share and Enjoy !

0Shares
0 0

ITA no Polo Tecnológico

ITA inaugura espaço no Parque Tecnológico São José dos Campos

O ITA (Instituto Tecnológico de Aeronáutica) inaugura, no dia 14 de fevereiro, às 16 horas, o Espaço ITA, dentro do Parque Tecnológico São José dos Campos. Esta é a primeira vez que o ITA mantém um espaço fora do campus.

O objetivo é estar mais próximo do setor produtivo, fomentando pesquisas principalmente para o setor aeronáutico e aeroespacial. “Estar no Parque Tecnológico, é uma maneira de promover maior interação do Instituto”, diz o reitor do ITA, professor Anderson Ribeiro Correia. “Assim, o ITA reforça sua missão que envolve a promoção das ciências e das tecnologias relacionadas com as atividades aeroespaciais”, complementa.

Já neste sentido de ampliar as parcerias, durante o evento, o ITA assinará um Acordo de Cooperação Técnica firmado com o IPT (Instituto de Pesquisas Tecnológicas) da USP. A assinatura ocorrerá no momento da inauguração. O Acordo tem o objetivo de cooperar para o intercâmbio de alunos de graduação e pós-graduação e pesquisas na área de materiais e estruturas leves. Outra vantagem é ainda poder utilizar a infraestrutura do Laboratório de Estruturas Leves (LEL), instalado no Parque.

Share and Enjoy !

0Shares
0 0