Marca Pessoal é o curso para construção e gestão de sua presença digital e autoridade

Sobre o Marca Pessoal | O algoritmo da sua carreira.

Histórico

Dentro do cenário da pandemia e com o expressivo crescimento da importância das redes sociais para os profissionais e suas carreiras, fomos impactados por uma expressiva e crescente demanda de amigos e colegas do mercado em como fazer seu marketing pessoal e se manter presente nas redes, principalmente no LinkedIn. As demandas são diversas e vão desde dúvidas conceituais de como definir propósito genuíno e estabelecer autoridade, a questões práticas de como fazer o melhor uso da ferramenta do LinkedIn e de seu algoritmo.

Mesmo com a ampla oferta de soluções genéricas de branding e presença digital por gurus na internet e mídias sociais, essa demanda latente chamou a atenção e fez com que o Regi, profissional comercial de veículos e novos negócios, especialista em vendas, networking e muito experiente no uso do LinkedIn e o Adão Casares, um dos profissionais referência da área de mídia de agências no Brasil, criassem um curso para atender seus amigos.

Os dois executivos atuam juntos na Prospect Aceleradora Comercial e realizaram nos últimos anos, diretamente ou por meio de entidades de classes como a APP Brasil (Associação dos Profissionais de Propaganda), Central de Outdoor, Instituto Semear,
diversos cursos, treinamentos e palestras para executivos do mercado de comunicação e marketing. Assim, em setembro de 2021, idealizaram, desenvolveram e colocaram em prática o piloto e primeiro curso Marca Pessoal | O algoritmo da sua carreira. A identidade visual do curso foi criada pela agência Gente Propaganda.

Contando com a longa atuação de Regi como experiente professor de sucesso em faculdades como o Centro Universitário FAAP, Fundação Cásper Líbero e do Adão Casares na orientação para executivos em sua longa trajetória como diretor de mídia e sua atuação na APP Brasil, o curso foi criado para ser consistente e dinâmico, atendendo as principais dores detectadas na atuação dos executivos na gestão de sua marca pessoal, com a definição de propósito de construção de autoridade e dificuldades declaradas pelos mesmos em como fazer isso na prática, desde entender como usar a plataforma do LinkedIn e gerar resultados que valham o investimento de tempo tão precioso para os executivos.

Baseado na ampla experiência dos sócios em marketing, comunicação, branding e vendas, o curso Marca Pessoal foi concebido. Construído a partir da andragogia, fazendo uso de metodologias ativas e com a mescla de sólida fundamentação com aplicação prática e mensurável, a formação tem 8h30 de duração e é composta por 7h30 divididas em 3 encontros (2h30), das 19h30 às 22h, mais uma mentoria individual e exclusiva (1h). realizado por meio de aulas e encontro remoto ao vivo, o investimento previsto para a 6ª edição do curso é de R$359,90 na pré venda, R$419,90 primeiro lote, R$549,90 último lote.

O aluno conta com material didático das aulas, avaliação personalizada de sua presença e atuação no LinkedIn, material construído no processo de mentoria e certificado de conclusão.

O Marca Pessoal faz proveito das ferramentas de medição de performance do próprio LinkedIn, como o SSI e interações e alcance das publicações, que permite aos executivos facilmente verificarem os ganhos de seu aprendizado de maneira objetiva, profunda e mensurável. A performance, juntamente com a metodologia e o conteúdo é um dos três pilares do sucesso do curso. Afinal, além de aprender, colocar em prática imediatamente e obter resultados mensuráveis, é fundamental para a formação executiva hoje. Prospect Aceleradora Comercial | Marca Pessoal | O algoritmo da sua carreira

O curso foi concebido de forma assertiva, pois sofreu pouquíssimas modificações desde sua primeira edição. A maior mudança foi a crescente e constante demanda e, para surpresa dos sócios, um resultado não planejado que foi a ruptura do segmento de propaganda e veículos de comunicação. As edições seguintes já atraíram organicamente profissionais de outros segmentos como tecnologia, relações públicas, empreendedores de startups, mercado financeiro, gastronomia, artes cênicas, entre outros, com alunos notórios e executivos de altos cargos, o indicativo da aderência aos desafios do contemporâneo para profissionais e a gestão da sua Marca Pessoal e Autoridade.

O presente

Em 5 edições do curso, já formamos mais de 100 profissionais. Marca Pessoal ruma para sua sexta edição e se consolida como um dos principais produtos de educação da Prospect.

A educação continuada para adultos e executivos é área em franca expansão no Brasil e no mundo em decorrência às tendência da nova realidade do trabalho, os efeitos desintermediação e desmaterialização das relações diretas, o trabalho remoto e híbrido e ainda o fenômeno negativo do etarismo, amplificados pela transformação digital acelerada, nos levaram a apostar nesse segmento.

Para isso, Fernando Dineli foi convidado para associar-se e assumir o cargo de CMO da Prospect Aceleradora Comercial. Seus desafios são escalar o Curso Marca Pessoal | O algoritmo da sua carreira e desenvolver novos produtos na área de Long Life Learning. Estrategista de marketing, é especialista em novos negócios, planejamento, negócios digitais e mobile, mestre em comunicação, professor na FAAP e IED e parceiro comercial da Bunker79. Com isso, iremos ampliar a oferta indo além do crescimento orgânico e boca a boca, que já estão consolidados. Iremos ofertar o curso para segmentos mais amplos de profissionais e variações do mesmo de forma a expandir nossa atuação.

O futuro próximo

A partir da sétima edição, planejamos também produtificar o curso com a adoção de uma versão no formato EAD, visando sua escalada exponencial para uma audiência ampla em todo Brasil e países lusófonos, e a realização de palestras e aulas mestras pelos sócios e embaixadores sobre Marca Pessoal e Autoridade para conscientização sobre a importância do tema.

A importância da Marca Pessoal

Para um profissional, executivo, hoje o Long Life Learning já é uma obrigatoriedade. Juntamente com as soft skills, a gestão da Marca Pessoal é um diferencial fundamental. A capacidade de definir e administrar sua presença digital e saber lidar com os algoritmos das plataformas de mídias sociais com eficiência é crítica. Pessoas compram de pessoas. Evitar o desperdício de tempo é desafio irrevogável que se impõe, por isso ensinamos o equilíbrio entre coerência e consistência. A gestão da sua Marca Pessoal é um dos fatores críticos para se obter sucesso no novo mundo do trabalho.

Santander Track&Field Run Series no Colinas Shopping

Colinas Shopping recebe etapa do Santander Track&Field Run Series

Inscrições para a prova, que será realizada em 1º de maio, já estão abertas; protocolos sanitários serão reforçados e inscritos precisarão apresentar comprovante de vacinação completa contra a Covid-19

Com o retorno do calendário de corridas em São José dos Campos, o Colinas Shopping recebe em 2022 mais uma etapa do Santander Track&Field Run Series, o maior circuito de corridas de rua da América Latina. Com três percursos (5 km, 10 km e 15 km) e corrida kids, o evento será realizado no dia 1º de maio, a partir das 6h.

O calendário de 2022 do Santander Track&Field Run Series prevê a realização das provas que estavam agendadas para ocorrer em 2020. Dessa forma, as inscrições feitas previamente continuam válidas e ativas e, em caso de desistência ou impossibilidade de participar, os corredores podem solicitar o reembolso.

Para corredores novos, as inscrições já estão abertas e podem ser feitas pelo aplicativo TF Sports, – plataforma que integra todos eventos e experiências de bem-estar da Track&Field – disponível em iOS e Android.

Corrida mais sustentável

Em 2022, algumas iniciativas tornarão o circuito mais sustentável. O número de motos que fazem o acompanhamento do percurso será reduzido para diminuir a emissão de gases, os copos plásticos de água serão substituídos por latas e não haverá saco plástico no guarda-volumes, serão utilizadas gym bags. No lugar do papel com informações, apenas QRCodes. Além disso, lonas de sinalização impressas e alimentos foram reduzidos para evitar resíduos e desperdício.

Protocolos sanitários

Neste momento, que ainda exige cuidados e medidas de prevenção, todas as etapas do circuito Santander Track&Field Run Series seguem rigorosamente as recomendações das autoridades competentes para a realização das corridas em segurança.

Desta forma, todos os participantes deverão seguir os seguintes protocolos:

. Uso de máscara obrigatório durante o evento (arena, largada e chegada);

. Na retirada de KIT, nas lojas Track&Field indicadas para cada etapa, será necessária a apresentação de documento de identidade original com foto e comprovante de vacinação completo contra a Covid-19, para para vacinas de 2 doses ou vacinas de dose única. A comprovação pode ser impressa ou digital, no formulário oficial do SUS ou de autoridades governamentais locais (municipal ou estadual).

Além disso, haverá avaliações constantes para adaptar as provas aos protocolos de distanciamento, buscando evitar o agrupamento de corredores.

Santander Track&Field Run Series Colinas Shopping

1º de maio de 2022, a partir das 6h

Inscrições: App TFSports (http://www.tfsports.com.br/)

Valores: Kit Run Idoso a partir de R$44,50 e Kit Run geral a partir de R$89

As inscrição Kids custam R$50

*Descontos podem ser aplicados para clientes Santander

Fonte: CABANA – Ticiana Schvarcz

Coluna Propaganda&Arte

Tecnologia não é o futuro (isso não é um clickbait)

Primeiro eu quero me desculpar se você chegou até este texto por uma estratégia de clickbait (quando criamos títulos chamativos e trazemos o leitor pela curiosidade), mas esta afirmação do título deste texto foi baseada em uma reflexão 100% genuína e que eu preciso compartilhar com você! Vamos nessa?

“Tudo é tecnologia”

O que as empresas 99, Buser, Creditas, iFood e Nubank possuem em comum? Todas são empresas ou startups que deram muito certo baseadas na tecnologia como principal pilar. Mas então, estamos afirmando que a tecnologia é o futuro aqui? Em partes sim, mas em muitos casos não. Tente acompanhar essa ideia.

Os olhares de todos os grandes e médios investidores estão voltados para startups de tecnologia, simplesmente por modismos, potenciais reais de retorno e por uma conta muito simples: estas startups resolvem problemas reais de forma muito mais fácil, barata e prática para o usuário e tem potencial de ser escalável (crescer rápido e atender cada vez mais pessoas com eficiência e economia). Esse é o core business dessas empresas, ou deveria ser. Isso não significa que investir milhões em novas tecnologias, pessoal especializado e novas plataformas vai resolver o futuro dessas empresas. Prova disso é que nem todas vão pra frente mesmo com ótimas ideias por trás.

Estamos na mão dos clientes (às vezes, literalmente)

Chegamos ao momento da verdade. Imagine você, uma startup que promete entregar bebidas geladinhas no conforto das casas em poucos minutos e com preços acessíveis? Essa é só uma das ideias que têm dado resultados, com um foco muito grande em tecnologia e experiência de usuário. O app Zé Delivery é um bom exemplo dessa entrega de valor. E eu, como cliente, queria isso. Mas, logo fiquei sabendo que muitos condomínios e prédios estão recebendo um novo tipo de serviço in loco: pequenas conveniências de autoatendimento (sem pessoas, você passa o produto e paga sozinho) que são montadas dentro dos condomínios, onde você pode comprar de tudo, snacks, produtos de higiene e até “aquela cerveja gelada”, que também é entregue pelo app todo tecnológico que citei aqui.

E agora? Qual das duas opções você escolheria? Pediria a bebida pelo app ou desceria no seu prédio e escolheria pessoalmente qual bebida ou comida comprar com toda facilidade do autoatendimento? Spoiler: eu escolhi a segunda. Este é um caso real, mas não me considero uma amostragem, porém me fez pensar.

Uma experiência (com) sem tecnologia

Ao vivenciar essa compra totalmente pautado na conveniência, pensei em quanto custaria fazer uma lojinha em milhares de condomínios de uma cidade, sem precisar de atendimento presencial (tudo bem, precisa investir em câmeras e conferência de estoque), mas quantos seriam os problemas técnicos e de tecnologia que precisaríamos resolver, problemas logísticos, tudo isso passou pela minha cabeça. E, novamente, voltei ao aplicativo de entregas. Essa seria apenas mais uma forma de resolver um mesmo problema: encontrar uma bebida gelada (ou produtos) na hora que eu quero e de forma simples e rápida. No final, a tecnologia ou a experiência do aplicativo de nada adiantou para mim e me fez questionar essa tendência de que tudo é tecnologia.

Necessária, mas não principal

Pronto. Cheguei até onde queria. Uma empresa que foca no real desejo do cliente vai atender ele melhor. Se for preciso abrir lojas físicas, esse é o caminho. Se for preciso criar um aplicativo, saiba das limitações tecnológicas de cada usuário e manda ver! Mas quem irá sobreviver não é a empresa diferentona, “toda tech” do Vale do Silício que recebeu aporte de milhões. Vai ser aquela que atende de forma mais completa a necessidade do cliente, mesmo que essa solução seja bastante convencional e sem tecnologia.

(Tudo bem, vai. Uma pitada de tecnologia é sempre bem-vinda!).

O que acha do tema? Sei que é um assunto polêmico, mas queria muito compartilhar essa visão com você!

APP Brasil anuncia regional em Santa Catarina

APP SC vai operacionalizar em rede coletiva, abrangendo todo o estado, para fortalecer o mercado de comunicação

Em reunião nesta quarta-feira, 11 de agosto, a Associação dos Profissionais de Propaganda (APP Brasil) anunciou a abertura de uma nova regional no estado de Santa Catarina. Com a ideia de operacionalização em rede com várias representantes pelo estado para atingir todas as regiões, a APP SC já tem a participação de profissionais nas Regiões Norte, Sul, Oeste, Vale do Itajaí e Grande Florianópolis.

O estado de Santa Catarina é conhecido pela economia criativa, com boa participação no PIB criativo e forte presença do mercado publicitário. Em prol das ações coletivas, a APP SC tem como propósito fortalecer o mercado estadual. Giovana Cristina Pavei, publicitária e coordenadora dos cursos de publicidade e propaganda e relações públicas na Universidade do Vale do Itajaí, está à frente da APP SC e comenta os objetivos. “Somos um coletivo, unido por nós regionais, com o intuito de trocar experiências e aprendizados por meio de relacionamentos entre profissionais, empresas, universidades e acadêmicos. A regional trabalhará para todas as regiões do estado. Será um espaço para discussão de ideias e construção de projetos coletivos”, afirma.

Giovana Cristina Pavei: APP SC será um espaço para discussão de ideias e construção de projetos coletivos (Crédito: Divulgação)

Para marcar o lançamento da APP Santa Catarina, ocorreu uma live com os convidados Renato Vertemati e Leandro Duarte, nomes de peso na área da propaganda. O bate-papo foi mediado pelo presidente da APP Brasil, Silvio Soledade e os publicitários Giovana Pavei e Neto Nunes, membros da nova regional. José Luiz Nunes Neto, comenta as expectativas da regional. “Acredito que a APP SC se torne um canal de voz e suporte ao mercado, fortalecendo a produção publicitária com eventos e encontros oferecidos pela APP Brasil”, diz.

A regional também já conta com a participação da publicitária Stephany Cardoso, que ressalta a importância da abertura da APP em Santa Catarina. “Ter um coletivo que promova a troca de conhecimentos é essencial para um mercado cada vez mais digital e que exige inovação. A APP SC estimulará os profissionais e estudantes da área a se atualizarem”.

Executiva Nacional

Nos últimos cinco meses, desde o início da gestão do presidente da APP Brasil, Silvio Soledade, já foram anunciadas mais de 10 regionais em todo o país. “Fico feliz em ver a pluralidade e representatividade do time da APP, abrangendo cada vez mais os mercados do país. Esse desenvolvimento só é possível por causa do intercâmbio de conhecimentos através de ações integradas. A APP prioriza a valorização das particularidades regionais e a potencialização das mesmas. A APP é única e plural, com uma linguagem uniforme para discutir assuntos de interesse e engajar os profissionais e os mercados”, afirma.

Silvio Soledade, presidente da APP Brasil: pluralidade e representatividade para os mercados do país (Crédito: Divulgação)

O presidente da APP Brasil, Silvio Soledade, esteve presente na cerimônia e ressaltou que esta integração é um dos pilares de sua gestão. “Fico feliz em ver a pluralidade e representatividade do time da APP abrangendo cada vez mais os mercados do país. No estado de Santa Catarina, os membros da associação abraçaram a iniciativa e têm o objetivo de movimentar diversas regiões do Estado. Esse desenvolvimento só é possível por causa do intercâmbio de conhecimentos através de ações integradas. A APP é única e plural, com uma linguagem uniforme para discutir assuntos de interesse e engajar os profissionais e os mercados”, afirma.

Fonte: Agência ERA de Comunicação e Conteúdo – Mariana Cruz